browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Putin promete ‘Resposta Relâmpago’ a ameaças estratégicas à Rússia

Posted by on 28/04/2022

O presidente russo, Vladimir Putin, alertou as forças externas contra a interferência no conflito ucraniano, prometendo uma resposta “na velocidade da luz” a tais ações, com o uso do armamento mais avançado de Moscou. “Se alguém decidir intervir de fora nos eventos em andamento e criar ameaças estratégicas inaceitáveis ​​para nós, eles devem saber que nossa resposta a esses golpes que se aproximam será rápida, como relâmpago”, disse Putin em um discurso aos legisladores na quarta-feira.

Presidente russo alerta que Rússia não hesitará em usar ‘armas que nenhum outro país’ possui para se defender

Fonte: Rússia Today

Temos todas as ferramentas para isso. Ferramentas que ninguém, exceto nós, pode se gabar. Mas não vamos nos gabar. Vamos usá-los se houver necessidade”, disse o presidente, sem especificar quais ferramentas podem ser implantadas. As autoridades russas já tomaram todas as decisões necessárias para se preparar para tal resposta, acrescentou.

Na semana passada, a Rússia testou com sucesso seu míssil balístico intercontinental [ICBM] RS-28 Sarmat de última geração. O novo míssil com capacidade nuclear pode transportar vários planadores hipersônicos Avangard, que são capazes de contornar quaisquer defesas aéreas existentes devido à sua extrema velocidade e capacidade de fazer manobras constantes durante o voo.

Ao contrário da Rússia, os EUA e seus aliados da OTAN atualmente não têm armas hipersônicas em serviço.

Os mísseis hipersônicos alcançam de Mach 5 a Mach 10 – ou seja, voam de cinco a dez vezes mais rápido do que o som [de 6.174 a 12.348 km por hora]. O tipo usado pela Rússia para destruir o depósito de Deliatyn é um “Kinzhal” (“adaga” em russo), de oito metros de comprimento. Segundo algumas fontes, esse foguete alcança 6 mil quilômetros por hora, o que seria Mach 5, outros lhe atribuem velocidade Mach 9 ou até Mach 10. Seja como for, é rápido. Tanto, que “a pressão do ar na frente da arma forma uma nuvem de plasma que absorve ondas de rádio”, explicam os peritos armamentistas do website americano Military.com. Isso dificulta muito a detecção dos “Kinzhal” e outras armas hipersônicas por sistemas de radar.

Os países ocidentais têm fornecido ativamente armas a Kiev, incluindo sistemas de mísseis antitanque e antiaéreos, veículos blindados e obuses, desde o início do conflito com a Rússia. Eles também impuseram duras sanções destinadas a reduzir a capacidade da Rússia de financiar sua campanha militar.

No entanto, os EUA e seus aliados até agora descartaram soldados da OTAN no solo ou uma zona de exclusão aérea sobre a Ucrânia, por temores de um conflito direto com a Rússia.

Moscou tem repetidamente criticado as entregas de ajuda letal do ocidente à Ucrânia, dizendo que elas apenas desestabilizam a situação e prejudicam as perspectivas de paz. Na terça-feira, o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, acusou a OTAN de “essencialmente entrar em guerra com a Rússia por meio de um procurador e armar esse procurador”.

A Rússia atacou seu vizinho no final de fevereiro, após a recusa da Ucrânia em implementar os termos dos acordos de Minsk, assinados pela primeira vez em 2014, e o eventual reconhecimento por Moscou das repúblicas de Donbass de Donetsk e Lugansk. Os protocolos mediados pela Alemanha e pela França foram projetados para dar às regiões separatistas um status especial dentro do estado ucraniano.

Desde então, o Kremlin exigiu que a Ucrânia se declarasse oficialmente um país neutro e fornecesse garantias de que não ingressaria na OTAN. A Ucrânia vê a ofensiva russa como um ato de guerra não provocado e negou as alegações de que planejava retomar as duas repúblicas pela força.


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)” para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.