browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Google e YouTube não permitirão mais anúncios com conteúdo promovendo ‘Negação das Mudanças Climáticas’

Posted by on 09/10/2021

O Google e sua subsidiária YouTube não irão mais monetizar conteúdo que vá contra o “consenso científico” sobre o aquecimento global – mudanças climáticas, removendo todos os anúncios de postagens com afirmações imprecisas em um esforço para combater a “negação das mudanças climáticas”. O gigante da Big Tech anunciou a mudança em uma postagem de blog na quinta-feira , atualizando suas políticas sobre anúncios e monetização a fim de “garantir um ambiente seguro para a marca” para os anunciantes e “proteger os usuários” de “alegações não confiáveis” e também de “falsas curas médicas ou defesa contra vacinas”.

O Google e YouTube não permitirão mais anúncios com conteúdo promovendo ‘Negação das Mudanças Climáticas’, dizendo que ‘contradiz o Consenso Científico'[Agenda Oculta]

Fonte: Rússia Today

“Nossos anunciantes e editores parceiros… expressaram preocupação com anúncios que veiculam ou promovem alegações imprecisas sobre as mudanças climáticas , disse, observando que isso não é apenas ruim para os negócios, mas também afeta os criadores de conteúdo.

É por isso que hoje estamos anunciando uma nova política de monetização para anunciantes, editores e criadores do YouTube do Google que proibirá anúncios e monetização de conteúdo que contradiga “consenso científico” bem estabelecido sobre a existência e as causas das mudanças climáticas.

Embora a empresa não tenha oferecido uma definição detalhada do conteúdo proibido, ela citou alguns exemplos, incluindo postagens que consideram as mudanças climáticas “uma farsa ou fraude” , bem como “afirmações que negam que as tendências de longo prazo mostram que o clima global é aquecimento e afirma que negam que as emissões de gases de efeito estufa ou a atividade humana contribuam para as mudanças climáticas”.

A aplicação da nova política combinará “ferramentas automatizadas” , bem como “revisão humana”, acrescentou o Google – embora o sistema algorítmico de tomada de decisão do YouTube não seja exatamente conhecido por seu alto grau de precisão , resultando em várias  proibições por ” engano “ nos últimos anos. 

Anúncios e monetização ainda serão permitidos para outros conteúdos relacionados às mudanças climáticas, incluindo debates sobre políticas públicas e discussão de “novas pesquisas” (contanto que os pesquisadores – educados na Ivy League ou não – não questionem o “consenso” [IMPOSTO] prevalecente sobre qualquer questão particular). 

No entanto, a empresa insistiu que iria “olhar com cuidado” para “contexto” para distinguir entre a disseminação real de falsas alegações e a mera discussão dessas reivindicações, tais como tentativas de refutar ou desmerecer-las.

As políticas de anúncios atualizadas do Google e do YouTube vieram depois que a última plataforma declarou que baniria todo o “conteúdo de vacinas nocivas” no mês passado. A mudança foi parte de um esforço mais amplo contra a chamada ‘desinformação’ que começou após a eleição presidencial dos EUA de 2016, aumentando rapidamente nos anos desde então, com a corrida presidencial de 2020 , a pandemia de Covid-19 e o tumulto no Capitólio de 6 de janeiro, todos sobrecarregando uma campanha de pesada censura em toda a Internet. 

Dezenas de milhares de usuários em dezenas de plataformas foram banidos em massa nos últimos anos – vendo ‘expurgos‘ periódicos sobre alegadas desinformações, ‘teorias da conspiração‘ e  ‘discurso de ódio‘ – enquanto os criadores de conteúdo que fogem do escopo da opinião oficial enfrentam cada vez mais desmonetização e problemas com anunciantes.


“Precisamos do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal  AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”. para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Parece duvidoso se, de fato, a política de “Botas no rosto” pode continuar indefinidamente. Minha própria convicção é que a oligarquia governante encontrará maneiras menos árduas e perdulárias de governar e de satisfazer sua ânsia de poder, e essas formas serão semelhantes às que descrevi em Admirável Mundo Novo [uma verdadeira profecia publicada em 1932]. Na próxima geração, acredito que os governantes do mundo descobrirão que o condicionamento INFANTIL e a narco-hipnose são mais eficientes, como instrumentos de governo, do que prisões e campos de concentração, e que o desejo de poder pode ser completamente satisfeito “sugerindo” às pessoas que amem sua servidão ao invés de açoita-los e chutando-os até à obediência“. – Carta de Aldous Huxley  EM 1949 para George Orwell autor do livro “1984” 


Saiba mais, leitura adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.