Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Afeganistão Novamente foi Sacudido por outro poderoso Terremoto

Coincidindo com a ofensiva do Hamas em Israel, no dia 7 de outubro, este foi o quarto terremoto de 6,3º na escala Richter, a atingir a mesma área desde o dia 07. Hoje mais um forte terremoto de magnitude 6,3º atingiu o oeste do Afeganistão nesse domingo, informou o Serviço Geológico dos EUA (USGS), o mais recente de uma série de tremores que atingiram a província de Herat, onde aldeias inteiras foram destruídas e mais de 2.500 pessoas morreram.

Afeganistão Novamente foi Sacudido por outro poderoso Terremoto

Fonte: Rússia Today

“E ouvireis de GUERRAS e de rumores de GUERRAS; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim.  Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá FOMES, PESTES e TERREMOTOS, em vários lugares. Mas todas estas coisas são [APENAS] o princípio de dores.  –  Apocalipse 13:16


De acordo com o USGS, o epicentro do sismo da manhã de domingo [hora local] foi a 34 quilómetros (21 milhas) da capital da província ocidental de Herat, e a uma profundidade de cerca de oito quilômetros (cinco milhas). Um tremor secundário de magnitude 5,5º ocorreu 20 minutos depois, acrescentou o USGS.

O grupo internacional de ajuda humanitária Save the Children disse que quatro pessoas foram confirmadas como mortas e 153 se apresentaram até agora para tratamento no hospital regional de Herat, de acordo com a Associated Press.

O chefe dos Médicos Sem Fronteiras (MSF) no Afeganistão, Yahya Kalilah, disse à agência de notícias AFP que as vítimas do terremoto deste domingo podem ser menores porque muitas pessoas na área afetada já estavam dormindo ao ar livre em tendas.

“Em termos de psicologia, as pessoas estão em pânico e traumatizadas”, disse Kalilah. “As pessoas não estão se sentindo seguras. Garanto 100%, ninguém vai dormir em casa.”

No entanto, Mohammad Zahir Noorzai, chefe da equipe de ajuda de emergência na província de Herat, disse que o número de vítimas provavelmente aumentará, uma vez que as equipes de resgate ainda não chegaram a todas as áreas afetadas, de acordo com a Sky News.

Sobreviventes dos terremotos vivem em tendas após os terremotos de magnitude 6,3º, pois evitam entrar em suas casas com medo de possíveis novos terremotos e tremores secundários em Herat, Afeganistão, em 9 de outubro de 2023 © Getty Images / Sayed Khodaiberdi Sadat  / Anadolu via Getty Images

Houve uma devastação generalizada na área Baloch de Rabat Sangi, na província de Herat, como resultado do terremoto de domingo (07), informou a Associated Press, acrescentando que várias aldeias foram destruídas.

As ondas de choque atingiram a mesma região do Afeganistão que foi atingida por grandes terremotos na semana passada, matando cerca de 2.500 pessoas, segundo autoridades talibãs, e arrasando aldeias inteiras em Herat. Cerca de 90% dos que perderam a vida eram mulheres e crianças, disse a UNICEF na quinta-feira.

“As mulheres e as crianças estão muitas vezes em casa, cuidando da casa e cuidando das crianças, por isso, quando as estruturas entram em colapso, são elas que correm maior risco”, disse Siddig Ibrahim, da UNICEF, na semana passada.

Centenas de casas de tijolos de barro foram destruídas na série inicial de terremotos. Escolas, clínicas e outras instalações também foram destruídas. Pelo menos seis aldeias no distrito rural de Zenda Jan foram completamente destruídas.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *