O Livro (Etíope) de Enoch, Anjos Caídos, Anunnaki, Nephilim e os Vigilantes (12b)

Introdução: Este livro teve como base a tradução acadêmica de Michael A. Knibb do Manuscritos etíopes, (The Ethiopic Book of Enoch, Oxford University Press), que acredito ser a melhor tradução disponível atualmente. Eu ouvi pela primeira vez sobre o Livro de Enoch alguns anos atrás, quando eu estava pesquisando sobre as profecias do “Fim dos Dias”. Quando eu finalmente consegui ter uma cópia em minhas mãos, descobri que era um livro extraordinário e incomum. A primeira vez que o li fiquei cético e um tanto perplexo; eu me perguntei quem teria escrito um livro tão estranho como este.

O Livro (Etíope) de Enoch, Anjos Caídos, Nephilim e os Vigilantes

Fonte: The Ethiopic Book of Enoch – Oxford University Press

A Segunda Parábola.

45.1 Sobre aqueles que negam o Nome da Moradia dos Santos e do Senhor dos Espíritos.

45.2 Não subirão aos Céus e nem virão sobre a terra; tal será o destino dos pecadores que negaram o Nome do Senhor dos Espíritos que serão desta maneira preservados para o Dia de Aflição e Angústia.

45.3 “Naquele dia o Escolhido (Jesus) se assentará no Trono da Glória e escolherá suas obras. E seus lugares de descanso serão incontáveis e seus espíritos se fortalecerão quando virem Meu Escolhido e aqueles que invocarem Meu Santo e Glorioso Nome.

45.4 E naquele dia Eu farei Meu Escolhido habitar em seu meio e Eu transformarei os Céus e o farei uma Eterna Bênção e Luz.

45.5 E Eu transformarei o chão seco e o farei uma bênção, e Eu farei Meus escolhidos habitarem nele; mas aqueles que cometem pecado e mal não colocarão seus pés sobre ele.

45.6 Pois Eu vi e satisfiz com paz a Meus Justos, e os coloquei diante de Mim; mas para os pecadores Meu Julgamento está perto para que Eu possa exterminá-los da face da terra.”

46.1 E ali eu vi alguém que tinha uma ‘Cabeça Idosa’ e Sua cabeça era branca como lã. E com Ele estava outro ser cujo semblante tinha a aparência de um homem, e Sua face estava cheia de graça, como um dos Santos Anjos.

46.2 E eu perguntei a um dos Santos Anjos, que foi comigo e mostrou-me todos os segredos, a respeito daquele Filho do Homem, quem era, e de onde era, e porque Ele ia com o Ancião de Dias.

46.3 E ele respondeu-me, e me disse: “Esse é o Filho do Homem que tem justiça e com quem habita a justiça. Ele revelará todos os tesouros do que está oculto, pois o Senhor dos Espíritos O escolheu, e através da retidão seu destino sobrepujou todos os outros, diante do Senhor dos Espíritos, para sempre.

46.4 E este Filho do Homem, quem tu viste, erguerá os reis e os poderosos de seus assentos, e os fortes de seus tronos, e afrouxará as rédeas dos fortes, e quebrará os dentes dos pecadores.

46.5 E Ele derrubará os reis de seus tronos, e de seus reinos, porque eles não O exaltam, e O louvam, nem humildemente admitem por quem seus reinos foram concedidos a eles.

46.6 E Ele abaterá o semblante dos fortes, e os encherá de vergonha, e escuridão será sua moradia, e vermes serão seu lugar de descanso. E não terão esperança de levantar de seus lugares de descanso, pois não exaltam o nome do Senhor dos Espíritos.

46.7 E estes são os que julgam as Estrelas dos Céus, e levantam suas mãos contra o Altíssimo, e maltratam o chão seco, e habitam nele. E todas suas ações manifestam iniquidade, e seu poder tem como base suas riquezas, e sua fé está nos deuses que fizeram com suas mãos, e negam o nome do Senhor dos
Espíritos.

46.8 E serão retirados das casas de Sua congregação, e dos fiéis, que confiam no nome do Senhor dos Espíritos. 47.1 E naqueles dias, a oração dos justos, e o sangue dos justos deverão ter ascendido da Terra para diante do Senhor dos Espíritos.

47.2 Naqueles dias os Santos que habitam nos Céus acima se unirão com uma só voz, e suplicarão, e orarão, e louvarão, e agradecerão, e bendirão, em nome do Senhor dos Espíritos. Por causa do sangue dos justos que foi derramado. E por causa da oração dos justos, para que ela possa não cessar diante do Senhor dos Espíritos, para que justiça possa ser feita a eles, e que sua paciência não precise durar para sempre.”

47.3 E naqueles dias, vi o Ancião de Dias quando se assentava no Trono de Sua Glória, e os Livros dos Vivos foram abertos diante dEle e toda Suas Hostes, que habita nos Céus acima, e Seus Conselheiros estavam diante dEle.

47.4 E os corações dos Santos estavam cheios de alegria porque o número de justos tinha sido alcançado, e a oração dos justos tinha sido ouvida, e o sangue dos justos não tinha sido solicitado diante do Senhor dos Espíritos.

48.1 E naquele lugar eu vi a inesgotável fonte da justiça e muitas fontes de sabedoria a circundavam, e todos os sedentos bebiam delas e eram cheios com sabedoria, e suas moradas eram com os Justos e Santos e os Escolhidos.

48.2 E naquela hora aquele Filho do Homem foi chamado, na presença do Senhor dos Espíritos, e Seu nome apresentado ao Ancião de Dias.

48.3 Mesmo antes que o Sol e as constelações fossem criados, antes que as Estrelas dos Céus fossem feitas, Seu nome era pronunciado diante do Senhor dos Espíritos.

48.4 Ele será um sustento para os justos e os Santos, para que possam se apoiar nEle e não cair, e Ele será a Luz das Nações, e Ele será a esperança daqueles que sofrem em seus corações.

48.5 Todos aqueles que habitam no chaõ seco se prostrarão e adorarão diante dEle, e bendirão, e louvarão, e celebrarão com salmos, o nome o Senhor dos Espíritos.

48.6 E por isto Ele foi escolhido, e oculto diante dEle, antes que o mundo fosse criado, e para sempre.

48.7 Mas a sabedoria do Senhor dos Espíritos revelou-O aos Santos e justos, pois Ele preservou o destino dos justos, porque eles odiaram e rejeitaram este mundo de iniquidade. E odiaram todas as suas obras e caminhos em nome do Senhor dos Espíritos. Pois em Seu nome eles são salvos, e Ele é O que requererá suas vidas.

48.8 Naqueles dias os reis da Terra, e os fortes que possuem o chão seco, terão seus semblantes abatidos devido às obras de suas mãos, pois no dia de sua angústia e transtorno não salvarão a si mesmos.

48.9 E Eu os darei na mão de meus escolhidos; como palha no fogo, assim queimarão diante da face dos justos, e como chumbo na água afundarão diante dos Santos, e nenhum traço deles será encontrado.

48.10 E no dia de seu transtorno haverá descanso na terra e diante dEle cairão e não se erguerão. E não haverá ninguém para toma-los pelas mãos e erguê-los pois eles negaram o Senhor dos Espíritos e Seu Messias. Possa o nome do Senhor dos Espíritos ser bendito!

49.1 Pois sabedoria tem sido vertida como água e glória não falhará diante dEle para todo o sempre.

49.2 Pois Ele é poderoso em todos os segredos da justiça e a iniquidade desaparecerá como a sombra, e não terá existência; pois o Escolhido está diante do Senhor dos Espíritos e Sua Glória é para todo o sempre, e Seu Poder por todas as gerações.

49.3 E nEle habita o espírito da sabedoria, e o espírito que dá discernimento, e o espírito de entendimento e de poder, e o espírito daqueles que dormem em justiça.

49.4 E Ele julgará as coisas que são secretas, e ninguém será capaz de proferir uma palavra vazia diante dEle, pois Ele foi escolhido diante do Senhor dos Espíritos, segundo Sua vontade.

50.1 E naqueles dias uma mudança acontecerá para os Santos e escolhidos; a Luz Eterna repousará sobre eles, e glória e honra voltarão para os Santos.

50.2 E no dia do transtorno, calamidade será amontoada sobre os pecadores, mas os justos serão vitoriosos no Nome do Senhor dos Espíritos e Ele mostrará isto aos outros para que possam arrepender-se e abandonar as obras de suas mãos.

50.3 E eles não terão honra diante do Senhor dos Espíritos, mas em Seu Nome serão salvos e o Senhor dos Espíritos terá misericórdia deles, pois Sua misericórdia é grande. 50.4 E Ele é justo em Seu julgamento, e na presença de Sua Glória a iniquidade não será capaz de se manter diante do Seu Julgamento; o que não se arrepender será destruído.

50.5 “E doravante Eu não terei misericórdia para com eles,” diz o Senhor dos Espíritos.

51.1 E naqueles dias a terra também devolverá aqueles que foram confiados a ela, e o Sheol devolverá aquele que foi confiado a ele e aquele que recebeu. E a destruição devolverá o que possui.

51.2 E Ele escolherá os Justos e Santos dentre eles; pois o dia se aproxima em que devem ser salvos.

51.3 E naqueles dias, o Escolhido sentará em Seu trono, e todos os Segredos da Sabedoria fluirão do conselho de Sua boca, pois o Senhor dos Espíritos O designou e O glorificou.

51.4 E naqueles dias as montanhas saltarão como carneiros, e os montes pularão como cordeiros satisfeitos com leite, e todos se tornarão Anjos nos Céus.

51.5 Suas faces brilharão com alegria, pois naqueles dias o Escolhido terá se levantado e a terra se rejubilará. E os justos habitarão nela, e os escolhidos andarão sobre ela.

52.1 E depois daqueles dias, naquele lugar aonde eu tive todas as visões do que é secreto, pois eu tinha sido carregado por um redemoinho, e me conduziram para oeste.

52.2 Ali meus olhos viram os segredos dos Céus; tudo o que virá a acontecer na terra: uma montanha de ferro, e uma montanha de cobre, e uma montanha de prata, e uma montanha de ouro, e uma montanha de metal macio, e uma montanha de chumbo.

52.3 E eu perguntei ao Anjo que foi comigo, dizendo: “Que coisas são estas que eu vi em segredo?”

52.4 E ele me disse: “Todas estas coisas que tu viste servem à autoridade do Seu Messias, para que Ele possa ser forte e poderoso na Terra.”

52.5 E aquele Anjo de Paz respondeu-me, dizendo: “Espera um pouco e verás, e tudo que é secreto, que o Senhor dos Espíritos estabeleceu, será revelado a ti.

52.6 E estas montanhas que viste, a montanha de ferro, e a montanha de cobre, e a montanha de prata, e a montanha de ouro, e a montanha de metal macio, e a montanha de chumbo. Todas estas diante do Escolhido serão como cera diante do fogo, e como a água que cai do alto nestas montanhas, serão frágeis sob Seus pés.

52.7 E sucederá naqueles dias, que nem por ouro nem por prata os homens se salvarão; não serão capazes de se salvar, ou escapar.

52.8 E não haverá nem ferro para a guerra, nem material para um peitoral; bronze será inútil, e o estanho será inútil e não será valorizado, e o chumbo ninguém o quererá.

52.9 E todas estas coisas serão extirpadas e destruídas da face da terra quando o Escolhido aparecer diante do Senhor dos Espíritos.”

53.1 Ali meus olhos viram um vale profundo, e sua boca estava aberta, e todos os que habitam no chão seco e mar e ilhas trarão dádivas e presentes e oferendas para Ele, mas aquele vale profundo não ficará cheio.

53.2 E suas mãos fazem o mal, e tudo em que os justos trabalham os pecadores maldosamente devoram; e por isso os pecadores serão destruídos diante da face do Senhor dos Espíritos, e serão banidos da face da Terra, sem cessar para todo o sempre.

53.3 Pois eu vi os Anjos de Punição indo e preparando todos os instrumentos de Satã.

53.4 E eu perguntei ao Anjo de Paz que foi comigo, e lhe disse: “Estes instrumentos – para quem os estão preparando?”

53.5 E ele me disse: “Eles preparam estes para os reis e poderosos desta Terra, para que por meio deles possam ser destruídos.

53.6 E depois disso o Justo e Escolhido fará a casa de Sua congregação surgir; a partir de então, em nome do Senhor dos Espíritos, não serão impedidos.

53.7 E diante d’Ele estas montanhas serão firmes como a terra, e os montes serão como uma fonte de água, e os justos terão descanso do tratamento cruel dos pecadores.”

54.1 E eu olhei, e virei-me para outra parte da Terra, e vi ali um vale profundo com fogo ardente.

54.2 E trouxeram os reis e os poderosos e os jogaram naquele vale.

54.3 E ali meus olhos viram como fizeram instrumentos para eles – correntes de ferro de peso incomensurável.

54.4 E eu perguntei ao Anjo da Paz, que foi comigo, dizendo: “Estas correntes para quem estão sendo preparadas?”

54.5 E ele me disse: “Estas estão sendo preparadas para as hostes de Azazel, para que eles possam pegá-los, e jogá-los na parte mais baixa do inferno; e eles cobrirão seus maxilares com pedras brutas, como ordenou o Senhor dos Espíritos.

54.6 E Miguel, e Gabriel, e Rafael, e Fanuel – estes os pegarão naquele grande dia. E os lançarão, naquele dia, na fornalha de fogo ardente, para que o Senhor dos Espíritos possa vingar-se neles por sua iniquidade, porque se tornaram servos de Satã, e desencaminharem aqueles que habitam na terra seca.

54.7 E naqueles dias, a punição virá do Senhor dos Espíritos, e Ele abrirá todas os depósitos de água que estão acima dos céus e sob a terra.

54.8 E todas as águas se juntarão com as águas que estão acima do céu. A água que está acima do céu é masculina e a água que está sob a Terra é a feminina.

54.9 E todos os que habitam sobre o chão seco, e aqueles que habitam sob os confins dos Céus, serão exterminados.

54.10 E por causa disto eles reconhecerão sua iniquidade que fizeram na Terra e através disto serão destruídos.”

55.1 E depois disso o Ancião de Dias se arrependeu, e disse: “Em vão Eu destruí todos os que habitavam sobre a terra seca.”

55.2 E Ele jurou por Seu Grande Nome: “De agora em diante eu não mais agirei assim com todos os que habitam o chão seco. E Eu farei um sinal nos Céus, e isto será um compromisso de fé entre Eu e eles para sempre, enquanto os Céus estão sobre a Terra.

55.3 E isto está de acordo com Meu comando. Quando Eu quiser lançar mão deles pela mão dos Anjos, no dia de tribulação e dor, em face de Minha raiva e Minha ira, Minha ira e Minha raiva permanecerão sobre eles” disse o Senhor, O Senhor dos Espíritos.

55.4 “Vós reis poderosos que habitam a terra seca sereis obrigados a ver Meu Escolhido assentar-se no trono de Minha Glória, e julgar, em nome do Senhor dos Espíritos, Azazel e todos os seus companheiros e todas as suas hostes.”

56.1 E eu vi ali as hostes dos Anjos de Punição, quando iam, e seguravam correntes de ferro e bronze.
56.2 E eu perguntei ao Anjo de Paz, que foi comigo, dizendo: “ Para quem estes que estão segurando as correntes estão indo?”

56.3 E ele me disse: “Cada um para seus próprios escolhidos, e para seus queridos, para que possam ser lançados no precipício, nas profundezas do abismo do vale.”

56.4 E então, aquele vale estará cheio com seus escolhidos e queridos, e os dias de suas vidas estarão no fim, e os dias em que andaram desviados não serão mais contados.

56.5 E naqueles dias, os Anjos se juntarão e se lançarão para o leste, sobre os Partos e Medas. Eles incitarão os reis, para que um espírito de desassossego venha sobre eles, e eles os retirarão de seus tronos, para que saiam como leões de suas covas, e como lobos famintos entre seus bandos.

56.6 E eles subirão e pisarão sob seus pés a Terra de Meus Escolhidos, e a terra dos meus escolhidos será diante deles um terreiro e um caminho pisado.

56.7 Mas a Cidade de Meus Justos será um obstáculo para seus cavalos, e eles começarão a lutar entre si, e sua própria mão direita será forte contra eles. E um homem não admitirá conhecer a seu vizinho, ou seu irmão, nem um filho a seu pai, ou sua mãe, até que, através de suas mortes, haja bastante corpos; e sua punição não será em vão.

56.8 Naqueles dias o Sheol abrirá sua boca e eles serão tragados para ela e sua destruição; o Sheol engolirá os pecadores diante das faces dos escolhidos.”

57.1 E aconteceu, depois disso, que vi outra multidão de carruagens com homens as guiando, e vinham sobre o vento do leste, e do oeste, para o sul.

57.2 E o ruído de suas carruagens era ouvido. E quando isto aconteceu os Santos observaram dos Céus, e os Pilares da Terra foram sacudidos de suas fundações. E o som foi ouvido dos confins da Terra aos confins dos Céus em um dia.

57.3 E todos se prostrarão e adorarão o Senhor dos Espíritos. E este é o fim da segunda parábola


Notas: A Segunda Parábola. (Páginas 68-78)

Aqui somos introduzidos a alguns personagens novos, há o Escolhido, ou o Messias, e O Chefe dos Dias ou ‘Ancião de dias’ (veja também 71.10) que aparece em Daniel 7:9-10 e parece representar Deus. É um pouco confuso que Enoch veja personagens do futuro. Pode ser que as Sentinelas tenham mostrado isto a Enoch como um drama teatral para que ele pudesse ver e perguntar ao mesmo tempo.

Era sem dúvida uma diretriz intencional não dar os nomes reais para que leitores diferentes em períodos diferentes pretendessem que sabiam os nomes. Quando li isto, achei que obviamente se referia a Jesus, mas muitos períodos têm um ‘escolhido’.

O número da retidão (47.4), que é alcançado, pode referir-se aos doze vezes doze [144] mil preditos que sobreviveriam no Apocalipse bíblico. O Sheol é mencionado em 51.1, é o nome para inferno usado em tempos remotos e é também mencionado no livro de Gênesis e livro de Jó, significa ‘o túmulo’ – mas mais que apenas um buraco no chão. As montanhas saltam como carneiros em 51.4, esta frase ocorre também na bíblia (Salmos 144.4 & 6).

Há uma rara menção de nomes de lugares em 56.5 – Partia e Medes – estes eram antigos reinos na área do Irã/Iraque. Esta é a área aonde Enoque provavelmente viveu, mas é difícil saber se ele usou originalmente estes nomes em seu livro, ou se mais tarde os tradutores os substituíram por seus próprios nomes para as áreas às quais julgavam estar se referindo.

Nota do Tradutor: traduzimos ‘Head of Days‘ por ‘Ancião de Dias’, para melhor compreensão e compatibilidade com o velho testamento da bíblia.


“A sabedoria (Sophia) clama lá fora; pelas ruas levanta a sua voz. Nas esquinas movimentadas ela brada; nas entradas das portas e nas cidades profere as suas palavras:  “Até quando vocês, inexperientes, irão contentar-se com a sua inexperiência? Vocês, zombadores, até quando terão prazer na zombaria? E vocês, tolos [ignorantes], até quando desprezarão o conhecimento?  Atentai para a minha repreensão; pois eis que vos derramarei abundantemente do meu espírito e vos farei saber as minhas palavras [o conhecimento]”. – Provérbios 1:20-23


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba nosso conteúdo

Junte-se a 4.328 outros assinantes

compartilhe

Últimas Publicações

Indicações Thoth