browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Osama B. Laden/Tim Osman: foi um agente da CIA

Posted by on 21/10/2014

Quando Osama Bin Laden era Tim Osman  para a C.I.A. e visitava as instalações militares dos EUA e da própria C.I.A., como um seu agente!!!

Tim Osman” foi o nome código atribuído a OSAMA BIN LADEN pela CIA para a sua turnê de visitas aos EUA e suas bases militares, em busca de apoio político e aquisição de armamentos. Os agentes Gunderson e Riconosciuto não estavam em uma missão altruísta.

Eles tinham algumas condições para conceder a sua ajuda a Osama. E eles tiveram uma má notícia para entregar. O mujahadeen (Bin Laden) precisava estar disposto a testar novas armas no campo e para fazer e retornar um relatório de pesquisa, completo inclusive com fotos.

 DESPERTA, TU QUE DORMES, e levanta-te dentre os MORTOS (INCONSCIENTES), e CRISTO te esclarecerá. Portanto, vede prudentemente como andais, não como NÉSCIOS, mas como SÁBIOS, Efésios 5:14,15

Tradução, edição e imagens: Thoth3126@gmail.com

Osama B. Laden/Tim Osman: Criado e treinado pela CIA e financiado pelos contribuintes dos EUA …

The Laissez Faire City Times. Por J. Orlin Grabbe

Fontes: http://educate-yourself.org http://whatreallyhappened.com/

Uma Reunião secreta em 1986 nos EUA, de Michael Riconosciuto & Ted Gunderson, com o agente da C.I.A. Tim Osman” (Osama bin Laden)

Dois homens se dirigiram ao Hotel Hilton em Sherman Oaks, Califórnia, no final da primavera de 1986, estavam a caminho para se encontrar com representantes dos mujahadeen, os combatentes afegãos (treinados e apoiados pela CIA) resistindo à invasão soviética do Afeganistão. Um dos dois homens, Ted Gunderson, teve uma distinta carreira no FBI, servindo como uma espécie de supervisor sobre agentes especiais no início dos anos 60, como chefe do escritório de campo de Dallas, no Texas, entre 1973-75, e como chefe do escritório de campo de Los Angeles, Califórnia, entre 1977-1979.

Aposentou-se para se tornar um investigador privado para, entre outros, trabalhar com o bem conhecido advogado F. Lee Bailey. E todos ao longo do caminho, Gunderson, sendo ou não um agente da CIA sob contrato, sempre esteve envolvido com prestação de serviços para várias operações da CIA para o Conselho de Segurança Nacional, como ele estava fazendo agora ao se dirigir ao hotel Hilton.

O outro homem, Michael  Riconosciuto estava lá para discutir assistência aos combatentes afegãos mujahadeen no fornecimento de MANPAD-Man Portable Air Defense Systems (Sistema de Defesa Aérea Portátil). O sistema de Mísseis Stinger eram uma possibilidade. Se os EUA iriam permitir a sua exportação, Riconosciuto poderia modificar a parte eletrônica do Stinger, portanto, o míssil teleguiado ainda seria eficaz contra aviões soviéticos, mas não seria uma ameaça às forças dos EUA ou da OTAN.

Mas Riconosciuto teve ainda uma outra ideia. Através de suas conexões com o grupo chinês industrial e militar, Norinco (http://www.norinco.com.cn/), ele poderia obter os componentes básicos para a sistema chinês de foguetes de calibre 107 mm. Estes poderiam ser reconfigurados em um MANPAD-Sistema portátil de míssil de um homem, disparados do ombro, um sistema de mísseis anti-aéreos teleguiados, e produzido no Paquistão em uma instalação chamada de Pakistan Ordinance Works. Os combatentes mujahadeen teriam, então, uma arma letal contra os letais helicópteros soviéticos, aeronaves de observação e aviões de transporte soviéticos.

À esquerdaZbigniew K. Brzezinski, então Conselheiro de Segurança Nacional dos EUA no governo Jimmy Carter, com Tim (Bin Laden) Osman  discutem sobre armamentos no começo dos anos 80. 

Riconosciuto era mais do que apenas um perito em eletrônica de mísseis, também era um especialista em computadores eletrônicos e temas associados, tais como criptologia (ver o meu “ Michael Riconosciuto em criptografia “<<http://orlingrabbe.com/ricono.htm>) Riconosciuto era um prodígio que crescera na “comunidade fantasma”, sem ser visto ou notado. 

A família Riconosciuto já havia comandado a empresa Hercules, da Califórnia, como uma empresa local. Nos primeiros dias de 1861 uma empresa chamada California Powder Works tinha sido estabelecida em Santa Cruz, CA. A companhia mais tarde comprou um terreno em San Pablo Bay, e em 1881 começou a produzir dinamite, localizando e alugando prédios em vales e desfiladeiros para fins de depósito com segurança.

Um tipo particularmente potente de pó preto foi nomeado como “Pólvora Hércules”, que deu o nome à cidade de Hércules, formalmente incorporada em 1900. Na Primeira Guerra Mundial, a cidade de Hércules tornou-se a maior produtor de TNT nos EUA, porém, em 1940 já tinha saído do negócio de explosivos, quando uma fábrica de amônia anidra foi construída na cidade.

Em 1959 a empresa Hércules começou uma nova fábrica para produzir metanol, formaldeído, e uréia-formaldeído. Em 1966 a fábrica foi vendida para produtores de nitrogênio, a Valley Nitrogen Producers. Problemas trabalhistas levou a um fechamento da fábrica em 1977. Em 1979 a fábrica foi comprada por um grupo de investidores que se autodenominam Hercules Properties, Ltd. No entanto, Michael Riconosciuto e seu pai Marshall, um amigo de Richard Nixon, continuou a comandar a Hercules Research Corporation. No início de 1980 Michael também atuou como Diretor de Investigação para uma joint venture entre a Corporação Wackenhut de Coral Gables, Flórida, e a  Cabazon Band of Indians em Indio, Califórnia (http://orlingrabbe.com/part12.htm).

Os talentos de Riconosciuto eram muito procurados. Ele havia criado a bomba a-neutrônica (ou “Electro-Hydrodynamic Gaseous Fuel Device”) que afundou o nível do solo do local do teste em Nevada por 30 pés (9 metros), quando um protótipo lá foi testado. Samuel Cohen, o inventor da bomba de nêutrons, disse de Riconosciuto: “Eu falei com Michael Riconosciuto (o inventor da bomba a-neutrônica) e ele é um cara extraordinariamente brilhante Eu também tenho um palpite, que eu não posso provar, que ambos (Riconosciuto e Lavos, o seu parceiro) indiretamente trabalhavam para a CIA. A “bomba Riconosciuto” fez das bombas portáteis em mala e valises ficarem obsoletas, pois obteve uma quase potência atômica na produção de explosivos, mas que poderiam ser muito mais facilmente miniaturizadas. Você poderia ter uma mala com bomba a-neutrônica, ou uma pasta com uma bomba a-neutrônica ou simplesmente uma bolsa de mulher como uma bomba a-neutrônica. Ou ainda apenas tirar sua carteira de identificação e de …

Voltando à reunião de Riconosciuto e Gunderson no hotel com os dois representantes dos rebeldes muçulmanos mujahadeen do Afeganistão, esperando para discutir suas necessidades de armamento. Um dos dois foi batizado de Ralph Olberg. “O outro foi chamado de Tim Osman (ou Ossman). “Ralph Olberg” era um businesman americano que estava liderando a aquisição de armas americanas e da tecnologia em nome dos rebeldes afegãos. Ele trabalhava através da secretária do Afeganistão pelo Departamento de Estado dos EUA, bem como através do gabinete do senador Hubert Humphrey. Olberg cuidava dos negócios com os afegãos através de um disfarce curioso chamado MSH-Management Sciences for Health. O outro homem, Tim Osman, vestido com roupas da rede de lojas Docker, não era um nativo do Afeganistão mais do que Olberg o fosse. Ele era um jovem de 28 anos de idade nativo da Arábia Saudita. Tim Osman (Ossman) recentemente e finalmente se tornou mais conhecido como Osama Bin Laden.

Tim Osman” foi o nome código atribuído a OSAMA BIN LADEN pela CIA para a sua turnê de visitas aos EUA e suas bases militares, em busca de apoio político e aquisição de armamentos. Gunderson e Riconosciuto não estavam em uma missão altruísta. Eles tinham algumas condições para conceder a sua ajuda. E eles tiveram uma má notícia para entregar a ele. O mujahadeen precisavam estar dispostos a testar as novas armas no campo e para fazer e retornar um relatório de pesquisa, completo inclusive com fotos.

Acima: veja citação aos dois nomes: Osama Bin Laden e Tim Osman assinalados dentro da elipse. “Tim Osman” foi o nome atribuído a Osama Bin Laden pela CIA para a sua turnê nos EUA como um seu agente e nas visitas às bases militares dos EUA, em busca de apoio político e armamentos. […] Há algumas evidências de que Tim Osman (Osama Bin Laden) … até mesmo visitou a Casa Branca. E há a certeza de que Tim Osman/Osama Bin Laden foi recebido pelo próprio Departamento de Estado dos EUA-Divisão para o Afeganistão visitou algumas bases militares dos EUA, até mesmo recebendo manifestações especiais e equipamentos de última geração (veja mais abaixo no fax símile). Por que esses fatos nunca foram mencionados ou relatados na grande mídia?

 Fonte do documentohttp://whatreallyhappened.com/

A má notícia foi que algumas facções da CIA não sentiam que o grupo de mujahedeen de Oldberg e Osman fossem os representantes reais dos rebeldes afegãos que então lutavam contra a ocupação soviética do Afeganistão. Ao ouvir isso tanto Tim (Osama Bin Laden) como Ralph ficaram indignados. Queriam montar uma conferência de imprensa, uma mesa redonda com até os outros membros de seu grupo e fazer um esforço de lobby no Congresso e na Casa Branca  em Washington, DC.

O esforço de lobby aconteceu? Isso Eu não sei. Há alguma evidência de que Tim (Osama Bin Laden) Osman e  Ralph Oldberg visitaram a Casa Branca. Mas há certeza de que Tim (Osama Bin Laden) Osman visitou algumas bases militares dos EUA, e até mesmo recebendo demonstrações especiais de equipamentos militares de última geração. Por que este fato nunca foi relatado nos grandes órgãos de comunicação dos EUA, na grande mídia? Uma semana depois de dar um depoimento para Inslaw sobre o software PROMIS em 1991, Riconosciuto foi preso sob a acusação forjada de tráfico de drogas.

O Assistente de acusação da Procuradoria dos EUA do caso tentou encobrir o nível de conhecimento e as relações na área de inteligência de Riconosciuto alegando ao júri que ele estava “delirando” em seus depoimentos. Uma estação de TV veio e apontou uma câmera de filmagem no deserto em Cabazon e disse: “Riconosciuto diz que ele modificou o software PROMIS aqui.” É claro que Riconosciuto não modificou lá o software entre os cactos yucca e a areia. Isso não é bom para computadores. Ele fez as modificações em escritórios na cidade de Indio, próximo dali, na Califórnia.

O assistente de procurador dos EUA disse a repórteres que Riconosciuto havia sido diagnosticado com uma condição de doente mental, a implicação de que “ele está fazendo tudo isso por ser perturbado mentalmente”. Sim, tinha havido uma avaliação mental de Riconosciuto e Eu tenho uma cópia do relatório, o diagnóstico aqui está:…? SEM NENHUM TRANSTORNO MENTAL.

ODepartamento de Justiça de forma consistente e maliciosamente mentiu para o júri, assim como tinha sido ameaçado pelo oficial do Departamento de Justiça Peter Viednicks se Riconosciuto cooperasse com a investigação do Congresso referente a alteração do software PROMIS. Se a guerra contra o “terrorismo e o terrorista” Osama Bin Laden (Tim Osman) não é uma fraude total, então o que é que Michael Riconosciuto faz na prisão? Por que ele não tem um escritório ao lado do General Colin Powell para que ele possa dar conselhos realistas sobre o pensamento da mente do então “terrorista” Bin Laden? E onde está Ralph Olberg? 

Trinta e quatro dias antes dos atentados nas embaixadas dos EUA do Leste Africano de 07 de agosto de 1998, Riconosciuto notificou o FBI em Miami que os bombardeios estavam para acontecer. Dois dias antes dos atentados, ele pediu aos funcionários do BoP (Bureau of Prisons) do Federal Corrections Institution (FCI), em Coleman, FL., para que ele fosse autorizado a chamar a ECOMOG (http://www.iss.co. za/Pubs/Monographs/No44/ECOMOG.html) a sede de segurança para alertar os oficiais das embaixadas africanas dos EUA.

O BoP negou o pedido. Riconosciuto foi mistificado por ter sido ignorado pelas autoridades governamentais competentes. Eu não estou confuso. Eu suspeito que a razão para que Riconosciuto e seus alertas fossem ignorados é que as partes relevantes, incluindo especialmente o escritório do FBI em Miami, sabia o tempo todo de que os atentados aconteceriam.

E eles queriam que os atentados acontececem. O mesmo é verdade com relação aos atentados com os aviões de onze de setembro às torres gêmeas do WTC de N.York. Não foi um “fracasso” da inteligência dos EUA. Os atos terroristas foram deliberadamente orquestrados (internamente, pelo governo secreto dos EUA) para que eles acontecessem. Os atores podem até mesmo ter sido estrangeiros. Mas os idealizadores e os orquestradores parecem ter sido o tempo todo daqui mesmo, do nosso próprio país, os EUA?

 Não é hora de deixar Michael Riconosciuto fora da prisão, e limpar a lousa das acusações inventadas de tráfico de drogas contra ele, e que ele seja um conselheiro de segurança nacional? – pelo menos no que diz respeito à perseguição do governo aos “terroristas e ao terrorista” Osama Bin Laden não é hora de parar de fingir que Osama Bin Laden (Tim Osman) saiu do nada?

Este não é um argumento acadêmico, mas fontes dizem que três dúzias de mísseis MANPADs foram importados para Quebec, no Canadá, da Colômbia (onde chegaram da Europa Oriental) Os embarques de mísseis seguiram a rota da droga “do norte” -… da Colômbia para o Canadá. Os mísseis envolvidos são o Strellas russo e o Iglas. (http://www.rusarm.ru/products/ad/igla.htm)

Estes serviriam muito bem para derrubar grandes aviões de vôos comerciais. Assim como aconteceu com o TWA 800. Que grupo de terroristas compraram os mísseis? Enquanto isso, quantos agentes da guerra biológica estão nas mãos do crime organizado? Talvez vocês (o governo) devessem perguntar a Riconosciuto sobre tudo isso. Michael Riconosciuto está agora preso na Allenwood FCI, PA. Vocês sabem onde encontrá-lo.

 “Portanto, não os temais; porque não haverá nada encoberto que não seja revelado, nem oculto que não seja descoberto.  Mateus, 10:26.

Mais informações sobre manipulações e farsas em:

  1. http://thoth3126.com.br/grupo-bilderberg-misterios-e-controle-alienigena/
  2. http://thoth3126.com.br/h-s-b-c-opio-e-drogas-a-origem-do-banco-ingles/
  3. http://thoth3126.com.br/a-verdade-sobre-os-grandes-bancos-ocidentais/
  4. http://thoth3126.com.br/grupo-bilderberg-entrevista-com-banqueiro-suico/
  5. http://thoth3126.com.br/h-s-b-c-opio-e-drogas-a-origem-do-banco-ingles/
  6. http://thoth3126.com.br/illuminati-hierarquia-dos-conspiradores-o-comite-dos-300/
  7. http://thoth3126.com.br/reptilianos-livro-body-snatchers-cap-11-e-12/
  8. http://thoth3126.com.br/confissoes-de-um-assassino-economico/
  9. http://thoth3126.com.br/illuminati-revelacoes-de-um-membro-no-topo-da-elite-explosivo/
  10. http://http//thoth3126.com.br/apenas-dez-grandes-companhias-controlam-a-industria-de-alimentos-no-mundo/

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e a citação das fontes.

thoth-escribawww.thoth3126.com.br

9 Responses to Osama B. Laden/Tim Osman: foi um agente da CIA

  1. Joaquim Caldas

    Osama Bin Laden, morreu,mas quem está vivo e confinado na área 51 é Tim Osman.O anuncio da morte de Bin Laden nunca convenceu,um homem importante para a CIA,ser morto e jogado ao mar por marujos? Conta outra Tio San,essa não colou!

  2. Alek

    Osama morreu em 2001 e nem tem nada a ver com os ataques de 11 de setembro . A farsa dos eua é tao ridicula que é que nem o pt o povo acredita por que quer por que ta mais que escancarada a verdade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *