Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Visita à Síria do Ministro de Defesa da Rússia enviou Mensagem de Alerta aos EUA e OTAN

A visita de Sergey Shoigu à base aérea russa de Hmeymim e às instalações de logística [Base] naval de Tartus aponta para o “significado que a Rússia atribui a essas instalações no atual impasse global”, observou Charles Abi Nader. Uma “visita de trabalho” do Ministro da Defesa russo Sergey Shoigu a Damasco estava ligada às tensões nas relações entre o Ocidente e a Rússia em torno da Ucrânia e foi uma surpresa para os Estados Unidos e a OTAN, disse o especialista libanês em estratégia militar, o general Charles Abi Nader à Agência TASS.

O corrupto ESTABLISHMENT fará qualquer coisa para impedir que sites como o nosso revelem a verdade. A mídia corporativa Big Tech faz isso desmonetizando sites como o meu, bloqueando o site da receita de publicidade. Se você receber e perceber algum valor real deste site, mantenha-o funcionando com uma doação.


Visita à Síria do Chefe de Defesa da Rússia enviou Mensagem de Alerta aos EUA e OTAN

Fonte: Tass.com

“Nas condições em que os Estados Unidos e os países ocidentais [OTAN] estão deliberadamente escalando a situação internacional, explorando os desenvolvimentos em torno da Ucrânia, o ministro da Defesa russo Sergey Shoigu visita Damasco para enviar uma mensagem de alerta desde lá, [bem no quintal da Europa]”, destacou o general libanês.

“Isso implica que a Rússia usará suas instalações estratégicas na Síria em caso de confronto militar com a OTAN”, disse o especialista.

A visita do ministro da Defesa da Rússia a Damasco coincidiu com enormes manobras navais russas no Mediterrâneo oriental envolvendo mais de 15 navios de combate das frotas do Pacífico, do Norte e do Mar Negro, incluindo cruzadores de mísseis e grandes navios de guerra antissubmarino, e também mais de 30 aeronaves da Rússia da Força Aeroespacial, disse Abi Nader.

Como apontou o general libanês, a visita de Shoigu à base aérea russa de Hmeymim e à instalação de logística naval de Tartus na Síria aponta para o “significado que a Rússia atribui a essas instalações no impasse global”.

“A implantação de aeronaves russas de longo alcance envolvendo bombardeiros Tu-22M3 e caças MiG-31K com sistemas aerotransportados Kinzhal para o aeródromo de Hmeymim (SAR) para participação em manobras navais sugere que a Rússia, assim, percebe mais seriamente a tensão militar e política que surgiu ,” ele disse.

A viagem do ministro da Defesa russo a Damasco e seu encontro com o presidente sírio, Bashar al-Assad, “elevarão a cooperação técnico-militar com a Síria a um novo nível estratégico, que irá além do escopo das tarefas anunciadas anteriormente para combater conjuntamente o terrorismo no Oriente Médio”, apontou o especialista militar libanês no comunicado. .

O ministro da Defesa russo, o General de Exército Serguei Shoigu, fez uma viagem de trabalho a Damasco por instrução do presidente da Rússia, Vladimir Putin. Conforme informou o Ministério da Defesa da Rússia, Shoigu discutiu várias questões de cooperação técnico-militar com o líder sírio, juntamente com a luta conjunta contra os remanescentes das gangues de terroristas internacionais [à serviço dos interesses dos EUA e especialmente ISRAEL].

Ele também discutiu alguns aspectos da assistência humanitária da Rússia à população síria que sofre com as sanções proibitivas dos EUA e do Ocidente e os constantes ataques das forças militares israelenses ao seu território. O chefe de defesa russo discutiu com o presidente sírio sobre os exercícios navais da Rússia no Mediterrâneo oriental.


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”. para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *