Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Rússia encontrou provas de laboratórios biológicos financiados pelos EUA na Ucrânia, e patógenos mortais foram ‘Destruídos com Urgência’

Rússia diz que foram encontradas evidências de laboratórios financiados pelos EUA na Ucrânia trabalhando com patógenos mortais

Obviamente, após o lançamento das operações militares especiais, o Pentágono ficou com medo de que experimentos biológicos secretos na Ucrânia fossem expostos. Compartilharemos os resultados da análise dos documentos que recebemos em um futuro próximo. Alguns deles, em particular , a instrução do Ministério da Saúde ucraniano para destruir patógenos e certificados de conclusão dos laboratórios biológicos de Kharkiv e Poltava que estamos publicando agora”, declarou Igor Konashenkov, porta-voz do Ministério da Defesa na Rússia.

Ministério da Defesa da Rússia diz que encontrou evidências de biolaboratórios financiados pelos EUA na Ucrânia, patógenos mortais foram ‘destruídos com urgência’

Fonte: www.OpIndia.com

Em 6 de março, o Ministério da Defesa russo disse ter encontrado evidências de um programa biológico militar financiado pelos EUA desenvolvido na Ucrânia durante a operação militar em andamento. Igor Konashenkov, porta-voz do Ministério da Defesa da Rússia, disse:

“No decorrer da operação militar especial, evidências das medidas precipitadas do regime de Kiev para esconder quaisquer vestígios do financiamento do programa biológico militar pelo Departamento de Defesa dos EUA na Ucrânia foram revelado”.

A RIA Novosti, uma agência de notícias doméstica estatal russa, compartilhou os detalhes das informações divulgadas pelo Ministério da Defesa russo. A agência citou Konashenkov dizendo que recebeu informações de funcionários da Biolabs de que patógenos mortais foram destruídos com urgência em 24 de fevereiro.

Esses patógenos incluíam peste, antraz, cólera, tularemia e outros agentes infectantes de doenças letais. Quando a Rússia iniciou sua operação militar na Ucrânia, uma instrução foi emitida pelo Ministério da Saúde ucraniano para destruir urgentemente os patógenos em sua posse, conforme os russos.

Captura de tela da conta da RIA traduzida do russo para o inglês usando o Google Tradutor.

Ele disse: “Obviamente, após o lançamento das operações militares especiais, o Pentágono ficou com medo de que experimentos biológicos secretos na Ucrânia fossem expostos. Compartilharemos os resultados da análise dos documentos que recebemos em um futuro próximo. Alguns deles, em particular a instrução do Ministério da Saúde ucraniano para destruir patógenos e certificados de conclusão dos laboratórios biológicos de Kharkiv e Poltava que estamos publicando agora.”

Documentos compartilhados pelo Ministério da Defesa russo. 
Fonte: RIA

O Ministério da Defesa russo disse que recebeu uma série de documentos que confirmam que os Biolabs ucranianos que estavam nas proximidades do território russo estavam desenvolvendo componentes de armas biológicas. 

O ministério alegou ainda que houve instrução para impedir a divulgação do trabalho realizado nesses laboratórios pelos Estados Unidos e pela Ucrânia, que violava claramente o artigo 1 da Convenção das Nações Unidas sobre a Proibição de Armas Bacteriológica (Biológica) e Toxínica, pois as autoridades ucranianas instruíram os laboratórios para eliminar o estoque de patógenos perigosos.

A Rússia acusou os EUA de financiar e operar Biolabs na Ucrânia

Em várias ocasiões, a Rússia acusou os EUA e a Ucrânia de desenvolver armas biológicas perto de suas fronteiras. Em 2021, ao falar sobre a incapacidade da Organização Mundial da Saúde de estabelecer a origem do vírus Covid-19, o secretário do Conselho de Segurança russo, Nikolai Patrushev, disse a um repórter do Kommersant que a Rússia acreditava que os EUA estavam desenvolvendo armas biológicas perto de suas fronteiras.

Ele afirmou que a Rússia tem boas razões para acreditar que os EUA estavam desenvolvendo armas biológicas na Ucrânia. “Não passa um dia na sede da Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ) em Haia que os americanos e seus aliados não apresentem outro capítulo do dossiê químico anti-russo”, acrescentou.


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)” para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

0 resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *