browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Inúmeros padres católicos expõem a prática do “satanismo” dentro do Vaticano

Posted by on 16/09/2019

“Por meio dos processos secretos da magia cerimonial, é possível entrar em contato com criaturas invisíveis e obter sua ajuda em algum “empreendimento” humano. Os bons espíritos emprestam de bom grado a sua assistência a qualquer empreendimento digno {altruísta}, mas os maus espíritos servem apenas àqueles que vivem para perverter, corromper e destruir. . . . A forma mais perigosa de magia negra é a perversão científica do poder oculto para a satisfação do desejo pessoal {egoísta}”.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Múltiplos sacerdotes católicos expõem a prática do “satanismo” dentro do Vaticano

Fonte:  https://www.collective-evolution.com/

As obras de múltiplos estudiosos e filósofos, do filósofo Platão ao ocultista Manly P. Hall e outros na mesma linha, sugerem a existência do uso de rituais e técnicas que são praticados para invocar e controlar “espíritos” ou formas de vida {não físicas} que possam existir em outras realidades, dimensões ou mundos. Por exemplo, de acordo com Hall, “um mágico, envolto em vestes santificadas e carregando uma varinha inscrita com figuras hieroglíficas e símbolos sagrados, poderia pelo poder investido em certas palavras e símbolos controlar os habitantes invisíveis dos seres elementais e do mundo astral e utilizá-los de acordo com os seus “desejos”. 

Enquanto a elaborada magia cerimonial da antiguidade não era necessariamente má, surgiram da sua perversão e corrupção várias falsas escolas de magia, feitiçaria, ou a prática pura e simples da “magia negra”, visando obter resultados EGOÍSTAS. Uma distinção é feita no início do artigo sobre magia negra e magia branca. Basicamente, a magia negra é o processo de usar entidades para realizar um objetivo egoísta através da magia cerimonial.

Hall escreve:

“Por meio dos processos secretos da magia cerimonial, é possível entrar em contato com criaturas invisíveis e obter sua ajuda em algum “empreendimento” humano. Os bons espíritos emprestam de bom grado a sua assistência a qualquer empreendimento digno {altruísta}, mas os maus espíritos servem apenas àqueles que vivem para perverter, corromper e destruir. . . . A forma mais perigosa de magia negra é a perversão científica do poder oculto para a satisfação do desejo pessoal {egoísta}”.

Em seu livro Os Ensinamentos Secretos de Todas as Eras ele prossegue descrevendo como as elites no antigo Egito, até os dias atuais, usaram esses conceitos em conjunto com seu desejo de controlar completamente nosso mundo.  Hoje, começa com os políticos que querem o governo, através das grandes corporações e mais adiante na pirâmide até nossas principais instituições financeiras, especialmente no Vaticano e vai mais além.

A religião é algo interessante, para dizer o mínimo. Por um lado, você tem várias religiões pregando a mesma mensagem em sua essência e, por outro lado, não é incomum encontrar várias contradições entre todas elas. Não se esqueça de diferentes interpretações da mesma religião, que criou uma variante de seitas “mini-religião” que levam em conta essas diferentes interpretações. Obviamente, múltiplas religiões e sua própria interpretação da realidade ressoam com milhões de pessoas, e isso porque elas pregam uma mensagem de paz, amor, não-violência e boa vontade.

É difícil entender como o conflito (como a guerra) pode surgir entre diferentes religiões, sendo uma religião o catalisador de grandes massas, especialmente se a maioria pregar uma mensagem de paz e amor. Isso significa que todos aqueles que afirmam “lutar em nome da religião”, devem ter uma compreensão distorcida da religião que professam, ou “algo mais está acontecendo” … É isso é completamente hipócrita.

Um grande exemplo dos dias modernos seria o “Estado Islâmico”.  Hoje, não é uma perspectiva comumente expressa pela grande mídia, mas apesar disso, vários professores, políticos e outros enfatizaram que o Estado Islâmico, o grupo dos Estados Unidos e seus aliados afirmam estar lutando contra, é na verdade uma criação dos Estados Unidos (e dos seus aliados, incluindo Israel). Você pode ler mais sobre isso aqui.

Isso é apoiado por mais do que apenas pesquisas e testemunhos de insiders, mas por vários documentos que surgiram, além de vários exemplos. Chama-se terrorismo de bandeira falsa e existe há décadas. O maior exemplo disso poderia ser o {pseudo ataque terrorista em N. York às torres gêmeas do WTC} 11 de setembro , um evento de falsa bandeira criado, manipulado e usado para justificar a invasão de outro país, criar uma “guerra contra o terrorismo” e impor “suas próprias idéias e vontade política a outros povos de outras nações, bem como a globalização e a extração dos seus recursos”. Este evento trágico serviu como um grande catalisador no que diz respeito a mais pessoas se conscientizando da corrupção extrema dentro de nossos próprios governos.

Eles têm planos para fazer isso há séculos, com vários países, como enfatizado anos atrás pelo General Quatro Estrelas e pelo Supremo Comandante Aliado da Otan, General Wesley Clark. Como ele diz, não há razões legítimas para um país ir à guerra. Os problemas de fabricação dos “potencias” são capazes de propor a solução?

Desta forma, e de muitos outros modos, a religião tem sido usada para fomentar conflitos entre povos. A religião tornou-se dogma e doutrina, em vez de uma questão de desenvolvimento do conhecimento, da sabedoria, compaixão, busca pela verdade e diretrizes espirituais, e uma ferramenta de manipulação e controle mental para impulsionar agendas políticas elitistas. Ela tem sido usada para manipular as decisões e comportamentos dos outros, bem como fechar suas mentes para novas informações que estão surgindo e desafiam o sistema de crenças daquela religião em particular. A religião também tem sido usada, em alguns casos, para levar uma tremenda quantidade de medo à massa da população ignorante.

Então temos, na minha opinião, o que parece ser o uso de uma manipulação deliberada da consciência humana quando se trata de várias religiões. Com base no meu entendimento, a maior parte de qualquer acesso à sabedoria que já tivemos foi queimada, distorcida, escondida, deturpada, tomada e eliminada.

Esta narrativa foi enfatizada por várias pessoas de dentro desse campo de atuação do ser humano. Jon Shelby Spong, um bispo americano aposentado, por exemplo, disse ao mundo que “a religião está sempre no negócio de obter e impor controle, e isso é algo que as pessoas realmente não entendem. Está no negócio de controle de produção de culpa”.

Talvez seja por isso que tantos aspectos da religião ressoam nas pessoas, mas muitos outros, como o medo da punição severa por uma divindade rancorosa e vingativa, não o fazem. Se examinarmos as culturas que antecederam a religião moderna, a maioria tinha um entendimento “espiritual” que as conectava a todos, e há mais exemplos de semelhanças e quase nenhum exemplo de informação conflitante quando se trata de diretrizes para uma vida digna e a descrição do que chamamos de realidade.

Há também várias histórias de Jesus viajando {algo ocultado pela igreja de Roma} para o extremo oriente {Índia} para obter conhecimento e sabedoria desses mestres espirituais. Isso também é elaborado por Hall, entre muitos outros estudiosos como {o russo Nicholas Roerich} ele. As informações que atualmente nos são dadas pela religião moderna podem ser uma mistura completa de {pseudo} verdade, manipulação e mentiras, tudo em uma só história.

Theodor Roosevelt disse uma vez da política que, em vez de instrumentos para promover o bem-estar geral de todas as pessoas, os partidos políticos se tornaram “ferramentas de interesses corruptos que os usam parcialmente para servir seus propósitos egoístas”. A religião moderna tornou-se a mesma coisa… ou algo muito pior

Quando o homem começou a conquistar o mundo e ocorreram eventos como a queima da Biblioteca de Alexandria , o mundo perdeu uma riqueza de informações e conhecimentos inestimáveis, e os conquistadores pareciam estar em uma missão de doutrinação. Talvez o melhor exemplo seja a retirada da sabedoria indígena dos nativos norte-americanos e demais povos das Américas e o processo de doutrinação em um sistema de crenças completamente novo {o catolicismo romano}, que denunciava muitos ensinamentos de seus antepassados ​​anteriores.

Hoje, até mesmo questionar as crenças que são dadas a alguém através de sua religião pode ser recebido com uma resposta muito dura. Se nós, como um ente coletivo, estamos tão arraigados e “limitados” em nossas crenças {e por consequência àquilo que consideramos ser a realidade}, como podemos estar abertos a novas idéias relativas à natureza da própria realidade?

Religiões e interpretações das pessoas foram ajustadas e manipuladas por anos, mas os conceitos e o ensinamento espirituais e que pré-datam a era do surgimento das “religiões” são autenticos, e é por isso que nós, da Evolução Coletiva, ressoamos profundamente com o que muitos chamam de “Espiritualidade”. Hoje, algo completamente diferente, com múltiplos dogmas e doutrinas emergentes do tipo “new age”, a espiritualidade moderna parece, em certo sentido, também ser apenas mais uma religião.

Também estamos muito interessados ​​na ciência da espiritualidade, porque eles tendem a se fundir muito. Agora sabemos que a matéria não é a única realidade. Há uma razão pela qual a maioria dos nossos fundadores da ciência eram místicos espirituais. 

O Vaticano, um dos melhores exemplos

O Vaticano é um dos melhores exemplos de potencial máximo de manipulação, doutrinação, controle, dogmatização, fanatismo, perversão , corrupção… etc. Na opinião do público, o Vaticano e seus muitos representantes de todo o mundo representam uma força pretensamente de amor e paz, pelo menos é assim que se piedosamente se auto retratam. Apesar deste fato, e especialmente ao longo dos últimos anos, representantes do Vaticano foram acusados ​​e pegos crianças molestando crianças, e os laços com grandes anéis de pedofilia foram descobertos e finalmente expostos. O Vaticano teve que gastar bilhões de dólares para resolver e lidar com os inúmeros casos de pedofilia, isso não é MAIS segredo, a “santa igreja” de Roma não consegue mais varrer seu lixo para debaixo do tapete da manipulação.

Infelizmente, a maioria destas crianças foram e continuam sendo, ao que parece, usadas em vários “rituais satânicos”. O Vaticano alega estar seguindo a palavra de {seu} ‘deus’ {nesse caso, Lúcifer}, mas vários especialistas vêm falando sobre a prática predominante do satanismo dentro dos muros do Vaticano.

No livro de Hall, ele  fornece muitos exemplos de como a magia cerimonial, a feitiçaria e algo muito mais negro foram praticados, e são uma força motriz entre algumas pessoas muito poderosas dentro desta milenar instituição. Ele expões um caminho, o que é e o porquê, mas o que costumava ser puro, de acordo com Hall, foi tomado e pervertido pela elite católica, que, segundo ele e muitos outros, ainda pratica a “magia negra” até hoje.

Eu entro em mais detalhes neste artigo:

Elite utiliza magia negra para controlar humanidade
Por exemplo, de acordo com Malachi Martin, um padre católico e escritor irlandês sobre a instituição da Igreja Católica.  Originalmente ordenado sacerdote jesuíta, tornou-se professor de paleografia  no Pontifício Instituto Bíblico do Vaticano.

“O mais assustador para o papa João Paulo II, foi que ele se deparou com a presença inamovível de uma força maligna em seu próprio Vaticano e nas chancelarias de certos bispos. Foi o que os conhecedores da Igreja chamaram de “super força”. Rumores, sempre difíceis de verificar, vinculavam sua instalação ao início do reinado do papa Paulo VI em 1963. De fato, Paulo havia aludido sombriamente à “fumaça de Satanás que entrou no Santuário”. . . uma referência oblíqua a uma cerimônia de entronização feita por satanistas no Vaticano. Além disso, a incidência de pedofilia – rituais e práticas satânicas envolvendo crianças – já estava documentada entre alguns cardeais, bispos e padres tão dispersos quanto Turim, na Itália, e Carolina do Sul, nos Estados Unidos. Os atos de culto da pedofilia satânica são considerados pelos profissionais como a culminação dos ritos do Arcanjo Decaído”{Lúcifer}. (Escrito no livro de Hall sobre geopolítica e o Vaticano, As Chaves deste Sangue, página 632)

Em várias ocasiões, ele falou sobre o satanismo sendo a prática predominante dentro do Vaticano. A lista de figuras como o padre insider Malachi Martin falando de tais coisas é longa. O reverendo {responsável durante muitos anos pelo ritual de exorcismo no Vaticano} Gabriele Amorth é outro exemplo, ele era um padre católico romano  italiano  e um especialista em  exorcismo da diocese de Roma, que é um ramo administrativo da Igreja Católica de romana.

Ele alegou ter realizado dezenas de milhares de exorcismos em sua meia dúzia de décadas como padre católico, e mencionou várias vezes como o satanismo é “praticado dentro do Vaticano”Ele também afirmou que as garotas são comumente sequestradas por uma gangue de policiais do Vaticano e diplomatas estrangeiros. Ele alegou que essas meninas são recrutadas para festas do Vaticano e crimes {rituais satânicos} com motivos sexuais. A Perversão e os Rituais sexuais andam de mãos dadas com o satanismo. De acordo com o Telegraph, e várias outras fontes, Amorth foi o exorcista chefe da Santa Sé por 25 anos. Ele afirmou, com estas palavras:

“O Diabo mora no Vaticano e você pode ver as conseqüências … A influência maligna de Satanás era evidente nas mais altas hierarquias da hierarquia católica, com“ cardeais que não acreditam em Jesus Cristo e em bispos que estão ligados ao demônio”.

Alfred Kunz, foi um padre católico encontrado assassinado em uma igreja de forma ritualística depois de investigar relatos de abuso ritualístico de crianças por padres da igreja de Roma. Mais uma vez, a lista continua e é longa.

Papa Francisco

Escândalos de abuso sexual dentro do Vaticano foram tornados públicos, e o papa de plantão foi forçado a comentar sobre isso muitas vezes. Se ele está envolvido ou não isso ainda é desconhecido, pode muito bem haver boas forças dentro do Vaticano também, e talvez conflitos entre aqueles que fazem parte das várias ordens. Francisco recentemente comparou o abuso sexual de crianças a uma “missa satânica”, o que é muito  interessante.

Os últimos cinco a seis anos foram uma montanha-russa para todos os sistemas de controle. O nascimento e a rápida disseminação de múltiplas mídias independentes mostrou ao mundo que muito mais está acontecendo nos bastidores do que aquilo que nos é apresentado pela midia mainstream {outro eficaz sistema de controle}, ou o que a grande mídia escolhe nos apresentar. Os segredos têm um jeito de emergir, eles ficam tão grandes que, eventualmente, os principais meios de comunicação não têm mais escolha a não ser pegar a história e, geralmente, tentar desbanca-la e/ou deturpá-la. Isto é, na minha opinião, um resultado de seu relacionamento com entidades poderosas de várias maneiras diferentes. A relação entre governo e mídia tradicional é um dos muitos exemplos usados pelo sistema de controle.

O ponto é que muitas informações estão surgindo e são difíceis de acreditar, a ponto de a maioria das pessoas não querer acreditar ou prestar atenção a isso. Se não prestarmos atenção a elas e não trouxermos a escuridão para a luz, isso significa que não podemos identificá-la e, portanto, os esforços para impedir que isso {a prática do mal} aconteça não podemos sequer começar. Consciência e discernimento é fundamental.

Dito isto, é claro que a maioria das pessoas ressoa com amor, carinho, bondade, a Regra de Ouro e que surja uma melhor experiência humana para todos. Se aqueles a quem consideramos nossos líderes e aqueles que acumularam uma enorme quantidade de poder e influência estão participando de tais atividades, o que isso lhe diz?

Podemos continuar a dar àqueles que têm influência sobre a direção que a experiência humana toma quantidades ilimitadas de poder? Esses são realmente os líderes? Ou são simplesmente ferramentas, fantoches e pessoas usadas para empurrar uma agenda de um pequeno grupo de pessoas que, acima de tudo, desejam mais e mais poder e controle mais do que qualquer outra coisa?

Nosso mundo tem e está encontrando tantos problemas, e por décadas, nosso atual sistema e formas de liderança falharam em agir de acordo com as circunstancias. Há tantos casos em que alguém é capaz de ver que essas pessoas não estão realmente preocupadas em tornar o mundo um lugar melhor. Parece que muitos estão se disfarçando como portadores de boa vontade {os lobos em pele de cordeiro, especialmente os políticos}, fazendo “bem” aos olhos do público, apenas para se engajarem no “mal” a portas fechadas.

Nós somos enganados constantemente?

A capacidade da raça humana de tornar este mundo um lugar melhor é muito grande, e estamos vivendo em um tempo em que não mais olhamos para Barack Obamas, o Papa, os Clintons ou os Trumps, mas ao invés disso, estamos olhando para nós mesmos. Somos a mudança que queremos ver e podemos mudar essa experiência humana a qualquer momento. Uma vez que começamos a ver e a despertar para o que realmente está ocorrendo em nosso planeta, nossa capacidade de mudar o mundo aumenta tremendamente.

Se a atenção humana em massa fosse tirada do consumo, do materialismo exacerbado, dos excessos de prazeres, por exemplo, e a intenção no coração de todos fosse o desejo de construir, de criar um mundo melhor e mais justo para todos, os passos da ação se manifestariam e seríamos capazes de criar uma nova era dourada.

É fácil para nós rotularmos isso como “bom” ou “ruim”, “trevas” e “Luz”. Ainda há muito que não sabemos, mas no final do dia são apenas experiências que estão acontecendo em nosso planeta, e se eles não ressoam conosco, isso é uma boa indicação de que é hora de mudança e de mudarmos.

Expor esse tipo de atividade secreta e maligna dentro de organizações poderosas que têm uma tremenda capacidade de influenciar nosso mundo, seja o Vaticano, a política global, a podridão de Hollywood, na medicina, indústria farmacêutica ou no sistema financeiro global, faz parte de uma grande revelação e um processo de transparência que nosso mundo está passando atualmente. .

A última coisa que gostaria de dizer é que apenas o julgamento não é a resposta. Com isso quero dizer que muitas vezes julgamos o vitimizador e consolamos a vítima quando ambas as partes precisam de consolação, compaixão  e amor. As pessoas feridas machucam outras pessoas, e talvez o “mal” neste mundo tenha suas raízes em uma tremenda quantidade de medo e dor provocados à séculos, e sintam que nunca podem realmente encarar as massas com verdade e transparência e vir à limpo, isto é, se os praticantes do mal assim o quiserem…


Matrix, o SISTEMA de CONTROLE MENTAL: A Matrix é um sistema de controle, NEO. Esse sistema é o nosso inimigo. Mas quando você está dentro dele, olha em volta, e o que você vê? Empresários, professores, advogados, políticos, carpinteiros, sacerdotes, homens e mulheres… As mesmas mentes das pessoas que estamos tentando despertar. 

Mas até que nós consigamos despertá-las, essas pessoas ainda serão parte desse sistema de controle e isso as transformam em nossos inimigos. Você precisa entender, a maioria dessas pessoas não está preparada para ser desconectada da Matrix de Controle Mental. E muitos deles estão tão habituados, tão profunda e desesperadamente dependentes do sistema, que eles vão lutar contra você  para proteger o próprio sistema de controle que aprisiona suas mentes …” 


Saiba MUITO mais, informação adicional:

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e a citação das fontes.

phi-cosmoswww.thoth3126.com.br

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.