EUA (o G-7) e Israel deveriam estar preocupados. Oriente Médio Muçulmano está Seguindo o seu Próprio Caminho

Menos de um mês (em janeiro de 2024) antes de a Rússia assumir a presidência do BRICS+6, onde tanto os EAU como a Arábia Saudita (mais Argentina, Egito, Etiópia, Irã), serão membros de pleno direito do BRICS, a Rússia dá um grande passo para levar a cooperação com os EAU e a Arábia Saudita a um nível sem precedentes. A Rússia está unindo a discussão de tudo nesta reunião: Desde Relações de Chefes de Estado à Política Externa.

EUA (o G-7) e Israel deveriam estar preocupados. Oriente Médio Muçulmano está Seguindo o seu Próprio Caminho

Fonte: Global Research

Observem também que Putin viajou pessoalmente com segurança tanto para os EAU quanto para a Arábia Saudita. – e o todo, desde Investimentos Diretos InternacionaisDesenvolvimento Espacial, Inteligência Artificial (I.A.)Cooperação NuclearPolítica Industrial e Política Financeira, Multipolaridade e uma Moeda comum NÃO-DÓLAR nessa união.

Tanto os Emirados Árabes Unidos (EAU) quanto a Arábia Saudita são visitados pelo Presidente Putin, pelo Ministro das Relações Exteriores Lavrov, pelo Primeiro Vice-Primeiro Ministro da Federação Russa  Andrei Belousov, chefe do Ministério da Indústria e Comércio  Denis Manturov, pelo Vice-Primeiro Ministro Alexander Novak, a chefe do o Banco Central da Rússia (não dominado pelos Rothschilds) Elvira Nabiullina, o chefe da Roscosmos Yuri Borisov, o chefe da Rosatom Alexey Likhachev e o chefe do Fundo Russo de Investimento Direto (RDIF) Kirill Dmitriev.

O RDIF publicou recentemente uma plataforma internacional russa para serviços de IA. A delegação também inclui representantes da comunidade empresarial. Veja isto. Em cooperação com a Rússia e a China, os EAU e a Arábia Saudita estão tornando-se não apenas potências petrolíferas, mas também potências na I.A. moderna, no conhecimento de alta tecnologia e na economia espacial – e potências militares.

As potências centrais do Oriente Médio, os EAU, a Arábia Saudita, o Irã e até mesmo a Turquia (a maior forças armadas da OTAN), estão emergindo como novos pilares nas políticas internacionais da Rússia e da China – em todas as dimensões.

A Argélia (candidata ao BRICS) constrói relações mais profundas com seu maior fornecedor de armas, a Rússia, e a Argélia abre cooperação em defesa com a China. A Rússia e o Egito também têm vindo há anos a reforçar a cooperação, incluindo a cooperação em matéria de defesa, a cooperação nuclear (está a construída uma central nuclear pela Rússia) e a logística comercial (uma zona comercial russa perto do Canal de Suez).

Na Síria, a Rússia já estabilizou há muito tempo e GARANTIU o governo em Damasco contrário à agenda de Israel e EUA, e mesmo no Iraque, a Rússia assumiu há poucos dias o maior campo petrolífero do Iraque e expulsou o maior interveniente ocidental no setor petrolífero do Iraque. Recentemente, a Rússia, como presidente do BRICS+6 após 1º de janeiro de 2024, até deu seu aceno de aprovação à admissão do melhor amigo da China, o Paquistão (único país muçulmano COM ARMAS NUCLEARES), no BRICS, apesar de das hesitações da Índia, rival do Paquistão.

O Oriente Médio muçulmano está seguindo o seu próprio caminho – independentemente do (Hospício do) Ocidente (e das agendas de seus psicopatas). Num  momento em que todo o mundo não-ocidental, incluindo o mundo muçulmano, está indignado com a Nakba de Israel que pressiona os palestinos com o genocídio de mais de 16.000 civis em Gaza, em sua maioria MULHERES E CRIANÇAS, Israel e o seu apoiante de longa data dos EUA deveriam estar preocupados.

Nota aos leitores: clique no botão de compartilhamento acima. Siga-nos no Instagram e no Twitter e assine nosso canal Telegram. Sinta-se à vontade para repassar e compartilhar amplamente artigos de Global Research.

Karsten Riise é mestre em Ciências (Econômicas) pela Copenhagen Business School e possui diploma universitário em Cultura e Línguas Espanholas pela Universidade de Copenhague. Ele é uma ex-vice-presidente sênior e diretora financeira (CFO) da Mercedes-Benz na Dinamarca e na Suécia. Ela é uma colaboradora regular do Global Research.


“Parece duvidoso se, de fato, a política de “Botas no rosto” pode continuar indefinidamente.  Minha própria convicção é que a oligarquia governante encontrará maneiras menos árduas e perdulárias de governar e de satisfazer sua ânsia de poder, e essas formas serão semelhantes às que descrevi em Admirável Mundo Novo [uma verdadeira profecia publicada em 1932].  Na próxima geração, acredito que os governantes do mundo descobrirão que o condicionamento INFANTIL e a narco-hipnose são mais eficientes, como instrumentos de governo, do que e prisões e campos de concentração, e que o desejo de poder pode ser completamente satisfeito sugerindo às pessoas que amem sua servidão ao invés de açoita-los e chutando-os até à obediência. ” – Carta de Aldous Huxley  EM 1949 para George Orwell autor do livro “1984”


 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba nosso conteúdo

Junte-se a 4.328 outros assinantes

compartilhe

Últimas Publicações

Indicações Thoth