browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

EUA: Pentágono aciona Bunkers Subterrâneos para abrigar “Pessoal Essencial” durante pandemia

Posted by on 29/03/2020

Pentágono envia equipes de pessoal essencial para BUNKERS DENTRO DE MONTANHAS enquanto preparativos para enfrentar e combater a pandemia do coronavírus entram em pleno andamento. O Comando Norte dos EUA [NORTHCOM] enviou equipes para bunkers no subterrâneo de montanhas para aguardar a pandemia de Covid-19. Na superfície, mais de um milhão de soldados da reserva  convocados para ajudar no combate à pandemia não estarão tão protegidos. O Presidente Trump assinou uma ordem executiva na sexta-feira autorizando a convocação de até um milhão de reservistas e pessoal aposentado do Exército, Marinha, Força Aérea e Guarda Costeira.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

EUA: Pentágono aciona Bunkers Subterrâneos para abrigar “Pessoal Essencial” durante pandemia do coronavírus

Fonte:  https://www.rt.com/usa/484389-military-underground-bunkers-coronavirus/

O General Terrence O’Shaughnessy da Força Aérea lidera o Comando Norte dos EUA [NORTHCOM], bem como o Comando de Defesa Aeroespacial da América do Norte [NORAD]- uma operação conjunta EUA / Canadá que monitora os céus da América do Norte em busca de mísseis e ameaças aéreas.

Um funcionário do Complexo subterrâneo da Montanha Cheyenne deve ir a pé cerca de uma milha (cerca de 1,6 mil metros) para atingir portas blindadas da entrada principal ao complexo

No início desta semana, O’Shaughnessy disse a repórteres via Facebook que algumas de suas equipes de vigilância seriam transferidas de seu habitual centro de comando na Base Aérea de Peterson, no Colorado, para vários bunkers subterrâneos reforçados.

Uma dessas instalações é o complexo de bunkers Cheyenne Mountain, um conjunto de túneis enterrados em instalações subterrâneas sob 610 metros de granito e selados atrás de portas de proteção projetadas para suportar uma explosão nuclear de 30 megatons.

O complexo subterrâneo, localizado próximo das Montanhas Rochosas, pertence ao Comando de Defesa Aeroespacial da América do Norte (NORAD) e pode operar durante dois meses sem abastecimento adicional de água ou alimentação, o que é impressionante tendo em conta que possui mais de 1.000 funcionários. 

RT

Um visitante do centro de operações do Complexo das Montanhas Cheyenne passa por uma porta de segurança de 25 toneladas © Reuters / Rick Wilking

“Nossos profissionais dedicados do centro de comando e controle NORAD e NORTHCOM deixaram suas casas, despediram-se de suas famílias e estão isolados de todos para garantir que possam permanecer vigiando todos os dias para defender nossa pátria”, disse o general O’Shaughnessy .

Ele também disse que o pessoal enviado à clandestinidade compartilhará o bunker com outros membros das forças armadas, mas ele “não tem liberdade para discutir quem mais está se mudando para lá”.  Outra equipe foi enviada para um local não revelado, acrescentou O”Shaughnessy.

Instalações como Cheyenne Mountain são parte integrante do plano do governo dos EUA de sobreviver a um cenário apocalíptico. No caso de uma ameaça existencial para os EUA, um ataque nuclear, por exemplo, o presidente e seus funcionários, bem como um contingente de líderes políticos, militares e civis, seriam imediatamente evacuados para quatro instalações seguras para administrar o país do subterrâneo profundo .

Essas instalações são Cheyenne Mountain, o Centro Presidencial de Operações de Emergência da Casa Branca, o Raven Rock Mountain Complex na Pensilvânia e o Mount Weather Emergency Operations Center na Pensilvânia.

O Complexo Cheyenne inclui 15 edifícios subterrâneos de três andares, cada um tem uma porta blindada que pesa 25 toneladas. Os edifícios são montados sobre molas gigantescas que absorverão mesmo um impacto possível de uma explosão nuclear, e a entrada principal é protegida por uma porta de várias dezenas de centímetros de espessura e trinta toneladas.

Embora a atual crise do Covid-19 não tenha provocado um êxodo em massa de Washington, ela levou os líderes militares a tomar medidas para garantir que continuem prontos para o combate. Depois de admitir que a prontidão das Forças Armadas dos EUA poderia ser afetada pela pandemia, o Secretário de Defesa Mark Esper declarou na quinta-feira que o Pentágono deixaria de publicar detalhes precisos dos casos do Covid-19 em suas fileiras, para evitar revelar fraquezas aos adversários americanos.

Duas telas grandes no centro de comando do Complexo das Montanhas Cheyenne no estado americano de Colorado

Enquanto algumas das forças de O’Shaughnessy se dirigem para as colinas para esperar a pandemia em isolamento hermético, milhões de pessoas vivendo na superfície não terão o mesmo luxo. Os engenheiros do exército já foram enviados a Nova York para procurar locais para hospitais de campo, já que New York State responde por mais de um terço dos 112.000 casos da doença no país que ontem teve 500 mortes pelo Covid-19.

Com o aprofundamento da crise, as Forças Armadas dos EUA parecem estar adotando uma abordagem de “todas as mãos no convés”, tanto no solo quanto no terreno. Embora as Forças Armadas dos EUA sejam proibidas de executar tarefas de aplicação da lei em solo americano, o Presidente Trump assinou uma ordem executiva na sexta-feira autorizando a convocação de até um milhão de reservistas e pessoal aposentado do Exército, Marinha, Força Aérea e Guarda Costeira.

O complexo militar subterrâneo autossuficiente do Pentágono das Montanhas Cheyenne, no estado americano de Colorado, está recheado de equipamentos sofisticados e pode abrigar o presidente dos EUA em tempos de série crise:

Esses reservistas poderiam ser chamados a ajudar as autoridades civis a responder à pandemia, como estão fazendo as quase 10.000 tropas da Guarda Nacional já destacadas. No sábado, o Esper anunciou uma lei modificada que forneceria financiamento federal para os estados que pretendiam enviar mais dessas tropas.

Além disso, dois navios hospitalares foram enviados para ajudar no tratamento de pacientes em Nova York e Los Angeles.


“E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim.  Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá FOMES, PESTES e TERREMOTOS, em vários lugares. Mas todas estas coisas são [APENAS] o princípio de dores. 

Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome. Nesse tempo muitos serão escandalizados, e trair-se-ão uns aos outros, e uns aos outros se odiarãoE surgirão muitos FALSOS PROFETAS, e enganarão a muitos. E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará. Mas aquele que perseverar até ao fim, esse será salvo”.  Mateus 24:6-13

 

One Response to EUA: Pentágono aciona Bunkers Subterrâneos para abrigar “Pessoal Essencial” durante pandemia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.