Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

O CDC Encobriu os riscos da ‘Vacina’ Covid-19

Na Primavera de 2021, os americanos foram inundados por uma cacofonia de Tirânicas Exigências para que todos se alinhassem imediatamente para ser injetados pela “milagrosa” vacina que supostamente acabaria com a pandemia. Os gritos dessa certeza eram ensurdecedores. A Propaganda Estava em todos os lugares para onde você olhasse: TV, rádio, jornais, mídias sociais, “autoridades” médicas, políticos, especialistas, et caterva, em todos os níveis.

Mas Várias características desta campanha eram suspeitas.

Fonte: The Epoch Times, – De autoria de Jeffrey Tucker

Algumas pessoas começaram a notar que o vírus em si não era nem de longe tão mortal como se afirmava. Sim, inúmeras pessoas ficaram doentes, mas, como acontece com a gripe, quase todo mundo superou seus males a tempo. Por que ser vacinado contra um patógeno contra o qual sua imunidade pode ser conquistada à moda antiga? Nunca fez sentido que isso fosse de alguma forma essencial para toda a população, especialmente para as crianças.

Depois havia a questão de saber se seria eficaz. Os coronavírus sofrem mutações rápidas e toda a história das vacinas sugere que não são capazes de acompanhar o ritmo. É ainda pior: alguns especialistas da época disseram que a vacinação em massa contra uma variante leva o vírus a sofrer ainda mais mutações, ao mesmo tempo que desativa a capacidade de resistência do sistema imunitário. Essa suspeita foi confirmada no final do ano.

Depois, havia a questão premente da segurança. As injeções mRNA era uma nova tecnologia e, portanto, ainda um experimento. Absolutamente nenhum membro regular do público sabia exatamente o que havia nela ainda. E ainda assim todos foram forçados a fazer fila, arregaçar as mangas e aceitar as inúmeras doses de injeções. Nenhum medicamento na história da FDA foi lançado desta forma.

Quanto à alegação de que as injeções são “seguras”, isso nunca foi crível. Dizer “não sabemos” teria sido a única afirmação honesta, simplesmente porque não havia registo de experiência com estas vacinas. Você não pode declarar que algo é seguro quando não há nenhuma evidência real ou possibilidade de evidência dentro do prazo. Pode ser ou não. Isso deveria ter sido insuportavelmente óbvio.

Mesmo neste ponto da trajetória, o impulso massivo da vacina já tinha ultrapassado os limites. Muitas pessoas com alguma inteligência sabiam disso. Havia claramente algo estranho na forma como todos os “grandes especialistas”, bem como estrelas de cinema, esportistas, especialistas, políticos e influenciadores das redes sociais, intimidavam o público. Muitas destas mesmas pessoas, apenas seis meses antes, diziam ao público para ser cético em relação à vacina porque estava sendo promovida pela administração Trump.

Agora, neste momento, estamos começando a obter detalhes sobre o que estava acontecendo nos bastidores.

Acontece que o CDC começou a ver evidências de problemas na primavera de 2021, nomeadamente o risco de miocardite. O que eles fizeram com essas evidências? Eles as enterraram.

O Epoch Times descobriu um e-mail surpreendente enviado pelo CDC à Moderna e à Pfizer informando que provavelmente um alerta do CDC estava chegando.

“Os prós e os contras de um HAN [Health Alert Network] oficial são a principal discussão no momento”, escreveu a Dra. Sara Oliver, a autoridade. “Acho que é provável que seja um HAN, já que esse é o principal método de comunicação do CDC com médicos e departamentos de saúde pública, mas as pessoas também não querem parecer alarmistas”.

Apesar do aviso HAN [Health Alert Network] oficial de que isso seria comunicado ao público, o alerta de saúde nunca foi emitido. Isto foi 25 de maio de 2021. Durante a mesma semana, o CDC já havia dito aos fabricantes de vacinas: “Queria ter certeza de que vocês estavam cientes antes que qualquer coisa fosse tornada pública”.

Esta estreita colaboração entre reguladores e agências governamentais e os fabricantes de vacinas é bastante suspeita. Mas não alertar o público sobre os riscos conhecidos é gravemente irresponsável. Estamos falando aqui da vida e da saúde das pessoas. Eles deveriam ser guardiões de ambos, mas aqui vemos exatamente o oposto acontecendo. Eles colocaram o marketing acima da saúde da população.

Na época, algo parecia muito errado em toda a campanha de vacinação. Nos Estados Unidos, não fazemos as coisas simplesmente porque alguém com autoridade diz que deveríamos. Somos céticos em relação a tais invasões à nossa integridade física na ausência de transparência. Quando a intimidação substitui a racionalidade, algo estranho acontece.

Muitas pessoas foram vacinadas de qualquer maneira porque a propaganda e a intimidação foram muito avassaladoras. Algumas pessoas seguiram em frente, apesar dos seus melhores instintos, simplesmente porque ficaram exaustas de tanto resistir. Mesmo na primavera de 2021, mandatos nas empresas e no governo começaram a aparecer. Com o tempo, estes tornaram-se mais intensos à medida que a administração Biden tentava todos os meios possíveis para forçar as injeções sobre os militares, os cuidados de saúde, os transportes e aos funcionários de todas as empresas na América. Os últimos mandatos foram anulados pelo Supremo Tribunal, mas muitos permaneceram.

Tornou-se tão insano que governos municipais como Nova York, Boston e Nova Orleans trancaram suas cidades inteiras apenas para vacinados. Os não vacinados não podiam ir a teatros, bibliotecas, bares, restaurantes ou outros locais fechados. Eles eram acusados ​​de prolongar a pandemia e declarados geralmente impuros. Tudo isso aconteceu no final do ano.

Os riscos das injeções mRNA experimentais para a saúde do público eram conhecidos pelo governo e pelos fabricantes da vacina, mas nunca foram revelados ao público. E por que? É muito simples. Eles sabiam que um anúncio verdadeiro reduziria a demanda pela vacina. Já era incompleto e vacilante, então decidiram criar a aparência de uma frente unida. Isto não ocorreu apenas nos Estados Unidos, mas também no Reino Unido e na Europa, menos na África.

É evidente que, nessa altura, um punhado de empresas farmacêuticas já tinha conquistado o controle de uma miríade de agências governamentais em todo o mundo, até mesmo da própria Organização Mundial de Saúde. Foi tão ruim que as agências de saúde arquivaram toda a sua missão para funcionarem como agências de marketing para a imposição de um pseudo medicamento de uma determinada tecnologia. Foi tão intenso que as agências enterraram até mesmo riscos assustadores e conhecidos. Sabemos disso com certeza agora, graças aos relatórios de investigação.

Como exatamente isso aconteceu exige explicação. O mais estranho é que a maioria de nós não sabia que isso tinha acontecido ou estava acontecendo.

Acontece que você pode explicar quase tudo o que aconteceu durante os meses e anos covid, os mais sombrios de nossas vidas com base no único fator de pânico na população, a fim de maximizar a aceitação da vacina em toda a população. Essa foi a razão do pânico do prolongamento, do teatro de prevenção de doenças, dos gritos da mídia, dos mandatos e restrições malucos e de todo o resto. Tudo foi pensado para preparar as pessoas para aceitarem as injeções.

Levou muito tempo para eu e outros percebermos isso. Em retrospecto, tudo faz todo sentido no que estava acontecendo. Mas a forma exata como isto aconteceu – como as democracias baseadas na ideia de controle popular do governo se tornaram agências de marketing para as grandes farmacêuticas – merece anos de investigação e reflexões profundas sobre os problemas estruturais do governo [e especialmente da ignorância das massas que bovinamente aceitaram sem resistência].

Entretanto, temos agora de lidar com uma crise de saúde como consequência, não só dos problemas de saúde resultantes dos confinamentos e dos diagnósticos perdidos, mas também dos graves efeitos colaterais das próprias “vacinas”. Não sabemos a dimensão do problema porque o CDC também não tem sido transparente sobre isso.

Senhoras e senhores, este é o seu governo [este foi o resultado da ignorância e conformidade com os políticos]. É de admirar que a confiança nos políticos e governos hoje esteja no fundo do poço?


SEJA UM ASSINANTE DO BLOG: Para os leitores do Blog que ainda não são assinantes e desejam acessar as postagens em seus endereços de E-Mail, solicitamos, por favor, que façam a sua inscrição aqui neste LINK: https://linktr.ee/thoth3126

Convidamos também a conhecerem e seguirem nossas redes sociais:
Instagram: https://www.instagram.com/th.oth3126/
Facebook: https://www.facebook.com/thoth3126.blog
X (antigo Twitter): https://twitter.com/thoth3126_blog
Youtube: https://www.youtube.com/@thoth3126_blog

Siga o canal “Blog Thoth3126” no WhatsApp: https://www.whatsapp.com/channel/0029VaF1s8E9Gv7YevnqRB3X


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba nosso conteúdo

Junte-se a 4.305 outros assinantes

compartilhe

Últimas Publicações

NOSSOS PRODUTOS

Indicações Thoth

Seja um Anunciante

Divulge seu produto ou serviço em nosso portal!
Converse com a equipe comercial no WhatsApp