Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Diversidade, Equidade, Inclusão, Agenda Verde, Mudanças Climáticas… “uma Ova”.

Depois de receber centenas de milhões de dólares em contribuições corporativas, pagar milhões em bônus aos seus dirigentes e comprar mansões de milhões de dólares para os seus membros fundadores [fraudadores], o Black Lives Matter-BLM (Bolshevik Lives Matter) teve um déficit de US$ 9 milhões. CEOs covardes e idiotas ansiosos para apaziguar a multidão de zumbis “acordada” sempre caem nesses golpes. Em breve poderemos testemunhar o fim do movimento “DEI” seguido pelo fim da “agenda Verde”?

As letras “DEI” representam Diversidade, Equidade e Inclusão, que é o mantra da América corporativa e política hoje.

De autoria de James Rickards – Fonte: DailyReckoning.com,

Parece bom. Quem não gosta de diversidade na experiência e na conversa? Quem não apoia a equidade?  E o que há de errado com a inclusão de indivíduos em grupos e instituições maiores? Nada, nenhum problema.

O problema é que nenhuma dessas palavras é usada de maneira sensata pois existe uma agenda oculta ´pr trás da sua propaganda. Elas são usadas ??no estilo orwelliano para significar quase seus opostos exatos.

Em seu romance distópico sobre a tirânia Nineteen Eighty-Four [1984], George Orwell escreveu o slogan do partido político do Big Brother como “GUERRA É PAZ. LIBERDADE É ESCRAVIDÃO. IGNORÂNCIA É FORÇA”.

Os traficantes de DEI de hoje deixaram Orwell orgulhoso.

  • Diversidade significa  uniformidade  de pensamento e prática ao longo de linhas ideológicas e agendas políticas.
  • Equidade não significa igualdade de oportunidades. Significa igualdade de resultado, o que implica em prejudicar os mais talentosos e tirar dos mais produtivos para dar esmolas aos mais preguiçosos, vagabundos e menos motivados.
  • Inclusão significa exclusão de brancos de dormitórios negros, exclusão de palestrantes impopulares de locais públicos e exclusão de ideias que variam de uma ortodoxia politicamente rígida. A agenda de pensamento da DEI está sendo aplicada por exércitos de inspetores, censores e oficiais de conformidade que vão demitir, rebaixar e denegrir você na frente de seus colegas se você se desviar do controle de pensamento deles.

É hora de DEI MORRER. É hora de excluir essas ideias dos campi universitáriosd, instituições e corporações onde elas prevalecem.

Muitos americanos decentes começaram a se opor à agenda da DEI, mas nenhum de forma mais agressiva e bem-sucedida do que o governador da Flórida, Ron DeSantis. DeSantis acaba de assinar uma legislação que elimina o DEI no ensino superior no estado da Flórida.

Isso ocorre depois que DeSantis demitiu o presidente e todo o conselho de curadores do New College of Florida por sua propaganda da DEI e os substituiu por funcionários que valorizam a educação honesta e o estudo das humanidades.

Muitas pessoas falam muito sobre DEI, mas na verdade não fazem nada, exceto serem “acordados” e criar frases de efeito.  DeSantis faz as coisas. Esperemos que ele não esteja sozinho.

O futuro da educação, do debate aberto e da criatividade está em jogo.

Relacionada à agenda do DEI está a agenda do ESG. E o principal componente da agenda ESG é o clima. Abaixo, mostro como essa agenda climática tem pouco a ver com clima – e tudo a ver com controle sobre você. Leia.

A Fraude da “Agenda Verde”

Aqueles que gritam mais alto sobre a mudança climática querem destruir a indústria de petróleo e gás natural, destruir a construção de usinas nucleares, fechar usinas movidas a carvão, acabar com a mineração de carvão, obrigar o uso de veículos elétricos (EVs) em prazos muito curtos e eliminar fogões a gás em sua cozinha, lareiras e até churrasqueiras ao ar livre.

Eles também querem construir matrizes de turbinas eólicas no mar e em desertos, planícies e até em montanhas perto de você. Eles querem instalar campos de módulos solares em todos os telhados e espaços abertos perto de um centro populacional. Os radicais da mudança climática querem aumentar a mineração de lítio, níquel, cobalto, cobre, terras raras e outros produtos químicos perigosos para alimentar sua obsessão por baterias de veículos elétricos.

Eles estão gastando centenas de bilhões de dólares de impostos para subsidiar os EVs, a fabricação de baterias e uma rede de costa a costa de estações de carregamento para manter os EVs em movimento (mesmo que tenham que parar para uma carga a cada 180 milhas).

Os verdes também querem impor “cidades de 15 minutos”, onde você pode andar por todo o seu bairro/prisão em 15 minutos, o que significa que você não precisará do seu carro para visitar um médico, lavanderia, mercearia, farmácia ou qualquer outro local visitados rotineiramente para recados e necessidades.

Isso pode parecer atraente se você escolher voluntariamente. Mas não é isso que os idiotas verdes têm em mente. Eles querem cidades de 15 minutos como um cavalo de Tróia para eliminar completamente os automóveis e forçá-lo a andar de bicicleta ou usar o transporte público. No final, você precisará de uma licença para ir para outra cidade.

As licenças serão racionadas e controladas e você terá que se colocar em uma lista de espera até a sua vez. Você pode pagar seu ingresso com a nova moeda digital do banco central (CBDC), desde que sua pontuação de crédito social seja alta o suficiente e você não tenha votado no candidato errado na última eleição, esteja comendo insetos, não possua nada, seja vacinado e muito feliz . . .

Em resumo, a agenda de mudanças climáticas não é sobre mudanças climáticas. Trata-se do controle político e econômico total da população. A chamada mudança climática é uma tática de intimidação de elite para fazer você se alinhar e obedecer às ordens do governo (como a maioria das pessoas faz bovinamente).

As elites afirmam que, se não reduzirmos radicalmente as emissões de CO2 (dióxido de carbono) e CH4 (metano), o aquecimento global derreterá as calotas polares, elevará o nível do mar, colocará nações insulares debaixo d’água e inundará o sistema de metrô de Nova York em 10 anos ou menos. Eles têm feito afirmações semelhantes por 40 anos e sempre estiveram errados. Mas isso não os impede de seguir em frente. O medo das massas de zumbis funciona.

A novidade é que a multidão do clima agora tem o poder político de que precisa para impulsionar sua agenda usando o medo, a tirania e o estado regulador para atacar seus meios de transporte, suas conveniências pessoais, alimentação e suas escolhas de consumo.

Isso está sendo possibilitado pelo senil presidente marionete (‘Dementia’ Joe) Biden e milhares de burocratas enterrados na Agência de Proteção Ambiental (EPA), no Departamento de Energia (DOE), na Comissão Federal de Comércio (FTC) e em dezenas de outras agências.

O Tesouro dos EUA, a SEC e o Federal Reserve até se juntaram ao regulamentar os empréstimos para a indústria de petróleo e gás e exigir divulgações financeiras sobre mudanças climáticas e outras métricas ESG (ambiente, social e de governança).

Enquanto isso, o Banco Mundial (controlado pelos controladores dos EUA) está sendo encorajado a negar empréstimos a indústrias que envolvam desenvolvimento baseado em carbono e direcionar o financiamento para projetos aprovados pelos “especialistas” em clima. Isso é chamado de abordagem de “todo o governo”, na qual todas as agências se envolvem na promoção da agenda climática, mesmo que não seja o trabalho principal dessa agência. A pressão nunca para.

Em suma, o debate sobre mudanças climáticas não poderia ser mais relevante para os investidores.  Aqueles que mandam no “Green New Deal” (o que eu chamo de Green New Scam) decidirão quais indústrias ganham ou perdem, quais projetos são financiados (ou não), quais iniciativas são subsidiadas pelo governo ou deixadas para murchar na videira e quais empresas sentirão o calor regulatório se não concordarem com os programas ESG.

A mudança climática não é um espetáculo à parte. Nada é mais relevante para mercados, investidores e alocadores de ativos hoje.

A mudança climática é real, mas é lenta e poderosa e não tem nada a ver com gases residuais, como dióxido de carbono e metano. É causada pela interação de sistemas complexos, como ciclos solares, correntes oceânicas, padrões de vento, incluindo a corrente de jato, atividade vulcânica, níveis de salinidade (por sua vez causados ??pela subducção das correntes oceânicas) e outros megassistemas sobre os quais os humanos não têm controle.

Estamos vivendo em um mundo onde grandes forças além do nosso controle foram sequestradas pelas elites para criar um clima de medo para alcançar sua agenda de comando total do governo sobre sua vida. É hora de americanos e cidadãos de todo o mundo aprenderem os fatos, repelir as elites e restabelecer políticas públicas baseadas na ciência real. É hora de tirar do caminho os modelos defeituosos, dados falsos e avisos falsos.

Infelizmente, o público depende das pre$$tituta$ da mídia e dos corruptos líderes políticos para obter informações. À medida que as décadas passam e as histórias assustadoras são desacreditadas repetidamente, o ceticismo público aumentará e os alarmistas perderão credibilidade.

O perigo é que os alarmistas aprovem a legislação, limitem as escolhas e imponham custos em nome da mudança climática antes que o público perceba o golpe. Nesse ponto, o dano econômico torna-se semipermanente, mesmo que o alarmismo desapareça.

Na visão das elites, os cidadãos ficarão confinados em pequenas vilas ou cidades por longos períodos. As viagens serão fortemente restritas. Os aparelhos serão reduzidos sem que o consumidor escolha.  Impostos serão cobrados sobre atividades direcionadas para desencorajar o uso do que não é mais conveniente. 

A educação será [já foi] transformada em doutrinação para formar uma geração que acredita nas mentiras climáticas necessárias para obter apoio para essas medidas (esse tipo de doutrinação está em andamento há alguns anos).

Bem-vindo ao mundo da elite verde. É coercitivo, restritivo, arrogante, hipócrita e aparentemente não muito divertido. É um mundo onde as elites controlam tudo e você [continua] fazendo o que eles mandam. É um mundo escuro, apesar de “acordado”, baseado em mentiras e medo. Está chegando mais cedo do que você espera, a menos que os cidadãos possam dar as mãos, reafirmar a verdade e empurrar as elites de volta para um canto onde elas pertencem, a lata de lixo da história.


“O indivíduo é deficiente mentalmente [os zumbis], por ficar cara a cara, com uma conspiração tão monstruosa, que nem acredita que ela exista. A mente americana [humana] simplesmente não se deu conta do mal que foi introduzido em seu meio. . . Ela rejeita até mesmo a suposição de que as [algumas] criaturas humanas possam adotar uma filosofia, que deve, em última instância, destruir tudo o que é bom, verdadeiro e decente”.  – Diretor do FBI J. Edgar Hoover, em 1956.


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)” para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *