browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

A misteriosa ‘Torre Invertida’ dos Templários na Quinta da Regaleira

Posted by on 22/12/2021

No coração da Quinta da Regaleira de Sintra, em Portugal, uma iniciação de cortar a respiração celebra bem a ligação histórica única de Portugal aos misteriosos Cavaleiros Templários. Perto dos jardins bem cuidados e das vilas no topo da colina de Sintra, Portugal, encontra-se a herdade de conto de fadas da Quinta da Regaleira . Protegida por uma paisagem do Patrimônio Mundial da Unesco, a Quinta da Regaleira é uma mistura perfeita de arquitetura gótica, egípcia, mourisca e renascentista, construída pelos Templários. 

A misteriosa torre invertida de Sintra imersa no mito dos Templários

Fonte: BBC.Com-Travel

Mas é o que está por baixo dos jardins do palácio na Quinta da Regaleira que realmente diferencia o design da propriedade. Um par de poços, chamados de Poços de Iniciação, desce em espiral nas profundezas da terra, como torres invertidas. Os poços nunca foram usados ​​para coletar água. Em vez disso, eles faziam parte de um misterioso ritual de iniciação dentro da tradição dos Cavaleiros Templários.

A Quinta da Regaleira teve muitos proprietários ao longo das décadas, mas foi António Augusto Carvalho Monteiro, um dos homens mais ricos de Portugal no início do século XX, que fez da quinta o que ela é hoje.

Carvalho Monteiro tinha um profundo interesse – e muito provavelmente era um iniciado – dos Cavaleiros Templários , uma ordem militar de monges guerreiros com raízes que datam do início do século XII. Embora se acredite que o grupo tenha se dissolvido 700 anos atrás, certos grupos, como os maçons, reviveram os rituais e tradições do grupo medieval séculos depois [o QUE os maçons praticam NÃO TEM NADA A VER com a Ordem dos Cavaleiros Templários, muito PELO CONTRÁRIO …]. 

Com o arquiteto e cenógrafo Luigi Manini, Carvalho Monteiro criou uma propriedade repleta de simbolismo pagão e cristão entre 1904 e 1910. Os poços da propriedade, localizados nos extensos jardins que Manini também projetou, serviram de ponto de partida para as cerimônias de iniciação aos templários.

Acredita-se que as iniciações Templaria na Quinta da Regaleira começaram com os candidatos entrando em um dos Poços de Iniciação com os olhos vendados.  Segurando uma espada perto do coração, eles desceriam nove lances de escada – um número que representa os nove fundadores da Ordem dos Templários. 

Ao chegar ao fundo do poço, o candidato entraria em um labirinto escuro onde simbólica e literalmente encontraria o caminho até a Luz. Se conseguissem voltar pela torre do poço e chegar à luz do sol, os iniciados caminhariam sobre as pedras na água para chegar à capela, onde seriam recebidos na irmandade.

Enquanto as iniciações templárias já não acontecem mais na Quinta da Regaleira, os visitantes são bem-vindos a seguir os passos de candidatos do passado, vivenciando em primeira mão esta ode aos mitos ocultos e à história dos Cavaleiros Templários em Portugal.

(Vídeo de Fernando Teixeira e Izabela Cardosa; texto de Emily Cavanagh)

Este vídeo faz parte da lista de reprodução Hidden Histories da BBC Reel .


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal  AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”. para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


“Você não é deste mundo. Você não é este corpo que habita. Você não é essas emoções, esses pensamentos, esse ego com o qual se identifica. Você nem mesmo é sua vida ou morte. Quando você é capaz de se distanciar dessas coisas, então o verdadeiro você, o você gnóstico, entra no foco de sua cognição. Mais puro que o éter, mais radiante que o sol, mais puro que a neve acumulada, cheio de vida e retirado do contexto da morte, este é o eu que você é. Para ajudá-lo a saber disso, Jesus e Buddha e todos os outros grandes mensageiros de luz vieram a este mundo, fazendo o sacrifício de vir da plenitude para o vazio para trazer isso a você. Você deve saber disso, e deve fazer isso, porque sem ele você não está realmente vivo, não está realmente consciente, mas com ele, você é todas as coisas, você tem todas as coisas, e o Tudo se tornou você. Esta é a mensagem da Gnose! ”  – Richard, Duc de Palatine (1916–1977)


Saiba mais, leitura adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.