Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Macron reage aos comentários de ‘Açougueiro’ de Biden sobre Putin

O presidente francês deixou claro que ele próprio “não usaria tais palavras”. A escalada do conflito na Ucrânia por meio de palavras ou ações deve ser evitada, alertou o líder francês Emmanuel Macron, depois que o presidente dos EUA, o senil marionete Joe Biden, rotulou seu colega russo, Vladimir Putin, de “um açougueiro”, que “não pode permanecer no poder”.

Macron reage aos comentários de ‘Açougueiro’ de Biden sobre Putin

Fonte: Rússia Today

Quando solicitado a comentar as declarações feitas por Biden no último dia de sua visita à Polônia no sábado, Macron disse que, pessoalmente falando, “não usaria tais palavras”.

O líder francês disse à emissora France 3 que planeja conversar com Putin sobre a situação na Ucrânia nos próximos dois dias. Ele disse que seu objetivo era “atingir primeiro um cessar-fogo e depois a retirada total das tropas [russas] por meios diplomáticos”.

“Se queremos fazer isso [negociar a Paz] , não podemos escalar, nem em palavras nem em ações”, enfatizou Macron.

Biden já havia chamado Putin de “açougueiro” depois de visitar um estádio em Varsóvia que hospeda refugiados ucranianos. Em seu discurso mais tarde naquele dia, o presidente dos EUA proclamou: “Pelo amor de Deus, este homem não pode permanecer no poder”.

Autoridades dos EUA posteriormente esclareceram que Biden não estava pedindo uma mudança de regime. Uma autoridade anônima da Casa Branca disse à mídia que o presidente havia saído do roteiro quando pronunciou a polêmica frase.

“Um líder nacional precisa manter a cabeça fria”, observou o secretário de imprensa do Kremlin, Dmitry Peskov, em resposta às palavras de Biden. “Insultos pessoais estreitam a janela” para a cooperação entre Moscou e Washington, acrescentou.

A Rússia enviou suas tropas para a Ucrânia há mais de um mês, após um impasse de sete anos sobre o fracasso de Kiev em implementar os termos dos acordos de Minsk e o eventual reconhecimento da Rússia das repúblicas de Donbass de Donetsk e Lugansk. Os protocolos mediados pela Alemanha e pela França foram projetados para regularizar o status dessas regiões dentro do estado ucraniano.

A Rússia agora exigiu que a Ucrânia se declare oficialmente um país neutro que nunca se juntará ao bloco militar da OTAN liderado pelos EUA. Kiev insiste que a ofensiva russa foi completamente espontânea e negou as alegações de que planejava retomar o Donbass à força.


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)” para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *