Israel é uma nação PÁRIA, disse Dennis Kucinich ao juiz Napolitano

O candidato independente ao Congresso no 7º distrito de Ohio, Dennis Kucinich, compareceu esta semana com o juiz Andrew Napolitano para falar sobre como os grandes conglomerados do Complexo Industrial Militar dos Estados Unidos está conduzindo a América diretamente para a Terceira Guerra Mundial, inclusive com o seu apoio praticamente inquestionável à máquina de guerra dos judeus khazares sionistas de Israel.

Israel é uma nação PÁRIA, disse Dennis Kucinich ao juiz Napolitano

Fonte: Natural News

Durante a conversa, Kucinich discutiu como Israel se tornou uma “nação rebelde, um Pária” que não se importa com o direito internacional quando se trata de como trava as sua intermináveis guerras contra os seus inimigos, sem respeitar absolutamente nenhuma regra das relações internacionais entre as nações.

“O que está acontecendo em Gaza e na Cisjordânia, juntamente com o envolvimento de Israel no ataque aos interesses iraquianos, aos interesses iranianos, aos interesses sírios, aos interesses libaneses, aos interesses iemenitas, com a instabilidade que se verifica no Egito e na Jordânia – temos todos os elementos para iniciar a Terceira Guerra Mundial aqui”, explicou Kucinich.

“E o bombardeamento do consulado iraniano em Damasco é claramente um ato aberto de guerra contra o Irã. É uma violação total do direito internacional. E neste momento, o governo de Netanyahu não se preocupa com o direito internacional. No que lhe diz respeito, não existe lei internacional para os judeus – eles são agora um governo desonesto.”

Por que os soldados norte americanos deveriam morrer por Israel?

Em termos inequívocos, Kucinich deixou claro que nada do que Israel está fazendo é do interesse da América – ou dos interesses do próprio povo de Israel, aliás. O comportamento do governo de Israel também viola profundamente o direito internacional, tornando o Estado sionista culpado de crimes de guerra.

“Eles destruíram o hospital Al-Shifa em Gaza; mataram cerca de 33 mil palestinos e mais, ferindo inúmeras pessoas; estão causando fome em Gaza neste momento, matando pelo menos sete trabalhadores humanitários que estavam lá apenas vindos da Central Mundial de Cozinha para dar comida às pessoas – e os Estados Unidos estão financiando isto; os nossos contribuintes estão pagando por isto”, explicou Kucinich a Napolitano.

“Não quero ver nenhum dos nossos filhos e filhas deste país enviados para um conflito para o qual estamos sendo arrastados por Netanyahu e o seu povo no Likud, não é do nosso interesse entrar na Terceira Guerra Mundial. Se Netanyahu quiser ter uma guerra ampliada, ele deveria ser informado: ‘amigo, você está por conta própria. Não estaremos lá com você se você for para iniciar uma guerra no Irã.'”

Por outras palavras, se Israel quiser travar uma guerra generalizada contra todos os países árabes muçulmanos que o cercam, pode fazê-lo sozinho, sem o apoio forçado dos EUA. Se eles são realmente “escolhidos, o povo eleito, por Deus”, então deveriam ficar bem sem precisar dos nossos impostos, armas e soldados, certo?

“Netanyahu está calculando que a América terá que fazer tudo o que ele determinar porque há eleições neste momento nos EUA”, acrescentou Kucinich.

A mídia ocidental [as pre$$tituta$ controladas pelos judeus khazares] e os políticos de ambos os lados do corredor são rápidos em culpar a Rússia por tudo o que acontece nos EUA, incluindo uma suposta interferência eleitoral, mas Kucinich diz que o inimigo número um neste momento quando se trata de interferência nas eleições americanas é de Israel, o nosso [pseudo] “maior aliado.”

“A falsa acusação de que ‘a Rússia interferiu nas nossas eleições’ precisa ser substituída pela interferência real com Israel e com os interesses israelitas nas eleições americanas. E temos de perceber – temos de acordar; a América tem de acordar – quanto a O QUE está acontecendo aqui.”

“Estamos vendo as nossas próprias liberdades minadas por coisas que estão acontecendo em outros países. E estamos ignorando as necessidades do nosso próprio povo. Já estou farto deste grupo que sente que a liberdade da América deve estar ligada a um país que está neste momento cometendo genocídio e sempre escapando impune por causa da política de apoio [incondicional e servil aos sionistas de Israel] América que não é do interesse do nosso próprio povo.”

As últimas notícias sobre as ações de Israel em Gaza e em outros lugares do Oriente Médio podem ser encontradas em Prophecy.news .

As fontes deste artigo incluem:

YouTube.comNaturalNews. com


Uma resposta

  1. Israel se importa com sua sobrevivencia, não com o que os imbecis da america e europa pensam sobre como se portar no Oriente Médio. No Oriente Médio se respeita o mais forte, não os que entregam flores ao inimigo, como quer os estupidos europeus e americanos, enfraquecidos por décadas pela dissolução moral e espiritual.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba nosso conteúdo

Junte-se a 4.326 outros assinantes

compartilhe

Últimas Publicações

Indicações Thoth