browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

‘Federação Galáctica’, Visão Remota e a situação da humanidade ….

Posted by on 30/06/2021

Em dezembro de 2020, o pai do programa espacial de Israel, Professor Haim Eshed, criou um frenesi na mídia internacional quando descreveu o presidente Donald Trump se comunicando com uma aliança de raças extraterrestres chamada Federação Galáctica.  Eshed disse que Trump queria revelar a verdade sobre a existência de vida extraterrestre, mas aliens da própria Federação Galáctica respondeu que a humanidade ainda não estava pronta. As impecáveis  credenciais acadêmicas e a experiência científica ​​de Eshed e o seu conhecimento íntimo de programas espaciais secretos significam que seus comentários sobre uma Federação Galáctica monitorando assuntos humanos e em contato com nossos políticos deveriam ser levados muito a sério e não podem ser facilmente descartados.


“O indivíduo é [TÃO] deficiente mentalmente [os zumbis], por ficar cara a cara, com uma conspiração tão monstruosa, que nem acredita que ela exista. A mente americana [humana] simplesmente não se deu conta do mal que foi introduzido em seu meio. . . Ela rejeita até mesmo a suposição de que as [algumas] criaturas humanas possam adotar uma filosofia, que deve, em última instância, destruir tudo o que é bom, verdadeiro e decente”.  – Diretor do FBI J. Edgar Hoover, em 1956


Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

‘Federação Galáctica’, Visão Remota e a situação da humanidade ….

Fonte:  ExoNews

Isso levantou uma série de questões sobre se tal organização extraterrestre realmente existia e estava posicionada para intervir abertamente nos assuntos humanos, como Eshed afirmou. Ainda mais importante, como a ‘Federação Galáctica’ de Eshed se relacionou com reivindicações anteriores de diferentes pesquisadores, insiders, denunciantes, contatados, etc., que datam de várias décadas, sobre as atividades de diferentes organizações extraterrestres interplanetárias intervindo nos assuntos humanos ou desempenhando um papel na engenharia genética da própria humanidade.

Nesta série de artigos em duas partes, pretendo discutir cinco organizações interplanetárias que foram descritas por diferentes denunciantes, insiders e contatados que são relevantes para qualquer discussão sobre uma Federação Galáctica. Três dessas organizações podem ser facilmente confundidos, pois seus membros, funções e atividades podem se sobrepor, mas, ainda assim, têm diferenças significativas. Duas outras organizações interplanetárias são freqüentemente citadas como antagonistas da Federação Galáctica e são, portanto, mais fáceis de se identificar.

Para começar esta série, começarei com os esforços do Dr. Courtney Brown, Diretor do Farsight Institute, para responder a algumas dessas questões-chave levantadas pelos comentários do Professor Eshed sobre a existência e atividades de uma Federação Galáctica.

O Dr. Brown organizou uma equipe de cinco visualizadores remotos para reunir informações sobre a Federação Galáctica em várias sessões de VisãoRemota [Remote Viewing] [*] conduzidas e divulgadas publicamente em fevereiro de 2021. Ele explicou sua justificativa para a sessão de visualização remota da seguinte forma:

Em vários projetos aqui na Farsight, as palavras “Federação Galáctica de Mundos” têm sido usadas para se referir a um grupo de civilizações planetárias que parecem apoiar a humanidade e se opor à influência de outros grupos e espécies de extraterrestres que são hostis à humanidade. Bem, agora é hora de descobrir mais sobre o que essas palavras significam.

Exatamente o que é a Federação Galáctica de Mundos? Ou talvez, quem são eles? Eles são uma espécie, ou um grupo de espécies e civilizações, como uma espécie de Nações Unidas da galáxia?  Eles têm reuniões? Eles trabalham juntos em projetos, como um projeto que pode envolver a Terra e nós, os seres humanos? Eles são um grupo diversificado com interesses diversos, ou são todos da mesma opinião?

E o mais importante, se eles realmente desejam ajudar a humanidade em sua hora de necessidade dentro do contexto de uma galáxia que contém um número significativo de forças [diferentes civilizações] ameaçadoras ou hostis, a Federação Galáctica de Mundos pode realmente fazer algo útil? Quais são seus recursos? Além disso, seria realmente necessário que os humanos da Terra se apresentem para os ajudar, ou eles são fortes o suficiente para nos ajudar, independentemente do que nós, humanos, façamos?

Os resultados das sessões de visão remota renderam muitos insights valiosos sobre a existência de uma ‘Federação Galáctica de Mundos’ e outras questões levantadas pelo Dr. Brown. Este foi particularmente o caso com a compreensão da estrutura de comando da Federação, seus debates de política interna sobre até que ponto ela deveria intervir nos assuntos humanos da Terra, como sua intervenção era parte de uma “guerra temporal” pelo futuro da humanidade da Terra e o que  individualmente podemos fazer para apoiar os esforços da Federação para ajudar a evolução da humanidade de nosso planeta em uma direção positiva.

Como nas sessões anteriores de visão remota conduzidas pelo Farsight Institute, as sessões foram realizadas sob condições cegas, e os participantes visualizadores foram instruídos a se concentrar apenas em dois alvos apresentados a eles em ordem sequencial. Nenhum detalhe de cada alvo foi dado para não antecipar as opiniões pessoais dos visualizadores remotos e preconceitos para não influenciarem suas observações.

Os dois alvos para as sessões de revisão remota foram :

  • Alvo 1: A sede da Federação Galáctica de Mundos [FGM] / A reunião mais relevante da FGM que trata do assunto Terra e humanidade.
  • Alvo 2: a nave mãe de comando da FGM responsável pela Terra agora e seu comandante.

Cada um dos relatórios dos observadores remotos sobre os dois alvos foi notavelmente consistente em suas observações gerais, embora os detalhes variassem de caso para caso. No que diz respeito a ambos os alvos, houve várias observações notáveis, entre as quais estavam:

  • A Federação Galáctica de Mundos (FGM) é um corpo grande e diverso que mantém muitos pontos de vista sobre como lidar com a humanidade.
  • Havia membros da FGM que se opunham a mais intervenções nos assuntos humanos.
  • Os extraterrestres inimigos da FGM, Coalizões Extraterrestres rivais poderosas [Greys, Reptilianos, Insectóides, Tall Whites, et caterva], TEM um controle rígido sobre a humanidade e o planeta e não seria fácil de ALTERAR essa condição.
  • Houve conflitos armados significativos entre o FGM e seus rivais na Terra, e isso colocou grande tensão no comandante militar da Federação.
  • Se as forças da FGM interrompesse suas operações, haveria uma destruição significativa em todo o planeta e a Terra cairia em um pesadelo pós-apocalíptico.
  • A liderança da FGM está ciente de que as alianças extraterrestres rivais eram mais poderosas em termos militares gerais, mas o último abandonaria as operações da Terra se o FGM fosse cometido.

As forças interplanetárias opostas às quais os observadores remotos estão se referindo são o Império Draconiano Reptiliano (também conhecido como Ciakharr) e a Aliança Orion (também conhecida como Coletivo), que foram discutidas em sessões de visão remota anteriores com foco em nazistas e reptilianos na Antártica , e reuniões presidenciais dos EUA com extraterrestres.

Em sua avaliação dos dados fornecidos pelos múltiplos observadores remotos, o Dr. Brown apresentou as seguintes conclusões e percepções sobre essas alianças extraterrestres concorrentes que disputam o controle da humanidade:

Com relação à Federação Galáctica de Mundos, vamos juntar as coisas. Eu vou direto ao ponto. Nós, humanos, na Terra precisamos perceber e logo que estamos em uma situação muito precária. A Federação Galáctica de Mundos claramente está tentando nos ajudar, mas os recursos são limitados. Eles estão enfrentando forças que parecem enormes até para eles. Eles parecem ter a capacidade de nos ajudar, mas realmente parece que precisarão de nossa ajuda para fazê-lo.

Por duas razões. Primeiro, os membros da Federação Galáctica de Mundos parecem estar divididos. A maioria dos membros claramente deseja ajudar, mas há grandes dúvidas dentro da organização quanto à sua capacidade real de fazer isso, especialmente no nível das capacidades militares. A Terra é um planeta relativamente atrasado em uma parte periférica da Galáxia, então esse é um fator a nosso favor. Se as forças galácticas opostas fizessem um grande esforço para impedir a Federação Galáctica de Mundos de ajudar a humanidade, bem, parece claro que essas forças opostas poderiam empurrar a Federação Galáctica de Mundos para fora da situação; mas, por outro lado, valeria à pena tanto esforço?

Parece que parte do processo de pensamento da Federação Galáctica de Mundos é o cálculo de que as forças opostas não estariam interessadas em um grande confronto em relação à disputa pelo domínio da Terra neste momento. Se isso vai custar muito às forças opostas à FGM, é provável que elas transmitam a ideia de evitar um grande confronto.

As forças extraterrestres opostas à FGM – o Império Draconiano e a Aliança Orion – têm um controle poderoso sobre a humanidade por meio de seus respectivos asseclas e ativos, seres humanos controlados e inseridos dentro de toda a estrutura de poder planetária, nas religiões, política, entretenimento, finanças, ciência, farmacêutica, tecnologia, etc, o que permite que essas alianças alienígenas manipulem, determinem e controlem totalmente o destino [daqueles que são meros zumbis inconscientes e obedientes] da humanidade. William Bramley descreve isso sucintamente em seu livro, Gods of Eden (1993), que traça séculos de conflitos extraterrestres planejados por meio de elites políticas controladas destinadas a manipular a evolução da humanidade.

Em seguida, o Dr. Brown chama a atenção para o envolvimento de longo prazo da Federação Galáctica de Mundos nos assuntos humanos e o que isso acarreta:

Claramente, muitos na Federação Galáctica de Mundos consideram a humanidade um resultado final bem-sucedido de um projeto que começaram há muito tempo, de um ponto de vista evolucionário. Provavelmente um resultado de muita manipulação genética e cultural e adaptação ao longo de muitos anos. Somos seus filhos, eles cuidam de nós e querem nos proteger, mas o que qualquer pai faria se a criança não quisesse ser ajudada em algum momento? Todos os pais precisam deixar ir para permitir que seus filhos determinem seu próprio caminho a seguir, mas se os filhos reconhecerem abertamente os desafios que enfrentam e se esses mesmos filhos então recorrerem a seus pais para obter a assistência necessária quais os pais que não gostariam de ajudar os seus próprios filhos ?

Então, essa é a chave. O maior fator de inibição que a Federação Galáctica de Mundos enfrenta agora é o desacordo interno. Se eles estivessem fortemente unidos e quisessem ajudar a humanidade em sua hora de necessidade contra um conjunto de agressores muito ameaçador e hostil, eles poderiam fazer algo com sucesso significativo.

A ideia de que uma ou mais civilizações extraterrestres [os “deuses”] são responsáveis ​​por semear ou criar a humanidade remonta ao livro inovador de Erich von Daniken de 1968, Chariots of the Gods . Ele foi seguido por outros, incluindo Zecharia Sitchin, autor de “O 12º Planeta”. o Livro 1 das Crônicas da Terra1976), que dedicou considerável atenção aos extraterrestres criando geneticamente nossos ancestrais humanos, de acordo com registros antigos da Suméria e de outros lugares.


E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move sobre a terra. Gênesis 1:26


De acordo com a análise do Dr. Brown extraída de sua equipe de visão remota, a Federação Galáctica de Mundos esta envolvida na história humana por um longo tempo e fez parte da semeadura genética da ATUAL humanidade. Mas, existiria mais de um grupo de extraterrestres amigáveis ​​tentando ajudar a humanidade, alguns dos quais estiveram envolvidos em experimentos de engenharia genética de longo prazo?

Continua na Parte 2

© Michael E. Salla, Ph.D. Copyright Notice


[*] A visão remota (RV) é a prática de buscar impressões sobre um alvo distante ou invisível, supostamente “vendo” uma situação, região, local à distância com a mente do visualizador [pode-se ir para o passado e o futuro].  Experimentos de visão remota têm sido historicamente criticados por falta de controles adequados e repetibilidade, mas sabe-se que os serviços de inteligência secretamente a utilizaram.  Normalmente, espera-se que um visualizador remoto forneça informações sobre um objeto, evento, pessoa ou local que está oculto da visão física e separado à distância.

Os físicos Russell Targ e Harold Puthoff , pesquisadores de  parapsicologia do Stanford Research Institute (SRI), são geralmente creditados por cunhar o termo “visão remota” para distingui-lo do conceito intimamente relacionado de clarividência,  embora de acordo com Targ, o termo foi sugerido pela primeira vez por Ingo Swann em dezembro de 1971 durante um experimento na American Society for Psychical Research, na cidade de Nova York.

A visão remota foi popularizada na década de 1990 com a  desclassificação de certos documentos relacionados ao Projeto Stargate , um programa de pesquisa de US$ 20 milhões que começou em 1975 e foi patrocinado pela inteligência dos EUA , em uma tentativa de determinar qualquer aplicação militar potencial de fenômenos psíquicos. O programa foi encerrado [alegadamente] em 1995, depois que não conseguiu produzir nenhuma informação de inteligência acionável.


Nosso trabalho no Blog é anônimo e não visa lucro, no entanto temos despesas fixas para mantê-lo funcionando e assim continuar a disseminar informação alternativa de fontes confiáveis. Desde modo solicitamos a colaboração mais efetiva de nossos leitores que possam contribuir com doação de qualquer valor ao mesmo tempo que agradecemos a todos que já contribuíram, pois sua ajuda mantem o blog ativo. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal AGENCIA: 1803 – CONTA: 00001756-6 – TIPO: 013 [poupança] e pelo PIX 211.365.990-53 (Caixa).


“A sabedoria (Sophia) clama lá fora; pelas ruas levanta a sua voz. Nas esquinas movimentadas ela brada; nas entradas das portas e nas cidades profere as suas palavras:  Até quando vocês, inexperientes, irão contentar-se com a sua inexperiência? Vocês, zombadores, até quando terão prazer na zombaria? E vocês, tolos, até quando desprezarão o conhecimento? Atentai para a minha repreensão; pois eis que vos derramarei abundantemente do meu espírito e vos farei saber as minhas palavras [o conhecimento]. – Provérbios 1:20-23


Mais informações, leitura adicional:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.