Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Biden desencadeia “revolta Global” com comentário sobre mudança de regime na Rússia, Casa Branca tenta voltar atrás

O secretário de Estado, Antony Blinken, no domingo, durante uma visita a Jerusalém para se encontrar com o primeiro-ministro israelense Naftali Bennett, continuou os esforços da Casa Branca para tentar limpar a bagunça desencadeada pelas palavras do marionete senil Joe Biden em Varsóvia no dia anterior , quando ele emitiu declarações equivalentes a pedir por uma mudança de governante na Rússia. 

Biden desencadeia “revolta Global” com comentário sobre mudança de regime na Rússia, Casa Branca tenta voltar atrás

Fonte: Zero Hedge

“Acho que o presidente, a Casa Branca, afirmou ontem à noite que, simplesmente, o presidente Putin não pode ter o poder de fazer guerra ou se envolver em agressão contra a Ucrânia ou qualquer outra pessoa”, disse Blinken , claramente tentando alterar o significado muito claro das palavras que Biden falou.

Biden concluiu o discurso televisionado de Varsóvia dizendo sem rodeios sobre Putin (que ele também chamou de “açougueiro” em uma declaração separada a um repórter)…  “Pelo amor de Deus, esse homem não pode permanecer no poder”. Na mesma hora em que as manchetes se espalharam pelo mundo de que o presidente dos EUA pediu uma mudança de regime em Moscou, e ninguém menos que o porta-voz preferido do estado profundo, o jornal Washington Post, disse que Biden “provocou um alvoroço global“, a Casa Branca se esforçou desesperadamente para mudar o que foi dito.

Um funcionário da Casa Branca tentou esclarecer a Bloomberg : “O argumento do presidente é que Putin não pode exercer poder sobre seus vizinhos ou a região. Ele não estava discutindo o poder de Putin na Rússia ou a mudança de regime”Mas Biden parecia estar lendo um discurso escrito cuidadosamente preparado no teleprompter,[preparado pelos seus manipuladores]. 

A explicação de domingo de Blinken sobre as palavras de Biden continuou : 

“Como você sabe, e como você nos ouviu dizer repetidamente, não temos uma estratégia de mudança de regime na Rússia – ou em qualquer outro lugar“, disse o principal diplomata dos EUA. “Como em qualquer caso, depende do povo do país em questão. Depende dos russos “, disse Blinken.

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, reagiu após o discurso de Biden, enfatizando que não cabe à Casa Branca ou a qualquer país decidir quem está no poder na Rússia. “?O presidente da Rússia é eleito pelos russos”, disse Peskov com desdém no sábado. 

As palavras de Biden também desencadearam uma avalanche de comentários no Ocidente de especialistas alertando que esse tipo de conversa é perigosa, já que duas superpotências com armas nucleares já parecem estar caminhando para uma guerra e um possível confronto direto sobre a Ucrânia. Além disso, os russos já alertaram que poderiam romper completamente os laços diplomáticos sobre a anterior declaração do senil Biden de Putin ser “ditador assassino”, que Putin é um “bandido”.

“O pedido de Biden por mudança de regime na Rússia não foi uma “gafe” improvisada. Foi declarado como o clímax de um discurso cuidadosamente coreografado, “definidor de legado”, em um local deliberadamente escolhido (Polônia), onde a chamada seria bem recebida. A mensagem foi entregue em alto e bom som.”

Essas referências inflamadas não estavam ausentes do discurso de Biden no sábado, onde ele dobrou o tema do “mal” sobre Putin, dizendo: “Um ditador empenhado em reconstruir um império nunca apagará o amor de um povo pela liberdade. vontade de ser livre. A Ucrânia nunca será uma vitória para a Rússia – pois pessoas livres se recusam a viver em um mundo de desesperança e escuridão.”

Pouco antes do discurso de sábado em Varsóvia, um artigo de opinião no The Wall Street Journal instava: O [senil] presidente deve evitar falar em público… pelo menos quando o assunto é importante .

Comentando sobre “gafes” perigosas anteriores – o artigo afirmava: “Um bom número de nós vai se apegar à crença de que o presidente estava confuso e não entendeu o que ele estava dizendo, o que é mais uma razão para ele evitar se desviar do um texto preparado neste tempo perigoso.”

A questão permanece, isso foi uma mera “gafe”? O jornalista antiguerra Michael Tracey e outros dizem que  não: “O pedido de Biden para uma mudança de regime na Rússia não foi uma ‘gafe’ improvisada. Foi declarado como o clímax de um discurso cuidadosamente coreografado, “definindo o legado”, em um local deliberadamente escolhido (Polônia), onde a chamada seria bem recebida ” .


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)” para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

0 resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *