Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Interrupções na Telefonia Celular relatadas nos EUA: Um Cyber Attack na América?

No que poderia ser um ataque cibernético aos EUA, interrupções estão sendo relatadas em vários provedores de serviços, incluindo AT&T, Verizon, T-Mobile e US Cellular. O site Downdetector detectou um aumento nos relatórios de interrupções de usuários da AT&T, Verizon, T-Mobile, Consumer Cellular, Boost Mobile, US Cellular e Straight Talk. Os relatórios de queda dos serviços das operadoras começaram por volta das 03h45 ET.

Interrupções na Telefonia Celular relatadas nos EUA: Um Cyber Attack na América?

Fonte: Zero Hedge

Geograficamente, as interrupções foram relatadas em algumas das principais cidades dos EUA. Os usuários do Downdetector começaram a relatar interrupções da AT&T por volta das 03h45 ET. 

NENHUM COMENTÁRIO DA AT&T SOBRE A CAUSA DA INTERRUPÇÃO Pessoas em todos os EUA continuam relatando problemas com o serviço de celular em todas as três principais redes, AT&T, Verizon e T-Mobile. O Departamento de Gerenciamento de Emergências de São Francisco disse estar ciente de um problema que impede as pessoas de fazer e receber ligações, incluindo o serviço de emergência 911

A AT&T está atualmente passando por uma interrupção nacional que afeta várias cidades importantes. Seus clientes não conseguem nem ligar para o número de emergência 911 “Isso nos foi confirmado pelo 911 do condado de Erie (NY), que também nos disse que a First Net, que é uma rede que conecta socorristas, está sendo afetada por esta interrupção.” – YourErie. A mensagem abaixo foi recebida por um amigo próximo na Califórnia.

Os clientes de celular da ATT têm o maior número de falta de serviço, mas outras operadoras, como Cricket, Verizon e TMobile, estão relatando um número menor de interrupções. Você pode acompanhar as interrupções em http: downdetector.com

A situação está em desenvolvimento e não há relatórios concretos sobre o que desencadeou ias nterrupções generalizadas da telefonia celular nos EUA. 


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *