Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Rússia ameaça atacar carregamentos de armas da OTAN para a Ucrânia: “Alvos Legítimos”

Preparando o terreno para uma potencial grande escalada da guerra (neste caso uma 3ª guerra mundial com teatro na Europa, de novo) contra as potências ocidentais e da OTAN, o Kremlin alertou no sábado que os militares russos estão preparados para atacar carregamentos de armas ocidentais que continuam a chegar à Ucrânia provenientes do ocidente europeu. O vice-presidente da Rússia, Sergei Ryabkov, disse na TV estatal que Washington foi informado nos últimos dias de que Moscou verá comboios de suprimentos de armas entrando na Ucrânia como “alvos legítimos” . 

Rússia diz que pode atacar comboios de armas do Ocidente [OTAN] para a Ucrânia

Fonte: Rússia TodayZero Hedge

O fornecimento de armas ocidentais à Ucrânia só serve para piorar o conflito em curso entre Moscou e Kiev, disse o vice-ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Ryabkov, neste sábado, alertando que as forças russas poderiam ter como alvo essas entregas.

Nós alertamos os Estados Unidos que o bombeamento orquestrado de armas de vários países não é apenas um movimento perigoso, é um movimento que transforma esses comboios em alvos legítimos“, disse Ryabkov nos comentários, que serviram como um aviso severo para o Oeste.

Ele acrescentou que a Rússia alertou formalmente “sobre as consequências da transferência impensada para a Ucrânia de armas como sistemas de defesa aérea portáteis, sistemas de mísseis antitanque e assim por diante”. Ele acrescentou que, do ponto de vista de Moscou, o governo dos EUA falhou em levar esses avisos a sério.

No início desta semana, o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, também expressou preocupação com o fato de que essas armas “caiam nas mãos erradas” após o término do conflito. Mísseis portáteis de defesa aérea podem representar um risco particular para a aviação civil nos céus da Ucrânia ou da Europa nos próximos anos, acrescentou. 

Rússia diz que pode atacar comboios de armas do Ocidente para a Ucrânia
Sistemas de armas antiblindagem fornecidos pelo Reino Unido chegam a Kiev, Ucrânia, em 18 de janeiro de 2022. ©  Getty Images / Agência Anadolu / Ministério da Defesa da Ucrânia

Semanas antes da invasão da Ucrânia pela Rússia em 24 de fevereiro, a Embaixada dos EUA em Kiev havia tuitado fotografias sempre que um grande carregamento de armas chegava do ocidente. Os EUA autorizaram aliados do Báltico na transferência de mísseis antitanques Javelin para abastecer as forças ucranianas; ao mesmo tempo, o Reino Unido havia enviado muitas rodadas de aviões de transporte carregados de munições e sistemas de armas. 

Acredita-se também que os suprimentos de mísseis antiaéreos Stinger estão sendo aumentados. O novo alerta russo também vem após o fiasco EUA-Polônia do MiG-29. Varsóvia se ofereceu prematuramente para entregar todos os seus MiGs aos EUA para que pudessem ser levados para a Ucrânia a partir da Base Aérea de Ramstein, na Alemanha.

O administrador de Biden disse que a oferta foi uma “surpresa”, enquanto o Pentágono rejeitou o plano, dizendo que o risco seria muito alto de colocar a Otan em conflito direto com as forças russas , já que os aviões teriam que entrar na Ucrânia a partir do West, arriscando um incidente de engajamento aéreo.

Vídeos recentes do campo de batalha parecem confirmar que, em muitos casos, tanques e veículos blindados russos invasores estão sendo destruídos e desativados por Javelin e outros mísseis antiblindagem fornecidos pelo Ocidente que estão nas mãos dos militares da Ucrânia.

JAVELIN no primeiro corte. Observe a torre explodida – por design. Observe também que os rifles russos (INFANTARIA) não atacam o ponto de tiro para suprimir fogos adicionais, mas continuam correndo na direção oposta. Não é bom”.

Sem dúvida, o Kremlin está culpando o Ocidente por esses ataques, já que estão ocorrendo com armas avançadas fornecidas pela OTAN. Em alguns casos, comboios russos inteiros parecem se atrapalhar quando estão sob emboscada em corredores estreitos, como é visto no vídeo acima, que ganhou muita atenção da mídia nos últimos dois dias. 

Washington, na verdade , fornece às forças armadas da Ucrânia o Javelin “destruidor de tanques” há muitos anos , e isso também inclui o treinamento de forças locais sobre como usá-los de maneira eficaz. Antes do conflito, Moscou havia alertado há muito tempo que era uma grande provocação e anunciou uma “linha vermelha” em relação à extensão da infraestrutura militar da OTAN à Ucrânia. Os russos aparentemente tomaram o aumento das remessas de armas ocidentais como um sinal para a expansão militar iminente da OTAN no conflito.

É provável que quaisquer carregamentos novos e atuais fornecidos pelo Ocidente para a Ucrânia estejam ocorrendo através de meios secretos, especialmente agora que a Rússia de fato declarou ‘temporada aberta’ em qualquer comboio de armas externo.

No sábado, Ryabkov disse que o fornecimento de armas para a Ucrânia enfraquece a posição de negociação de Washington em suas relações com Moscou. Todos os apelos dos EUA para o fim do conflito “não são percebidos como sinais sérios” , disse ele, acrescentando que uma “política de escalada” agora “domina absolutamente” a agenda de Washington, apesar dos mantras sobre uma abordagem comedida.

“São os EUA a maior fonte de tensão internacional”, disse o vice-ministro das Relações Exteriores, criticando o “apoio material dos EUA ao regime criminoso em Kiev”. 


O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é kamaelao-harris-curinga-circo-eua.gif

“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)” para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *