browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Facebook ‘Censura’ fatos sobre a verdade da pandemia Covid-19

Posted by on 23/10/2020

Os verificadores de fatos [CENSORES] do Facebook me CENSURARAM quando eu disse que a taxa de mortalidade por infecção de Covid estava em torno de 0,1%. Mas o que dizem os estudos científicos mais recentes?: Os principais cientistas do mundo ainda não podem ter certeza de quão mortal é o Covid-19, então por que a “polícia de censura” do Facebook sinaliza constantemente histórias dizendo que isso é ‘desinformação’ e alegando que a taxa é NOVE vezes pior do que a estimativa que apresentei? O vírus Covid-19 impactou o mundo com força massiva, uma pandemia [de pânico generalizado] além de qualquer coisa vista na memória viva. Tem havido uma reação planetária sem precedentes – alguns diriam uma reação exagerada sem precedentes. Mas quais são os números reais, qual é o verdadeiro risco de letalidade do vírus?

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Os verificadores de fatos [CENSORES] do Facebook me CENSURARAM quando eu disse que a taxa de mortalidade por infecção de Covid estava em torno de 0,1%. Mas o que dizem os estudos científicos mais recentes?

Fonte:  RT-Rússia Today

É muito difícil de se saber com exatidão. No início de qualquer pandemia, ninguém sabe ao certo quantas pessoas foram infectadas. Conforme afirma a própria Organização Mundial da Saúde:

“A subdetecção de casos “pode ser exacerbada” [sic] durante uma epidemia, quando a capacidade de teste pode ser limitada e restrita a pessoas com casos graves e grupos de risco prioritários (como profissionais de saúde da linha de frente, idosos e pessoas com comorbidades).”

Como regra geral, a taxa de mortalidade no princípio de uma pandemia começa por ser superestimada significativamente e depois cai, à medida que mais e mais pessoas são testadas e aquelas com infecções leves ou assintomáticas são identificadas. Com a gripe suína, a taxa de mortalidade por infecção estimada mais baixa – o número total de pessoas que morrem após serem infectadas, com ou sem sintomas – em dez semanas de pandemia era de uma em mil. Acabou em dois em dez mil. No final, a taxa real ficou “cinco vezes mais baixa”.

Algumas semanas atrás, via Facebook, sugeri que a taxa de mortes por infecção final de Covid-19 poderia ser tão baixa quanto 0,1%. Com isso quero dizer que de cada mil infectados, um morreria. Isso criou uma espécie de tempestade, e várias “autoridades” de checagem de fatos [censores] autoproclamadas decretaram que esse número estava completamente errado. Sob o título “Qual é a taxa de mortalidade real”, foi declarado que:

“Olhando para os dados ingleses, fica claro que a taxa de mortalidade neste país deve ser muito superior a 0,1%. Os pesquisadores que conduziram a pesquisa REACT-2 produziram uma análise mais detalhada, que estimou uma taxa geral de mortalidade nove vezes maior, cerca de 0,9% ”.

Claro, isso é importante para se acertar. Se a taxa de mortalidade por infectados for de 0,1%, o número total de mortes no Reino Unido chegará a cerca de 67.000. Se a taxa de mortalidade por infectados for 0,9%, o número final de mortes poderia ser superior a 500.000 vítimas fatais, o que significa que temos (potencialmente) outras 450.000 mortes pela frente. Na verdade, é o medo do número de ‘450.000’ que está impulsionando os novos bloqueios no Reino Unido.

Então, onde estamos agora? Os números ainda estão por toda parte, com alguns índices talvez mais confiáveis ​​do que outros. Curiosamente, a OMS (talvez inadvertidamente, dado seu histórico nessa ‘pandemia’) estimou a taxa de letalidade média muito inferior a 0,9%.

Cerca de duas semanas atrás, o Dr. Mike J. Ryan, Diretor Executivo do programa de emergências de saúde da OMS, afirmou que a OMS estimou que 750 milhões de pessoas foram infectadas em todo o mundo:

“Estima-se que 750 milhões, ou [cerca de] 10 por cento da população mundial, foram infectados pela Covid-19, disse o Dr. Mike Ryan, funcionário da Organização Mundial da Saúde (OMS).”

No momento de sua declaração, havia pouco mais de um milhão de mortes registradas em todo o mundo (1.034.068 para ser totalmente preciso). Usando esses dois dados, o IFR [Infection Fatality Ratio] pode ser facilmente calculado. É 1.034.068 mortos / 750.000.000 infectados = 0,138%. Quão preciso é este número? Bem, quem sabe com certeza? Provavelmente é tão preciso quanto a maioria das outras estimativas atuais.

No entanto, mesmo usar esses números endossados ​​pela própria OMS é aparentemente proibido aos olhos dos “verificadores de fatos” [Censores] do Facebook. Outro site que relatou esses números também encontrou sua história sinalizada como “desinformação” pelo Facebook e, posteriormente, acusou o gigante da mídia social de “vender falsidades e tentar reescrever a história”.

Um trabalho abrangente, uma revisão de 61 estudos de mortes de Covid-19 cobrindo 51 países, foi feito recentemente pelo Dr. John P. A. Ioannidis, cientista, médico e professor de epidemiologia da Universidade de Stanford e um pesquisador descrito como “um leão da ciência médica”. O artigo, revisado por seus pares e publicado pela OMS, concluiu que a taxa de mortalidade por infecção atualmente está em 0,23% e ele sugeriu que cairia ainda mais, alertando:

“As taxas de mortalidade por infecção inferidas tendiam a ser muito menores do que as estimativas feitas anteriormente no pandemia.”

Quem preferiria acreditar neste assunto? Um especialista em doenças infecciosas treinado em Harvard, autor de alguns dos artigos mais citados da história da medicina e um homem que o Atlântico chamou de “um dos cientistas vivos mais influentes”? Ou alguns “verificadores de fatos” [meros Censores à serviço da agenda da pandemia de PÂNICO]] que, estou supondo com segurança, não têm esse histórico ou experiência?

É verdade que as taxas de mortalidade atualmente variam amplamente de um país para outro, influenciadas por outros fatores, como idade, saúde, clima, cultura, etc. Em Cingapura [um pequeno país/cidade], houve quase 60.000 “casos” registrados, com 28 mortes. Isso representa uma taxa de letalidade de míseros 0,02%.

Quanto à Islândia, que foi (proporcionalmente) a população mais testada do mundo e usada como referência nos primeiros dias da pandemia, as coisas mudaram. No final de outubro, eles tiveram pouco mais de 4.000 “casos” de Covid-19 e 11 mortes, com um índice de letalidade de apenas 0,00275%. 

Você deve ter notado minha mudança para “taxa de letalidade”. Taxa de letalidade significa (ou costumava significar) aqueles com sintomas da doença, não apenas aqueles infectados. Portanto, a taxa de letalidade do caso sempre será maior do que a taxa de letalidade da infecção, pois a taxa de letalidade da infecção inclui aqueles sem sintomas. Muitos dos quais não serão testados e detectados.

Outro artigo do Prof. Ioannidis analisando a Taxa de Fatalidade por Infecção global chegou à conclusão que essa taxa era, em 7 de outubro, de 0,15 a 0,20%. Obviamente, esse número se aplica a toda a população, incluindo os idosos, e aqueles em maior risco porque têm outras condições médicas graves. Sua última estimativa do IFR na população com menos de 70 anos é de 0,04%. O que é quatro em 10.000 pessoas, e este número inclui pessoas com problemas médicos latentes graves.

O que seria para pessoas saudáveis com menos de 70 anos? Quase certamente muito menos, mas não vi bons números sobre isso.

Como você pode ver, os números ainda não se estabilizaram e países diferentes têm estimativas muito diferentes. Uma coisa constante, porém, como nas pandemias anteriores, é que os altos números de fatalidades encontrados e PREVISTOS no início  [da pandemia de pânico] estão caindo constantemente. O Centro de Medicina Baseada em Evidências em Oxford [CFR-Centre for Evidence Based Medicine] tem analisado as taxas de mortalidade de casos em declínio ao longo do tempo e diz:

“As estimativas brutas do CFR ao longo do tempo mostram que para pessoas com 80 anos ou mais, o CFR médio era de 29% até a semana 18, caiu para 17% nas semanas 19 a 27 e, em meados de julho em diante, o CFR foi de 11% – uma diminuição de 61%. “Uma queda maior é observada nas idades de 60-79 com média CFR ~ 9% em março / abril caindo para 2% em julho agosto.”

Claro, cabe ao indivíduo decidir quais números eles acreditam ser os mais precisos. Esta é uma área em que a ciência ainda não está claramente estabelecida. Diferentes autoridades estão reivindicando taxas de mortalidade muito diferentes. Mas – apesar do que os “verificadores de fatos” [Censores] do Facebook afirmam – muito poucos pesquisadores parecem acreditar que a taxa de mortalidade por infecção de Covid-19 esteja sequer perto de 0,9%.

E aqueles [serviçais do establishment e à serviço de sua agenda] que acreditam que podem determinar qual é  e será, realmente, a taxa de mortalidade por infecção da Covid-19, e também acreditam que podem atuar como juiz e júri para determinar quem está certo e quem está errado sobre esta questão ?

Bem, correndo o risco de ser condenado novamente, sugiro educadamente que um pouco de humildade seria apropriado. Tentar encerrar o debate na ciência costumava ser o papel da Inquisição Espanhola [e da democracia]. Achei que tivéssemos mudado e evoluído alguma coisa. O debate é a força vital da ciência.


A Matrix, o SISTEMA de CONTROLE MENTAL:   “A Matrix é um sistema de controle, NEO. Esse sistema é o nosso inimigo. Mas quando você está dentro dele, olha em volta, e o que você vê? Empresários, professores, advogados, políticos, carpinteiros, sacerdotes, homens e mulheres… As mesmas mentes das pessoas que estamos tentando salvar. “Mas até que nós consigamos salvá-los, essas pessoas ainda serão parte desse sistema de controle e isso os transformam em nossos inimigos. Você precisa entender, a maioria dessas pessoas não está preparada para ser desconectada da Matrix de Controle Mental. E muitos deles estão tão habituados, tão desesperadamente dependentes do sistema, que eles vão lutar contra você  para proteger o próprio sistema de controle que aprisiona suas mentes …”


Mais informações, leitura adicional:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.