Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

O DoD dos EUA controlou as ‘Vacinas Covid’ sob um Programa de segurança nacional. Mentiu Sempre: elas nunca foram ‘Seguras e Eficazes’

De acordo com estatutos aprovados pelo Congresso dos EUA, pesquisa de leis ativas e detalhes adicionais obtidos por meio da Lei de Liberdade de Informação [FOIA], o Departamento de Defesa [DoD] possui, implementa e supervisiona o programa de vacinas COVID-19 como uma “contramedida” para ataques estrangeiros. Enquanto o público foi bombardeado com uma campanha de medo orquestrada, o governo dos EUA administrou a resposta da Covid como uma ameaça à “segurança nacional”.

O Departamento de Defesa dos EUA controlou as ‘vacinas’ COVID desde o seu início sob um Programa de Segurança Nacional. Mentiram o tempo todo – elas nunca foram ‘Seguras e Eficazes’

Fonte: ArmedForcesPress

A pesquisa e os documentos foram obtidos por uma ex-executiva de uma organização farmacêutica de pesquisa por contrato (CRO), Sasha Latypovae pela intensa pesquisadora jurídica Katherine Watt.

O “Banquinho de Três Pernas”

Porque essa operação secreta foi orquestrada utilizando três manobras legais críticas:

  • 1. Autorização de Uso Emergencial nos EUA;
  • 2. Ato Preparatório;
  • 3. Autoridade de outras transações.

O presidente Trump declarou uma Emergência de Saúde Pública (PHE) em 13 de março de 2020, sob a Lei de Stafford, colocando o Conselho de Segurança Nacional no comando da política Covid com as injeções não aprovadas como vacinas ou medicamentos.

Vídeo: Documentos bombásticos revelam que o encobrimento do COVID-19 vai direto ao topo:

“Eles colocaram o Conselho de Segurança Nacional no comando e trataram isso como um ato de guerra”, disse Latypova.

 De acordo com os relatórios da Operação Warp Speed/ASPR, o DoD ordenou, supervisionou e gerenciou rigorosamente o desenvolvimento, fabricação e distribuição de contramedidas da Covid, principalmente utilizando a rede previamente estabelecida do DoD de empreiteiros e consórcios militares.

O Departamento de Defesa, a BARDA [Biomedical Advanced Research and Development Authority] e o HHS [U.S. Department of Health and Human Services] ordenaram todas as contramedidas da Covid, incluindo as falsas “vacinas” como protótipos de demonstração de fabricação em larga escala, evitando regulamentações e transparência sob a Autoridade de Outras Transações. 

Como protótipos usados ??sob a vigência da PHE, as contramedidas da Covid, incluindo as “vacinas”, não precisam estar em conformidade com as leis dos EUA para a qualidade de fabricação, a segurança e a rotulagem.

“A grave implicação aqui é que o governo dos EUA autorizou e financiou a implantação de materiais biológicos não conformes em americanos sem esclarecer seu status legal de “protótipo”[experimental], tornando os materiais não sujeitos à supervisão regulatória normal, mantendo ao mesmo tempo uma apresentação pseudo-“regulatória” fraudulenta para o público”, disse Latypova.

O mais incrível é o fato de que as leis atuais promulgadas pelo Congresso dos Estados Unidos parecem tornar as ações de encobrimento LEGAIS!”

Sob a decretação de Emergência de Saúde Pública (PHE), as contramedidas médicas não são regulamentadas ou protegidas como produtos farmacêuticos (21 USC 360bbb-3(k).

O povo americano foi “levado a acreditar” que  o FDA, o CDC e figuras de proa como Anthony Fauci supervisionavam o programa de desenvolvimento e fabricação das vacinas mRNA Covid-19 .

O envolvimento deles foi uma operação de informação orquestrada. Todas as decisões relativas à pesquisa da vacina COVID-19, aquisição de materiais, distribuição e compartilhamento de informações foram rigidamente controladas pelo DoD.

Centenas de contratos de contramedidas da Covid  foram descobertos. Muitas divulgações estão na forma redigida. No entanto, Latypova e Watt encontraram fontes para preencher os detalhes.

Uma revisão desses contratos indica um alto grau de controle por parte do governo dos EUA (DoD/BARDA). Ele especifica o escopo dos produtos como “demonstrações” e “protótipos” apenas, excluindo ensaios clínicos e controle de qualidade de fabricação do escopo do trabalho pago pelos contratos

Para garantir que a Big Pharma seja livre para conduzir os ensaios clínicos falsos sem risco financeiro, os contratos incluem a remoção de toda e qualquer responsabilidade, mesmo para graves efeitos colaterais e morte, para os fabricantes e quaisquer contratados ao longo da cadeia de abastecimento e distribuição sob a Lei PREP de 2005 e legislação federal relacionada.

Por que nenhuma ação é feita por reguladores ou tribunais?

De acordo com Latypova e Watt, uma combinação de legislação recentemente aprovada e ordens executivas tornam LEGAL MENTIR! O secretário do HHS não presta contas a ninguém se a Emergência Nacional de Saúde continuar a ser prorrogada pelo Congresso a cada três meses.

Uma operação de [des]informação significativa foi iniciada no minuto em que o COVID-19 atingiu os EUA. O governo dos EUA, a comunidade de inteligência, as pre$$tituta$ da mídia, Big Pharma e a Big Tech conspiraram para orquestrar e implementar uma intensa campanha de pressão projetada para obter a vacina legalmente designada sob a Lei de Autorização de Uso de Emergência, enquanto difamavam médicos dissidentes, críticos e tratamentos alternativos viáveis e baratos como a ivermectina. Essa designação permitia uma fabricação rápida sem os protocolos padrão de segurança e saúde pública.

Para que uma vacina receba a designação de acordo com os EUA, não pode haver outros tratamentos ou curas conhecidos. Portanto, muitos tratamentos comprovados, como ivermectina e hidroxicloroquina, foram colocados na lista negra das pre$$tituta$ e descartados como “desparasitantes para cavalos” quando esses medicamentos baratos e prontamente disponíveis foram anunciados no passado por sua eficácia.

Médicos eminentes que tratam COVID, como os cientistas Dr. Peter M. McCullough e o Dr. Pierre Kory, enfrentaram ataques sem precedentes em suas credenciais e conhecimentos na área médica.


E os dez chifres que viste são dez reis, que ainda não receberam o reino, mas receberão poder como reis por uma hora, juntamente com a BESTA. Estes têm um mesmo intento, e entregarão o seu poder e autoridade à besta. Estes combaterão contra o Cordeiro, e o Cordeiro os vencerá, porque é o Senhor dos senhores e o Rei dos reis; Vencerão os que estão com Ele, Chamados, e Eleitos, e Fiéis. E disse-me: As águas que viste, onde se assenta a prostituta [ROMA], são povos, e multidões, e nações, e línguas“. – Apocalipse 17:12-15

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é nabucodonoor-estatua-daniel.png

A estátua do sonho de Nabucodonosor, um símbolo daquilo que a humanidade construiria na Terra. Os dias de insanidade da atualidade estão contados, muito em breve, a “Grande Prostituta“, a cidade de Roma será varrida da face da Terra, dando início a derrota completa dos servidores das trevas e o fim de seus planos nefastos para o controle do planeta. Em 2023 o Brasil terá um papel decisivo na guerra entre a Luz e as trevas.


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal  AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”. para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1

Saiba mais, leitura adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *