browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Esquerdistas (sociopatas) odeiam Liberdade de Expressão porque ‘Temem a Dissidência’, e não a “Desinformação”

Posted by on 11/05/2022

Acho que um dos desenvolvimentos sociais mais bizarros dos últimos 10 anos nos EUA foi a lenta mas constante mudança da esquerda política como supostos defensores da liberdade de expressão para inimigos da liberdade de expressão. O nível de ginástica mental exibido pelos esquerdistas para justificar seus ataques à liberdade e à 1ª Emenda é desconcertante. Tanto que começo a questionar se liberais e esquerdistas realmente tiveram algum respeito pelos direitos da 1ª Emenda para começar?  Ou, talvez a única liberdade com a qual eles se importassem o tempo todo fosse a liberdade de assistir pornografia…

Esquerdistas (sociopatas) odeiam Liberdade de Expressão porque ‘Temem a Dissidência’, e não a “Desinformação”

Fonte: Alt Market

Pode-se ver a progressão constante dessa guerra contra o discurso e as ideias, e o jogo final é previsível: alguém está realmente surpreso que o [des]governo do marionete senil Joe Biden esteja implementando um Ministério da Verdade no estilo “1984” de Orwell na forma do Conselho de Governança de Desinformação do DHS, [e com uma psicopata khazar na sua chefia] ? Podemos simplesmente aceitar a realidade neste momento de que os esquerdistas são maus e seus esforços alimentam uma agenda de autoritarismo? Existe alguma evidência em contrário?

Antes de entrar nesse assunto, acho importante ressaltar que está ficando cansativo ouvir argumentos nos dias de hoje sugerindo que encontrar esquerdistas “em algum lugar no meio” é a melhor e mais desejável opção. Vejo essa atitude em todo lugar e acho que vem de uma certa ingenuidade sobre a situação que estamos enfrentando como país. 

Moderados e “normais” junto com pessoas como Bill Maher e Russell Brand estão FINALMENTE começando a perceber como os esquerdistas malucos sociopatas são e o pêndulo está balançando um pouco para trás. Mas eram os conservadores que estavam chamando o culto da justiça social e sua estrada para o inferno por anos.

Enquanto todos os outros eram alegremente ignorantes, estávamos travando as batalhas que travaram o avanço esquerdista. Isso não quer dizer que eu não esteja feliz por ter moderados e liberais reformados a bordo, é uma grande coisa. No entanto, o tempo para a diplomacia e encontrar os esquerdistas no meio do caminho está morto há muito tempo.

Não existe mais um “centro” em nossa sociedade, ou você se inclina para o conservador e apoia a liberdade, ou você se inclina para a esquerda e apoia o autoritarismo. Não existe mais um meio-termo mágico e utópico que precisamos alcançar para acertar as coisas. Não somos obrigados a tolerar o autoritarismo de esquerda por causa da “democracia”. Às vezes, certas ideologias e certos grupos são mutuamente exclusivos da liberdade; ou seja, eles não podem coexistir dentro de uma sociedade que valoriza a liberdade.

Precisamos ser claros sobre onde as linhas são traçadas, porque ficar em cima do muro não é mais uma opção. Andar no meio da estrada? Voce será esmagado como uma uva.

Para entender como os esquerdistas chegaram ao ponto de ódio entusiástico aos direitos de liberdade de expressão, há alguns fatores psicológicos e filosóficos que precisam ser abordados. Estes incluem ideais específicos que os esquerdistas valorizam que são desconexos ou simplesmente irracionais:

Discurso de ódio é real e deve ser censurado?

Primeiro, como argumentei por muitos anos, não existe “discurso de ódio”. Há falas que algumas pessoas não gostam e falas que as ofendem. Isso é tudo.

Constitucionalmente, não há discurso de ódio. As pessoas podem dizer qualquer coisa ofensiva que desejem e acreditem como quiserem, desde que não estejam caluniando a reputação de uma pessoa com mentiras ou ameaçando-a com danos corporais diretos. Se você se ofende com as críticas, o problema é seu.

Os esquerdistas acreditam no contrário. Em vez de se tornarem mais grosseiros, eles acham que o “discurso de ódio” deveria ser ilegal e que deveriam ser as pessoas que determinam o que é discurso de ódio. Esta é uma espécie de porta mágica para acessar e manipular o poder [a favor do seu DIRCURSO], porque se você pode se declarar árbitro do discurso de ódio, você se dá autoridade para controlar TODO o discurso. Ou seja, como uma “polícia do pensamento”, tudo o que você precisa fazer é rotular tudo o que você não gosta como discurso de ódio, não importa o quão factual e real seja o discurso, se ele não for de sua conveniência, e agora você dita o curso da sociedade.

Ninguém é capaz desse tipo de objetividade ou benevolência. Nenhuma pessoa viva tem a capacidade de determinar qual discurso é aceitável sem preconceito. Como o Um Anel no Senhor dos Anéis, não há indivíduo ou grupo capaz de exercer tal poder sem ser corrompido por ele. Ou não há discurso de ódio, ou tudo se torna discurso de ódio.

A liberdade de expressão é negada pelos direitos de propriedade?

Isso é uma referência direta aos sites de mídia social e é uma simplificação excessiva da questão da liberdade de expressão e das grandes plataformas de mídia social. Aqui está o enigma ou “falso paradigma” se você quiser:

Os esquerdistas defendem os direitos de propriedade privada, mas apenas quando se trata de grandes plataformas corporativas de tecnologia como Twitter, Facebook, YouTube, etc. Eles gostam de direitos de propriedade privada para empresas que acreditam estar politicamente do seu lado; eles odeiam direitos de propriedade privada para todos os outros. Basta olhar para a resposta deles à recente compra de Elon Musk no Twitter; os esquerdistas estão exigindo que Musk seja detido a todo custo e exigem que a SEC e a FCC interfiram para interromper a venda porque alegam que a compra de Musk é uma “ameaça à democracia”.

A própria mídia de propaganda pre$$titute$ está clamando para interromper a aquisição do Twitter por Musk. Independentemente de você confiar nele ou não, a aquisição da plataforma por Musk pelo menos expôs as atitudes totalitárias dos principais jornalistas para todos verem. Eles estão agora mesmo admitindo no ar que ELES controlam a discussão pública ; que é “o trabalho deles”, e eles veem Musk como uma ameaça a esse [pseudo]monopólio da [pseudo] verdade.

Por que os direitos de propriedade privada de Elon Musk são menos importantes ou protegidos do que os acionistas originais do Twitter (Vangaurd, BlackRock (leia-se Rothschilds), Morgan Stanley e um príncipe saudita)? Porque Musk não afirma representar projetos e interesses esquerdistas? Os esquerdistas não têm princípios, eles só se preocupam com a fabricação do consentimento a SEU FAVOR. Seu método de vencer exige que eles nunca se restrinjam aos limites dos valores ou da moral. Novamente, esta é o epítome do puro mal.

Além dessa ironia, porém, está a questão mais profunda da intervenção do governo versus direitos empresariais. Muitas pessoas parecem pensar que o poder do governo deve equilibrar o poder corporativo quando a verdade é que governos e corporações trabalham de mãos dadas; eles são muitas vezes um na mesma entidade.

O Twitter e outras plataformas de Big Tech recebem bilhões e bilhões de dólares em estímulos governamentais e incentivos fiscais todos os anos. As corporações como um conceito são essencialmente uma criação socialista. Elas desfrutam de responsabilidade limitada e personalidade corporativa, juntamente com outras proteções especiais sob a carta do governo. Com todas essas proteções, incentivos, resgates e medidas de estímulo, é quase impossível para pequenas e novas empresas competirem com elas. Representam um monopólio por cartel; eles controlam o mercado em conluio entre si e elas em conluio com o governo.

Um exemplo perfeito disso seria a coordenação entre várias empresas de Big Tech para derrubar Parler, um concorrente conservador inclinado ao Twitter. Isso exigiu que algumas das maiores empresas do mundo trabalhassem em uníssono com a bênção de funcionários do governo para interromper a capacidade de uma nova empresa de oferecer uma alternativa, e tudo porque a Parler estava ficando grande demais.

No caso da casa de uma pessoa privada ou de sua pequena empresa ou pequeno site, é verdade que não há direitos de liberdade de expressão. Eles podem expulsá-lo e não precisam dar uma razão. Mas quando se trata de grandes conglomerados que recebem bilhões em nossos impostos para se manterem vivos, não, eles não merecem direitos de propriedade privada. Eles agora se tornaram uma utilidade pública, e isso significa que estão sujeitos a limitações constitucionais, assim como as escolas e universidades públicas.

Este é um conceito que os esquerdistas simplesmente não entendem. Eles vêem o poder corporativo como sacrossanto… desde que sirva aos seus interesses.

Considere corporações globais como a Disney e sua intenção aberta de minar a aprovação da lei anti-grooming da Flórida; isso representa o apoio vocal da Disney para a sexualização e doutrinação de crianças nas escolas da Flórida e ostensivamente à pedofilia. Os esquerdistas aplaudiram o anúncio e alegaram que, sem a Disney, a economia da Flórida seria arruinada. Em vez disso, o estado virou a mesa e tirou os incentivos de isenções fiscais que davam à Disney há décadas. Os esquerdistas responderam acusando o governador DeSantis de ser um “fascista” e atacando a liberdade de expressão, é óbvio.

Mas vamos detalhar: os esquerdistas apoiaram alegremente a Disney, um grande conglomerado, e seus esforços para minar a vontade dos eleitores na Flórida. O governo do estado os impede de minar os eleitores, tirando o dinheiro e incentivos especiais que pertencem aos eleitores. Por sua vez, os esquerdistas afirmam que isso é uma violação dos direitos da Disney?

A disparidade entre os argumentos esquerdistas sobre a aquisição do Twitter por Elon Musk versus a tentativa de sabotagem da lei da Flórida pela Disney não poderia ser mais confusa. Quando se trata do Twitter, eles adoram a ideia de censura e reagem com pânico quando a mera perspectiva de liberdade de expressão (dentro dos limites da lei dos EUA) é apresentada. Quando se trata da Disney, eles dizem que adoram a ideia de liberdade de expressão, e qualquer um que queira limitar a influência da corporação na Flórida, não importa o quão criminoso seja, é acusado de fascismo.

A diferença é óbvia – Musk parece ser um elemento descontrolado, enquanto a Disney é um “aliado”. A liberdade de expressão e os direitos de propriedade são permitidos apenas para um lado da divisão cultural. Esquerdistas atacando a liberdade é liberdade de expressão; defender-nos desses ataques é uma ameaça à democracia. É um absurdo.

A desinformação é uma ameaça e a censura é a solução?

O santo graal da censura não são os filtros e algoritmos de sites, porque, como vimos com o Twitter, essas plataformas podem ser construídas ou compradas por alguém que não compartilha da agenda esquerdista. Em vez disso, a intervenção do governo e a capacidade de definir o que é discurso adequado e impróprio é o objetivo final. O jogo final dos autoritários é sempre transformar a censura em massa em lei, como se fosse justificada uma vez codificada.

Elites corporativas e fantoches políticos como o senil pedófilo Joe Biden pontificando sobre a ameaça de “desinformação” é hilário por várias razões, mas principalmente porque são os agentes do poder e a mídia que têm sido os principais fornecedores e manipuladores de desinformação por muito tempo.  De repente, hoje eles se preocupam com a disseminação de mentiras?

Acho óbvio que essas pessoas estão muito mais preocupadas com a divulgação de fatos, evidências e verdades que eles não querem que a grande massa tenha acesso. Eles não podem debater em terreno justo porque vão perder, então a única outra opção é nos silenciar. A instituição do Conselho de Governança da Desinformação [um Ministério da Verdade] é uma indicação clara de que o establishment e os sociopatas idiotas úteis da esquerda política estão ficando DESESPERADOS.

Seu domínio sobre [o controle da] a mente do público está diminuindo, e vimos isso durante suas recentes tentativas de impor a tirania médica em todo o país em nome da covid. Felizmente, conservadores em pelo menos 20 estados vermelhos [republicanos] lutaram contra a implementação de bloqueios, mandatos e passaportes de vacinas que teriam aniquilado nossos direitos constitucionais para sempre.

Durante anos ouvi o argumento de que quando as “botas” chegassem os conservadores não fariam nada, e agora sabemos que isso é bobagem. Alguns dos poucos lugares livres do mundo durante dois anos de medo pandêmico foram estados vermelhos na América, que coincidentemente também têm a maior concentração de conservadores.

Se você quer saber como seria nosso país se os conservadores não tivessem parado a maré da tirania covid, basta dar uma olhada na China hoje. Eles têm alguns dos mandatos de covid mais tirânicos do planeta e, no entanto, estão mais uma vez prendendo milhões de cidadãos devido a “altas taxas de infecção”. Não só isso, mas eles estão deixando seu próprio povo faminto no processo.

É uma loucura, e é exatamente o que os esquerdistas estavam defendendo para nós há apenas alguns meses. Os EUA estão abertos principalmente hoje, assim como estados vermelhos como o meu ficaram livres por quase toda a pandemia, e o que mudou? Metade do país ainda não está vacinado – Há morte em massa nas ruas? Não. Nada mudou em termos de covid. Os mandatos, mascaramento, lockdowns, distanciamento social, “vacinas”, etc… não fizeram diferença alguma, a não ser perturbar a economia e reduzir as liberdades das pessoas.

  • Há pouco tempo, apontar esse fato era considerado uma “desinformação” que precisava ser silenciada para “salvar vidas”. 
  • A história do laptop de Hunter Biden foi chamada de desinformação
  • A história do vazamento do Laboratório Wuhan na China foi chamada de desinformação. 
  • O ganho de pesquisa de função de Fauci sobre o vírus [armando o] covid no laboratório de Wuhan foi chamado de desinformação
  • O fato de pessoas vacinadas ainda contraírem e morrerem de covid é chamado de desinformação. 

Em outras palavras, o que o [des]governo do marionete senil Joe Biden, os oligarcas corporativos e os sociopatas da esquerda “acordados” chamam de “desinformação” hoje é eventualmente chamado de realidade amanhã.

Eu ficaria feliz em entrar em um debate justo com a secretária de imprensa da Casa Branca, Jen Psaki, sobre qualquer uma das questões acima e suas opiniões sobre o que constitui “desinformação”, mas ela nunca faria tal coisa porque sabe que seria esmagada como uma barata. 

Não é função de governo proteger o público de informações, sejam elas reais ou falsas. Não é seu trabalho filtrar ou censurar dados ou ideias. Eles não estão qualificados para isso. Ninguém esta.

Os esquerdistas sociopatas “acordados” operam a partir de uma mentalidade coletivista e isso os faz acreditar que a sociedade é uma entidade singular que precisa ser gerenciada e manipulada para alcançar um resultado desejado. 

Eles não têm nenhum conceito e senso de responsabilidade individual e nenhum discernimento, são zumbis sem mente própria, mas isso é uma observação lateral do problema real. Eles apoiam o controle de informações porque fatos e ideias fora de sua narrativa podem danificar essa narrativa [e talvez danifiquem seus cérebros]. E, se a narrativa for danificada, eles perdem o sentimento de poder, que é tudo o que realmente importa.

Se sua narrativa é tão frágil que não resiste a escrutínio ou pontos de vista alternativos, a sua NARRATIVA então não deve valer muito a pena. Se você tem que forçar as pessoas ou manipulá-las a acreditar do jeito que você acredita, então sua ideologia deve ser fundamentalmente falha e non sense. A verdade fala muito por si mesma e, eventualmente, vence [PREVALECE] sem ser imposta à força. Apenas mentiras precisam ser forçadas na consciência coletiva. Apenas mentiras exigem tirania.

Eventualmente, a realidade vence a propaganda, a menos que a censura total e o totalitarismo possam ser alcançados. Nada mudou nos mais de 200 anos desde a criação da Declaração de Direitos Humanos. A liberdade de expressão ainda é parte integrante e importante de uma sociedade em funcionamento.  Sem isso, a sociedade desmorona. Eles alegarão que hoje as coisas são diferentes e que a sociedade precisa ser “protegida de si mesma”. Isso é o que os tiranos sempre dizem quando tentam roubar o poder e exercer o controle total.

A maioria das pessoas que estão lendo isso já sabe que isso é uma guerra. Não é um debate político que exige dar e receber, mas um conflito completo em que o vencedor leva tudo. Uma facção do DHS que é mandataria para monitorar nosso discurso e fazer propaganda ao público é inaceitável e deve ser eliminada. 

O monopólio de sociopatas esquerdistas e globalistas das plataformas de comunicação de mídia social é inaceitável e deve ser eliminado. A imposição da ideologia esquerdista e globalista na narrativa da mídia pre$$titute$ enquanto censura qualquer informação contrária é inaceitável e deve ser eliminada. Trata-se de salvar as brasas restantes da cultura americana. Se não tomarmos uma posição agressiva agora, a próxima geração pode nunca conhecer a liberdade. Tudo o que amamos está em jogo.


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)” para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

One Response to Esquerdistas (sociopatas) odeiam Liberdade de Expressão porque ‘Temem a Dissidência’, e não a “Desinformação”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.