Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

O Fim dos Dias: Armagedom e Profecias do Retorno (dos ‘deuses’ Anunnaki)-(Prefácio)

(Zecharia Sitchin)“Quando eles retornarão?” – Fui indagado inúmeras vezes com essa pergunta por pessoas que leram meus livros; “eles” são os Anunnakis – os (“deuses”) extraterrestres que estiveram na Terra, vindos do planeta Nibiru, e que foram reverenciados na Antiguidade na antiga Suméria [atual Iraque-Irã] como deuses [criadores do Adão/Eva de barro, a nossa humanidade atual]. Quando será que Nibiru, com sua órbita alongada, retornará às cercanias de nosso sistema solar, vindo de Sírius, e, então, o que acontecerá?

Do livro: O Fim dos Dias: Armagedom e Profecias do Retorno (dos ‘deuses’ Anunnaki) (Zecharia Sitchin) – Prefácio

O Passado. O Futuro

  • Haverá trevas ao meio-dia e a Terra será destruída?
  • Haverá paz na Terra ou Armagedom?
  • Um milênio de enigmas e inquietações, ou um Segundo Advento messiânico?
  • Ocorrerá em 2012, após, ou jamais vai acontecer?

São questões sérias que tocam na mais profunda das esperanças e inquietações de todos os povos, com suas expectativas e crenças religiosas; questões compostas por eventos atuais: guerras nas terras onde se iniciaram os desenlaces entre os deuses Anunnaki e os homens; ameaças de holocaustos nucleares;
alarmante aumento e ferocidade dos desastres naturais.

São perguntas que não me atrevi a responder ao longo de todos esses anos, mas agora são questões a respostas que não podem – e não devem – ser mais adiadas. Questões sobre o Retorno dos Anunnakis, e deve-se levar em conta que não são novidade alguma, estão inexoravelmente ligadas ao passado – como ao presente – na expectativa e na apreensão da Era do Senhor, o Fim dos Tempos, o Armagedom.

Quatro milênios atrás, o Oriente Médio testemunhou um deus e seu filho prometendo o Reino do Céu na Terra. Mais de três milênios atrás, o rei e o povo do Egito ansiavam por uma era messiânica. Dois milênios atrás, o povo da Judéia desejava saber se o Messias tinha aparecido [e em sua ignorância crucificaram-no], e ainda somos dominados pelos mistérios acerca desses eventos. Estariam as profecias se realizando?

Devemos lidar com as surpreendentes respostas que nos foram dadas para resolver os enigmas da Antiguidade e decifrar a origem e o significado [oculto] dos símbolos: a Cruz, os Peixes, o Cálice [o Santo Graal]. Devemos descrever o papel que representam os locais antigos onde eventos históricos ocorreram, e mostrar porque o Passado, o Presente e o Futuro convergem em Jerusalém, o lugar da “[des]União Céu-Terra”[um lugar Maldito ao longo da passagem dos tempos]:

³⁷ Jerusalém, Jerusalém, que matas os profetas, e apedrejas os que te são enviados! quantas vezes quis eu ajuntar os teus filhos, como a galinha ajunta os seus pintos debaixo das asas, e tu não quiseste! ³⁸ Eis que a vossa casa vai ficar-vos deserta; ³⁹ Porque eu vos digo que desde agora me não vereis mais, até que digais: Bendito o que vem em nome do Senhor.Mateus 23:37-39

E devemos ponderar porque o nosso atual século XXI d.C. é tão similar ao século XXI a.C. [Quando Sodoma e Gomorra, um antro LGBTQ+ e Transgênero, foi destruído pelos Anunnaki] A história está se repetindo; estaria ela destinada a se repetir? Estaria tudo sendo controlado por um Relógio Messiânico? E o tempo, está em nossas mãos?

Mais de dois milênios atrás, Daniel, do Antigo Testamento, perguntou repetidas vezes aos anjos: Quando! Quando será o Final dos Tempos, o Fim da Era? Há mais de três séculos, o famoso sir Isaac Newton, que elucidou os segredos dos movimentos celestes, compôs tratados sobre o Livro de Daniel, do Antigo Testamento, e sobre o Gênesis, do Novo Testamento; seus recém-descobertos cálculos escritos à mão
sobre o Fim dos Tempos serão analisados junto a outras novas previsões sobre o Final dos Tempos.

Tanto os livros hebraicos como o Novo Testamento afirmam que os segredos do Futuro estão entalhados no Passado, que o destino da Terra está ligado aos Céus, que as questões e o destino da humanidade estão ligados aos deuses e a Deus, o Criador de tudo e todos.

Em se tratando do que está por vir, cruzamos da história para a profecia; uma não pode ser compreendida sem a outra, e devemos relatar ambas. Com essa orientação, vamos olhar para aquilo que está por vir através da lente daquilo que já foi um dia, do que aconteceu em nosso curto passado. As respostas certamente serão surpreendentes. [Zecharia Sitchin]


A fantástica conclusão da inovadora série Crônicas da Terra reúne passado e presente para oferecer uma visão radical do futuro

Há trinta anos, Zecharia Stichin desafiou noções estabelecidas sobre as origens da Terra e do homem. Numa série de livros provocativos, ele apresentou uma nova teoria radical, baseada em provas documentais indiscutíveis, de seres extraterrestres – os Anunnaki – que chegaram há milhares de anos para plantar a semente genética da humanidade. Neste triunfante volume final, ele fecha o círculo, explorando a profunda questão que nos tem perturbado ao longo dos tempos – desde o Daniel da Bíblia até Sir Isaac Newton e até aos americanos modernos: Quando chegará o fim?

Em O Fim dos Dias, Sitchin resolve enigmas antigos, decifra o significado original dos símbolos religiosos, analisa cálculos científicos, explora a expectativa messiânica, e estabelece uma ponte entre a história e a profecia — entre o nosso século XXI d.C. e o século XXI a.C. — são 4.200 anos da passagem do tempo para apresentar uma visão surpreendente do que está por vir para todos nós.


“A sabedoria (Sophia) clama lá fora; pelas ruas levanta a sua voz. Nas esquinas movimentadas ela brada; nas entradas das portas e nas cidades profere as suas palavras:  “Até quando vocês, inexperientes, irão contentar-se com a sua inexperiência? Vocês, zombadores, até quando terão prazer na zombaria? E vocês, tolos [ignorantes], até quando desprezarão o conhecimento?  Atentai para a minha repreensão; pois eis que vos derramarei abundantemente do meu espírito e vos farei saber as minhas palavras [o conhecimento]”. – Provérbios 1:20-23


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *