browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Promiscuidade Sexual e os seus resultados: Doenças DST explodem nos EUA

Posted by on 17/04/2021

“Os EUA são o nº 1 em DSTs no planeta”: mais um recorde ignominioso de todos os tempos é estabelecido pelo pais : Sempre que parece que os EUA não pode afundar mais, parece que sempre encontramos uma maneira de nos superar. De acordo com um relatório que acaba de ser divulgado pelos Centros de Controle e Prevenção de Doenças, os casos de clamídia, gonorreia e sífilis nos EUA atingiram o nível mais alto já registrado em 2019. Graças à popularidade dos “aplicativos de namoro” da Internet, tem havido um boom no sexo casual nos últimos anos, e isso resultou em um tsunami de casos de DSTs que é absolutamente sem precedentes em nossa história. Nem é preciso dizer que isso não é sinal de uma sociedade saudável.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Os EUA são o pais nº 1 em doenças DSTs no planeta”: mais um recorde ignominioso de todos os tempos é estabelecido pelo pais

Fonte:  The Economic Collapse Blog


“E, quando o espírito imundo tem saído do homem/mulher, anda por lugares áridos, buscando repouso, e não o encontra. Então diz: Voltarei para a “minha casa, de onde saí”. E, voltando, acha-a desocupada, varrida e adornada. Então vai, e leva consigo outros sete espíritos piores do que ele e, entrando, habitam ali; e são os últimos atos desse homem/mulher piores do que os primeiros. Assim acontecerá também a esta geração má”. – Mateus 12:43-45


Claro que as coisas nem sempre foram tão ruins nos EUA como nos dias de hoje. Na verdade, se você voltar aos primeiros dias do governo Bush, a sífilis foi quase totalmente eliminada e os casos de clamídia e gonorreia estavam em níveis muito baixos …

“Menos de 20 anos atrás, as taxas de gonorreia nos Estados Unidos estavam em níveis históricos, a sífilis estava perto da eliminação e os avanços no diagnóstico de clamídia tornaram mais fácil detectar infecções”, disse Raul Romaguera, DMD, MPH, diretor interino da Divisão do CDC Prevenção de DST em uma declaração por escrito.

“Esse progresso foi destruído desde então”.

Infelizmente, a paisagem mudou completamente desde aquela época. Basta verificar esses números …

Os dados mostraram 1,8 milhão de casos de clamídia, 616.000 casos de gonorreia e 129.000 casos de sífilis. Comparativamente, em 2000, havia 709.000 casos de clamídia, 363.000 casos de gonorreia e 31.000 casos de sífilis.

Queremos que a América seja grande em muitas coisas, mas espalhar doenças sexualmente transmissíveis [DSTs] não é uma delas. E os números nos dizem que os casos têm aumentado em um ritmo particularmente assustador desde 2015 …

Em 2019, os departamentos de saúde dos EUA relataram 1,8 milhão de casos de clamídia, um aumento de quase 20% desde 2015; 616.392 casos de gonorreia, mais de 50% a mais que em 2015, e 129.813 casos de todos os estágios da sífilis, um aumento colossal de 70%, disse o CDC.

Então, por que isso está acontecendo?

Bem, um artigo da NPR sobre este assunto está apontando que os aplicativos de namoro tornaram  mais fácil encontrar sexo casual [e irresponsável] do que pedir uma pizza …

Existem muitos fatores que contribuem para o aumento das DSTs e da sífilis em particular. Na comunidade gay de São Francisco, por exemplo, o surgimento de aplicativos de namoro móveis como Grindr e Tinder tornou encontrar um encontro “mais rápido do que entregar pizza em casa”, diz Dan Wohlfeiler, especialista em prevenção de DST e cofundador da Building Comunidades Online Saudáveis, que usa esses aplicativos para melhorar a saúde dos homens gays.

Esses aplicativos de namoro são particularmente populares entre jovens e na comunidade gay, e isso está claramente aparecendo nos números de casos …

Além disso, homens gays e bissexuais e pessoas mais jovens também enfrentaram um fardo maior. De acordo com o relatório, os homens gays e bissexuais representaram quase metade de todos os casos de sífilis primária e secundária de 2019 e tiveram taxas de gonorreia 42 vezes mais altas do que os homens heterossexuais em algumas áreas, enquanto as pessoas de 15 a 24 anos representaram 61% de casos de clamídia e 42% dos casos de gonorreia.

É importante ter em mente que a clamídia, a gonorreia e a sífilis são apenas três peças de um quebra-cabeça muito maior.

De acordo com o CDC, existem dezenas de DSTs atualmente se espalhando nos Estados Unidos.  Aproximadamente 20 milhões de novas infecções de DST ocorrem nos Estados Unidos a cada ano e, a qualquer momento, aproximadamente 110 milhões de americanos estão lidando com uma doença sexualmente transmissível …

As doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) têm sido um desafio formidável para a saúde pública nos EUA. O CDC estima que aproximadamente 20 milhões de novas infecções de DSTs ocorrem nos Estados Unidos a cada ano, e que mais de 110 milhões de pessoas (novas e existentes) são infectadas a qualquer momento. Essas infecções também são um dreno econômico para o sistema de saúde dos Estados Unidos. Os dados sugerem que o custo direto do tratamento de DSTs nos Estados Unidos é de quase US$ 16 bilhões anualmente. Ainda mais preocupante, algumas DSTs estão se tornando cada vez mais resistentes aos antimicrobianos usados ​​para tratá-las.

De acordo com o Google, a população atual dos Estados Unidos é de 328 milhões de habitantes.  Portanto, se você faz sexo casual com uma pessoa aleatoriamente, há mais de uma chance em três dessa pessoa ser infectada.

Enquanto isso, uma pesquisa Gallup acaba de descobrir que a porcentagem de americanos que se consideram membros de uma igreja, sinagoga ou mesquita atingiu o nível mais baixo de todos os tempos …

A fé dos americanos na religião organizada continua a diminuir em um ritmo acelerado.  Uma nova pesquisa da Gallup mostra pela primeira vez desde que a empresa de pesquisa de opinião pública começou a fazer perguntas em 1937, o número de americanos que se consideram membros de uma igreja, sinagoga ou mesquita caiu para menos de 50%. Lembre-se de que, em 1937, quando Gallup fez a pergunta pela primeira vez, 73% iam à igreja, sinagoga ou mesquita.

Os Estados Unidos estão perdendo sua religiosidade, e essa tendência de um Estado mais secular tem se acelerado desde o Bust Dot Com (início dos anos 2000). A pesquisa descobriu que 47% dos americanos disseram que faziam parte de uma igreja, sinagoga ou mesquita, ante 50% em 2018 e 70% em 1999.

Isso significa que, aproximadamente no mesmo período de tempo em que o número de casos de clamídia, gonorreia e sífilis mais do que dobrou, a porcentagem de americanos que pertencem a uma igreja, sinagoga ou mesquita caiu de 70% para 47% . A América [e o mundo] está mudando, e não é para melhor.

Nem é preciso dizer que, se continuarmos no caminho em que estamos atualmente, as coisas não vão acabar bem para nós . Infelizmente, a maioria da população não está interessada em ouvir vozes como a minha.

Em vez disso, a maioria dos americanos está vivendo suas vidas como se a festa aparentemente interminável de nossa sociedade pudesse continuar indefinidamente, mas cada novo dia nos aproxima ainda mais de nosso momento final do ÚLTIMO ajuste de contas.


“Então o “Senhor” fez chover enxofre e fogo, do Senhor desde os céus, sobre Sodoma e Gomorra; E destruiu aquelas cidades e toda aquela campina, e todos os moradores daquelas cidades, e o que nascia da terra. E a mulher de Ló olhou para trás e ficou convertida numa estátua de sal. E Abraão levantou-se aquela mesma manhã, de madrugada, e foi para aquele lugar onde estivera diante da face do Senhor; E olhou para Sodoma e Gomorra e para toda a terra da campina; e viu, que a fumaça da terra subia, como a de uma fornalha”. – Gênesis 19:24-28


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.