Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Bancos dos EUA revelarão ‘Fuga Maciça’ de depósitos, mais de US$ 500 bilhões de saques

Balanços de bancos provavelmente mostrando mais de US$ 500 bilhões em saques de suas contas levantam novas questões sobre a saúde do setor [cassino/bordel] financeiro dos EUA. Os maiores bancos dos EUA provavelmente registraram mais de meio trilhão de dólares em saída de depósitos em relação ao ano anterior, pois os clientes correram para sacar suas economias após uma crise bancária em vários bancos regionais, informou a Bloomberg na quarta-feira.

Bancos dos EUA revelarão ‘Fuga Maciça’ de depósitos, mais de US$ 500 bilhões [mais de meio trilhão] de saques das contas e investimentos

Fonte: Bloomberg

As preocupações estão aumentando sobre a saúde do setor bancário antes dos dados de depósito que serão revelados quando os principais bancos dos EUA divulgarem os seus balanços de ganhos do primeiro trimestre. JPMorgan, City e Wells Fargo estão programados para iniciar a publicação da temporada de seus resultados nessa sexta-feira.  

Analistas bancários estimam que J.P. Morgan, Wells Fargo e Bank of America perderam US$ 521 bilhões em depósitos no ano passado, na maior queda em uma década. Somente no primeiro trimestre, a queda chegou a US$ 61 bilhões, já que um influxo tardio de dinheiro após uma crise [quebra] em três bancos dos EUA não conseguiu compensar a saída de fundos para produtos que oferecem taxas de juros mais altas, disse a agência.  

No início de março, corridas maciças de saques de depósitos bancários fizeram com que dois credores, o Silicon Valley Bank e o Signature Bank, falissem em poucos dias. Um terceiro credor, o First Republic Bank, de San Francisco, acabou recebendo um resgate de US$ 30 bilhões dos principais bancos de Wall Street na forma de depósitos. 

Os grandes bancos intervieram em meio aos temores dos investidores de que o First Republic Bank de San Francisco, Califórnia, pudesse se tornar o próximo banco americano a falir e gerar uma aceleração sem controle da corrida de saques aos bancos.  

Os depósitos bancários vêm encolhendo desde o início do ano passado em meio à alta inflação, que corrói a poupança, incentivando os depositantes a buscar mais rendimento do que está sendo oferecido pelos depósitos.   

“Já havia sido um ambiente altamente competitivo para a captação de depósitos, e as recentes falências de bancos podem transformar a briga de facas de depósitos em uma troca de tiros metafórica”, escreveram David Chiaverini e Brian Violino, analistas da Wedbush Securities, em nota.  

A recente reviravolta também derrubou as ações dos bancos. O KBW Bank Index, um índice de referência que acompanha os principais bancos, perdeu 25% apenas em março. Os bancos regionais foram os maiores perdedores no mês passado, com o First Republic Bank vendo suas ações caírem 89%.


{Nota de Thoth: A estrondosa queda da “Estátua de Nabucodonosor“, com o fim do Hospício e os psicopatas ‘acordados’ da civilização ocidental e a própria destruição da região da cidade de Roma [incluso a cloaca do Vaticano] pela QUEDA DE UM ASTEROIDE estão bem próximos de acontecer. O Hospício Ocidental, o circo do G-7, os ditosPaíses de Primeiro Mundo” vão fazer face ao seu carma “liberal” e “acordado”}


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)” para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Artigos Relacionados:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *