Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Escalada no Oriente Médio: Guerra se expande com Ataques Aéreos de Israel a 60 km de profundidade no Líbano

A guerra Israel-Hezbollah está expandindo-se, o que ficou evidente nessa segunda-feira quando Israel atacou pela primeira vez perto de uma grande cidade que fica no interior do Líbano, longe da fronteira, na região de Ghaziyeh. O porta-voz das Forças de Defesa de Israel (IDF), contra-almirante Daniel Hagari, confirmou num comunicado que os militares estavam por trás de grandes ataques aéreos que abalaram uma cidade ao sul de Sidon no início do dia.

Escalada no Oriente Médio: Guerra se expande com Ataques Aéreos de Israel a 60 km de profundidade no Líbano

Fonte: Zero Hedge

Segundo Hagari, os ataques tiveram como alvo os depósitos de armas do Hezbollah e também serviram como resposta a um ataque carregado de explosivos que atingiu o norte de Israel na segunda-feira. O vídeo publicado no X capturou o momento dos ataques aéreos massivos:

BREAKING: O ataque militar israelense massivo contra o #Líbano tem como alvo áreas civis perto da grande cidade costeira, Sidon. Tel Aviv está tentando incitar os sunitas do Líbano? Sidon é de onde vem o ex-PM Rafik Hariri. Já se passaram 5 dias desde o aniversário de seu assassinato.

Sidon é a terceira maior cidade do Líbano e a região atacada fica a pelo menos 45-60 quilômetros da fronteira israelita. Até agora, os ataques retaliatórios que remontam ao início de Outubro, após o ataque terrorista do Hamas ao sul de Israel, têm-se limitado ao sul do Líbano. Os combates têm-se mantido, em geral, a quilômetros da fronteira em ambos os lados.

“Jatos israelenses atacaram perto de Sidon na segunda-feira, informou a mídia israelense, citando o jornal Al-Akhbar, afiliado ao Hezbollah”, também confirma a mídia regional . “Os dois ataques ocorreram na região de Ghaziyeh, a cerca de 60 km da fronteira norte de Israel”.

Vídeos dos ataques mostram uma enorme bola de fogo explodindo no ar…

Primeiros momentos dos ataques aéreos sionistas na área de Ghaziyeh, no Líbano

Este ataque de Israel também marca a primeira vez que uma área de domínio sunita foi atingida (em vez de se concentrar no sul xiita, onde o Hezbollah tem maior influência)… Desde então, a mídia nacional libanesa descreveu o ataque como sendo contra uma instalação industrial, em meio à resposta de emergência em andamento…

O número das vítimas em Ghaziyeh ainda são desconhecidas, mas o local fica numa área civil ao longo da costa libanesa do Mediterrâneo. Entretanto, há relatos de sirenes de alerta de mísseis soando mais de uma vez em várias cidades do norte de Israel, o que pressagia a próxima resposta do Hezbollah.

O ataque não tem precedentes desde que os combates começaram após 7 de outubro, visto que se encontra muito adentro do território libanês:

O Ministro dos Negócios Estrangeiros israelita, Israel Katz, repetiu recentemente um aviso ao governo libanês, dizendo que se o Hezbollah não for removido de perto da fronteira, o Líbano “pagará um preço elevado”.

No entanto, o Exército do Líbano é amplamente visto como não tendo capacidade para remover o poderoso grupo paramilitar xiita apoiado pelo Irã, muito maior e mais bem armado do que os terroristas do Hamas na Faixa de Gaza, o que também certamente desencadearia outra guerra civil.


Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *