Mutilação de Bezerro no Reino Unido (Greys em ação)

Em 4 de julho, Albert Tyas estava caminhando na área de Gaddings Dam de Todmorden, em Yorkshire, na Inglaterra, quando encontrou o cadáver de um bezerro num campo onde ovelhas pastavam. Ele enviou fotos do bezerro morto para a pesquisadora paranormal Deborah Hatswell. Chegando ao local, Hatswell descobriu que o bezerro tinha “cortes limpos muito precisos”. “[Não havia] sinais de ataque ou perseguição de qualquer tipo”, disse Hatswell ao Daily Star Online . Ela notou que a grama ao redor do bezerro estava limpa, sem nenhum sinal de sangue do animal. 

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Bezerro encontrado com “mutilações cirúrgicas” confunde pesquisadores do Reino Unido

Fonte:  Daily Star

  • Relatos de mutilação de animais datam de pelo menos 1600, quando as feridas “cirúrgicas” do animal são muito claras para terem sido causadas por predadores naturais. Hatswell diz que, durante o curso de sua pesquisa sobre o paranormal na Grã-Bretanha, Todmorden surge repetidamente como um ponto importante de acontecimentos inexplicáveis.

Casos de mutilação animal – frequentemente associados a avistamentos de OVNIs – são comuns nos EUA, mas este foi relatado na região da pitoresca cidade comercial britânica de Todmorden. O caso bizarro de “mutilação animal” foi relatado em Yorkshire – e os investigadores paranormais dizem que o animal morto poderia ter sido “jogado de cima”.

Esta estranha história de um bezerro morto por alguma força ou predador desconhecido vem da área de Gaddings Dam de Todmorden, em Yorkshire. A pesquisadora paranormal Deborah Hatswell recebeu imagens da descoberta extraordinária de Albert Tyas, que estava caminhando na área em 4 de julho. O cadáver do bezerro foi encontrado, algo incomum, em um campo onde ovelhas pastavam.

Essa morte tem todos os sinais clássicos de mutilação animal”, disse Deborah ao Daily Star Online. “Observe os cortes bem precisos e limpos”, acrescentou ela, “não há sinais de ataque ou perseguição de qualquer tipo”. Deborah acrescenta que a grama limpa ao redor do bezerro, sem nenhum vestígio de sangue, torna improvável que esse animal tenha sido morto por um cachorro grande ou gato selvagem.

“Não se encaixa com os sinais clássicos de qualquer animal predador normal aqui no Reino Unido.” É quase como se, diz ela, o animal tivesse sido “jogado de cima”.

Os céticos, observando os inúmeros relatos de mutilação de animais que remontam ao menos até os anos 1600, muitas vezes culpam os humanos pelos ferimentos “cirúrgicos” nos animais, que são muito limpos para terem sido causados ??por predadores naturais. Mas, ressalta Debbie neste caso, não há sinais de rastros de veículos ou tratores na área, o que torna improvável que o animal tenha sido morto em outro lugar e jogado fora ali.

Ela acrescenta: “O animal também tinha uma esfera perfeitamente cortada na sua lateral, também sem sangue ao redor da ferida, o corte era do tamanho de uma bola de tênis, parecia quando você usa um daqueles melões ballers, muito estranho, como se o a carne foi escavada … “

O dono do bezerro ainda não foi localizado, outro fato que Deborah diz ser incomum porque as mortes de gado sempre devem ser relatadas ao British Cattle Movement Service. Os pesquisadores também encontraram uma galinha branca morta na mesma área, o que também desafiava uma explicação fácil para toda a história.

Deborah diz que a área está repleta de “histórias paranormais” – citando o caso de Zigmund Adamski, um mineiro de 56 anos que desapareceu de sua casa em Tingley, perto de Wakefield, em junho de 1980. O corpo de Adamski foi descoberto cinco dias depois, a 32 quilômetros de sua casa em um depósito de carvão em Todmorden. James Turnbull, o legista que lidou com a morte de Zigmund, descreveu o caso como o maior mistério de sua carreira.

“A questão de onde ele estava antes de morrer e o que o levou à morte simplesmente não pôde ser respondida”, disse ele. O corpo de Adamski estava coberto de queimaduras misteriosas e elas pareciam ter sido tratadas com uma pomada que os cientistas não conseguiram identificar.

O caso era ainda mais desconcertante pelo fato de Adamski estar desaparecido há cinco dias, mas seu corpo apresentava apenas um dia de barba. Deborah diz que durante o curso de sua pesquisa sobre o paranormal na Grã-Bretanha, Todmorden surge repetidamente como um ponto importante de acontecimentos inexplicáveis.


“Conhece-te a ti mesmo e conheceras todo o universo e os deuses, porque se o que tu procuras não encontrares primeiro dentro de ti mesmo, tu não encontrarás em lugar nenhum” –  Frase inscrita no pórtico do Templo do Oráculo de Delphos, na antiga Grécia.

“A exposição à verdade muda a tua vida, ponto final – seja essa verdade uma revelação sobre a honestidade e integridade pessoal ou se for uma revelação divina que reestrutura o teu lugar no Universo. Por esse motivo é que a maioria (a massa ignorante do Pão e Circo) das pessoas foge da verdade, em vez de se aproximar dela”.  {Caroline Myss}


Saiba mais, leitura adicional:

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

thoth(172x226)www.thoth3126.com.b

 

2 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba nosso conteúdo

Junte-se a 4.326 outros assinantes

compartilhe

Últimas Publicações

Indicações Thoth