browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Jeffrey Epstein, um agente e chantagista à serviço dos interesses de Israel

Posted by on 21/07/2019

NOVA YORK – “Eu tive muitas experiências estranhas em minhas décadas de cobertura de assuntos de inteligência ao redor do mundo. Isso aconteceu como convidado para a sede da KGB em Moscou, para a inteligência chinesa em Pequim, para a inteligência americana na Virgínia, para a inteligência líbia em Trípoli, para a inteligência sul-africana e até para a inteligência albanesa em Tirana, mas nenhuma foi tão estranha como no dia em que fui convidado para almoçar em Nova York com a já famosa figura {do judeu khazar} Jeffrey Epstein. O “menino de ouro” da sociedade de Manhattan e Palm Beach” …

Tradução, edição e imagens:   Thoth3126@protonmail.ch

“Eu tive muitas experiências estranhas na minha vida”: uma visita à mansão  – “Armadilha Pote de Mel”- de Epstein na E 71st Street, em Manhattan

Fonte:  https://ericmargolis.com/2019/07/the-honey-trap-on-e-71st/

Em 20 de julho de 2019, de Eric Margolis

Sentenças entre {  } são de Thoth3126.

Mas nenhuma experiência foi mais estranha do que no dia em que fui convidado para almoçar em Nova York com a já famosa figura {do judeu khazar} Jeffrey Epstein. O “menino de ouro” da sociedade de Manhattan e Palm Beach agora {coberto de excrementos} está em uma cela de prisão acusado de fazer sexo {e traficar} com garotas menores de idade. Ele tem feito isso à vista para todos verem desde o início dos anos 90, mas, até recentemente, ele parecia ser à prova de ‘balas’.

Logo depois que eu entrei no hall da mansão de Epstein situada na E 71st Street, em Manhattan, que se diz ser a maior casa particular da cidade, um mordomo me perguntou, “você gostaria de uma massagem íntima, senhor, feita por uma menina muito jovem?” Essa oferta parecia tão fora de lugar e foi tão estranha para mim que eu rapidamente recusei.

Mansão de Jeffrey Epstein em Manhattan, E 71st Street, N. York

Mais importante que a indelicadeza, como um antigo observador de assuntos de inteligência, para mim essa oferta cheirava a boa e velha “armadilha do pote de mel”, uma tática para enredar e chantagear as pessoas que já era muito velha quando Babilônia ainda era jovem. Uma sala discreta com mesa de massagem, lubrificantes e, sem dúvida, câmeras prontas do lado de fora do saguão principal.

Eu cheguei com a principal jornalista canadense que era então próxima da namorada de Epstein, Ghislaine Maxwell e, dizia-se, sua procuressa {encarregada de conseguir garotas belas e muito jovens para Epstein}- algo que Maxwell nega. Estranhamente, Maxwell acreditava que eu poderia levar o centro de inteligência russo da KGB Moscow Center a divulgar fotos de satélite que poderiam mostrar o assassinato de seu pai, enquanto ele navegava em seu iate, o barão da imprensa {o judeu khazar} Robert Maxwell, que era um conhecido agente duplo de Israel e da KGB e um grande, enorme criminoso.

Também estava presente o advogado que sempre se autopromovia, {também um judeu khazar} Alan Dershowitz, que salvara da condenação pela justiça dos EUA o acusado assassino Claus von Bulow, bem como um titã do setor imobiliário de Nova York (não Trump) e figurões sorteados da elite da sociedade judaica da cidade. Todos cantavam os louvores para a nação de Israel.

O {judeu khazar} Jeffrey Epstein supostamente tinha laços com Donald Trump, Bill Clinton, o príncipe Andrew, da Grã-Bretanha, e repetidamente os levava par voar em seu jato particular, também conhecido como “Lolita Express” {Expresso Lolita, assim chamado porque, conforme testemunhas, o avião era equipado com uma cama gigantesca e sempre voava repleto de garotas muito jovens, algumas menores de idade, onde praticavam orgias sexuais com os ocupantes da aeronave}. Todos os hóspedes negam qualquer atividade sexual no interior da aeronave “Lolita Express” . Eu recusei um jantar com o príncipe Andrew, da Inglaterra e Reino Unido.

A residência de Epstein em Manhattan e em Palm Beach, ambas visitadas por inúmeras “celebridades”, sempre estava cheia de jovens massagistas. Todas eram garotas da classe trabalhadora ganhando muito dinheiro em seu tempo livre. Eu não vi nenhuma interação entre essas garotas e os convidados.

Epstein e Maxwell se tornaram grandes demais para suas próprias calças {e talvez para seus pênis também}. Eles exibiam suas aventuras sexuais e riam da “sociedade” nova-iorquina. Todos se perguntavam sobre a fonte da renda generosa de Epstein, mas ninguém sabia suas origens. Ele alegou ser um administrador de dinheiro exclusivo para um grupo de milionários secretos. Mas o seu único cliente identificado com este perfil foi o bilionário {judeu khazar} Leslie Wexner, proprietário da L Brands e da… “Victoria’s Secret”. Wexner negou qualquer conhecimento dos supostos crimes de Epstein.

Além das “brincadeiras sexuais”, {inclusive em sua mansão em uma ilha nas Ilhas Virgens, também com um apelido muito sugestivo de “Orgy Island”} Epstein e Maxwell estavam dispostos a muitas coisas estranhas. O FBI encontrou diamantes, dinheiro e um passaporte falso de Jeffrey Epstein quando invadiu sua mansão e documentos mostrando seu patrimônio líquido em US$ 559.120.954,00. O pessoal do imposto do IRS estará ansioso para rever as fontes dessa receita.

Parece provável que a influência política tenha sido exercida sobre o então advogado do Depto de Justiça dos EUA, Alexander Acosta (ele acabou de renunciar sob o fogo do escândalo Epstein na semana passada) para fazer um acordo judicial muito suave com Epstein, que primeiramente foi acusado pela justiça da Flórida de molestar meninas menores de idade. Epstein se safou de crime federal com um acordo generosíssimo e apenas com uma sentença simbólica de 13 meses de prisão DOMICILIAR que lhe permitiu trabalhar em seu escritório a maior parte do dia.

EPSTEIN PODE COMPROMETER SERIAMENTE “SUA ALTEZA REAL” O PRÍNCIPE ANDREW:

Trump ou Clinton estariam envolvidos? Quanto eles ‘festejaram’ com Epstein e se divertiram com suas meninas?  Falou-se de algum tipo de {Epstein ser um agente da} “inteligência” em relação ao affair Epstein de 2008 na Flórida o que o poupou de uma dura sentença federal.

Um respeitado ex-funcionário da CIA, Phil Giraldi, acusou Epstein de ser um influente agente israelense. Epstein foi dispensado com um leve tapa na mão em sua primeira acusação de abuso e tráfico sexual de menores, diz Giraldi, por causa de suas poderosas conexões com Israel. Para Giraldi e este escritor, a operação de “massagem” de Epstein era o início de uma clássica {e a mais antiga} operação de inteligência destinada a chantagear os homens de influência que eram convidados à sua casa e a frequentavam-na, para que depois fossem chantageados e atendessem os interesses de Israel. 

Clinton já teria caído nessa armadilha anos antes enquanto ainda era presidente, e talvez ele tenha sido o “maior peixe” fisgado neste tipo de operação de inteligência.

Agora observemos se esta pilha fedorenta de corrupção será rapidamente encoberta. Falemos sobre drenar o pântano!

Copyright Eric S. Margolis 2019


A Matrix (o SISTEMA de CONTROLE MENTAL):  “A Matrix é um sistema de controle, NEO. Esse sistema é o nosso inimigo. Mas quando você está dentro dele, olha em volta, e o que você vê? Empresários, professores, advogados, políticos, carpinteiros, sacerdotes, homens e mulheres… 

Image result for puppet gifAs mesmas mentes das pessoas que estamos tentando salvar. “Mas até que nós consigamos salvá-los, essas pessoas ainda serão parte desse  sistema de controle e isso os transformam em nossos inimigos. Você precisa entender, a maioria dessas pessoas não está preparada para ser desconectada da Matrix de Controle Mental. E muitos deles estão tão habituados, tão desesperadamente dependentes do sistema, que eles vão lutar contra você  para proteger o próprio sistema de controle que aprisiona suas mentes …”


Saiba mais, leitura adicional:

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

thoth(172x226)www.thoth3126.com.br

One Response to Jeffrey Epstein, um agente e chantagista à serviço dos interesses de Israel

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.