browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

A Quarta Virada e um Novo Paradigma surge (4)

Posted by on 22/02/2022
O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é the-great-reset-reinicializacao.jpg

Na Parte Um , na Parte Dois  e Parte 3 deste artigo, examinei o poder da propaganda [via mídia PRE$$TITUTE$] e o uso do MEDO para invocar uma psicose de formação de massa em bilhões de vítimas de mente fraca pelos psicopatas elitistas globais criando uma gripe como parte de seu plano para Redefinir o mundo como senhores de um feudo global, com os camponeses humildes não possuindo nada e sendo felizes por terem permissão para respirar e [sobre]viver. Os trilhões em dívidas criadas por banqueiros centrais e marionetes políticos corruptos, atuando como líderes sábios oniscientes, também fazem parte do plano para quebrar a economia global e promover os objetivos desses bilionários globalistas e seus testas de ferro parasitas.

A Quarta Virada e um Novo Paradigma surge (4)

Fonte: The Burning Platform

O terceiro segmento desta trindade profana foi a decadência cívica engendrada gerada pelos atos traiçoeiros de políticos lacaios, que encorajaram a invasão de mais de dois milhões de aproveitadores ilegais, ajudaram terroristas domésticos (BLM & Antifa) a queimar e saquear nossas cidades por um ano, facilitou o ensino da degeneração para nossos filhos, e colocou família contra família, amigo contra amigo, empregador contra empregado, por uma injeção de terapia experimental genética mRNA da Big Pharma que não faz nada além de enriquecer aqueles que a vendem, ferindo e matando milhões e dilacerando os últimos vestígios da nossa sociedade civil em pedaços.

Nesta quarta e última parte, tentarei antecipar quais dinâmicas de desordem global entrarão em jogo durante o restante de 2022 e além, impactando o nível de violência e derramamento de sangue antes que esta Quarta Virada atinja seu clímax fatídico. Como Strauss e Howe alertaram há 25 anos, o risco de catástrofe seria alto e um resultado positivo estava longe de ser garantido. Entramos na fase mais perigosa desta crise intencionalmente criada pelos mestres dos fantoches, onde as decisões de presidentes marionetes, ditadores estrangeiros, banqueiros centrais, gerentes de fundos de hedge bilionários, os donos da Big Tech e fabricantes de software bilionários que fingem ser especialistas médicos, irão determinar o curso futuro da história.

“O risco de catástrofe será muito alto. A nação pode explodir em insurreição ou violência civil, rachar geograficamente ou sucumbir a um regime autoritário. Se houver uma guerra, é provável que seja de risco e esforço máximos – em outras palavras, uma guerra total. Cada quarta virada registrou uma catraca ascendente na tecnologia de destruição e na disposição da humanidade de usá-la.” – Strauss & Howe – A Quarta Volta

“A história não oferece garantias. Obviamente, as coisas podem dar muito errado – as possibilidades vão de uma troca nuclear a pragas incuráveis, de anarquia terrorista a ditadura de alta tecnologia. Não devemos supor que a Providência sempre isentará nossa nação das tragédias irreversíveis que atingiram tantas outras: não apenas dificuldades temporárias, mas degradação e ruína total. Perder na próxima quarta virada pode significar algo incomparavelmente pior. Isso pode significar uma derrota duradoura da qual nossa inocência nacional – talvez até nossa nação – talvez nunca se recupere”. – Strauss & Howe – A Quarta Volta

Ao ler essas palavras de mau presságio sobre os possíveis resultados trágicos para esta Quarta Virada, é fácil descarta-la como ridículo e nada além de pornografia de medo. A razão pela qual as gerações mais jovens rejeitam a possibilidade de uma guerra abrangente é porque a última Quarta Virada terminou há 77 anos e a maioria das pessoas que experimentou o horror da Segunda Guerra Mundial morreu, extinguindo qualquer conhecimento direto do conflito, iniciando o ciclo de guerra uma vez mais. Cada Quarta Virada tem sua própria dinâmica, eventos catalisadores e indivíduos que impulsionam a crise para seu clímax convulsivo.

