browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Putin defende plano comum do G-20 para recuperar economia mundial pós-pandemia

Posted by on 28/03/2020

Paises do G20: Putin defende plano comum para recuperar economia mundial pós-pandemia: O presidente da Rússia, Vladimir Putin, defendeu hoje, durante reunião de cúpula virtual dos países do grupo G-20, [as principais economias do mundo] a adoção pelos países do G-20 de um plano comum para recuperar a economia mundial após a pandemia da COVID-19. Uma maneira de atenuar os impactos da crise, de acordo com Putin, seria através de “corredores verdes”, livres de guerras comerciais e sanções. De sua parte, ele propõe, para a área econômica, a criação de um fundo especial sob a égide do Fundo Monetário Internacional, ao qual qualquer membro do G20 poderia recorrer.

Edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

G20: Putin defende plano comum para recuperar economia mundial pós-pandemia

Fonte:  https://br.sputniknews.com/ –  https://www.themoscowtimes.com/

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, defendeu hoje, durante reunião de cúpula virtual dos países do grupo G-20, [as principais economias do mundo] a adoção pelos países do G-20 de um plano comum para recuperar a economia mundial após a pandemia da COVID-19.

“Idealmente, devemos introduzir uma … moratória conjunta sobre restrições a bens essenciais e transações financeiras para a compra”, disse Putin em uma reunião virtual dos líderes do G20 nessa quinta-feira. “Estou falando dos países que mais sofrem com essa pandemia. No final das contas, é uma questão de vida ou morte, é uma questão puramente humanitária”. Esses assuntos devem ser libertados de qualquer viés político”, acrescentou Putin.

A Rússia  tem sofrido inúmeras rodadas de sanções ocidentais após a anexação da Crimeia em 2014 e seu papel na crise da Ucrânia. A Rússia também é aliada de vários outros países sancionados pelo Ocidente, a saber, o Irã, Síria, Venezuela e a Coréia do Norte.  

O líder russo afirmou que o atual momento não permite que o mundo continue agindo conforme o princípio de “cada um por si”, quando, por exemplo, milhões de empregos [e empresas] estão em risco. Segundo ele, estima-se que o desemprego global excederá os níveis de 2009 em qualquer cenário.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, durante Cúpula Virtual dos países do grupo G20: a luta contra o coronavírus, a situação na economia global.

Uma maneira de atenuar os impactos da crise, de acordo com Putin, seria através de “corredores verdes”, livres de guerras comerciais e sanções. De sua parte, ele propõe, para a área econômica, a criação de um fundo especial sob a égide do Fundo Monetário Internacional, ao qual qualquer membro do G20 poderia recorrer.

“No momento, é extremamente importante garantir o acesso ao financiamento para os países que precisam de recursos, especialmente levando em conta os países que foram afetados por essa crise e essa pandemia”, declarou o chefe de Estado da Rússia.

Para o presidente russo, a crise atual está mostrando que as organizações internacionais não possuem as ferramentas necessárias para agir rapidamente e estabilizar a situação em momentos de crise, o que significa que elas precisam ser reorganizadas para aumentar sua capacidade de resposta.

Declaração conjunta

Em uma declaração conjunta emitida após a cúpula, o G20 anunciou que seus membros tomarão as medidas necessárias para garantir financiamento adequado para conter a pandemia e proteger os cidadãos, prometendo fazer “o que for necessário” para superar a ameaça. O grupo também prometeu aumentar a capacidade de produção de suprimentos médicos e disse que combater o impacto do vírus na saúde pública, na sociedade e na economia será sua “prioridade absoluta”.

No plano econômico, o texto informa que os líderes políticos pedirão aos ministros das Finanças e às autoridades dos bancos centrais que se coordenem regularmente com as autoridades internacionais para elaborar um plano de ação. De acordo com o G20, os países injetarão cerca de US$ 5 trilhões na economia global para amenizar o impacto econômico do novo coronavírus.

Os “líderes” políticos dos países do grupo G-20 prometeram ajudar todos os países necessitados na luta contra a COVID-19 e se comprometeram a trabalhar juntos para aumentar o financiamento de pesquisa e desenvolvimento para vacinas e outros medicamentos.

Espera-se que os esforços conjuntos incluam o compartilhamento de dados epidemiológicos e de saúde, bem como o compartilhamento de boas práticas comprovadamente funcionais no combate ao vírus e o fortalecimento da cooperação científica internacional.

Ainda nesse sentido, as nações concordaram em fortalecer o mandato da Organização Mundial da Saúde (OMS) na coordenação da luta global contra o novo coronavírus e fortalecer as capacidades nacionais, regionais e globais de resposta a doenças infecciosas.

Putin também previu que a crise atual seria mais difícil do que a crise financeira de 2008-2009 e os conflitos e sanções comerciais apenas a exacerbariam. 

O coronavírus e uma forte queda nos preços do petróleo causaram uma crise dupla na economia russa, desafiando as promessas de Putin de aumentar o crescimento e elevar os padrões de vida do povo da Rússia.


“E vi subir da terra outra besta, e tinha dois chifres semelhantes aos de um cordeiro; e falava como o dragão. E exerce todo o poder da primeira besta na sua presença, e faz que a Terra e os que nela habitam adorem a primeira besta, cuja chaga mortal fora curada. E faz grandes sinais, de maneira que até fogo faz descer do céu à Terra, à vista dos homens. E engana os que habitam na Terra com sinais que lhe foi permitido que fizesse em presença da besta, dizendo aos que habitam na Terra que fizessem uma imagem à besta que recebera a ferida da espada e vivia. E foi-lhe concedido que desse espírito à imagem da besta, para que também a imagem da besta falasse, e fizesse que fossem mortos todos os que não adorassem a imagem da besta. E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas, Para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome. Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da besta; porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis”.  –  Apocalipse 13:11-18


 Mais informações, leitura adicional:

Permitida a reprodução desde que mantida na formatação original e mencione as fontes.

phi-cosmoswww.thoth3126.com.b

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.