Pesquisa revela Facebook como a ‘Pior Empresa de 2021’

A Meta Platforms, anteriormente conhecida como Facebook , foi declarada “a pior empresa de 2021” nos resultados de uma pesquisa de audiência conduzida pelo Yahoo Finance. A pesquisa, que entrevistou 1.541 leitores, viu o Facebook receber 8 por cento do total de votos para a distinção ignominiosa. Os entrevistados foram polarizados em suas avaliações da empresa de tecnologia e expressaram razões contraditórias para sua avaliação da mesma. 

Depois de um ano de polêmica, a empresa de tecnologia terminou em primeiro lugar em uma corrida até o fundo do poço, de acordo com uma nova pesquisa do Yahoo Finance

Fonte: The Epoch Times – Por Nicholas Dolinger

Conservadores e dissidentes expressaram frustração com a empresa de tecnologia [Big Tech] por ser excessivamente censuradora e discriminar suas opiniões. No entanto, os progressistas muitas vezes reclamaram que a empresa não foi longe o suficiente em seus esforços para erradicar a desinformação percebida, com muitos alegando que a empresa foi inadequadamente reprimida de visões céticas em relação à pandemia do vírus covid do PCC (Partido Comunista Chinês) e as eleições presidenciais dos Estados Unidos em 2020 .

Em setembro passado, o Facebook foi  analisado pelos Arquivos do Facebook , uma série de relatórios investigativos publicados pelo  Wall Street Journal e baseados em vazamentos fornecidos pela denunciante Frances Haugen. Grande parte da publicidade em torno dos vazamentos se concentrou no impacto do Instagram (uma subsidiária da Meta Platforms) nas adolescentes e na alegada indiferença da empresa em relação a essas preocupações. Haugen também alegou que o potencial de radicalização do Facebook contribuiu para genocídios em Mianmar e na Etiópia, entre uma miríade de outras preocupações expressas nos relatórios.

Além disso, a empresa está sob o escrutínio dos reguladores antitruste do governo há vários anos. No ano passado, a Federal Trade Commission e os procuradores-gerais de 48 estados nos EUA processaram o Facebook por supostas violações das leis antitruste. Esse caso específico contra a empresa foi  julgado  como juridicamente insuficiente, mas o processo ainda está pendente, pois o tribunal considera encerrar o caso imediatamente.

Talvez devido a essa publicidade negativa, o Facebook mudou a marca da empresa-mãe que supervisiona suas plataformas como Meta Platforms em outubro passado. O novo nome coincide com a ênfase crescente de Zuckerberg no conceito de “ metaverso ” , um conceito no qual a internet seria apresentada como um mundo tridimensional simulado acessível por meio da realidade virtual. O metaverso proposto no Facebook não foi menos controverso, com os críticos chamando-o de tudo, de ridículo a distópico .

Ainda assim, o valor das ações da Meta teve um crescimento de 22% no ano passado – ficando um pouco atrás do índice da S&P, mas dificilmente uma crise para os seus investidores. Por questões estritamente financeiras, a Meta parece em muito melhor forma do que a segunda colocada na pior empresa de 2021: a gigante chinesa de comércio eletrônico Alibaba, que viu o preço de suas ações despencar mais de 50 por cento após um ano tumultuado de assédio e interferência pelos psicopatas do Partido Comunista Chinês.

No entanto, o Facebook se viu perseguido por polêmica desde seu início, e isso não o impediu de se tornar uma potência da [des]informação. Portanto, não está claro se essa publicidade negativa servirá como um impedimento significativo para a empresa, que ainda persiste como líder nas mídias sociais, apesar do enorme conjunto de publicidade negativa que recebeu.

O Facebook / Meta Platforms não respondeu a um pedido de comentário.


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal  AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”. para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


“Você não é deste mundo. Você não é este corpo que habita. Você não é essas emoções, esses pensamentos, esse ego com o qual se identifica. Você nem mesmo é sua vida ou morte. Quando você é capaz de se distanciar dessas coisas, então o verdadeiro você, o você gnóstico, entra no foco de sua cognição. Mais puro que o éter, mais radiante que o sol, mais puro que a neve acumulada, cheio de vida e retirado do contexto da morte, este é o eu que você é. Para ajudá-lo a saber disso, Jesus e Buddha e todos os outros grandes mensageiros de luz vieram a este mundo, fazendo o sacrifício de vir da plenitude para o vazio para trazer isso a você. Você deve saber disso, e deve fazer isso, porque sem ele você não está realmente vivo, não está realmente consciente, mas com ele, você é todas as coisas, você tem todas as coisas, e o Tudo se tornou você. Esta é a mensagem da Gnose! ”  – Richard, Duc de Palatine (1916–1977)


Saiba mais, leitura adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba nosso conteúdo

Junte-se a 4.309 outros assinantes

compartilhe

Últimas Publicações

Indicações Thoth