Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Fragmentos de ‘Vírus de Macaco’ encontrados nas Vacinas Covid-19

Você deve se lembrar das entidades de Saúde Pública, das grandes corporações farmacêuticas Big Pharma e das pre$$tituta$ da mídia estatal que servem a ambas, insistindo que as terapias genéticas da Pfizer e da Moderna [injeções mRNA] não são, de fato, terapias genéticas porque, de acordo com suas alegações, esses produtos não contêm DNA, mas apenas RNA mensageiro e, portanto, não alteram o genoma humano.

Crimes contra a humanidade: Fragmentos de ‘Vírus de Macaco’ encontrados nas Vacinas Covid-19

Fonte: Armageddon Prose

Via  “verificação de fatos” da Associated Press, uma Pre$$tituta a serviço dos controladores do sistema, temos que :

“As vacinas COVID-19 da Pfizer e Moderna usam mRNA para instruir as células a produzir uma proteína do coronavírus e desencadear uma resposta imune. A vacina Johnson & Johnson usa um adenovírus modificado, um vírus do resfriado, para provocar uma resposta imune.

Mas nenhuma das vacinas pode alterar o DNA humano ”.

Obviamente, podemos confiar nas benevolentes pre$$titute$ da AP para contar a verdade honesta de Deus e sem verniz, faça chuva ou faça sol, porque eles perseguem fatos “a serviço” de informar o público sobre o que os podres poderes constituídos estão fazendo.

Porque esse é todo o valor público do atual jornalismo, toda a justificativa moral para sua existência como indústria. Certamente?

Correto?

Através do  Epoch Times :

“O microbiologista Kevin McKernan e sua equipe descobriram recentemente  os promotores do vírus símio 40 (SV40) inseridos nas vacinas bivalentes de mRNA COVID da Pfizer e da Moderna…

No vídeo [incorporado abaixo], Jessica Rose, que possui doutorado em biologia computacional, entrevista o microbiologista Kevin McKernan em “Good Morning CHD”. A equipe de McKernan descobriu recentemente os promotores do vírus símio 40 (SV40) nas vacinas bivalentes de mRNA COVID da Pfizer e da Moderna. Por décadas, o SV40 foi suspeito de causar câncer em humanos…

Vários métodos foram implantados para avaliar a composição do ácido nucleico de quatro frascos vencidos das vacinas de mRNA bivalentes Moderna e Pfizer. Dois frascos de cada fornecedor foram avaliados… Múltiplos ensaios suportam contaminação de DNA que excede o requisito de 330 ng/mg da Agência Europeia de Medicamentos (EMA) e os requisitos de 10 ng/dose do FDA…

Igualmente – se não mais – preocupantes,  esses contaminantes de DNA também podem alterar o genoma humano . Como explica o Sr. McKernan, o sequenciamento genômico envolve a leitura das letras do genoma, A, T, C e G, que compõem o código do DNA. Tanto o DNA quanto o RNA podem ser sequenciados dessa maneira.”

Através  de pré-impressões OSF :

Vários métodos foram implantados para avaliar a composição do ácido nucleico de quatro frascos vencidos das vacinas de mRNA bivalentes Moderna e Pfizer. Dois frascos de cada fornecedor foram avaliados … Vários ensaios suportam contaminação de DNA que excede a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) 330 ng/  mg requisito e os requisitos de 10 ng/dose do FDA… “

Tem havido um debate saudável sobre a capacidade dos vírus SARs-CoV-2 de se integrarem ao genoma humano (Zhang et al. 2021). Este trabalho inspirou questões sobre a capacidade das vacinas de mRNA também integrarem o genoma. Tal evento exigiria a transcrição reversa dirigida por LINE-1 do mRNA em DNA, conforme descrito por Alden et al. (Alden et al. 2022). A contaminação por dsDNA da sequência que codifica a proteína spike não exigiria LINE-1 para transcrição reversa e a  presença de um sinal de localização nuclear SV40 no vetor de vacina da Pfizer aumentaria ainda mais as chances de integração.  Este trabalho não apresenta evidências de integração do genoma, mas ressalta que a atividade de LINE-1 não é necessária devido aos níveis de dsDNA nessas vacinas. A localização nuclear desses vetores também deve ser verificada.”

Portanto, se as descobertas do estudo acima forem factuais, então:

-As injeções de COVID da Pfizer contêm promotores de vírus de macaco SV40 (fragmentos)

-A Pfizer, a mídia estatal corporativa e a corrupta burocracia da Saúde Pública mentiram repetidamente sobre o fato acima

Promotores de SV40 provavelmente causam câncer

As taxas de câncer explodiram em todo o mundo pós-vacinas mRNA

A que outra conclusão podemos chegar além de que essas corporações e atores governamentais são responsáveis ​​pelo maior esquema de assassinato [e CONTAMINAÇÃO] em massa da história mundial, superando qualquer coisa que os ditadores mais sanguinários da história poderiam ter imaginado?

Ben Bartee, autor de  Broken English Teacher: Notes From Exile , é um jornalista americano independente baseado em Bangkok com polegares opositores. Siga seu material  Substack  se você estiver inclinado a apoiar o jornalismo independente, livre de tendências corporativas. Além disso, mantenha o controle via  Twitter . Frasco Insta-tip  e endereço público Bitcoin: bc1qvq4hgnx3eu09e0m2kk5uanxnm8ljfmpefwhawv


“O indivíduo é [TÃO] deficiente mentalmente [os zumbis], por ficar cara a cara, com uma conspiração tão monstruosa, que nem acredita que ela exista. A mente americana [humana] simplesmente não se deu conta do mal que foi introduzido em seu meio. . . Ela rejeita até mesmo a suposição de que as [algumas] criaturas humanas possam adotar uma filosofia, que deve, em última instância, destruir tudo o que é bom, verdadeiro e decente”.  – Diretor do FBI J. Edgar Hoover, em 1956


Estamos executando o nosso blog com as doações de nossos leitores. Como a receita de anúncios foi “cancelada” há bastante tempo, agora você não é apenas um leitor, mas uma parte integrante do processo que constrói este site. Obrigado pelo seu apoio, ele é muito importante.  Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *