Professor de Harvard acredita ter encontrado partes de ‘Tecnologia Extraterrestre’ nas águas de Papua Nova Guiné

Avi Loeb, professor de Harvard, está certo de ter identificado possíveis restos de tecnologia extraterrestre nos destroços de um meteoro que caiu no mar na costa de Papua Nova Guiné em 2014. Os materiais foram recentemente transportados para Harvard por Loeb e seus colegas para um exame mais aprofundado. O Comando Espacial dos Estados Unidos foi capaz de estabelecer com um nível de confiança quase inabalável de 99,999% que se originou de outro sistema solar

Professor de Harvard acredita ter encontrado partes de ‘Tecnologia Extraterrestre’ nas águas de Papua Nova Guiné

Fonte: TheMindUnleashed.com – De autoria de Katie Hutton

O governo dos EUA forneceu a Loeb uma distância radial de 10 quilômetros (6,2 milhas) ao redor do possível local de queda do objeto.

“Foi aí que ocorreu a queda da bola de fogo e o governo a detectou pelo Departamento de Defesa. É uma área muito grande do tamanho de Boston, então queríamos defini-la”,  disse Loeb, 

“Nós calculamos a distância da bola de fogo com base no atraso de tempo entre a chegada da onda de choque, o estrondo da explosão e a luz que chegou rapidamente.”

WOW – o professor de Harvard Avi Loeb acredita que pode ter encontrado fragmentos de tecnologia alienígena de um meteoro que caiu em 2014. A equipe de Loeb trouxe os materiais de volta para análise. O Comando Espacial dos EUA confirma com quase certeza, 99,999%, que veio de outro sistema solar.

Por causa de seus cálculos, eles conseguiram traçar um possível curso para a queda do meteoro. Os resultados de seus cálculos esculpiram um curso que passou exatamente pela faixa de dez quilômetros prevista pelo governo dos Estados Unidos.

Loeb e sua equipe viajaram para o local em uma embarcação conhecida como Silver Star. O navio deu várias voltas ao longo e ao redor do curso que havia sido previsto para ele. Os pesquisadores exploraram o fundo do oceano usando um trenó carregado de ímãs e preso ao barco.

“Encontramos dez esférulas. São esferas quase perfeitas, ou bolinhas metálicas. Quando você olha para eles através de um microscópio, eles parecem muito distintas do fundo”,  explicou Loeb,

“ Eles têm cores de ouro, azul, marrom e alguns deles lembram uma miniatura da Terra.”

O exame da composição das esférulas revelou que elas são compostas por 84% de ferro, 8% de silício, 4% de magnésio e 2% de titânio, além de outros componentes residuais. Eles têm menos de um milímetro de largura. A equipe descobriu um total de cinquenta delas.

“O professor de Harvard, Avi Loeb, acredita que esses fragmentos podem ser tecnologia alienígena de um meteoro que caiu nas águas de Papua Nova Guiné em 2014.”  – 
CBS News .

“Tem uma resistência material mais resistente do que todas as rochas espaciais já vistas e catalogadas pela NASA”,  acrescentou Loeb.

“Calculamos sua velocidade fora do sistema solar. Foi de 60 km por segundo, o que é mais rápido que 95% de todas as estrelas nas proximidades do sol. O fato de ser feito de materiais mais resistentes do que meteoritos de ferro e se mover mais rápido do que 95% de todas as estrelas nas proximidades do sol sugere que poderia ser uma espaçonave de outra civilização ou algum dispositivo tecnológico.

Ele compara a situação atual a uma das espaçonaves Voyager que foram desenvolvidas e implantadas pela NASA.

“Eles sairão do sistema solar em 10.000 anos. Imagine-os colidindo com outro planeta distante daqui a um bilhão de anos. Eles apareceriam como um meteoro de uma composição se movendo mais rápido do que o normal”,  explicou Loeb.

Em Harvard, a investigação e o exame apenas começaram. Loeb está tentando determinar se as esférulas são um produto de processos artificiais ou naturais.

Se for descoberto que eles ocorrem naturalmente, isso fornecerá aos pesquisadores informações sobre os tipos de materiais que podem existir fora do nosso sistema solar. Se não for natural, podemos começar a fazer perguntas sérias sobre Extraterrestres.

O professor de Harvard Avi Loeb fez uma descoberta notável no Oceano Pacífico. Usando um “gancho interestelar”, sua equipe recuperou fragmentos potenciais de um objeto interestelar. Esta expedição fez parte do Projeto Galileo, com o objetivo de capturar imagens de #UFO. Os fragmentos recuperados são de um meteorito chamado IM1, que Loeb acredita ter se originado fora do nosso #Sistema #Solar devido à sua incrível velocidade e resiliência. Esta descoberta pode fornecer evidências de #civilizações #extraterrestres. Siga o Projeto Galileo para atualizações sobre a #pesquisa inovadora de Avi Loeb”.

“Levaremos dezenas de milhares de anos para sair de nosso sistema solar com nossas espaçonaves atuais para outra estrela. Esse material passou esse tempo chegando até nós, mas já está aqui”,  sorriu Loeb, 

“Só precisamos verificar nosso quintal para ver se temos pacotes de uma Amazônia interestelar que leva bilhões de anos para viajar.”

Ele ainda precisa investigar outros destroços, e a câmera que estava conectada ao trenó deles tem horas de filme que ele ainda não examinou. Ele acha que existe a possibilidade de que as esférulas sejam apenas as primeiras pistas que levam a uma descoberta muito maior.

“Eles também nos ajudam a identificar qualquer grande pedaço do meteoro que possamos encontrar em uma expedição futura”,  detalha Loeb, 

“Esperamos encontrar um grande pedaço desse objeto que sobreviveu ao impacto, porque assim poderemos dizer se é uma rocha ou um dispositivo tecnológico [alien].”


“O indivíduo é deficiente mentalmente [os zumbis], por ficar cara a cara, com uma conspiração tão monstruosa, que nem acredita que ela exista. A mente americana [humana] simplesmente não se deu conta do mal que foi introduzido em seu meio. . . Ela rejeita até mesmo a suposição de que as [algumas] criaturas humanas possam adotar uma filosofia, que deve, em última instância, destruir tudo o que é bom, verdadeiro e decente”.  – Diretor do FBI J. Edgar Hoover, em 1956.

A estátua do sonho de Nabucodonosor, um símbolo daquilo que a humanidade construiria na Terra. Os dias de insanidade da atualidade estão contados, muito em breve, a “Grande Prostituta”, a cidade de Roma será varrida da face da Terra PELO IMPACTO DE UM METEORO/ASTEROIDE, dando início a derrota completa dos servidores das trevas e o fim de seus planos nefastos para o controle do planeta.


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal  AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”. para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Saiba mais, leitura adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba nosso conteúdo

Junte-se a 4.326 outros assinantes

compartilhe

Últimas Publicações

Indicações Thoth