Os EUA não estão em um grande conflito desde 1945, apenas o nefasto Complexo Industrial Militar criou guerras regionais, destinadas a manter as centenas de bilhões fluindo para a indústria de defesa e os políticos em seus bolsos. A guerra não tem sido nada além de uma extorsão por décadas, mas a Quarta Virada sempre mergulha a nação em uma luta caótica de vida ou morte, com um grande conflito para determinar o curso futuro da história. Atualmente, existem belicistas neoconservadores em posições de poder, juntamente com pro$tituta$ jornalísticas compradas, promovendo falsas narrativas sobre a Rússia, a covid, as restrições, “Passaportes de Vacinas”, que não estão satisfeitas com a paz, pressionando pela guerra. Este extremo cíclico está destinado a levar à guerra.

“Os antigos acreditavam que cada extremo cíclico, espelhando as esperanças e medos do outro, ajuda a gerar o outro ciclo. A noite anseia pelo dia, o dia pela noite. Na guerra, as pessoas anseiam por alívio de conflitos, levando à paz. Na paz, as pessoas anseiam por defender o que amam, levando à guerra.” – Strauss & Howe – A Quarta Volta

A desordem global atual que varre o mundo é multifacetada, intencionalmente criada, mas está tudo interconectado e pode ser rastreado até Soros, Schwab, Gates, Zuckerberg, et caterva, e sua cabala bilionária globalista. A guerra sem fim é um bom negócio em um império de mentiras. Quando estiver em dúvida sobre as intenções de políticos, líderes mundiais, pro$tituta$ da grande mídia e “especialistas” militares autoproclamados, sempre siga o dinheiro.

Como Smedley Butler proclamou durante a última Quarta Virada, as guerras sempre beneficiam os ricos, de AMBOS os LADOS enquanto os jovens morrem nos campos de batalha como bucha de canhão. A CIA iniciou conflitos regionais no Oriente Médio, impulsionados pela propaganda das pro$tituta$ da CNN, MSNBC, Fox e o resto da mídia pre$$titute$ controlada e PAGA pelo governo, mantendo centenas de bilhões fluindo para o complexo industrial militar por décadas e milhares de caixões chegando à base aérea de Dover [alguns até trazendo drogas do exterior].

“A guerra é uma extorsão. Sempre foi. É possivelmente a mais antigo, facilmente o mais lucrativo, certamente o mais vicioso. É o único de âmbito internacional. É a única em que os lucros são contabilizados em dólares e as perdas em vidas. Uma extorsão é melhor descrita, acredito, como algo que não é o que parece ser para a maioria das pessoas [os zumbis manipulados e controlados mentalmente].  Apenas um pequeno grupo de ‘dentro’ sabe do que se trata. É conduzido para o benefício de muito poucos, às custas de muitos. Fora da guerra, algumas pessoas fazem grandes fortunas.” – Smedley Butler

A batida atual da guerra sendo disseminada por Biden, seus manipuladores, psicopatas do Congresso em ambos os lados do corredor, a mídia neocon e oligarcas como Soros subornando “especialistas” para apoiar a guerra contra a Rússia, é o exemplo perfeito da classe dominante tentando arquitetar um guerra para aumentar suas fortunas e distrair de suas maquinações vis. George Soros reconheceu, em entrevista à CNN, que contribuiu ativamente para a derrubada do ex-presidente ucraniano e aliado de Putin, Viktor Yanukovych, em 2014.

A CIA e Soros instalaram seu fantoche Poroshenko como presidente ilegítimo, levando Putin a anexar a Crimeia, enquanto Obama e seu efeminado secretário de Estado se gabavam e não faziam nada. Enquanto isso, Biden e sua família colheram milhões, vendendo sua influência para obter ganhos financeiros.

A fundação de Soros certamente está financiando a campanha de desinformação sobre Putin invadindo a Ucrânia a qualquer momento. Enquanto o atual presidente da Ucrânia [um judeu khazar, como George Soros], da OTAN e Putin tentaram acalmar a situação e garantir ao mundo que uma invasão não é iminente, o governo Biden e os neocons no Congresso e na mídia continuam batendo os tambores da guerra e vomitando propaganda em um esforço para reforçar os lucros dos traficantes de armas e bilionários puxando as cordas por trás da cortina. Os porcos de guerra sempre se alimentarão vorazmente no cocho sem fundo de dejetos fiduciários fornecidos pelo Fed e políticos prostitutas irresponsáveis.

A maior parte da desordem global é propositalmente criada pelos oligarcas dominantes, para manter bilhões fluindo em seus cofres, enquanto seus banqueiros centrais fantoches mantêm suas impressoras operando em hipervelocidade, gerando a dívida necessária para continuar travando uma guerra sem fim. A guerra pode ser uma extorsão, mas a criação de dívidas é a força vital dela, e o Fed é o extorsionário. Os políticos corruptos capturados que ocupam DC a mando dos interesses endinheirados que os selecionaram para serem “eleitos” pelos tolos sem noção pensando que seu voto importava, vendem suas almas pelo maior lance.

Transferir os dólares dos impostos que você pagou sob a mira de uma arma (também conhecido como código tributário) para os bolsos dos conglomerados de traficantes de armas só pode ser feito com a aquiescência e o socorro de Powell e sua impressora eletrônica do Fed. A criação interminável de dívidas é a força vital da guerra e a raiz da desordem global que envolve o mundo.

Os gritos hiperbólicos de Biden, Blinken, seu bando de petulantes pretendentes “profissionais” de relações exteriores, aqueles nos bolsos do complexo industrial militar, os bajuladores da mídia corporativa pre$$titute$ e os falcões da guerra neoconservadores que nunca enfrentaram uma guerra que não criaram, está empurrando este país para o conflito com uma potência nuclear liderada por um homem sério que não se deixará intimidar por idiotas amadores.

Apesar do fato de a Ucrânia não ter interesse estratégico para os Estados Unidos, os manipuladores de Biden estão fazendo com que ele ameace, alarde e aumente a invectiva contra a Rússia e Putin, como se isso não fosse nada mais do que um jogo inofensivo de risco que eles jogaram quando crianças. Seus esforços de propaganda estão produzindo o efeito desejado, assim como aconteceu durante os dois anos do festival do medo da gripe covid.  Embora não haja absolutamente nenhuma ameaça à nossa nação ou a nossa segurança, quase três quartos dos americanos pensam que iremos à guerra nos próximos doze meses. Esse orçamento de defesa de US$ 770 bilhões precisa ser gasto de alguma forma.

Enquanto a situação da Ucrânia se aproxima do ponto de ebulição, o foco na China foi desviado, especialmente com seus Jogos Olímpicos de inverno menos assistidos na história. A China está em guerra com os EUA há pelo menos uma década, se infiltrando em nossas universidades, comprando influência em nossas indústrias médica, de mídia e financeira, posicionando candidatos da Manchúria em todo o nosso sistema político, controlando, comprando e pagando as mensagens da mídia pre$$titute$, roubando nossos segredos militares e tecnológicos e destruindo nosso economia com seu vírus de armas biológicas criado em Wuhan.

Esta guerra por trás da cortina começou a florescer na guerra tradicional, com as posturas e ameaças em relação a Taiwan. A China e a Rússia têm se unido cada vez mais econômica, financeira e militarmente para criar um amortecedor contra a hegemonia global dos EUA, que está desimpedida desde 1946, o fim da última Quarta Virada. Há uma chance distinta de o império da dívida em ruínas dos Estados Unidos não manter seu domínio mundial quando o clímax desta crise ocorrer nos próximos cinco a dez anos, isso se levar tanto tempo.

A desordem global abrange mais do que apenas uma grande guerra global entre superpotências, com múltiplos cenários envolvendo o Irã, Israel, Arábia Saudita, Turquia, Índia, Paquistão e Iraque capazes de desencadear um conflito mais amplo e levar os preços do petróleo para a estratosfera. As guerras travadas desde a última Quarta Virada não passaram de escaramuças, apesar da imensa morte, destruição e custo financeiro de travar essas guerras.

Um vencedor leva toda a luta para o confronto de morte é o que traz uma Quarta Virada ao seu amargo fim, com o vencedor levando os despojos e escrevendo a história, enquanto o vencido é deixado em ruínas. À medida que começamos 2022, a maioria das pessoas está alheia ao nível potencial de violência e derramamento de sangue provavelmente nos próximos anos. Os americanos estavam igualmente alheios em 1860 e oitenta anos depois, em 1940. O nível de raiva contra os líderes do governo tirânico que varre o globo será canalizado e direcionado para o bem ou para o mal em um futuro muito próximo.

As Quartas Viradas ocorrem porque a natureza humana nunca muda. Aqueles que chegam ao poder são sempre movidos pelo poder, controle e riqueza. Seus egos são grandes e são movidos pela ganância e buscam os elogios dos outros. Sua arrogância e busca de influência são muitas vezes mais poderosas do que seu intelecto ou caráter moral.

Erros de julgamento ou falha em reconhecer a intenção de seus inimigos, muitas vezes levam a consequências desastrosas para seus cidadãos. Atualmente, estamos enfrentando situações em várias frentes, onde ter um presidente fantoche senil coloca o mundo em perigo mortal. O registro doméstico calamitoso de Biden depois de um ano está levando seus manipuladores a pressionar desesperadamente por um conflito estrangeiro para distrair om público de sua agenda doméstica e a economia destinada à recessão antes do final do ano.

A maioria dos países do mundo ocidental, juntamente com a China e a Rússia, também tem problemas econômicos criados por políticos que desempenham os papéis atribuídos a eles por Schwab e pelos bilionários globalistas de Davos. As ações cataclísmicas tomadas por esses lacaios corruptos covardes e banqueiros centrais irresponsáveis ​​que atuam em nome da cabala de Wall Street intencionalmente destruíram as economias globais, extinguiram pequenos empresários, criaram milhões de desempregados, acenderam a inflação furiosa (devastando as finanças dos pobres e da classe trabalhadora), arruinaram a oferta global de cadeias de produção e abastecimento, elevaram os preços da energia, dos fertilizantes, dos alimentos, provocaram a escassez de microprocessadores e garantiram uma recessão global dentro de um ano.

O que os políticos e ditadores fazem quando suas economias estão desmoronando? Eles procuram um conflito estrangeiro para reunir as massas ignorantes em torno da sua bandeira. E então alguém faz algo estúpido e o inferno é liberado. Quando o inferno começa, não são os políticos ou banqueiros centrais que vão morrer em batalha, são nossos filhos usados ​​como bucha de canhão para encher os ninhos de bilionários globalistas escondidos em suas coberturas seguras ou atrás de muros altos com guardas armados. Tiranos globais em partidas de mijo são um dos principais impulsionadores da desordem global, mas quando os tiranos começam a mijar em seus próprios súditos, um novo nível de desordem é desencadeado.

As medidas totalitárias infligidas aos cidadãos canadenses que exercem sua liberdade de protestar pacificamente contra os mandatos de vacinas ilegais devem ser um alerta para todos os americanos. O covarde marionete do WEF Trudeau e suas botas estão atropelando os direitos das pessoas boas. Ele tirou sua máscara socialista para revelar-se um ditador comunista de pleno direito, empunhando um cassetete contra caminhoneiros, mulheres, crianças, idosos em andadores e usando toda a força de seus poderes de “emergência” despoticamente apreendidos para confiscar contas bancárias e destruir a vida das pessoas que são a espinha dorsal da economia canadense.

Toda essa “crise” de saúde fabricada foi usada por acólitos de Schwab, como Trudeau, Ardern, Macron e outros graduados do WEF Global Young Leader, para implementar o Great Reset destruindo seus países para reconstruir melhor, onde eles possuem tudo e nós, o povo, os camponeses, não possuímos nada.

O mundo ocidental foi socialmente projetado e propagandeado em campos inimigos, com aqueles que valorizam a liberdade, liberdade, liberdade de expressão e a Declaração de Direitos em desacordo com aqueles que insistem no controle total do governo, mandatos, regulamentos, censura e uso da força para infligir suas crenças a todos.

A divisão neste país, no Canadá e em toda a Europa nunca foi tão grande, com escaramuças diárias nas mídias sociais, nas reuniões do conselho escolar, nos locais de trabalho e cada vez mais nas ruas, ameaçando estourar em uma guerra civil completa, com as chamas alimentado diariamente pela escória traiçoeira na mídia corporativa, espalhando mentiras, desinformação e desprezo malicioso pelas normas sociais, a fim de criar caos, ódio e destruição.

Com aqueles que puxam as cordas da sociedade tentando deliberadamente derrubar instituições, invocar a insanidade dos profetas acordados (aproveitadores), destruir a vida daqueles que ousam enfrentar sua ideologia insana e usar o medo para controlar as massas, apenas uma minoria de patriotas amantes da liberdade estão barrando o caminho da destruição de nossa nação.

Parece claro para mim que o nível de caos interno e externo em escala global está se aproximando de um crescendo e não se dissipará antes que a guerra estoure dentro de nossas fronteiras e em todo o mundo. Com as cadeias de suprimentos globais já quebradas, os preços da energia e dos alimentos disparando e a escassez de componentes tecnológicos, a fragilidade do nosso sistema de abastecimento “just in time” está em perigo. O Comboio da Liberdade Canadense inspirou milhões em todo o mundo a resistir aos seus “senhores autoritários” encastelados no poder como nossos feitores.

Os caminhoneiros são a alma do nosso sistema econômico e, se eles se recusarem a dirigir esses caminhões, nossa sociedade se autodestruirá rapidamente. Bater e aprisionar aqueles que sustentam sua sociedade não é uma estratégia brilhante, mas é isso que o marionete covarde Trudeau e sua turma estão fazendo. Quando as hordas de camponeses famintos descem sobre as propriedades fechadas da classe dominante, toda a sua construção teórica de “besteira melhor” não lhes fará nenhum bem. Eles provocaram esse conflito, mas eles têm certeza de que seus bandidos da polícia e recrutas militares acordados terão as costas permanentemente protegidas?

“O Partido busca o poder inteiramente por si mesmo. Não estamos interessados ​​no bem dos outros; estamos interessados ​​apenas no poder. Não riqueza ou luxo ou vida longa ou felicidade: apenas o poder, poder puro.  Sabemos que ninguém jamais toma o poder com a intenção de abandoná-lo. O poder não é um meio, é um fim. O objeto da perseguição é a perseguição em si mesma. O objeto da tortura é a tortura. O objeto do poder é o poder. Agora você começa a me entender?” ― George Orwell, em “1984

Trudeau, Biden, Macron, Johnson e tiranos menores como Newsom, Whitmer, Murphy, Lightfoot e DeBlasio usaram o plandemia como meio de tomar o poder por meio de imposições ilegais de poder de emergência e não têm intenção de renunciar a essa autoridade ilegítima, a menos que sejam forçados a fazê-lo pelas próprias pessoas que eles estão reprimindo e abusando. Schwab e os bilionários globalistas que ele representa treinaram e doutrinaram a maioria dos líderes [marionetes] globais que agora estão tentando implementar uma demolição controlada das sociedades democráticas ocidentais e dos sistemas financeiros baseados no mercado que deram origem a uma prosperidade crescente até o início deste século.

Quando as repúblicas se transformam em democracias, as sementes de sua destruição são plantadas e quando o capitalismo de livre mercado se transforma em um esquema globalista de fascismo corporativo, escravização permanente ou revolução são as duas únicas opções para os cidadãos, os camponeses comuns pagadores de impostos. O sangue precisará ser derramado antes que esses pequenos tiranos sejam legitimamente eliminados do poder.

Neste ponto, permanece a questão de quanto derramamento de sangue e de quem será derramado antes que esta Quarta Virada atinja seu ápice histórico. O catalisador para esta Quarta Virada foi, e ainda é, a destruição auto-induzida de nosso sistema financeiro por homens maus buscando riqueza material ímpia na terra. Tudo o que a classe dominante fez desde 2008 foi sustentar um sistema falido para manter sua riqueza, poder e obter MAIS controle.

Eles ficaram sem pista e estão prestes a derrubar o sistema econômico global. Parece cada vez mais provável que isso aconteça em 2022, pois eles criaram um dilema financeiro insolúvel, que garante uma recessão/depressão e a extinção de trilhões de falsas riquezas no mercado de ações e no mercado imobiliário.

Sua arrogância e crença egoísta em seus próprios poderes intelectuais os fazem pensar que podem realizar essa demolição controlada ilesos, mantendo suas posições de poder através da utilização das alavancas da propaganda, da violência do estado policial, do poder militar, da tecnologia do estado de vigilância e da certeza de que as massas ignorantes SEMPRE farão o que lhes for dito para fazer. É claro que os melhores planos dos tiranos nem sempre saem como esperado.

Uma recessão global, queda do mercado de ações e implosão da cadeia de suprimentos desencadearão uma reação em cadeia incontrolável que acenderá a conflagração global e levará a uma guerra civil e global. Fomos avisados, mas a maioria não deu atenção ao portento para se preparava. Não haverá como escapar do que está por vir, mas devemos perceber quem está do lado do bem e quem encarna o mal atualmente no controle de nosso governo, mídia, universidades, instituições militares, médicas, financeiras, etc.

“Os elementos centrais desses cenários (dívida, decadência cívica, desordem global) importarão mais do que os detalhes, que o catalisador justaporá e conectará de alguma maneira desconhecida. Se as sociedades estrangeiras também estiverem entrando na Quarta Virada, isso poderá acelerar a reação em cadeia. Em casa e no exterior, esses eventos refletirão o rompimento do tecido cívico em pontos de extrema vulnerabilidade – áreas problemáticas onde a América terá negligenciado, negado ou atrasado as ações necessárias”. –  A Quarta Volta – Strauss & Howe

É fácil descartar ou ridicularizar os termos bem e mal porque tem havido um esforço conjunto da classe política e seus porta-vozes da mídia para borrar a distinção entre os dois, assim como eles fizeram ao promover a crença de que o comportamento imoral anormal [como a regularização da pedofilia] deve ser celebrado e promovido, enquanto o comportamento moral normal deve ser desprezado e ridicularizado. Os conceitos religiosos do bem e do mal são claros e concisos, portanto, eles não permitem que políticos lacaios e a verdadeira classe dominante das elites mintam, trapaceiem e roubem seu caminho para o poder, controle e riqueza. Esses termos têm significado e utilidade para avaliar o caráter e a integridade daqueles com quem nos associamos e daqueles que elegemos para representar nossos interesses.

Os últimos dois anos não foram uma emergência médica, mas um teste de habilidades de pensamento crítico e a capacidade de discernir entre mentirosos, ladrões, prostitutas de dinheiro e as forças do mal versus contadores da verdade e aqueles comprometidos com a liberdade e as forças de bem.

Aleksandr Solzhenitsyn, um dos homens mais corajosos do século XX, entendia os conceitos de bem e mal melhor do que ninguém, pois foi exposto à maldade excruciante da União Soviética e dos capangas comunistas que levaram a cabo a doutrina maligna de Stalin de prisão e assassinato. Tanto o bem quanto o mal residem no coração humano, e é nosso livre arbítrio que nos conduz para a luz ou para as trevas.

Nosso mundo ficou envolto em escuridão, com o mal permeando cada fibra de nossos líderes doutrinados do WEF e as elites globalistas (Schwab, Soros, Gates, Bezos, Zuckerberg, et.al.) governando o mundo. O mundo está inundado de falsidades nutridas, desinformação perpétua, notícias falsas, propaganda de medo e mentiras descaradas. É o suficiente para enlouquecer uma boa pessoa. Não podemos nos curvar ao mal. Solzhenitsyn e Orwell viram o comunismo pelo que ele era – O MAL PURO. Devemos nos apegar à verdade a todo custo, não importa as consequências, para nossos filhos e seus filhos.

“Você pode resolver viver sua vida com integridade. Deixe seu credo ser este: deixe a mentira vir ao mundo, deixe-a triunfar. Mas não através de mim.” – Aleksandr Solzhenitsyn

“Estar em minoria, mesmo em minoria de um, não te enlouquece. Havia verdade e mentira, e se você se agarrasse à verdade mesmo contra o mundo inteiro, você não estava louco.” ―George Orwell, 1984

Como expus, a batalha final entre o bem e o mal já começou, com um resultado incerto na balança. Os seres humanos e sua natureza não mudaram ao longo dos séculos. Eles são suscetíveis a emoções e erros de cálculo. Com o nível de desordem global em extremos, algum [MARIONETE TRAVESTIDO DE] líder mundial cometerá um erro e iniciará o próximo capítulo sangrento desta crise. Isso é uma certeza. Cada Quarta Virada tem visto enormes avanços tecnológicos que tornam a matança e a destruição muito mais fáceis, MAIORES e letais.

Se e quando a guerra vier, será menos provável que seja em um campo de batalha tradicional e mais provável que seja travada por hackers de computador sancionados pelo governo paralisando a infraestrutura-chave, a rede elétrica, satélites, a Internet e sua ligação com as sutilezas modernas. Não haverá Invasão de Pickett ou Dia D. A fome e o congelamento até a morte são mais prováveis ​​do que gloriosas vitórias no campo de batalha. É duvidoso que qualquer um de nós esteja realmente preparado para o tipo de guerra que será travada. E isso se algum tirano imprudente não usar suas armas nucleares, iniciando um cenário de Armageddon.

Strauss & Howe ofereceram quatro conclusões sérias para nossa crise atual, que provavelmente se desenrolará nos próximos cinco a dez anos. Todos os esforços das pessoas boas, seguindo o caminho da verdade justa, devem ser focados em derrotar as forças do mal, permitindo que uma nova era comece, deixando nossos filhos com uma república renovada e esperança para o futuro. É tudo o que podemos fazer.

  1. Esta Quarta Virada pode marcar o fim do homem. Poderia ser um Armagedom suicida , destruindo tudo, não deixando nada. Se a humanidade algum dia se extinguir, isso provavelmente acontecerá quando sua civilização dominante desencadear uma Quarta Virada que termina horrivelmente. Para esta Quarta Virada pôr fim a tudo isso, seria necessária uma mistura extremamente improvável de desastre social, maldade humana, perfeição tecnológica e “má sorte”.
  2. A Quarta Virada poderia marcar o fim da modernidade . O ritmo secular ocidental – que começou em meados do século XV com o Renascimento – pode chegar a um fim abrupto. O sétimo seculum moderno seria o último. Isso também pode vir de uma guerra total, terrível, mas não final. Poderia haver um colapso completo da ciência, cultura, política e sociedade. Um resultado tão terrível provavelmente aconteceria apenas quando uma nação dominante (como a América de hoje) deixasse uma ekpirose da Quarta Virada engolir o planeta. Mas esse resultado está bem ao alcance da tecnologia e da malevolência previsíveis.
  3. A Quarta Virada poderia poupar a modernidade, mas marcaria o fim de nossa nação . Poderia fechar o livro sobre a constituição política, cultura popular e posição moral que a palavra América passou a significar. A nação resistiu por três seculos; Roma durou doze, a União Soviética apenas um. As Quartas Viradas são limiares críticos para a sobrevivência nacional. Cada uma das três últimas crises americanas produziu momentos de extremo perigo: na Revolução, o próprio nascimento da república estava por um fio em mais de uma batalha. Na Guerra Civil, o sindicato mal sobreviveu a um massacre de quatro anos que em seu tempo foi considerado a guerra mais letal da história. Na Segunda Guerra Mundial, a nação destruiu um inimigo da democracia que por algum tempo estava vencendo; se o inimigo tivesse vencido, a própria América poderia ter sido destruída. Com toda a probabilidade, a próxima crise apresentará à nação uma ameaça e uma consequência em escala semelhante.
  4. Ou a Quarta Virada poderia simplesmente marcar o fim do Millennial Saeculum. A humanidade, a modernidade e a América perseverariam. Depois, haveria um novo humor, uma nova alta e um novo seculum. A América renasceria. Mas, renascida, não seria mais a mesma [depois da CATARSE que se avizinha].

O estabelecimento corrupto fará qualquer coisa para impedir que sites como o nosso revelem a verdade. A mídia corporativa Big Tech faz isso desmonetizando sites como o meu, bloqueando o site da receita de publicidade. Se você receber e perceber algum valor real deste site, mantenha-o funcionando com uma doação.


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”. para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

One Response to A Quarta Virada e um Novo Paradigma surge (4)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.