Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Rússia implanta ‘Drones Oceânicos Nucleares’ à medida que o Armagedom Econômico-Financeiro Global se aproxima

Belgorod: O submarino furtivo da Rússia deixou a Marinha realmente confusa |  O interesse nacional

De acordo com vários relatos da mídia europeia – incluindo o The Sun (Reino Unido) – a Rússia implantou oficialmente o maior submarino do mundo, o Belgorod que pode transportar até oito torpedos “drones nucleares apocalípticos”. Essas super armas são na verdade drones subaquáticos com armas nucleares que são projetados para se esconder na costa de uma nação alvo e, em seguida, detonar suas ogivas nucleares ao receber comandos de satélite, gerando um tsunami radioativo altamente destrutivo que inunda as áreas costeiras do país alvo. tornando-os inabitáveis por séculos.

Fontes: The.Sun.co.ukEurasianTimesNaturalNews

O submarino K-329 Belgorod é o único de seu tipo no mundo, e supostamente pode viajar a uma velocidade de 125 mph [201 km/h] usando um sistema de propulsão secreto e altamente avançado.  Oficialmente, os drones Posiedon carregam ogivas nucleares de 2 megatons, mas recebemos informações de outras fontes que indicam que a Rússia pode equipá-los com ogivas de até 100 megatons – mais de 6.000 vezes mais poderosas que a bomba atômica usada sobre Hiroshima .

Após a detonação, tal ogiva desencadearia um tsunami radioativo verdadeiramente maciço que poderia atingir alturas de 500 pés ou mais [cerca de 150 metros de altura], movendo-se a centenas de quilômetros por hora antes de colidir com alvos costeiros pretendidos. A água radioativa do oceano depositaria radioisótopos em tudo que tocasse, tornando as áreas afetadas inabitáveis ??por pelo menos três séculos (isso é dez meias-vidas de Cs-137, fyi).

Notavelmente, os centros de poder mais importantes da América e em outros países – governo, finanças, militares e comércio – estão todos localizados perto das áreas costeiras. Apenas uma detonação de um drone Posiedon na Costa Leste poderia destruir o governo, as finanças e os centros militares dos Estados Unidos, enquanto uma única detonação na costa da Califórnia poderia destruir os maiores portos comerciais, o Vale do Silício e centros vitais de transporte da América.

No dia 08 de julho de 2022, a Marinha da Rússia recebeu e pôs em serviço operacional o Belgorod, o maior e mais poderoso submarino do mundo. Com 184 metros de comprimento e 30.000 toneladas, este submarino é por si só a arma estratégica mais poderosa que a Rússia passou a ter no seu arsenal, na dependência operacional e direta do Presidente Vladimir Putin e não tem qualquer homólogo minimamente equivalente no mundo ocidental, em termos de potencial de destruição apocalíptica.

Submarino furtivo viaja a velocidades extremas, lançando drones nucleares

O submarino Belgorod foi construído usando tecnologia exótica que permite atingir velocidades quase inimagináveis ??(125 mph) para um submarino de seu tamanho enquanto ainda opera silenciosa e secretamente. Como o The Sun relata:

O design revolucionário – baseado nos submarinos de mísseis de cruzeiro da classe Oscar II – foi amplamente modificado para se especializar em missões secretas. O submarino foi feito em seu comprimento gigante para poder transportar os devastadores torpedos Poseidon com ogiva nuclear guiados por inteligência artificial. A bomba nuclear pode ser lançada no fundo do mar por um submarino ou navio e passar pelas defesas submarinas a velocidades relatadas entre 70 e 125 nós.

Christopher A Ford, ex-secretário de Estado assistente para Segurança Internacional e Não-Proliferação, de Armas Nucleares disse à CNN que o torpedo está sendo projetado para “inundar cidades costeiras dos EUA com tsunamis radioativos”.

Aliás, nenhum país do mundo tem defesa contra tsunamis radioativos.

Estados Unidos atacaram os gasodutos Nord Stream 1 e 2, escalando para uma Guerra Nuclear com a Rússia

Agora que esta bastante óbvio que os Estados Unidos desempenharam um papel significativo na destruição dos oleodutos Nord Stream da Rússia, atacando alvos de infraestrutura civil em um esforço para isolar a Alemanha do suprimento de energia da Rússia e prolongar a guerra com a Ucrânia. 

Os Estados Unidos, como Putin apontou em um discurso recente , têm uma longa história de uso de armas de destruição em massa para atingir infraestrutura civil e populações civis, incluindo o uso de armas atômicas na Segunda Guerra Mundial e a destruição deliberada de infraestrutura civil no Iraque. durante a Operação Tempestade no Deserto (que matou bem mais de meio milhão de civis iraquianos).

Agora, os EUA estão recorrendo em operações terroristas no corte do fornecimento de energia necessário para milhões de europeus, enquanto enfrentam um inverno de escassez de alimentos e temperaturas congelantes, com até metade das operações industriais da Alemanha enfrentando paralisações devido à falta de energia de gás natural. (A produção de amônia já caiu 70%, e as operações de fundição de metais industriais caíram 50%, e esses números têm semanas.)

Putin explica que os Estados Unidos estabeleceram a justificativa precedente para que nações que enfrentam a ameaça de destruição usem armas nucleares em sua própria defesa, para atacar alvos civis, se necessário. Observe que Putin considera o Ocidente uma cabala “satânica” de criminosos, enquanto seu chefe de defesa, Medvedev, descreve o Ocidente como a “civilização do Anticristo” que deve ser posta de joelhos para que a humanidade sobreviva.

Belgorod é um submarino de propósito especial expansivo e personalizado, construído a partir do casco de um submarino de mísseis de cruzeiro Oscar-II que nunca foi concluído. O casco do submarino tem cerca de 184 metros (604 pés) de comprimento e o deslocamento do navio é de até 30.000 toneladas (quando submerso).  É impossível replicar o submarino por causa de sua história de construção única e custos exorbitantes.

Assim, parece que Putin está se preparando para um primeiro ataque nuclear em larga escala contra o Ocidente, planejando a destruição completa de nações ocidentais como Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha, França, Canadá e outros. Superarmas como os “drones apocalípticos” nucleares Poseidon são claramente projetados para atingir esse objetivo, enquanto mísseis continentais com capacidade nuclear de curto alcance (como o Iskander) seriam lançados para atacar cidades europeias como Berlim, Paris e Londres.

Parece também que essa destruição do Ocidente é desejada pelos globalistas que querem ver a América aniquilada para que a soberania nacional possa ser varrida da lousa, com os sobreviventes restantes escravizados sob o controle globalista. Os Estados Unidos da América estão “programados” para serem reduzidos a menos de 100 milhões de sobreviventes até 2030.

Isso pode ser alcançado por vários meios (extinção iniciada pelas vacinas, fome, armas biológicas, sabotagem da rede elétrica, armazens e industrias de alimentos, etc.), mas é mais rapidamente alcançado pelos globalistas por meio do uso de armas nucleares que visam infraestrutura como cidades, pontes, indústrias, finanças, transporte, etc.

Outro ponto importante é que os democratas querem uma guerra nuclear antes das eleições de meio de mandato de 8 de novembro porque não querem ter que suportar uma provável derrota nas urnas e perder o controle das duas casas do congresso. Eles precisam de uma emergência de qualquer tipo e a estão buscando freneticamente, mesmo a opção nuclear para atrasar/cancelar as eleições e invocar uma espécie de lei marcial para forçar o confisco de armas em todo o país. 

Esta é a única maneira de permanecerem no poder e continuar sua agenda de mutilações de crianças (cirurgias de transgenerismo), criminalizando sua oposição política (armamentização do DoJ / FBI), censura, fraude eleitoral e lavagem de dinheiro (armas e dinheiro para a Ucrânia).

Se a democracia puder respirar nos Estados Unidos, os democratas estão acabados. Ninguém quer a agenda que o senil marionete presidente [‘Dementia’ Joe] Biden e os demoncratas estão servindo. Assim, os demoncratas devem encontrar novas maneiras de interferir na democracia e impedir a vontade do povo de se libertar da sua tirania e loucura.

A Marinha Russa recebeu o submarino “matador de cidades” – que, com 604 pés (183,66 metros de comprimento) , é o submarino mais longo já construído no mundo – em julho, após testes bem-sucedidos . Os detalhes do sistema de propulsão submarina de alta velocidade de 125 mph do submarino têm sido um segredo russo muito bem guardado.

Mas a Otan agora enviou um aviso assustador a seus países membros sobre a localização da nova e reluzente máquina de guerra de 14.700 toneladas e deslocamento total de até 30.000 toneladas apelidado de “assassino de cidades”, relata o jornal italiano La Repubblica .

Atualmente, especula-se que o Belgorod está submerso nas águas do Ártico, e teme-se que Putin use a missão para testar sua arma pela primeira vez. Putin prometeu usar “qualquer meio” para defender as quatro regiões ucranianas anexadas à Rússia enquanto aumenta suas ameaças nucleares e sua invasão entra em uma nova fase de escalada imprevisível.

O Belgorod já foi aclamado como um “divisor de águas” para a marinha de Putin depois da Rússia sofrer uma série de derrotas  na guerra da Ucrânia. O Kremlin disse que o submarino monstro carregará até oito drones nucleares Poseidons, cada um com 79 pés [24 metros] de comprimento, prontos para desencadear um Armageddon radioativo de forma indetectável.

Poseidon: método engenhoso de dissuasão nuclear

O Poseidon representa um método muito engenhoso de dissuasão nuclear imaginado pelos criativos planejadores militares russos. Destes, Poseidon é talvez a maior super-arma de mudança de jogo no arsenal russo, pois adiciona outra dimensão à dissuasão nuclear. É um ‘Torpedo Autônomo Armado Nuclear com Propulsão Nuclear Intercontinental.’

Espera-se que a velocidade da arma seja de cerca de 70 nós – mais rápida que os torpedos existentes – e, de acordo com alguns relatos, talvez até 108 nós, tornando-o inalcançável. Sua profundidade de operação é de cerca de 1.000 metros (3.300 pés), tornando-o também indetectável pelos sistemas atuais de defesa.

Os russos há muito desejam contornar os [desatualizados] sistemas de defesa de mísseis balísticos [ICBMs] americanos implantados na Europa, criando um desequilíbrio estratégico contra a Rússia. Assim, a opção de implantar armas nucleares debaixo d’água permite que os militares russos evitem uma triagem de defesa contra mísseis balísticos dos EUA (BMD).

Além disso, os EUA têm uma rede de satélites equipados com sensores infravermelhos para detectar e rastrear mísseis balísticos intercontinentais russos. No ar, a ignição do motor do míssil gera calor extremo, criando uma diferença de temperatura contra o fundo frio para que os satélites possam captar.

Em vez disso, os satélites não podem ver o que acontece nas profundezas do mar. Além disso, o Poseidon foi projetado para emitir muito pouco calor e viajar silenciosamente. Especula-se também que o drone nuclear Poseidon é capaz de realizar manobras evasivas “tridimensionais” para aumentar sua longevidade.

Armado com uma ogiva nuclear de dois megatons, o Poseidon pode destruir grupos de ataque de porta-aviões (CSG) e instalações de infraestrutura inimigas em regiões costeiras. Provavelmente servirá na Frota do Pacífico, ameaçando as bases navais dos EUA em toda a Costa Oeste e cidades importantes como Los Angeles, San Diego e San Francisco. A Rússia pretende implantar pouco mais de 30 UUVs [Drones] Poseidon.


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal  AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”. para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Saiba mais, leitura adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *