Israel usa I.A. (o “Evangelho”) para Matar, selecionando alvos em Gaza

Tel Aviv conta com um Programa de IA denominado “Evangelho” para selecionar alvos em Gaza em um ritmo rápido. Uma declaração no site das FDI diz que os militares israelenses estão usando a IA o “Evangelho” para “produzir alvos em ritmo acelerado”. Ele continua: “Através da extração rápida e automática de inteligência”, o Evangelho produziu recomendações de direcionamento para seus pesquisadores “com o objetivo de uma correspondência completa entre a recomendação da máquina e a identificação realizada por uma pessoa”.

Israel usa I.A. (o “Evangelho”) para Matar, selecionando alvos em Gaza

Fonte: AntiWar.com – De autoria de Kyle Anzalone

Aviv Kochavi, ex-chefe das FDI, disse que o sistema de IA o “Evangelho” foi usado pela primeira vez na campanha de bombardeio de maio de 2021 em Gaza. “Para colocar isso em perspectiva, no passado produzíamos 50 alvos em Gaza por ano”, disse ele. “Agora, esta máquina produz 100 alvos por dia, com 50% deles sendo atacados.”

A IDF não divulga o que insere no “Evangelho” para que o programa produza uma lista de alvos.

Na quinta-feira, o veículo israelense 972Magazine  informou que Tel Aviv estava usando IA para escolher alvos em Gaza. Um ex-oficial israelense disse ao 972Magazine que o Evangelho estava sendo usado como uma fábrica de assassinatos em massaO programa está selecionando para destruição as casas de supostos membros de baixo escalão do Hamas. Fontes disseram ao canal que ataques a residências podem matar vários civis.

Uma fonte criticou o Evangelho. “Lembro-me de pensar que seria como se [os militantes palestinos] bombardeassem todas as residências privadas das nossas famílias quando [os soldados israelenses] voltassem a dormir em casa no fim de semana”, disseram.

A IDF disse que “através da extração rápida e automática de inteligência”, o Evangelho produziu recomendações de direcionamento para seus alvos “com o objetivo de uma correspondência completa entre a recomendação da máquina e a identificação realizada por uma pessoa”.

Na sexta-feira, o Guardian ampliou o  artigo da 972Magazine relatando que a IA Evangelho desempenha um papel central nas operações militares [assassinatos em massa] em Gaza.

Uma fonte ex-militar israelense disse ao Guardian que os agentes usam um cálculo “muito preciso” do número ou taxa de civis que fogem de uma construção antes de um bombardeio iminente. No entanto, outros especialistas contestaram essa afirmação. Um advogado que aconselha governos sobre IA e cumprimento do direito humanitário disse ao meio de comunicação que havia “poucas evidências empíricas” para apoiar essa afirmação.

Durante o conflito de quase dois meses, Israel atingiu mais de 15.000 alvos. De acordo com o Euro-Med Human Rights Monitor, Israel lançou mais de 25.000 toneladas de explosivos na Faixa de Gaza. As IDF relatam que só matou entre 1.000 e 2.000 suspeitos de serem membros do Hamas. Ao mesmo tempo, pelo menos 15 mil civis foram mortos, incluindo cerca de 6.000 crianças.

Este é um relatório surpreendente e aterrorizante de @yuval_abraham sobre o uso por Israel de um
sistema de IA chamado Hasbora [EVANGELHO] para conduzir ataques em massa em Gaza, levando à morte “intencional” de civis. Mas quem fabrica o sistema Hasbora? Essa é uma questão chave.

Fontes israelenses conversando com 972Magazine também contestaram a alegação de que as FDI tentaram evitar vítimas civis. Um oficial sênior da inteligência disse a seus oficiais depois de 7 de outubro que o objetivo era “matar o maior número possível de agentes do Hamas”, para o qual os critérios relativos a danos a civis palestinos foram significativamente relaxados, informou o veículo.

Uma segunda fonte disse que a campanha de bombardeios massivos se deveu ao constrangimento que o governo israelense sofreu em 7 de outubro. “Tudo isso está acontecendo contrariamente ao protocolo usado pelas FDI no passado”, afirmaram. “Há um sentimento de que os altos funcionários do exército estão conscientes do seu fracasso em 7 de Outubro, e estão ocupados com a questão de como fornecer ao público israelita uma imagem [de vitória] que salvarão sua reputação.”

Richard Moyes, pesquisador que dirige o Artigo 36, disse que as imagens de Gaza provam que o bombardeio israelense em Gaza não se concentrou na precisão. “Observe a paisagem física de Gaza”, explicou. “Estamos assistindo ao arrasamento generalizado de uma área urbana com armas explosivas pesadas, por isso afirmo que a precisão e estreiteza da força a ser exercida não é confirmada pelos fatos.” Esta semana, a BBC analisou imagens de drones e satélites de Gaza e determinou que mais de 100.000 edifícios sofreram “danos“.

Na quinta-feira, o New York Times informou que o governo israelense estava ciente dos planos do Hamas para o ataque de 7 de outubro por mais de um ano. O artigo explicava que as autoridades israelenses acreditavam que “o Hamas não tinha capacidade para atacar e não ousaria fazê-lo. Essa crença estava tão arraigada no governo israelense, disseram as autoridades, que eles desconsideraram evidências crescentes em contrário.”


AVISO PARA OS ASSINANTES DO BLOG: Para os leitores assinantes do Blog, que recebiam link para acessar as postagens em seus endereços de E-Mail, solicitamos, por favor, que refaçam a sua inscrição aqui neste LINK: https://linktr.ee/thoth3126, devido à problemas técnicos e perda de dados que tivemos com a migração de servidor. Também avisamos aos nossos leitores que estamos preparando uma NOVA VERSÃO do Blog que em breve será disponibilizada para todos.

Convidamos também a conhecerem e seguirem nossas redes sociais:
Instagram: https://www.instagram.com/th.oth3126/
Facebook: https://www.facebook.com/thoth3126.blog
X (antigo Twitter): https://twitter.com/thoth3126_blog
Youtube: https://www.youtube.com/@


“Precisamos do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na CEF, Agência: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”


Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba nosso conteúdo

Junte-se a 4.328 outros assinantes

compartilhe

Últimas Publicações

Indicações Thoth