WEF-Fórum Econômico Mundial, Henry Kissinger e o Controle Populacional (Despovoamento)

Se, por algum motivo inexplicável, você não conseguiu encontrar um motivo para se envergonhar dos EUA, tenho um para você: o judeu khazar de origem alemã, Henry Kissinger, um intelectual frio, pensador e estadista amplamente reverenciado há seis décadas pelo establishment e seus lacaios e recebeu prêmios como o Prêmio Nobel da Paz (1973) [bem, Obama também recebeu]; Medalha Presidencial da Liberdade (1977); e Medalha da Liberdade (1986).

WEF-Fórum Econômico Mundial, Henry Kissinger e o Controle Populacional (Despovoamento)

Fonte: Mickeyz.substack.com

Em breve poderei escrever um longo artigo para documentar pelo menos parte do hediondo catálogo de criminalidade de Kissinger. Por enquanto, gostaria simplesmente de esclarecer seu papel contínuo como uma espécie de padrinho para todos os outros malfeitores que compõem o 1% do topo no controle do planeta nas últimas décadas.

Quero dizer, o estimado khazar Kissinger tem a sua própria página no website do WEF-Fórum Econômico Mundial e tem sido mentor do notório Klaus Schwab durante décadas. Na foto abaixo, Kissinger e Schwab conspiram abertamente para que nós, os ‘camponeses’ “não tenhamos nada”, “comamos insetos” e que “sejamos felizes”. Os interesses de Kissinger influenciaram fortemente os parasitas e lacaios responsáveis (independentemente do partido político).

Já em 1974, ele redigiu o Memorando de Estudo de Segurança Nacional 200 sobre “Implicações do Crescimento Populacional Mundial para a Segurança dos EUA e Interesses Estrangeiros”. Nesse documento, o Prêmio Nobel da Paz reflete sobre “inovações tecnológicas” que podem reduzir a população humana globalmente.

Kissinger também declarou:

“O despovoamento deveria ser a maior prioridade da política externa em relação ao Terceiro Mundo, porque a economia dos EUA exigirá grandes e crescentes quantidades de minerais do exterior, especialmente de países menos desenvolvidos”.

Isto leva-nos a Bill (Hell’s) Gates – mais um psicopata que brinca e trama com o assassino Henry K. e os seus comparsas psicopatas do WEF. Gates pode considerar-se à altura da tarefa de fornecer a Kissinger as “inovações tecnológicas” que possam reduzir a população humana do globo:

Clique aqui para ver e ouvir Bill (Hell’s) Gates dizendo essas palavras, caso você ache que é uma citação errada. Já falei sobre protocolos mortais impostos aos hospitais dos EUA que mataram cerca de um milhão de pessoas.

Tenho falado [e muitos outros também] sobre todos os graves eventos adversos das vacinas que estão sendo ignorados enquanto inúmeras pessoas sofrem e morrem. Os sociopatas responsáveis deixaram um rastro de sangue e papel claro e fácil de encontrar de suas intenções. O que você vai fazer sobre tudo isso?

P.S. Eu sei que disse que guardaria todas as provas de Kissinger para o seu próprio artigo, mas não consigo resistir a oferecer um exemplo do tipo de homem que recebe um prêmio da paz na doentia sociedade atual, senão vejamos:

Com uma população total de quase 30 milhões, os curdos são o maior grupo étnico do mundo sem país próprio e têm sido frequentemente utilizados como peões geopolíticos. Em 1975, no meio de uma disputa fronteiriça entre o Iraque e o então Xá do Irã (um forte aliado dos EUA), o então secretário de Estado Henry Kissinger canalizou secretamente $ 16 milhões de dólares em ajuda militar aos curdos iraquianos. Os curdos, sucumbindo à reviravolta, acreditaram que Washington estava finalmente a apoiar o seu direito à autodeterminação. Na realidade, os Estados Unidos estavam a usando os rebeldes curdos para minar os recursos do regime iraquiano e coagi-los a chegar a um acordo.

Esse acordo surgiu na cimeira da OPEP de 1975, altura em que os Estados Unidos prometeram ao Iraque que o apoio aos Curdos seria imediatamente retirado. Enquanto o Iraque eliminava os rebeldes curdos, o líder curdo Mustafa Barzani enviou uma mensagem a Kissinger.

Em 25 de fevereiro de 2009, durante uma reunião [Council of Eugenics] da OMS, o judeu khazar Henry Kissinger declarou: “Uma vez que o rebanho (os bovinamente zumbis) aceita as vacinas obrigatórias, o jogo termina. Eles aceitarão qualquer coisa – doação forçada de sangue ou órgãos – para um bem maior, NÓS PODEMOS MODIFICAR GENETICAMENTE E ESTERILIZAR CRIANÇASpara um bem maior – Controle as mentes das ovelhas e você controla o rebanho. Os fabricantes de vacinas devem ganhar bilhões. E muitos de vocês nesta sala são investidores. É uma grande vitória para todos. Nós reduzimos o rebanho e o rebanho nos paga pelos serviços de extermínio.

Em parte, ela dizia: “Nosso movimento e nosso povo estão sendo destruídos de uma forma inacreditável, com o silêncio de todos. Sentimos, “Excelência”, que os Estados Unidos têm uma responsabilidade moral e política para com o nosso povo, que se comprometeu com a política do seu país.”

Pode-se facilmente imaginar Kissinger se divertindo ao ser chamado de “Vossa Excelência”, enquanto se encolhe diante do conceito de “responsabilidade moral”, mas ele não respondeu diretamente a Barzani. Em vez disso, ele instruiu um membro da sua equipe: “Prometa qualquer coisa a eles, dê-lhes o que receberem e foda-se se eles não aguentarem uma piada”.

Quando solicitado a explicar a duplicidade da América em relação aos curdos, Kissinger fez uma frase que resume eficazmente as suas crenças e a política externa dos EUA: “A ação secreta não deve ser confundida com trabalho missionário”.


“Precisamos do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”.


“Parece duvidoso se, de fato, a política de “Botas no rosto” pode continuar indefinidamente.  Minha própria convicção é que a oligarquia governante encontrará maneiras menos árduas e perdulárias de governar e de satisfazer sua ânsia de poder, e essas formas serão semelhantes às que descrevi em Admirável Mundo Novo [uma verdadeira profecia publicada em 1932].  Na próxima geração, acredito que os governantes do mundo descobrirão que o condicionamento INFANTIL e a narco-hipnose são mais eficientes, como instrumentos de governo, do que e prisões e campos de concentração, e que o desejo de poder pode ser completamente satisfeito sugerindo às pessoas que amem sua servidão ao invés de açoita-los e chutando-os até à obediência. ”  Carta de Aldous Huxley  EM 1949 para George Orwell autor do livro “1984”


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba nosso conteúdo

Junte-se a 4.328 outros assinantes

compartilhe

Últimas Publicações

Indicações Thoth