Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Funcionário Nuclear dos EUA e ativista LGBTQ+ enfrenta Novas Acusações de Roubo

Hospício ocidental a pleno vapor . . .

Em nova ocorrência de roubo, um novo mandado de prisão acaba de ser emitido para [o demente] Sam Brinton, um ativista LGBTQ+ graduado funcionário do Departamento de Energia dos EUA que há apenas algumas semanas confessou ter roubado bagagem no aeroporto de Minneapolis em 16 de setembro. O vice-secretário adjunto para combustível radioativo e eliminação de resíduos do governo dos EUA é acusado de perpetrar o mesmo crime agora no aeroporto de Las Vegas, de acordo com o KLAS 

Funcionário Nuclear dos EUA e ativista LGBTQ+ enfrenta Novas Acusações de Roubo

Fonte: The National PulseZero Hedge

Agora, o ostensivamente “não-binário” vice-secretário adjunto para combustível radioativo e eliminação de resíduos do governo dos EUA é acusado de perpetrar o mesmo crime agora no aeroporto de Las Vegas, de acordo com o KLAS . A data do suposto roubo em Vegas ainda não foi divulgada.

A nomeação de Brinton em janeiro de 2022 para um posto nuclear sensível foi saudada como um exemplo brilhante da “inclusividade” do governo Biden,  com Brinton reivindicando a tiara da coroa como a primeira pessoa abertamente com “gênero fluido acordada” a ter um papel de liderança no governo federal [de ‘Dementia’ Joe].

Brinton não é graduado em estudos de gênero – ele tem dois mestrados em ciência nuclear e engenharia do MIT. Sua nomeação levantou as sobrancelhas, no entanto – e não apenas por causa de seu fabuloso cross-dressing, que inclui usar vestidos e salto agulha para trabalhar.

Quanto mais as pessoas percorriam as postagens públicas de mídia social de Brinton, mais estranhas as coisas ficavam.  O mais impressionante é que o alto funcionário dos EUA que supervisiona o lixo nuclear – que nas mãos erradas é adequado para criar uma bomba suja e talvez algo pior – é um aficionado vocal de “brincadeira de cachorro … 

… na medida em que este ativista LGBTQ+ recebeu o equivalente do DoE a uma autorização Top Secret – em uma posição no governo considerada crítica-sensível (CS) / de alto risco – um tipo considerado especialista em brincadeiras de cachorro, tendo participado de uma apresentação na Universidade de Nebraska em Omaha.

Brinton conduziu uma sessão “Kink 101” na Universidade de Nebraska em Omaha. A foto mostra Brinton em um vestido, de pé sobre três homens ajoelhados com máscaras de cachorro de couro em suas cabeças.

Gostaríamos de enfatizar que esta informação aqui publicada não vem de intrometer-se na vida pessoal dele, mas sim de ele colocar sua vida pessoal e preferências à vista do público. 

O papel sênior de Brinton no governo, de 35 anos, o coloca acima do nível “GS” comum e entre os estimados níveis do Serviço Executivo Sênior (SES), onde seu salário de $ 178.063 deve ser mais do que suficiente para financiar as compras de bagagem dos seus sonhos e não precisar ficar roubando as malas de terceiros em aeroportos. .

Mas aqui estamos nós, com ele acusado de ladrão de malas em série… o que pode ser um desvio de um sabor diferente. 

O que nos leva de volta ao seu roubo inicial. Algumas semanas após o incidente de Minneapolis, quando a polícia perguntou a Brinton se ele havia levado uma bolsa que não era dele, ele disse a princípio “não que eu saiba“. Algum tempo depois naquele mesmo dia, Brinton contatou o mesmo policial e admitiu ter levado a bolsa, mas culpou o cansaço  e retratou o ocorrido como um acidente. 

Girando aparente mentira após mentira, Brinton disse que entrou em pânico quando abriu a bolsa e percebeu que não era dele, e deixou as roupas para trás no quarto do hotel.  Questionado sobre por que ele levou a bagagem com ele e se livrou das roupas da mulher, a polícia disse que Brinton alegou que não queria deixar a bolsa porque era “mais estranho” deixar a bolsa do que as roupas.  

Brinton (à direita) com a secretária assistente de saúde Rachel Levine, uma mulher transgênero, ex homem almirante da Marinha dos EUA… ambos funcionário de ‘Dementia’ Joe em seu circo hospício de Washington DC . . .

Talvez a resposta honesta seja que as roupas da mulher não eram do tamanho dele. 

Sua alegação sobre levar a bagagem por engano desmoronou quando a polícia determinou que Brinton nem estava viajando com uma mala despachada, mas mesmo assim ele foi até a esteira de bagagens e pegou uma mala que pertencia a uma mulher que viajava de Nova Orleans com seu filho. Imagens de segurança mostram que Brinton removeu a identificação do proprietário antes de se pavonear antes de uma palestra com estudantes de engenharia LGBTQ+.   

Algumas semanas depois, Brinton voou para a Europa com a bolsa de rodas Vera Bradley de 26 polegadas, azul marinho e lateral rígida, roubada, avaliada em US$ 295.

Neste segundo roubo em Las Vegas, ele é acusado de roubo de bens avaliados entre US$ 1.200 e US$ 5.000. Em Minnesota, ele enfrenta uma pena por um juiz de até cinco anos de prisão, multa de US$ 10.000 ou ambos. Brinton já estava em licença temporária devido ao incidente de Minneapolis. Na semana passada, a Casa Branca se recusou a dizer se Brinton ainda está recebendo seu salário. 


“Precisamos do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal  AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”. para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Saiba mais, leitura adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *