browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

A Agenda de Despovoamento da Terra pelo Coronavírus, revelada por um militar da Rússia

Posted by on 19/05/2020

A Agenda de Despovoamento da Terra pelo Coronavírus é exposta nesta entrevista reveladora com um ex-oficial de inteligência militar russo. Aproveitei o tempo para transcrevê-lo na íntegra abaixo, usando a tradução fornecida pela tradutora do YouTube Inessa S, cujo trabalho confio e valorizo ​​(e acompanho há anos). Nesse clima de censura das Big Tech, com vídeos de coronavírus sendo rapidamente eliminados, não há como saber por quanto tempo os censores da NWO (Nova Ordem Mundial) permanecerão em pé. Ao expor a agenda de despovoamento pelo coronavírus , o vídeo conecta os pontos e fornece uma perspectiva mais profunda da Operação Coronavírus . A entrevista mostra que a entrevista foi gravada em 25 de março de 2020.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

A Agenda de Despovoamento da Terra pelo Coronavírus

Fonte:  https://thefreedomarticles.com/ex-russian-intel-officer-coronavirus-depopulation-agenda/

Depoimento de ex-oficial de inteligência militar russo sobre a agenda de despovoamento da Terra pelo coronavírus: 

As observações entre [ ] são de autoria do tradutor.

Entrevistador (E): Hoje temos Vladimir V. Kvachkov como nosso convidado, um coronel do GRU (Oficial de Inteligência Militar-Direção Principal do Estado Maior General das Forças Armadas da Federação Russa), uma figura pública da Rússia, com doutorado em ciências militares.

Vladimir Vasilievich Kvachkov (V): Boa tarde.

E: Sim, boa tarde, Vladimir Vasilievich. Sei que você serviu, entre outras coisas, como pesquisador principal do Centro de Defesa e Estudos Estratégicos do Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia. Considerando sua experiência, o que você acha do fenômeno da pandemia pelo coronavírus?

V: É exatamente dessa perspectiva que você precisa examiná-la. Não da perspectiva da saúde pública, nem da epidemiologia, etc. O fenômeno do coronavírus que eles julgam falsamente ser uma pandemia global precisa ser examinado da perspectiva das potências globais. Religiosa, política, financeira, econômica e nacional. O fenômeno do coronavírus, a chamada pandemia – e, digamos, não há pandemia, é tudo mentira – precisa ser considerado uma operação especial estratégica global. É exatamente assim que você precisa pensar sobre isso. Esses são exercícios de comando e equipe dos poderes dos bastidores do mundo para controlar a humanidade. É esse o objetivo deste coronavírus. Vou repetir mais uma vez. Temos pouca fé em Deus e muito menos na existência de Satanás, o inimigo da raça humana. Assim, o objetivo dos poderes sionistas [judeus khazares] e financeiros dos bastidores é reduzir a população mundial. É a sua IDEIA FIXA. Eles acham que há muitos de nós, as pessoas comuns no mundo. Deve haver entre cerca de 100 milhões de pessoas e um máximo de 1 bilhão de pessoas na Terra para servi-los. Então eles estarão vivendo em abundância aqui na Terra. Porque nós, as pessoas comuns, os terráqueos – há muitos de nós para as potências mundiais [que governam desde] dos bastidores.

É por isso que o coronavírus e a crise financeira que surgiram quase imediatamente – elas estão inextricavelmente ligadas um ao outro. O objetivo é parar o movimento das pessoas ao redor do mundo, reduzir as liberdades políticas individuais. Em termos políticos, seria praticamente impossível fazer tudo isso. Existem diferenças nas constituições [dos países]. Se eles estão sendo implementados ou não – essa é uma pergunta diferente. No entanto, existem alguns direitos políticos aos quais as pessoas estão acostumadas e acreditam que os têm para sempre.

A primeira tentativa de tirar esses direitos das pessoas ocorreu em 11 de setembro de 2001 [com o falso atentado às torres gêmeas do WTC em N. York]. Poucos parecem lembrar que, após o chamado ataque às torres do WTC, o Pentágono e Casa Branca nos EUA, a guerra global ao terrorismo foi declarada [fabricada].  Vamos lembrar, para entender o que é o coronavírus agora, vamos analisar essa primeira tentativa – a declaração de guerra à humanidade que estava disfarçada de guerra ao terrorismo. Isso foi há 19 anos. As potências mundiais dos bastidores criaram os eventos de 11 de setembro de 2001.

Agora elas precisam de outra desculpa para maior controle e aquisição da humanidade. Foi assim que eles inventaram o coronavírus. Basicamente, para colocar dessa maneira, isso não é uma pandemia, não é [sequer] uma epidemia. Mesmo agora, eu literalmente olhei para os dados hoje de manhã, 300 pessoas no mundo morrem diariamente. Você pode imaginar que tipo de escala é essa. É claro que sinto muito por cada pessoa que morre, mas por 300 pessoas em 7,5 bilhões de pessoas – isso não é basicamente nada. Esses exercícios de comando e equipe das potências mundiais nos bastidores têm como objetivo limitar diferentes direitos políticos e assustar as pessoas. Os tolos já estão pegando comida nas lojas daqui. Milho, trigo sarraceno, etc.

E: Papel higiênico?

V: Sim, até papel higiênico? Deus! Por quê? O objetivo é assustar as pessoas. Mais uma vez, esses são exercícios de comando e equipe das potências mundiais [controladas pelos judeus khazares] sionistas e liberais financeiras nos bastidores, com o objetivo de limitar os direitos políticos que as pessoas estão basicamente acostumadas a ter, especialmente na Europa Ocidental. Esse é o segundo objetivo deles.

  • O primeiro objetivo é reduzir o número da população na Terra. Esse é o objetivo satânico deles.
  • O segundo objetivo político das potências mundiais nos bastidores é tomar o poder [total].
  • O terceiro objetivo está relacionado a finanças e poder sobre a economia.

O Sistema Financeiro, como já sabemos, pelo menos aqueles que estão interessados ​​nisso … Agora, para cada produto que existe – por favor, me dê seu lápis. OK. Digamos que este lápis custa 1 rublo ou 1 dólar – digamos que seja 1 dólar. Para este lápis, foi emitido 20 vezes a quantia – em dinheiro, em notas promissórias, ações e outros derivativos financeiros. Isso significa que, se você pegar o valor real deste lápis, ele vem com 20 papéis diferentes que carregam 20 vezes o seu valor. Consequentemente, todas as relações financeiras e econômicas passaram da economia real para essa economia virtual. É uma bolha [de especulação] financeira que existe agora e que abrange, eu acho, 1 quatrilhão e 200 trilhões de dólares [em números: US$ 1.200.000.000.000.000,00, este é o tamanho da fraude]

É uma bolha financeira completa. Ele precisa ser esvaziada. O Fed, o Federal Reserve System [nos EUA], literalmente, alguns dias atrás, que foi em fevereiro, eu acho – eles introduziram juros zero por cento sobre os depósitos. Agora, em muitos países, ocorre até uma taxa de juros negativa – ou seja, você depositou 100 dólares e recebe 90 ou 95 dólares. Mas pelo menos você ainda vai conseguir recebê-lo. Então, já estamos obtendo taxas de juros negativas sobre depósitos. Então, essa [pseudo] riqueza [da especulação] tem que ser esvaziada. Como isso será esvaziado? Mais uma vez, através desse [evento da pandemia] internacional artificial [criado]… vemos que a economia faliu, está claro, consequentemente – não podemos atender à sua demanda doméstica como fizemos antes, você precisa apertar os cintos, etc. 

Agora é um momento muito importante. Observe que, supostamente, começou na China. Embora os chineses agora sejam inflexíveis e relatem que o coronavírus foi criado artificialmente. Tem uma origem artificial – já foi comprovada cientificamente. É claro que em todos os vírus, visto que é o tipo mais simples de microorganismo – tanto quanto me lembro – podem ocorrer mutações, mas são de natureza acidental. E quando você pega a molécula de RNA, não o DNA – eles têm RNA – e há uma parte do genoma claramente entalhada e outra inserida em seu lugar – e isso acontece 3 ou 4 vezes …

É perfeitamente óbvio que os chineses os cientistas descobriram isso – ele foi criado artificialmente e se espalhou propositadamente, inicialmente em Wuhan. Eles tinham 2 tipos, 2 cepas virais. Okay agora. E a Itália, o que aconteceu lá? Como é que uma cepa ainda mais perigosa que a chinesa de repente aparece na Itália [espontaneamente]? Eu acho que agora eles têm alguns milhares de infectados e cerca de 1000 já morreram. Mais uma vez, 100x mais pessoas morrem na Itália devido a gripe, pneumonia, escrofula e hepatite. Mas não falamos sobre isso. Em vez disso, estamos sendo enganados pela propaganda política de informação especial, propaganda psicotécnica. Operação psico-informativa especial da mídia de massa globalista mundial que está servindo às potências liberais [dos judeus khazares] sionistas dos bastidores que estão criando esse terror agora. 

É por isso que precisamos lidar com esse fenômeno, como faríamos com uma operação militar especial que é conduzida na forma de exercícios de comando e de equipe. Agora eles estão olhando – quem está obedecendo e quem não está. Na China, eles introduziram medidas estritas. Mas, então o camarada Xi foi a Wuhan e colocou a facção pró-americana do partido que tomou essa estrada em seu lugar. Na China, nem tudo é bom lá. Eles têm, vamos chamá-los assim – uma facção pró-chinesa (patriótica), que é um pouco próxima de nós, associada a Xi Jinping. 

Obviamente, existem ex-membros do Komsomol pró-americanos que são orientados ou simplesmente colocam dinheiro – têm o foco na ‘massa’ (dinheiro). E eles, é claro, tentaram usar o coronavírus em Wuhan para obter certos benefícios econômicos e políticos. O camarada Xi colocou todos eles no lugar deles e, consequentemente, acabou com o vírus na China. E então começou na Europa. Assim, nós, como inteligência militar, olhamos para “quem” (é óbvio) e “onde” (também é óbvio). Europa e China são os dois grandes adversários geoeconômicos dos EUA.

Este vírus também tem uma quarta dimensão – a econômica. 

  • A primeira é a redução da população – destruição de pessoas na Terra, reduzindo o número da população. 
  • A segunda é estabelecer controle político [total] sobre [toda] a humanidade. 
  • O terceiro é a deflação financeira dessa gigantesca bolha financeira atual. 
  • E a quarta dimensão é a eliminação da competição geoeconômica. 

Estou lhe dizendo isso da perspectiva de um oficial dos Estudos Estratégicos e de Defesa do Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia. Esta é a minha avaliação da epidemia atual pelo coronavírus.

E: Vladimir Vasilievich, você falou com clareza, você expôs no estilo militar. Você pode nos dar previsões militares para o futuro próximo?

V: Em conexão com o coronavírus?

E: sim. O que você acha, quais países poderiam esperar pressão a seguir?

V: Rússia, é claro. Vai ser a Rússia, certamente. Porque … para a América, a Rússia não é um concorrente econômico. Agora, os principais esforços das potências mundiais dos bastidores estão focados em causar perturbações na China e na Europa Ocidental. E a Rússia é o objetivo deles em duas agendas: eles querem reduzir o número de nossa população e limpar nosso território [de suas imensas riquezas]. Isso ainda está por vir. Sim.

E: Obviamente, gostaríamos de ouvir sua opinião sobre um plano de ação prático, como agir, como se proteger, algumas recomendações. Talvez não seja o seu campo de especialização (do que fazer), mas talvez você possa nos dizer alguma coisa.

V: Claro que não sou epidemiologista. No entanto, você poderia dizer que sou um parasitologista, porque você precisa ser um para entender as estruturas de poder na Rússia. Então, eu estou falando como médico militar – epidemiologista e parasitologista. Até que possamos nos livrar de nossos parasitas internos [Deep State, Khazares, Bilderberg, Illuminati, Nazistas, et caterva] que governam sobre nós, não seremos capazes de combater outros parasitas [os externos, como o Covid].

Os Pontos principais da história do coronel russo:

A perspectiva desse ex-oficial de inteligência militar da Rússia é muito interessante por várias razões. Ele cita quatro agendas em jogo aqui: a agenda de despovoamento de coronavírus, a restrição de liberdade e direitos, a agenda financeira (esvaziando a bolha, quebrando a economia global) e a agenda geopolítica e geoeconômica. Ele nomeia os sionistas [judeus khazares] como parte do grupo sombrio que está governando o mundo e por trás da atual Operação Coronavírus. 

Ele se refere a ele como um exercício, alinhado com a admissão de Mike Pompeo como um exercício sendo executado ao vivo [em uma gafe cometida em transmissão ao vivo pela tv] . Ele reconhece pelas poucas pessoas que estão morrendo que isso não é uma pandemia genuína. Ele vê isso como uma continuação do que começou em 2001 com a operação de bandeira [False Flag Attack] falsa do falso atentado terrorista de 11 de setembro às torres gêmeas do World Trade Center, em New York (como discuti em The New War on Bioterror) – a próxima fase em sua busca da NWO para criar um governo global. 

Ele acredita nas evidências que apontam para o coronavírus como uma arma biológica criada deliberadamente, usada para prejudicar a China e a Europa. Esse último ponto é o único com o qual eu não concordo plenamente, pois assume que existe um “vírus” se espalhando pelo mundo e também podemos ver que o impacto econômico sobre os EUA (não apenas China e Europa) foi massivo (especialmente desde meados de março). No entanto, este é um relato útil de alguém que viu e “sabe” de algo através das mentiras apregoadas pelos veículos da grande mídia Pre$$titute.


“E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim.  Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá FOMES, PESTES e TERREMOTOS, em vários lugares. Mas todas estas coisas são [APENAS] o princípio de dores. – Mateus 24:6-8

“E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas, Para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome. Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da BESTA; porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis[666]“.  –  Apocalipse 13:16-18


 Mais informações, leitura adicional:

Permite reproduzir desde que mantida a formatação original e a conversão como fontes.

phi-cosmoswww.thoth3126.com.br

One Response to A Agenda de Despovoamento da Terra pelo Coronavírus, revelada por um militar da Rússia

  1. LEANDRO BATISTA COSTA

    Ótimo post.
    Obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.