Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

First Republic Bank interditado pelo FDIC será vendido ao JP Morgan

O First Republic Bank (FRB), o 14º maior banco dos EUA em ativos, será adquirido pelo JPMorgan, anunciou o Departamento de Proteção Financeira e Inovação da Califórnia (DFPI) na segunda-feira. No início desta semana, o Federal Deposit Insurance Corporation (FDIC), principal regulador federal das instituições financeiras dos EUA, pediu a vários bancos que apresentassem propostas para o FRB em dificuldades, em um esforço para garantir um comprador antes que ele entrasse em interdição. 

First Republic Bank (FRB), o 14º maior banco dos EUA em ativos, foi interditado pelo FDIC e será vendido ao JP Morgan

Fontes: Zero HedgeRússia Today

O JPMorgan, o maior banco da América, “assumirá todos os depósitos, incluindo todos os depósitos não segurados e substancialmente todos os ativos do First Republic, de acordo com um comunicado emitido pelo regulador californiano.

O DFPI nomeou a Federal Deposit Insurance Corporation [FDIC] como receptora do banco com sede em São Francisco, cujos ativos totais totalizaram quase US$ 229,1 bilhões em 13 de abril de 2023, enquanto seus depósitos totais totalizaram cerca de US$ 103,9 bilhões.

“Os depósitos são segurados pelo governo federal pelo FDIC, sujeitos aos limites aplicáveis”, dizia o comunicado.

Na semana passada, uma liquidação maciça de venda de ações eliminou 75% do valor das ações do banco, após a divulgação de que havia perdido mais de US$ 100 bilhões em depósitos no primeiro trimestre do ano atual. O credor com sede em San Francisco vinha lutando para se manter à tona desde que o setor bancário dos EUA foi atingido por uma grande crise.

A apreensão e a venda pendente do First Republic Bank o tornam o terceiro banco dos EUA [e a segunda maior falência bancária dos EUA] a falir após o colapso do Silicon Valley Bank e do Signature Bank em março. Ambos foram fechados pelos reguladores após grandes corridas de saques aos depósitos dos bancos.

Em março, as cinco principais instituições financeiras dos EUA concordaram com uma injeção de US$ 30 bilhões para o problemático credor regional. As ações da First Republic caíram 97% este ano.


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)” para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *