browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Pedófilos britânicos Atacam Crianças ucranianas Refugiadas na Polônia

Posted by on 21/07/2022

Hospício Ocidental e seus “Dementes”: Os criminosos sexuais da Britânia alegaram que estavam fornecendo “assistência humanitária” para as crianças. Vários pedófilos britânicos conhecidos foram convidados a deixar a Polônia depois que as autoridades britânicas descobriram que eles viajaram para lá para atacar crianças ucranianas em campos de refugiados, informou a Agência Nacional do Crime nesta quinta-feira.

Pedófilos britânicos Atacam Crianças ucranianas Refugiadas na Polônia

Fonte: Rússia Today

Os dez homens britânicos foram entrevistados pelas autoridades de imigração polonesas antes de serem mandados para casa, disse a Agência Nacional do Crime (NCA) ao The Independent . De acordo com um porta-voz da NCA, os homens foram obrigados por lei a declarar suas convicções ao chegar à Polônia, mas “descobrimos inevitavelmente que eles não o fizeram”.

Os predadores sexuais condenados alegaram que estavam oferecendo “assistência humanitária” aos refugiados que fogem do conflito na Ucrânia, dos quais pelo menos 5.000 são crianças desacompanhadas na Polônia, continuou o porta-voz. 

“Para nós, trata-se de conscientizar os parceiros de que esses criminosos sexuais de crianças condenados estão em seu território, por razões óbvias”, disse o funcionário da NCA. “Garantir que [as crianças] estejam seguras é absolutamente primordial.”

Não está claro se os pedófilos britânicos entraram em contato com alguma criança ucraniana antes de serem deportados.

Além das crianças refugiadas, as mulheres que fogem da Ucrânia também foram ameaçadas por agressores sexuais. As autoridades ucranianas prenderam o líder de uma gangue criminosa de escravas sexuais no início deste mês, alegando que seu grupo oferecia empregos no exterior para mulheres que queriam deixar o país, apenas para trafica-las para a prostituição na Turquia.

Um aumento no interesse pelas prostitutas e mulheres jovens ucranianas criou “um forte incentivo para os traficantes recrutarem e explorarem as mulheres ucranianas em grande escala”, disse Valiant Richey, Representante Especial e Coordenador da OSCE para Combate ao Tráfico Humano e Escravidão Sexual, em uma conferência na Irlanda em maio.

O tráfico de seres humanos também tem sido um problema na UcrâniaUm relatório do Departamento de Estado dos EUA no ano passado observou que, embora as autoridades tenham feito “esforços significativos” para reprimir o tráfico, o país minimizou o número de vítimas e vários funcionários do governo foram considerados cúmplices em alguns casos. 

Crianças em orfanatos administrados pelo Estado foram apontadas pelo relatório como “especialmente vulneráveis ​​ao tráfico de pessoas”, e cuidadores nessas instalações foram descritos em alguns casos como “cúmplices ou negligentes deliberadamente no tráfico sexual e de trabalho de meninas e meninos sob seus cuidados”.


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)” para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.