Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Destruição Planejada dos EUA e da Europa. ‘Nações de ovelhas governadas por lobos’

Gravem o slogan no título: “Uma nação de ovelhas será governada por lobos”. Pelo amor de Deus – deixemos de ser ovelhas. O que estamos vivendo atualmente. Semanas, meses – e pelo menos ao longo dos últimos quatro anos, num ritmo cada vez mais acelerado – são precisamente a Agenda, o ditame do Clube de Roma (CR). Destruição é o nome do jogo.

Destruição Planejada dos EUA e da Europa. ‘Nações de ovelhas governadas por lobos’

Fonte: Global Research

O Clube de Roma, criado em 1968, publicou em 1991 o seu segundo relatório de “alcance mundial”, “A Primeira Revolução Global”. Vejam isso.

O seu preâmbulo diz:

“Ah amor! Poderíamos Tu e eu com fé conspirar,
Para compreender este triste esquema de coisas por completo,
Não o despedaçaríamos e então,
Remodelá-lo-íamos mais perto do desejo do nosso coração.

—Edward Fitzgerald, o Rubaiyat de Omar Khayyam (Rubáiyát de Omar Khayyám é o título que Edward Fitzgerald deu à sua tradução de 1859 do persa para o inglês de uma seleção de quadras [poema de 4 versos] atribuídas a Omar Khayyam, apelidado de “O Astrônomo- Poeta da Pérsia”.)

No final do prefácio, há outra citação notável:

“Nenhuma geração gostou dos seus profetas, muito menos daqueles que apontam as consequências do mau julgamento e da falta de previsão. O Clube de Roma pode orgulhar-se do fato de ter sido impopular nos últimos vinte anos. Espero que continue por muitos anos para esclarecer os fatos desagradáveis ​​e perturbar a consciência dos presunçosos e dos apáticos.” – Príncipe Philip, Duque de Edimburgo, Mensagem aos Delegados na Conferência do Vigésimo Aniversário do Clube de Roma, Paris, 1988

E outro destaque no texto:

“O Culto à Soberania tornou-se a principal religião da humanidade. Seu Deus exige sacrifício humano.” – Arnold Toynbee, historiador e filósofo britânico

Este é o teor do relatório ao longo de suas 160 páginas. É repleto de arrogância e superioridade.  Juntamente com o seu precursor, “Limites ao Crescimento”, promove a eugenia e é, a partir de hoje e mais além – se o permitirmos – o modelo para a Grande Reinicialização do WEF e a Agenda 2030 da ONU.

Juntos, estes dois relatórios promovem, ou melhor, ditam a Destruição para Reconstruir Melhor [Build Back Better, lembram-se do slogan nunca explicado dos neoconservadores?], e a eugenia. Estas são as principais prioridades sob as quais a humanidade vive e sofre hoje.

É por isso que as guerras são apoiadas em detrimento da paz, é por isso que as pessoas têm de ser levadas a acreditar em pandemias incontáveis ​​e imprevisíveis – todas surgindo no horizonte, como a futura pandemia pela “Doença “X” – e, claro, não se preocupem, as vacinas já estão na prancheta, as injeções de mRNA que modificam seus genes, para que você se torne um ser humano melhor – o código para “para que você morra mais rápido”.

O que estamos vivendo atualmente. Semanas, meses – e pelo menos ao longo dos últimos quatro anos, num ritmo cada vez mais acelerado – são precisamente a agenda, o ditame do Clube de Roma (CR).  Destruição é o nome do jogo.

Começando pelo Ocidente, isso inclui a destruição das nossas economias, indústrias, infra-estruturas, agricultura – os próprios alimentos de que necessitamos para sobreviver – dos serviços, cuidados de saúde, sistemas jurídicos, ética, fé, moral, esperança – e, finalmente, a própria humanidade. Somos agora cerca de 8 bilhões – eles querem que fiquemos abaixo de 1 bilhão.

Quando vemos a desgraça – as botas da cabala podem completar a sua debandada.

Destruição – Iniciada por Macron da França?

Há poucos dias, o Presidente da França, Macron, disse abertamente e sem remorso: “Não há limites para o apoio à Ucrânia”Ele acrescentou: “A França não deveria respeitar limites ou a “Linha Vermelha” russa, quando se trata de apoiar Kiev”.

Isso é algo forte. Uma provocação à Rússia sem precedentes. Macron já disse anteriormente que enviar tropas (francesas) da OTAN para a Ucrânia era de fato uma opção na mesa.

Isto é colocar o dedo no gatilho de uma guerra nuclear. Se ainda não está claro para os fantoches arrogantes de Washington, Londres, Paris, et caterva, a Linha Vermelha da Rússia não desaparece porque o Sr. Macron o diz. O arsenal nuclear da Rússia é muito superior ao dos EUA, que está estacionado como OTAN em toda a Europa e Ásia, apontando os seus mísseis de ogivas nucleares para Moscou.

Se for preciso haver destruição, Senhor Macron, será de fato a Europa novamente, pela terceira vez em pouco mais de cem anos. Europa, e provavelmente muito além, pois os EUA, desta vez, não escaparão de um ataque ao seu território continental. Desta vez, ninguém consegue sequer imaginar a extensão da destruição – e o custo em vidas humanas. E pode ser demasiado tarde para as “elites” ocidentais e seus aliados oligarcas bilionários – mentores de desastres – correrem para os seus bunkers subterrâneos.

O ex-presidente russo e atual vice-chefe do Conselho de Segurança Nacional, Dmitry Medvedev, postou no “X” (antigo Twitter) que isso significa que “a Rússia não tem mais linhas vermelhas para a França”. Ele acrescentou que “tudo é permitido contra os inimigos”.  Aqui, o inimigo é a França e todos aqueles arrastados pela arrogância francesa.

O parlamentar europeu francês, Florian Philippot, líder do Partido Patriotas Franceses, instou os franceses a acusarem Macron antes de serem enviados para morrer na Ucrânia. “Cabe a cada francês resistir, a cada mãe recusar-se a deixar o seu filho morrer por Kiev, pela OTAN e por BlackRock [leia-se Rothschilds] ”, disse Philippot no “X”. “Cabe a nós lutar para deixar a UE e a OTAN e expulsar Macron!” Vejam isso.

Nunca antes um chamado “líder” europeu fez pronunciamentos tão severos e provocativos, nem mesmo Macron. Quem lhe deu ordens para fazê-lo AGORA ? QUEM LHE DEU ORDENS AMEAÇADORAS À RÚSSIA?

Ele enviará tropas oficialmente francesas (OTAN) para a Ucrânia? Cruzando assim a Linha Vermelha do Sr. Putin e provocando tudo o que a Rússia considera necessário para proteger a sua integridade, a sua terra e o seu povo? Poderia ser um conflito nuclear – totalmente destrutivo. É isso que muitos analistas prevêem e temem.

É isso que quer o poder por trás dos marionetes na França e da cabala obscura – uma destruição total – que também serviria a agenda de despovoamento do planeta?

Talvez. Talvez 2024 seja a hora.

O líder do Partido Republicano Francês (Os Gaullistas), Eric Ciotti, é mais prudente, dizendo que apoiar a Ucrânia através do envio de tropas francesas seria  “irresponsável e perigoso”. Confiemos que a humanidade encontrará a sanidade e preferirá depor Macron a seguir os seus conselhos e palavras e – Deus sabe – ações insensivelmente perigosas.

Moscou está alerta. Num tom mais baixo, Moscou alerta que a OTAN está a tornar-se cada vez mais agressiva ao constatar que a Ucrânia está derrotada e não seve mais para o papel de destruir a Rússia.

  • O plano é uma destruição planejada da humanidade?
  • Cumprindo o mandato do Clube de Roma?

Veja bem: a elite não está planejando a sua autodestruição, claro que não. Antes da aniquilação total, eles esperam buscar resgate em seus bunkers, onde quer que estejam, talvez em uma ilha remota do Havaí, na Nova Zelândia ou simplesmente em Dakota do Sul – veja isto.

O Discurso sobre o Estado da União do Presidente [‘Dementia’ Joe] Biden, de 9 de março de 2024, é outra mensagem desastrosa para a destruição total, a aniquilação da civilização, se os seus controladores conseguirem o que querem. Mas eles não conseguirão.

Um discurso “normal” sobre o Estado da União é sobre os Estados Unidos, é sobre o “estado” das coisas da nação, da economia, dos empregos, do crescimento e do potencial de crescimento – sobre previsões, perspectivas de desenvolvimento. É uma mensagem de previsão, que deveria dar esperança aos norte americanos – para que elas conhecessem os planos do seu governo para melhorar as deficiências. Nada disso aconteceu.

Os primeiros 20 minutos do discurso foram dedicados apenas à Ucrânia – esmagando o Presidente Putin e a Rússia , e “Nunca abandonaremos você, Ucrânia! Estaremos sempre atrás de você.”

Prometendo enviar mais 90 bilhões de dólares aos corruptos oligarcas ucranianos. Dinheiro dos contribuintes, por nada. Biden sabe disso. O Congresso dos EUA sabe disso. Todo mundo sabe disso. Esta guerra NUNCA será vencível contra a Rússia. E por que deveria ser?

Além de ter preparado e iniciado – cumprimentos de “Madame” Victoria Nuland [‘fuck Europe’], já se foi, graças a Deus; um projeto de preparação de mais de 10 bilhões de dólares – que interesse ainda têm os EUA em travar uma guerra por procuração a cerca de 10 000 km de distância, através do Atlântico e da Europa? Certamente não a sua Segurança Nacional e a do povo americano.

Aumentar as margens de lucro do Complexo Industrial Militar é certamente uma boa razão, e alcançar a “mudança de regime” na Rússia. As palavras de admissão de Nuland numa entrevista a Christiane Amanpour da CNN, poucos dias antes da sua demissão forçada.

Sim, sempre se tratou do desejo psicopata de colocar a Rússia de joelhos ao aspirante a imperador de Washington, com um líder fantoche russo no lugar de Putin. Eles pensaram que tinham alcançado o seu objetivo em 1991, com o fim da URSS e o então Presidente Yeltsin, que foi mais esperto do que se acreditava – quando apresentou o Sr. Vladimir Putin, nomeando-o em Agosto de 1999, como Primeiro-Ministro. Ficou claro que o Presidente Yeltsin estava preparando Putin para o Kremlin. Basta de derrotar as formas sorrateiras do Ocidente para subjugar a Rússia.

O discurso de Biden também foi um discurso retórico contra os republicanos. Logo no início comparou o antigo Presidente Trump, o seu único adversário nas (ainda) planejadas eleições de Novembro de 2024 – a Hitler. Foi assim que ele chamou Donald Trump. Este homem, Biden, não tem nenhuma decência. Seu rosto expressava raiva o tempo todo – ele gritou e vociferou. E, adivinhe – ele foi aplaudido de pé. Isso diz muito para o Estado da União dos Estados Unidos.

Veja isto para o discurso completo:

Tucker Carlson, comentando o discurso sobre o Estado da União de Joe Biden, disse que foi o pior discurso sobre o Estado da União de todos os tempos e de qualquer presidente dos Estados Unidos. 

Além de descrever o crime que os EUA – o Ocidente – estavam financiando na Ucrânia, Tucker Carlson apontou outras medidas destrutivas que Biden promoveu como o transumanismo, o transgênero e o aborto gratuito, por outras palavras, a agenda ‘Wokism’ financiada por Soros – que nem sequer esconde o seu [e de Bill (Hell’s) Gates] objetivo de redução da população.

Imigrantes ilegais. Tucker Carlson também falou sobre a política insana de fronteiras abertas de Biden, trazendo imigrantes ilegais para os EUA, mesmo em cargas aéreas, dando-lhes abrigo, comida, cartões de débito que nunca serão devolvidos [veja o vídeo abaixo] – principalmente homens jovens que poderiam e são esperados para servir no exército dos EUA.

Por que o governo de Biden faria isso?

Esses imigrantes não têm lealdade aos EUA – e deveriam servir no exército dos EUA?

Talvez contra o povo americano – durante uma rebelião/guerra civil provocada?

Veja isto para a análise completa de Tucker (9 de março de 2024):

Os imigrantes “ilegais” são transportados diretamente para os Estados Unidos, admite abertamente a administração Biden. Até agora, o número oficial aponta para 320 mil. A razão oficial é, de fato, compensar as deficiências no recrutamento militar e conseguir votos para os democratas.

A verdadeira razão certamente está em outro lugar. Os imigrantes, especialmente quando chegam em massa, são sempre uma perturbação na sociedade em que ingressam. Acontece o mesmo na Europa e a política da Europa não é muito diferente da dos EUA. Tudo é muito coordenado .

Veja isto  e isto (vídeo de 14 minutos “Redigido” de 7 de março de 2024).

Em entrevista a Tucker Carlson, o coronel MacGregor alerta sobre o plano de recrutar imigrantes ilegais para o exército dos EUA. Tucker disse que Roma caiu porque estrangeiros que não eram leais a Roma povoaram suas forças armadas e se voltaram contra o povo de Roma. Pela mesma razão, o coronel reformado do Exército Douglas Macgregor alertou os americanos contra a permissão de estrangeiros ilegais servirem nas forças armadas dos EUA. Veja isto (vídeo 7 min – 4 de março de 2024).

Na verdade, perturbando a sociedade. Mas por que? Criando conflito interno, luta interna – talvez guerra civil? É um meio de destruição e as vítimas são os imigrantes que sonham com um mundo melhor. Em vez disso, estão sendo usados ​​para o preceito de DESTRUIÇÃO de tudo do Clube de Roma – para eventualmente reconstruir de acordo com o desejo da elite de poucos sobreviventes.

Estes são apenas alguns exemplos da destruição planejada e arquitetada há décadas – exatamente como prevista nos decretos do Clube de Roma.

As pessoas acordaram. O que acontece nos EUA já está acontecendo numa versão diferente, talvez menos visível, na Europa. Deixemos de sermos ‘Nações de Ovelhas governadas por Lobos‘ [muito mal intencionados].

Sobre o autor: Peter Koenig  é analista geopolítico e ex-economista sênior do Banco Mundial e da Organização Mundial da Saúde (OMS), onde trabalhou por mais de 30 anos em todo o mundo. Ele dá palestras em universidades nos EUA, Europa e América do Sul. Ele escreve regularmente para jornais online e é autor de  Implosion – An Economic Thriller about War, Environmental Destruction and Corporate Greed; e  coautora do livro de Cynthia McKinney “Quando a China espirra:  do bloqueio do coronavírus à crise político-econômica global” ( Clarity Press – 1º de novembro de 2020). Peter é pesquisador associado do Centro de Pesquisa sobre Globalização (CRG). Ele também é membro sênior não residente do Instituto Chongyang da Universidade Renmin, Pequim. 


“Precisamos do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *