Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

‘Hospício do Ocidente’ está mentindo sobre Ataque Terrorista em Moscou, acusa parlamentar britânico

Washington e Londres foram muito rápidos em atribuir a culpa aos “terroristas islâmicos”, disse disse no domingo o deputado britânico George Galloway. A alegação dos EUA, do Reino Unido e dos seus aliados ocidentais [OTAN/G-7] de que o ataque terrorista mortal na Câmara Municipal de Crocus, nos arredores de Moscou, foi perpetrado pelo Estado Islâmico (EI, antigo ISIS) é muito provavelmente uma “grande mentira”.

‘Hospício do Ocidente’ está mentindo sobre Ataque Terrorista em Moscou, acusa parlamentar britânico

Fonte: Rússia Today

Em seus programas de entrevistas Mother of All (MOATS), ele questionou a narrativa propagada por Washington e seus aliados imediatamente depois que quatro homens armados invadiram o local de concertos nos arredores da capital russa, matando mais de 130 pessoas e deixando mais de 180 feridas.

O porta-voz do Conselho de Segurança Nacional dos EUA, John Kirby, que comentou a tragédia quase imediatamente após o ataque, disse que Washington não viu “nenhuma indicação” de que ucranianos estivessem envolvidos. Mais tarde, algumas PRE$$TITUTA$ dos meios de comunicação ocidentais, incluindo a Reuters e a CNN, relataram que o EI-DAESH-ISIS [escolha uma das sopas de letras] assumiu a responsabilidade pelo ataque terrorista.

“Quando os EUA, o Reino Unido e outros rapidamente tentaram tranquilizar-me de que foi apenas o ISIS [que] executou este assassinato em massa em Moscou, eu soube automaticamente que eles estavam a mentir”, disse Galloway.

Ele então apontou para o que chamou de atividades suspeitas e “inexplicáveis” de alguns políticos e autoridades ocidentais, incluindo a declaração do Conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, John Kirby.

O legislador britânico chamou particularmente a atenção para o fato de o responsável norte-americano ter confirmado que Washington tinha apelado aos seus cidadãos para se manterem longe de locais lotados em Moscou ainda no início de março.

Kirby disse que a embaixada dos EUA na Rússia emitiu um alerta de segurança em 7 de Março, alertando que “extremistas” estavam a planejando um ataque iminente em Moscou. Ele ainda negou que tenha algo a ver com a agressão da última sexta-feira. “Não creio que isso tenha relação com este ataque específico”, disse ele.

Galloway também destacou o fato de o antigo presidente dos EUA, Barack Obama, ter feito uma visita surpresa a Downing Street 10, sede do governo britânico em Londres, poucos dias antes do ataque em Moscou. “Ninguém, ninguém explicou a visita não anunciada”, disse ele.

As PRE$$TITUTA$ da mídia do Reino Unido informou no momento da visita que o ex-líder dos EUA teria discutido uma ampla gama de tópicos, incluindo IA, com o primeiro-ministro Rishi Sunak durante uma “visita de cortesia” de uma hora de duração. 

Há um mês (até hoje!) no Centro de Estudos Estratégicos e Internacionais, Victoria “Fuck a UE” Nuland prometeu que a Ucrânia permitiria “acelerar a Guerra Assimétrica que tem sido mais eficaz” e que Putin pode ter “certeza de enfrentar algumas surpresas desagradáveis”. Nuland deixou o cargo de Vice-Secretária de Estado 10 dias antes deste vídeo. Civis de Moscou foram mortos hoje num ato de terrorismo (a Guerra “Assimétrica“)”.

Outro episódio mencionado por Galloway envolveu a subsecretária de Estado para Assuntos Políticos dos EUA, Victoria Nuland, que prometeu algumas “boas surpresas ASSIMÉTRICAS no campo de batalha” para Moscou este ano. “A Ucrânia terá um grande sucesso”, disse ela em janeiro, sem fazer mais comentários sobre o assunto, duas semanas antes de ser demitida do cargo.

Galloway citou estes fatos como “peças de prova” sugerindo que “os EUA, os seus aliados da OTAN e o seu marionete… [o] estado da Ucrânia… foram de fato responsáveis ​​por este assassinato em massa em solo russo”.


Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *