Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Ucrânia: a Propaganda, a iminente Derrota e a Corrupta Realidade.

O Festival de San Remo na Itália deste ano será lembrado como o “Festival dos dois Presidentes”: o Presidente da República Italiana Mattarella na abertura e o Presidente da Ucrânia, o palhaço Zelensky no encerramento. Este último não aparece ao vivo, após os protestos que foram levantados na Itália. “Expurgos” na Ucrânia: Ministro da Defesa forçado a renunciar, equipe do Ministério do Interior morre em queda de helicóptero. Quem é o próximo?

Ucrânia: a Propaganda, a iminente Derrota e a Corrupta Realidade.

Fonte: GlobalResearch – Por Manlio Dinucci 

No entanto, o essencial mantém-se: Zelensky enviou um discurso ao Festival de San Remo que – anunciou o apresentador Amadeus responsável por esta leitura: “está inclusive traduzido pela Embaixada da Ucrânia para ser muito fiel à escrita do presidente Zelensky”.

A atuação de Zelensky no Festival é confrontada com a realidade que se passa na Ucrânia, reconstruída através de documentação visual dramática neste episódio de Grandangolo.

Qual é o verdadeiro papel de Zelensky na Ucrânia devastada, foi revelado por uma investigação jornalística publicada pelo The Guardian. 

Nas eleições presidenciais de 2019, o ator e palhaço comediante Zelenski, que ficou famoso por seu seriado de TV sobre a corrupção de líderes políticos ucranianos, prometeu acabar com a guerra em Donbass e limpar o sistema de governo dominado pelos oligarcas. Ele acusou o rico Petro Poroshenko, então o atual presidente, de esconder seus bens em paraísos fiscais no exterior.

Em relação ao seu primeiro compromisso, uma vez na presidência, o papel de Zelensky não era acabar com a guerra em Donbass, desencadeada em 2014 contra as populações russas desta região, mas alimentar a guerra de fato liderada pela OTAN agora contra a Rússia.

Quanto ao segundo compromisso para eliminar a corrupção no país, em particular a exportação de capitais para paraísos fiscais, são claros os elementos de investigação publicados pelo The Guardian. 

O próprio palhaço presidente Zelensky é coproprietário de três empresas com sede e capital em Belize e Ilhas Virgens Britânicas (América Central) e Chipre

Ao assumir o cargo de presidente, o judeu khazar Zelensky “transferiu” as ações de sua empresa para dois de seus sócios. E, uma vez empossado, nomeou seu primeiro sócio como seu assistente especial e o segundo como chefe do serviço secreto ucraniano.

“Expurgos” na Ucrânia: Ministro da Defesa forçado a renunciar, equipe do Ministério do Interior morre em queda de helicóptero. Quem é o próximo?

O líder do Conselho Nacional de Segurança e Defesa da Ucrânia é Oleksyi Danilov. Danilov é uma figura poderosa e interessante. Depois de tomar Soledar algumas semanas atrás, a Rússia acabou de tomar outra cidade fortificada estratégica, Krasna Gora, ontem. 

Enquanto isso, no circo . . .

A Rússia está se desenvolvendo rapidamente ao redor de Bakhmut. A Rússia está pressionando em todos os lugares nas linhas de frente e as perdas ucranianas em homens e material são enormes.

O envio de tanques da OTAN ainda está longe e não fará uma diferença significativa de qualquer maneira.  Obviamente, a Rússia tomou todas as iniciativas e está preparando com muito sucesso o campo de batalha para ofensivas ainda maiores.

Os think-tanks e a mídia dos EUA estão ficando abertamente nervosos. Os think-tanks dos EUA, como o CSIS, estão ficando desesperados porque a Rússia está esgotando os estoques militares dos EUA e de seus aliados, e a RAND (afiliada do Pentágono) começou a gritar que :

“Os interesses dos EUA devem prevalecer sobre os interesses ucranianos”, e que a continuação da guerra repentinamente “não é mais do interesse dos EUA”. 

O Times de Londres de repente começa a falar que Zelensky “deve ao Ocidente” e eles querem colocar [mais] cordas em [no marionete] Zelensky para detê-lo.

Apesar disso, Danilov afirma que a Rússia tem “grandes problemas” [?!] – assim como o instituto da CIA para as mentiras sobre a guerra. Simultaneamente com as mentiras ucranianas, europeias e americanas sobre o curso da guerra, os enormes expurgos em Kiev continuam a crescer.

Obviamente, os expurgos ucranianos são organizados pelos EUA em esforços para estabilizar Kiev, apesar dos colapsos da Ucrânia em todo o front. E Danilov parece ser uma figura central no processo de expurgo.

Os expurgos em Kiev e seguem o padrão clássico

Eles começaram no topo dos órgãos de segurança, usando o serviço secreto SBU e se espalhando para o Ministério do Interior (polícia), Ministério da Defesa etc. Um “escândalo de corrupção” tirou o Ministro da Defesa Oleksii Reznikov .

Um acidente na “queda de helicóptero” desocupou todos os altos cargos do Ministério do Interior, incluindo o próprio ministro do Interior, Denys Monastyrsky. Vários “incidentes” levam embora outras figuras-chave, como o spin-doctor e amigo de Zelensky, Oleksii Arestovych.

Um assassinato pela SBU leva embora um ex-membro da equipe de negociação da Ucrânia em Istambul.

Agora, os expurgos de Kiev avançam lateralmente “para baixo nas fileiras” na SBU e nas forças armadas – e os expurgos se espalham horizontalmente para outros centros poderosos, como a autoridade tributária.

Os expurgos de Kiev estão se tornando um massacre. Danilov no Conselho de Segurança com Budanov  como o novo ministro da Defesa enquanto ainda controla a SBU por meio de um capanga como sucessor – eles são o novo eixo que comanda Kiev. Dirigido pelos EUA, é claro.

Zelensky faz parte disso?

A viagem do chefe da CIA, William Burns , a Kiev incluiu conversas pessoais para acalmar um nervoso Zelensky. Zelensky cada vez mais parece um show de um homem só.

Zelensky é mantido sentado na cadeira até que sua utilidade suave para relações públicas tenha que ser sacrificada pela crescente necessidade dos EUA de recorrer abertamente à violência maciça contra os ucranianos – o show sangrento deve ficar ainda mais sangrento para continuar.

Então Zelensky sofrerá um “acidente” ou um “escândalo” – “ohh, não sabíamos” que Zelensky havia escondido milhões de dólares em Mônaco e nas Ilhas Virgens. Embora por muito tempo, floresçam relatos de que o povo de Zelensky inundou Mônaco.

Karsten Riise é Mestre em Ciências (Econ) pela Copenhagen Business School e possui diploma universitário em Língua e Cultura Espanhola pela Copenhagen University. Ele é o ex-vice-presidente sênior diretor financeiro (CFO) da Mercedes-Benz na Dinamarca e na Suécia. Ele é um colaborador regular da Global Research.


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal  AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”. para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


E os dez chifres que viste são dez reis, que ainda não receberam o reino, mas receberão poder como reis por uma hora, juntamente com a BESTA. Estes têm um mesmo intento, e entregarão o seu poder e autoridade à besta. Estes combaterão contra o Cordeiro, e o Cordeiro os vencerá, porque é o Senhor dos senhores e o Rei dos reis; Vencerão os que estão com Ele, Chamados, e Eleitos, e Fiéis. E disse-me: As águas que viste, onde se assenta a prostituta [ROMA], são povos, e multidões, e nações, e línguas“. – Apocalipse 17:12-15

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é nabucodonoor-estatua-daniel.png

A estátua do sonho de Nabucodonosor, um símbolo daquilo que a humanidade construiria na Terra. Os dias de insanidade da atualidade estão contados, muito em breve, a “Grande Prostituta”, a cidade de Roma será varrida da face da Terra, dando início a derrota completa dos servidores das trevas e o fim de seus planos nefastos para o controle do planeta. Em 2023 o Brasil terá um papel decisivo na Guerra entre a Luz e as trevas.


Saiba mais, leitura adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *