Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Os Nazistas na Antártida, a Dark Fleet/Frota Negra Nazista/Aliens por Jason Rice

Em fevereiro de 2024 tomamos conhecimento dos testemunhos de Jason Rice, insider e denunciante do Programa Espacial Secreto(SSP). Fiquei bastante impressionado com o cronograma bastante detalhado que ele forneceu sobre a história do que ele chama de Nazistas Alemães na Antártida e suas bases no continente gelado. Este artigo compartilha essas informações sobre os primeiros dias da Dark Fleet/Frota Negra nazista/Aliens dos anos 1930 aos anos 1990.

Os Nazistas na Antártida, a Dark Fleet/Frota Negra Nazista/Aliens

Fonte: Galactic Anthropology

Se você pensava que as principais potências nas décadas de Guerra Fria após o fim da Segunda Guerra Mundial eram os EUA e a União Soviética, você perdeu um terceiro partido muito importante, que se manteve oculto e certamente mais poderoso que toda a Cabala, a União Soviética, os EUA, tudo somado a todas as sociedades secretas como Illuminati, ou mesmo os judeus khazares: os nazistas alemães que migraram para bases na Antártida.

DARK FLEET EM ARTIGOS ANTERIORES

Esta não é a primeira vez que falamos sobre os alemães nazistas da Antártida e o seu programa espacial secreto desenvolvido com ajuda de raças extraterrestres. Você pode encontrar uma visão geral de todos os artigos relacionados na Biblioteca de Antropologia Galáctica. Você também pode assistir a um curta-metragem do Dr. Salla no Youtube sobre esse tema (abaixo), ou ler seu livro (Antarctica’s Hidden History – Corporate Foundations of Secret Space Programs).

Em 15 de fevereiro de 2024 entrevistou John Warner IV que também falou sobre o ‘Quarto Reich’ (7). Muitos links podem ser feitos entre essas histórias mantidas em segredo e o relato de Jason Rice, que é a base deste atual artigo.

SOBRE JASON RICE

Jason Rice apareceu em Divulgação Cósmica de Gaia. Ele é um insider e denunciante do Programa Espacial Secreto. Ele fazia parte de uma força militar criada depois de 1991 [ano da queda da URSS], chamada de Forças Interplanetárias de Defesa e Reação (IDARF). Ele falou muito sobre as suas próprias experiências, mas este artigo centra-se na sua avaliação histórica do papel dos nazistas alemães que migraram para bases na Antártida..

UMA VISÃO CRONOLÓGICA – PRIMEIRO CONTATO NAZISTA COM ALIENS

Jason Rice começa na década de 1930 na Alemanha. Ele diz que os nazistas da época estavam muito interessados no misticismo esotérico e no ocultismo, o que teria contribuído para a sua abertura a todos os tipos de perspectivas alternativas de vida, incluindo a realidade de contatos com extraterrestres. Em 1936, 1937, os alemães iniciaram a sua comunicação com os reptilianos Dracos, aliens com origem na constelação de Draco, sistema solar de Thuban [estrela alpha da constelação, historicamente significativa por ter sido a Estrela Polar norte em tempos antigos. O nome “Thuban” provém do árabe “a serpente”, nome pelo qual os árabes chamavam a constelação Draco).

Eles foram informados pelos Dracos (ou reptilianos Ciakahrr) que havia tecnologia a ser encontrada na Antártida e assim eles iniciaram uma missão ao continente mais meridional do nosso mundo. O capitão Alfred Ritcher era o capitão do navio ‘Schwabenland’ que chefiou a ‘Deutschen Antarktische Expedition’ para a Antártida, para criar a base nazista New Schwabenland no continente gelado.

O RETORNO DA ANTÁRTICA, A INVASÃO DA POLÔNIA E O DESENVOLVIMENTO DA ANTÁRTICA

Uma das coisas que fortalece o relato de Jason Rice é que ele liga de forma impressionante os eventos relacionados aos nazistas na Antártida com eventos mundiais que reconhecemos. Depois que o capitão Ritscher retornou da missão na Antártica em fevereiro de 1939, os alemães se sentiram confiantes o suficiente para invadir a Polônia alguns meses depois, o que deu início à Segunda Guerra Mundial. Os nazistas desenvolveram suas espaçonaves com ajuda dos aliens nas enormes cavernas naturais e confortavelmente quentes abaixo do gelo da Antártica. Teriam criado espaços antárticos que poderiam abrigar cerca de 300 mil pessoas (!).

Mapa das Estruturas Subterrâneas Nazistas da Antártida, denominado ‘Projekt Eis Palast’ (Projeto Palácio de Gelo)

HITLER E A CABALA – DE AMIGOS A INIMIGOS

Na década de 1930, a Cabala teria financiado a ascensão de Adolf Hitler e do NSDAP (Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães, comumente chamado de Nazistas). Depois de algum tempo, Hitler não gostou de cooperar com a Cabala e o seu Coletivo de Bancos Centrais, pois preferia negociar diretamente com outros partidos e países. Ele decidiu cortar os laços com eles. Isto não foi bem recebido pela Cabala, que teria desempenhado um papel enorme na guerra que se seguiu contra a Alemanha nazista pelos EUA. A Cabala não gostava que ninguém se opusesse a eles.

MISSÕES NA LUA E EM MARTE PELOS NAZISTAS

Em 1940, os nazistas da Antártida conseguiram sua primeira missão à Lua com a ajuda dos Dracos. Eles foram capazes de expandir e construir sua base na Antártida através do uso extensivo de seus submarinos u-Boats. Eles tiveram outra missão em 1944 e alguma missão em Marte com naves de reconhecimento.

Em 1947, eles estabeleceram sua primeira base na Lua após um acordo com os dracos Ciakahrr, que lhes concederam uma área de 20 acres de espaço lunar em troca de 225 pessoas e o valor de 25 anos de direitos de preferência para sua Tecnologia Draco (20). Entre 1947 e 1952 os nazistas teriam perdido cerca de 1.000 pessoas na construção da sua Base Lunar. O equipamento espacial dos alemães tinha esta divertida mistura de tecnologia alien altamente avançada com tecnologia da Terra da década de 1940.

APÓS FIM DA II GUERRA MUNDIAL

Os desenvolvimentos tecnológicos secretos dos nazistas aparentemente não foram rápidos o suficiente para que os alemães influenciassem o resultado da segunda guerra mundial no continente europeu [é muito mais do que isso, não foi permitido o uso das novas armas e tecnologias para os nazistas vencerem a guerra]. Embora tenhamos sido levados a acreditar que este era o fim do “Terceiro Reich” alemão, os nazistas na Antártida permaneceram muito ativos, especial e principalmente, no país “que venceu” a guerra, os EUA. Como eles fizeram isso?

OPERAÇÃO HIGHJUMP E OPERAÇÃO WINDMILL II – INFILTRAÇÃO NAZISTA NO MUNDO PÓS GUERRA

Muitos de nós já ouvimos falar da “Operação Highjump” e do Almirante Byrd e da tentativa dos EUA de assumir o controle da base dos nazistas na Antártida em 1947. Os americanos foram completamente exterminados pelas naves antigravitacionais que os nazistas desenvolveram com ajuda e tecnologia alienígenas. Byrd recebeu a mensagem de que os nazistas propuseram um cessar-fogo (para ter tempo de reforçar as suas forças). Depois disso, o presidente Truman assinou uma ordem executiva que forçava a verificação de todos os funcionários federais. Oficialmente para verificar a sua possível aliança com a União Soviética (sob o pretexto de um futuro macarthismo), mas na realidade para verificar as tentativas de infiltração dos nazistas dentro dos EUA.

Os nazistas estavam bem cientes das suas capacidades e armamentos superiores e chegaram a um acordo de cessar-fogo com a Cabala em Fevereiro de 1948. Isto permitiu a ambas as partes algum tempo. Os nazistas tiveram tempo para desenvolver as suas atividades espaciais e a Cabala provavelmente teve algum tempo extra para desenvolver algum tipo de estratégia contra eles. Este cessar-fogo teria sido o resultado do Projeto Windmill II. Os nazistas ameaçaram tornar pública a sua tecnologia, o que teria impactado o poder da Cabala.

Como instrumento de pressão, os nazistas promoveram uma revoada de suas espaçonaves sobre os céus de Washington D.C., a capital dos EUA, em mais de uma noite em novembro de 1952, chocando a opinião pública e provocando muito medo na população em geral. Assim, junto com os reptilianos, os nazistas estiveram profundamente envolvidos no desenvolvimento do secreto programa espacial alemão, que se disseminou pelos EUA após o fim da guerra com a infiltração nazista.

Washington DC, 19 a 20 de julho e 26 a 27 de julho de 1952… Em 19 de julho às 23h40. Edward Nugent, controlador de tráfego aéreo do Aeroporto Nacional de Washington (hoje chamado Aeroporto Nacional Ronald Reagan de Washington), detectou sete sinais em seu radar. Eles estavam localizados quinze milhas ao sul a sudoeste de Washington DC, onde não havia nenhuma aeronave conhecida. Ele percebeu que os objetos não estavam seguindo as rotas de voo estabelecidas. “Sabíamos imediatamente que existia uma situação muito estranha… os seus movimentos eram completamente radicais em comparação com os das aeronaves normais”, afirmou Harry Barnes, controlador de tráfego aéreo sénior do Aeroporto Nacional de Washington. Pouco depois, outros objetos começaram a aparecer no radar em todos os setores. Barnes contatou a Base Aérea de Edwards quando os objetos estavam sobre a Casa Branca e o Capitólio. A base não relatou nenhuma atividade incomum em seu radar, mas logo os aviadores na base e na torre avistaram um “objeto que parecia ser uma bola de fogo laranja, deixando um rastro de cauda”.

Bem, parte do acordo consistia em que fosse concedida aos nazistas uma infiltração maciça em milhares de empresas e instituições norte americanas: pelo menos um executivo (alemão) tinha de ser um executivo sénior. O acordo também estabeleceu a existência da Antártida como um território soberano cuja existência base nazista deveria ser mantida em segredo. A Cabala também perdoou a enorme dívida da Alemanha antes e depois da Segunda Guerra Mundial para apaziguar os nazistas da Antártida, que teria ascendido a 22 Trilhões de dólares (valor atualizado).

NOVA BERLIM EM MARTE, 17.000 MORTES E TECNOLOGIA DE LIMPEZA DAMENTE

Enquanto isso, os nazistas da Antártida lutaram com outra raça alienígena em Marte, a fim de estabelecer seu objetivo de estabelecer sua base “Neues Berlin” [Nova Berlim] em Marte. Eles perderam cerca de 17.000 pessoas durante essas lutas. Juntamente com as muitas perdas durante a Segunda Guerra Mundial, os nazistas da Antártida precisavam encontrar uma forma de ter mais pessoas à sua disposição. Durante as negociações adicionais para um tratado final com a Cabala entre 1955-1959, eles finalmente chegaram a um acordo na década de 1960. Em 1954, os nazistas da Antártida desenvolveram a tecnologia Mind Wipe. Nesse tratado final, eles receberam cerca de 150.000 pessoas de todo o mundo, para cobrir as suas perdas de operários usados nos seus programas espaciais. Os alemães expandiram as suas explorações espaciais para abranger Ceres, o Cinturão de Kuiper e o Cinturão de Oort.

ROUBO DE TECNOLOGIA DE LIMPEZA MENTAL PELA CABAL

Na década de 1970, a Cabala descobriu a existência da tecnologia de limpeza mental e em 1979, como resultado de uma operação conjunta KGB-CIA, eles próprios conseguiram apoderar-se dessa tecnologia.

Os nazistas da Antártida atingiram um estado em que eram autossustentáveis no que diz respeito à sua população. A Cabala levou três anos para fazer a engenharia reversa da sua própria tecnologia de limpeza mental e através das Voyager I e II a Cabala-NASA descobriu a enorme extensão da influência dos nazistas e seus aliados aliens no nosso sistema solar. Isto forçou a Cabala a acelerar os seus planos de dominação mundial a partir da década de 1980.

A TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA PARA FORA DO MUNDO

Em 1986, os nazistas descobriram o roubo de sua tecnologia de limpeza mental e demostraram seu descontentamento ao iniciar o desastre de Chernobyl na Ucrânia e ao explodir o ônibus espacial Challenger 1, também em 1986. Os nazistas então transferiram todas as suas pesquisas & Programas de desenvolvimento para fora da Terra. Também teriam enviado uma tecnologia não operacional de limpeza mental tanto para o presidente soviético Gorbachov como o presidente dos EUA, Reagan. Eles não prosseguiram com esta questão porque tinham medo do “Cowboy” Ronald Reagan, que poderia muito bem estar interessado em usar o interruptor “nuclear” contra eles.

A CESSÃO DA BASE NAZISTA NA LUA À CABALA

Os nazista da Antártida obtiveram novas áreas na Lua e queriam livrar-se do seu acordo com os Dracos. Os Draco forçaram-nos a encontrar novos princípios e os nazistas acabaram por fechar um acordo com a Cabala e cederam-lhes as suas propriedades na Lua em troca de 25.000 soldados que foram usados principalmente para conquistar outros planetas. A Cabala teria obtido todas estas pessoas de todos os países do mundo que tivessem um Banco Central controlados pelos judeus khazares Rothschild. Em 1991, o primeiro tratado espacial entre a Cabala e os nazistas da Antártida teria sido assinado, resultando na formação da IDARF, as Forças Interplanetárias de Defesa e Reação. Jason Rice fazia parte deste primeiro grupo da IDARF.

ALGUMAS CONSIDERAÇÕES FINAIS

Estes foram os principais pontos do depoimento do insider Jason Rice em relação ao papel dos alemães nazistas da Antártida da década de 1930 até a década de 1990. O que me impressionou foi o enorme impacto que estes nazistas tiveram na evolução geopolítica e exopolítica do século XX e início do XXI. Também é quase inimaginável que tudo isso pudesse ter permanecido escondido do público durante todas essas décadas, mas o “establishment” conseguiu manter o controle sobre os OVNIs e aliens por todas essas décadas também, então, eles poderiam ter sido capazes de manter isso escondido de nós muito bem, afinal o “sistema” que nos manipula é pródigo em proporcionar muitas distrações para a imensa massa de desavisados ignorantes desta realidade.

Em apoio a este relato estão os testemunhos de todos os tipos de outros participantes insiders do Programa Espacial Secreto que encontramos neste início de século XXI e que falam sobre as colônias nazista e de extraterrestres na Lua, Marte, Ceres e alhures no sistema solar e além. Em um dos episódios do Star Nation News de fevereiro de 2024, não apenas ouvimos sobre a presença da Dark Fleet no sistema estelar de Altair, mas também uma facção do que poderíamos chamar de ‘Frota da Cabala’. No trecho abaixo Val Nek fala sobre a derrota dos alemães nazistas da Antártida em nosso Sistema Solar e a presença dessas duas colônias humanas da Terra no sistema Altair:

Val Nek sobre a presença da Dark Fleet nazista e outros Programas Dark Space da Terra:

O ponto comum neste artigo parece ser o jogo de gato e rato entre os nazistas instalados na Antártida, com seus aliados alienígenas (Dark Fleet) e a Cabala (Programas do Espaço Escuro). Podemos encontrar corroboração para esta rivalidade entre estas duas facções num esquema do livro de Elena Danaan ‘The Seeders’.

Com isso eu gostaria de encerrar este artigo bastante extenso e convidá-los a refletir sobre esses assuntos no Grupo de Estudos de Antropologia Galáctica.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *