browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Rapidez: Bélgica inicia Quarentenas para infectados por Monkeypox

Posted by on 22/05/2022

As autoridades de saúde belgas determinaram um período de auto-isolamento de 21 dias após a detecção de três casos [sintomaticamente] no país sede do “Circo da OTAN/UE”. A Bélgica tornou-se o primeiro país a introduzir uma quarentena obrigatória de 21 dias contra a varíola dos macacos para quem entrar em contato com o vírus, depois que três casos foram registrados no país.

Bélgica inicia Quarentenas de Monkeypox

Fonte: Rússia Today

O Grupo de Avaliação de Risco da Bélgica anunciou uma quarentena de 21 dias para pacientes com varíola depois que três pessoas no país foram diagnosticadas com o vírus, que surgiu em mais de uma dúzia de países na semana passada. A autoridade de saúde emitiu a declaração na sexta-feira. 

Um quarto caso de varíola foi diagnosticado nesse domingo, revelou o virologista Marc Van Ranst nas redes sociais. Ele observou que, como nos três casos anteriores, o indivíduo em questão estava ligado ao festival internacional de “Fetiche Gay Darklands”, realizado no início de maio em Antuérpia.

É importante que todos os que participaram do Darklands Festival permaneçam vigilantes quanto a quaisquer sintomas”, disse o médico, sugerindo que a escala do surto estava se tornando “mais clara e mais evidente” enquanto afirmava que “isso é inédito antes com vírus da varíola dos macacos”. 

A doença Varíola dos Macacos (Monkeypox), que é incurável, mas geralmente se resolve em poucas semanas, geralmente é encontrada na África Ocidental e Central.

O Festival do Orgulho Gay Maspalomas de Gran Canaria nas Ilhas Canárias, com a participação de cerca de 80.000 pessoas de toda a Europa, também foi marcado como um evento potencial de “super-disseminação” da Varíola dos Macacos (Monkeypox), vinculado a casos na Espanha, Itália e Tenerife. 

Madrid, em particular, emergiu como um hotspot para o vírus, com mais de 30 pessoas diagnosticadas na capital espanhola tendo como vetor uma sauna de encontro entre homossexuais, que foi interditada.

Winter Pride Maspalomas 2022 - evento gay / festival gay em Gran Canaria

Embora o governo belga tenha alertado as pessoas com suspeita de infecções para se auto-isolarem, também lhes disse para irem às salas de emergência dos hospitais para falar com especialistas médicos – recomendações contraditórias [e talvez intencional] semelhantes às que alguns especialistas acreditam ter ajudado a espalhar o Covid-19 durante os primeiros dias. da pandemia.

O vírus da Varíola dos Macacos (Monkeypox) não é facilmente transmitido entre as pessoas, exigindo contato próximo prolongado com lesões, fluidos corporais, gotículas respiratórias ou materiais contaminados, como roupas de cama, de acordo com a Organização Mundial da Saúde. 

Os sintomas iniciais incluem febre, dor de cabeça, inchaço dos gânglios linfáticos, dores nas costas e nos músculos; estes são seguidos pelo aparecimento de uma erupção cutânea distinta com pústulas na face, mãos e outras partes do corpo. Os sintomas começam a aparecer dentro de uma e duas semanas após a infecção.

O vírus da Varíola dos Macacos (Monkeypox) foi detectado em mais de uma dúzia de países além da Bélgica na última semana, incluindo Holanda, França, Alemanha, Reino Unido, Itália, Portugal, Espanha, Suécia, Canadá, Israel, Suíça, Austrália e EUA. 

Depois que um único paciente foi diagnosticado com varíola na semana passada, os EUA correram para comprar 13 milhões de doses da vacina contra varíola Jynneos, que foi aprovada para uso contra o vírus em 2019.

A OMS convocou uma reunião de emergência sobre a Varíola dos Macacos (Monkeypox) na sexta-feira, quando o número de casos suspeitos subiu para mais de 100. Apesar do pânico alimentado pela mídia pre$$titute$, autoridades governamentais em países como Reino Unido  e EUA insistiram que o vírus apresenta um baixo risco de infecção para o público em geral.

No entanto, um evento de ‘simulação’ de surto de VARÍOLA foi realizado na Conferência de Segurança de Munique de 2021, onde descreveu um surto hipotético de varíola que levou a 270 milhões de mortes em todo o mundo


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)” para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


“O indivíduo é deficiente mentalmente [os zumbis], por ficar cara a cara, com uma conspiração tão monstruosa, que nem acredita que ela exista. A mente americana [humana] simplesmente não se deu conta do mal que foi introduzido em seu meio. . . Ela rejeita até mesmo a suposição de que as [algumas] criaturas humanas possam adotar uma filosofia, que deve, em última instância, destruir tudo o que é bom, verdadeiro e decente”.  – Diretor do FBI J. Edgar Hoover, em 1956


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

One Response to Rapidez: Bélgica inicia Quarentenas para infectados por Monkeypox

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.