browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Licões do impacto de meteoro na Russia.

Posted by on 03/11/2013

A queda do meteoro na Rússia: a explosão e a queda do meteoro são lições muito importantes para a humanidade. 

Tradução, edição e imagens: Thoth3126@gmail.com

Explosão e queda de destroços de meteorito ocorrida sobre a Rússia dia 15/02, são uma importante lição e oferece motivação mais forte ainda para a investigação de objetos próximos da Terra, asteroides e cometas.

Fonte: http://www.skyandtelescope.com/news/home/Meteorite-Explodes-Over-Russia-191379871.html

Para aqueles que seguem a ameaça de impacto de asteróides, a explosão de 15/02/13 de um meteoro sobre a Rússia seria apenas uma questão de tempo para acontecer. Mais brilhante do que o Sol, a explosão estourou e destruiu incontáveis janelas e feriu pelo menos 950 pessoas (foram mais de 1200), veja vídeos e fotos do evento russo.

Provável trajetória de entrada na atmosfera terrestre do meteoro que explodiu sobre a Rússia:

Como os astrônomos sabem, a Terra fica em uma galeria de tiro cósmica. Todos os dias, a atmosfera superior do planeta é atacada por pequenos pedaços de detritos dos restos da formação do sistema solar. Felizmente, a maioria desses pequenos meteoros queimam no alto da atmosfera, não causando nenhum dano e nos dando belas chuvas de meteoros .

Mas, ocasionalmente, talvez de algumas poucas décadas a alguns séculos, o nosso planeta é acertado por um objeto grande o suficiente para causar danos significativos no solo. Isso é o que aconteceu dia 15/02 às 9:20 da manhã, hora local na Rússia (3:20 Tempo Universal). Baseado em relatórios de notícias , mais de 950 pessoas ficaram feridas quando o objeto estimado com peso de cerca de 10 toneladas explodiu e se fragmentou em alta altitude sobre a região montanhosa nos Montes Urais no leste da Rússia, perto das cidades de Chelyabinsk e Yekaterinburg.

A onda de choque estilhaçou vidraças por quilômetros de distância, fazendo com que acontecesse a maioria dos ferimentos. Felizmente, não há relatos de mortes, mas várias cntenas de pessoas ficaram feridas o suficiente para exigir a sua hospitalização. Obviamente, nossos pensamentos e orações vão para essas pessoas, e desejamos-lhes uma rápida recuperação. Assista ao vídeo da entrada do meteoro e da sua explosão em uma bola de fogo:

Por mais incrível que pareça ser, com o que parece ser uma incrível coincidência cósmica, o impacto do meteoro ocorreu apenas horas antes do previsto sobrevôo do asteróide 2012 DA14 . Como os dois objetos se deslocaram em direções diferentes, não há chance alguma de os dois eventos estarem relacionados. Este evento na Rússia com o meteoro não esta de forma alguma relacionado e não pode ser associado com o asteroide DA14″, diz Dan Durda (Southwest Research Institute).

“É uma completa e total coincidência.  Mas essa combinação do asteroide e do meteoro deve servir como uma chamada de despertar que precisamos levar mais a sério ameaças de impacto. 

A Nasa – a agência espacial americana -, universidades e grupos privados dos Estados Unidos estão mobilizados para desenvolver sistemas de alerta capazes de localizar com a maior antecedência possível pequenos meteoroides e asteroides potencialmente devastadores como o que caiu na sexta-feira passada na Rússia. A agência espacial destacou, no entanto, que um fenômeno deste tipo continua sendo raro: “Um incidente desta amplitude só ocorre, em média, uma vez a cada 100 anos”, revelou Paul Chodas, um dos encarregados do programa da Nasa para a detecção de Objetos Próximos da Terra (NEO, na sigla em inglês). A Nasa avalia que antes de sua entrada na atmosfera sobre a Rússia, este meteorito tinha 17 metros de diâmetro e massa de dez toneladas. O impacto dos fragmentos do meteorito deixou mais de mil feridos e provocou uma explosão similar à de 500 mil toneladas de TNT. “O programa da Nasa se concentra nos últimos anos na detecção de pequenos asteroides e vários progressos foram alcançados”, disse recentemente Lindsey Johnson, diretor do programa NEO. Terra.com.br

Ao contrário do objeto de hoje que se explodiu sobre a Rússia, o asteroide 2012 DA14 é grande o suficiente para que ele pudesse causar destruição generalizada se ele realmente acertasse nosso planeta.

Com as dramáticas imagens feitas, devido as centenas de feridos e a grande cobertura de mídia de massa, e a repercussão mundial do evento, esperamos e que a explosão do meteoro sobre a Rússia irá servir como um divisor de águas na compreensão pública da ameaça de impacto na Terra de objetos do espaço. Os astrônomos já vêm alertando há muitos anos que temos de tomar essa ameaça de impacto mais a sério.

Felizmente, os astrônomos (principalmente nos EUA) receberam fundos e recursos suficientes para que eles identificassem quase todos os grandes e inúmeros asteróides próximos da Terra que poderiam literalmente acabar com a nossa civilização, como o asteróide de 10 km de diâmetro, que provocou uma extinção em massa 65 milhões de anos atrás (extinguindo todas as linhagens de dinossauros).

Nenhum desses objetos grandes vai bater em nosso planeta no futuro previsível.Mas os pequenos corpos continuam a ser uma preocupação. Como outro caso em questão, que aconteceu em 30 de junho de 1908, quando se calcula que um objeto de algumas dezenas de metros de diâmetro explodiu sobre a região do rio Tunguska na Sibéria, também na Rússia – literalmente achatando 800 milhas quadradas de floresta. Se esse objeto tivesse explodido sobre uma área povoada, ele poderia ter matado centenas de milhares de pessoas.

Muitas vezes me pergunto o que teria acontecido se o evento de Tunguska tivesse explodido sobre a União Soviética-URSS, em 1968 ou 1978, em vez de 1908. Dada a alta hostilidade da Guerra Fria que existia naquela época entre ocidente e a URSS, o governo soviético poderia ter interpretado que tivesse sofrido um ataque e arremessaria armas nucleares contra os EUA e Europa, provocando o Armagedom termonuclear?

 Acima: Simulação em vídeo da provável trajetória de entrada na atmosfera terrestre do meteoro que explodiu sobre a Rússia.

E como é que o governo russo e seus militares reagiram, se o evento de hoje tivesse sido na escala do de Tunguska? Ou o que dizer de explosões de meteoros sobre outras nações com armas nucleares? A Força Aérea (USAF) dos EUA tem satélites que podem imediatamente distinguir a entrada de um asteróide ou meteoro muito rápido de um míssil balístico (ICBM) relativamente mais lento, mas outras nações não têm os mesmos recursos.

Embora eu lamente profundamente que pessoas na Rússia foram feridos pelo evento de hoje, espero que a humanidade possa aprender uma lição com o acontecido. A “boa notícia” sobre o evento de hoje é ele que foi grande o suficiente para servir como uma chamada de despertar, mas não grande o suficiente para matar pessoas. Eu não ficaria acordado à noite me preocupando com quedas e impactos de asteróides, e você também não deveria. Outras potenciais catástrofes, naturais e/ouproduzidas pelo homem, são muito maiores na lista de “coisas com que você deve se preocupar.”

Cientistas russos informaram, esta segunda-feira, que descobriram fragmentos do meteorito que atingiu território russo em 15 de fevereiro. Depois de o Governo ter anunciado o fim das buscas no domingo, cientistas da Universidade de Urais, enviados ao local, revelaram ter encontrado 50 fragmentos do meteorito num lago da região, o Tchebarkoul. O líder da expedição, Viktor Grokhovski, disse, em comunicado, que o fragmento pertence a um meteorito condrito e é formado por 10 por cento de ferro, acrescentando que o mesmo será nomeado «meteorito de Tcherbakoul». «O fato de termos encontrado estes fragmentos significa que o principal fragmento ainda está no lago», afirmou. O meteorito caiu na localidade de Chelyabinsk, provocando mais de 1200 feridos e destruindo vários edifícios.

Mas o aspecto interessante da ameaça de impacto de meteoros e asteroides é que ao contrário dos terremotos, vulcões, inundações e outros desastres naturais, nós podemos realmente fazer algo sobre os impactos de meteoros. Podemos encontrar esses objetos, podemos rastrear seus movimentos, e podemos prever suas órbitas muitos anos antes no futuro. E, no caso improvável de que nós realmente encontremos um objeto perigoso em rota de colisão com a Terra, poderemos realmente sermos capazes de desviá-lo se for dado tempo de aviso suficiente. Com o evento de hoje, todos os governos do mundo agora estão muito conscientes (e preocupados) da possibilidade de explosões e quedas e impacto de meteoros sobre o seu território.

Postado Por Robert Naeye, 15 de Fevereiro de 2013

Ao entardecer, dizeis: haverá bom tempo porque o céu está rubro. E pela manhã: hoje haverá tempestade porque o céu esta vermelho-escuro. Hipócritas ! Sabeis, portanto discernir os aspectos do céu e não podeis reconhecer  OS SINAIS DOS TEMPOS?  Mateus 16: 2 e 3

Mais informações em:

  1. http://thoth3126.com.br/inedito-meteoro-na-russia-foi-explodido-por-um-ufo-filme/
  2. http://thoth3126.com.br/explosao-e-queda-de-meteoro-na-russia-destruicao-e-feridos/
  3. http://thoth3126.com.br/cometa-ison-podera-causar-imensa-chuva-de-meteoros/
  4. http://thoth3126.com.br/meteoro-na-argentina-explosao-em-novas-imagens/
  5. http://thoth3126.com.br/nasa-chuva-de-meteoros-e-estrelas-cadentes-imagens/
  6. http://thoth3126.com.br/meteoro-explode-sobre-a-espanha/
  7. http://thoth3126.com.br/meteoro-da-russia-enorme-fragmento-com-570-quilos-foi-resgatado/

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

15 Responses to Licões do impacto de meteoro na Russia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *