Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Primeira Cidade de 15 minutos dos EUA foi criada em Tempe, no Arizona

Um bairro de Tempe, no Arizona, foi nomeado “Culdesac” e é o primeiro exemplo americano de uma cidade de 15 minutos, uma visão do WEF-Fórum Econômico Mundial e do culto globalista, que estão lançando o conceito como sendo mais “amigo do ambiente”. Em vez de ver este desenvolvimento como um pesadelo distópico, os residentes de “Culdesac” parecem entusiasmados com o seu novo modo de vida. Será que eles têm alguma ideia do que o sistema lhes reserva?

Primeira Cidade de 15 minutos dos EUA foi criada em Tempe, no Arizona

Fonte: The Exposé News

O conceito de uma cidade de 15 minutos é uma cidade SMART num ambiente urbano com vigilância omnipresente e tecnologias de recolha de dados total que irão monitorizar e registrar até os detalhes mais íntimos e pessoais de cada indivíduo que a habita. 

O objetivo globalista é coletar os dados de cada indivíduo e saber:

  • O que eles comem e bebem,
  • Onde eles vão,
  • O que eles compram,
  • Quem eles conhecem,
  • O que eles pensam e sentem
  • Suas opiniões e hábitos
  • Seu estado de saúde e vacinação. Etc etc..

Em outras palavras, cada pequeno detalhe, e como disse o frequentemente citado consultor do WEF Noah Yuval Harari, aqueles que possuem esses dados conhecerão você melhor do que você mesmo. No entanto, esta vigilância abrangente foi justificada porque nos disseram que será essencial para o futuro do planeta e para salvá-lo das “alterações climáticas”.

Eles também garantem que isso tornará sua vida mais conectada, segura e saudável e parece que os moradores de Culdesac acreditaram na ideia.

Uma  reportagem do canal 12 News  promoveu a comunidade como ajudando na sustentabilidade, o que inclui a desistência de seus próprios veículos, já que Culdesac é a primeira comunidade do país a ser projetada em torno de uma vida sem carros, mas em vez de ficarem insatisfeitos com isso, o relatório mostrou um funcionário de Culdesac que parecia entusiasmado com o transporte alternativo oferecido no bairro devido à proibição de veículos na área.

O funcionário disse ao 12 News  “Os moradores podem ter um [carro], desde que não esteja estacionado no local. Você consegue se imaginar morando em cima do seu supermercado?” o funcionário perguntou ao meio de comunicação.

“Qual é o apelo de morar em cima de um supermercado?” perguntou a voz do povo “que diz que “é claro que o desenvolvimento será usado para impulsionar bairros de pesadelo semelhantes da Agenda 2030 em toda a América”.

Um relatório mais recente da  NBC News  promoveu a comunidade sem carros para um público nacional, conversando com o cofundador da Culdesac, Ryan Johnson, que afirmou: “Cada geração, incluindo 90% da Geração Z, gostaria de pagar mais para viver em um local acessível a pé na vizinhança.”

Será que eles sabem o que realmente significa o seu “bairro caminhável”? Embora eles possam estar pensando que é como uma cena de um filme dos anos 1950, com cercas brancas e tudo, ou na pior das hipóteses, seria mais parecido com “Nosedive”, um episódio de Black Mirror. No entanto, como afirma o criador de Black Mirror, é “sátira, à aceitação, e às imagens que gostamos de retratar e projetar para os outros” e diz “é basicamente, o mundo em que vivemos”.

O sistema de crédito social chinês.

Não podemos sequer dizer que as cidades de 15 minutos serão como o Sistema de Crédito Social (SCS) da China, que é “um projeto político que visa incentivar o comportamento lícito e honesto e expandir os serviços financeiros”.

Se você tentar entrar em um local público com um código QR vermelho… imediatamente um Alarme dispara. O governo chinês pode facilmente isolá-lo da sociedade mudando remotamente seu passaporte COVID para o código vermelho. O código QR vermelho na China significa que você precisa cumprir sua pena em um campo de quarentena e pagar por isso.

O termo “Sistema de Crédito Social” é problemático por várias razões. Em primeiro lugar, faz com que o plano político pareça uma entidade singular e coerente, quando na verdade é uma “mistura de iniciativas de administração pública e de reforma jurídica”, como afirma Xin Dai, professor associado da Ocean University of China, no seu  premiado artigo  sobre o tema.

No entanto, um sistema de crédito social, apesar de pertencer ao espectro totalitário, não pode ser comparado à “mistura de iniciativas de administração pública e de reforma jurídica que o culto global planejou para nós”.

A maioria de nós está consciente disto, no entanto, é evidente pela atitude otimista dos residentes de Culdesac que muitos mais precisam de ser informados. As informações a seguir são do Stop World Control. Fonte

Cidades de 15 Minutos

De acordo com a Stop World Control, todos os aspectos da vida numa Cidade Inteligente serão monitorizados por uma ampla variedade de tecnologias de recolha de dados:  

  • Luzes SMART
  • Pólos SMART
  • Carros SMART
  • Bairros SMART
  • Casas INTELIGENTES
  • Eletrodomésticos SMART
  • Energia INTELIGENTE
  • SMART Transportation e muitas outras tecnologias SMART.
  • Juntos formarão uma rede de vigilância omnipresente, recolhendo continuamente todas as informações sobre cada pequeno detalhe da vida das pessoas. Fonte

Cidades Inteligentes criam a Internet dos Corpos 

Junto, insetos no cardápio….

Esses dispositivos SMART externos estão sendo sincronizados com dispositivos que estão diretamente conectados ao corpo humano, como relógios SMART em nossos pulsos ou telefones SMART em nossas mãos. Esses dispositivos são capazes de coletar informações sobre o que está acontecendo dentro do nosso corpo e até mesmo alterar funções do corpo humano. Num futuro próximo, eles serão CHIPS implantados dentro do corpo humano [além do óxido de grafeno nos vacinados] para coletar ainda mais dados e ter muito mais influência [controle e poder] sobre o que acontece dentro de nossos corpos. 

As informações pessoais coletadas por esses bilhões de dispositivos em todo o mundo formam uma rede chamada Internet dos Corpos, ou, abreviadamente, IoB. Atualmente todos estamos familiarizados com a Internet das Coisas (IoT), que nos permite acessar informações ilimitadas sobre tudo. A Internet dos Corpos será essencialmente a mesma, exceto que reunirá todas as informações pessoais e mais íntimas sobre cada corpo. Esses dados estarão nas mãos de corporações globais, governos, impérios bancários, os loucos de plantão,  etc.

Uma cidade inteligente RESTRINGE os seus movimentos

Para garantir que todos permaneçam dentro do perímetro de coleta de dados do seu bairro, o movimento nas Cidades Inteligentes será limitado a um período entre 15 a 20 minutos de casa. Este conceito cunhou a expressão “Cidades de 15 Minutos” e está sendo promovido como a melhor ideia de sempre para salvar o planeta das alterações climáticas. Tudo o que você precisa estará disponível a uma curta distância, para que ninguém precise ultrapassar esse perímetro. Para distâncias maiores, será necessária uma licença.

Além disso, 30% de todas as áreas selvagens serão fechadas como um incentivo para as pessoas procurarem a sua felicidade dentro das cidades inteligentes, em vez de se aventurarem no majestoso exterior do ambiente natural.

As realidades virtuais estão sendo criadas como uma alternativa em vez de passar o tempo em meio à natureza. Exemplos são o MetaVerse e todas as suas alternativas. Mais uma vez, uma “ideia maravilhosa para salvar o planeta”: trancar a população mundial dentro de Cidades Inteligentes, onde “aproveitam a vida” num reino virtual. Fonte

Não haverá privacidade em uma “cidade inteligente” [para imbecis residirem . . .]

WEF-Fórum Econômico Mundial publicou um artigo na Forbes.com que descreve a experiência de um cidadão dentro de uma cidade inteligente, que a elogia como o paraíso na terra: “Como é que nunca pensamos nisso antes?”

Uma das características principais será que ninguém será dono de nada. Tudo será compartilhado: casas, carros, ferramentas, carros e até roupas. Ao final da postagem, o cidadão expressa uma preocupação com a vida em uma Cidade Inteligente:

“De vez em quando fico irritado com o fato de não ter privacidade real. Nenhum lugar onde eu possa ir e não estar registrado. Sei que em algum lugar tudo que faço, penso e sonho fica registrado. Só espero que ninguém use isso contra mim. Em suma, é uma vida boa.”

O sistema nervoso central das Cidades Inteligentes será 5G. Segundo o ex-presidente chileno Sebastián Piñera, o 5G não só é capaz de ler nossos pensamentos, mas também de inserir pensamentos e emoções em todos. Afirmou que se tornará o sistema nervoso central da sociedade e garantiu que farão com que chegue a todos os lares do país. Curiosamente, todas as luzes da rua nas cidades inteligentes também são antenas 5G ocultas. Fonte

Cidades Inteligentes coletam dados de todos

Por que eles querem que todos vivam em cidades inteligentes e qual é a motivação deles para registrar cada pequeno detalhe sobre todos nós? A resposta é dada pelo professor israelense Yuval Noah Harari, conselheiro do WEF-Fórum Econômico Mundial. Ele explica candidamente:

“Os novos senhores do mundo serão aqueles que possuírem os dados.”

A riqueza de hoje não é mais ouro ou petróleo. São dados. Quanto mais dados uma empresa, um governo ou um império bancário tiver sobre a população, mais poder lhes confere. As Cidades Inteligentes serão uma forma sem precedentes de usar a humanidade como um enorme rebanho de vacas de dados.

Os dados pessoais serão extraídos de nós durante todo o dia e até mesmo enquanto dormimos.

Além de recolher enormes quantidades de dados, estas tecnologias também permitem níveis de controle inéditos em civilizações anteriores. Um ex-engenheiro do Vale do Silício, Aman Jabbi, está soando o alarme de que as Cidades Inteligentes serão essencialmente campos de concentração abertos:

“Ao fornecer-lhes os seus dados, você lhes dá a capacidade de monitorar e avaliar o seu comportamento, que agora pode ser convertido em uma pontuação de crédito social. Essa pontuação é então usada para determinar quais privilégios você se qualifica e quais não você tem na nova sociedade escravista.”

Esta pontuação de crédito social já está sendo implementada na China e, durante a pandemia de 2020, muitas nações implementaram os primeiros passos em direção a este sistema de controle. As identificações digitais e as moedas digitais CBDC estarão no centro desta grelha. Quando as pessoas desobedecerem ou criticarem o sistema, os seus gastos serão restringidos e o acesso aos aspectos básicos da sociedade será bloqueado. Mais uma vez, isto já está acontecendo na China, que é o campo de testes para o resto do mundo. Fonte

As cidades inteligentes editarão o genoma humano?

Um  fato preocupante sobre as Cidades Inteligentes é que todas as luzes da rua são LED, que têm a capacidade de manipular o genoma humano. A expressão genética pode ser ligada ou desligada com luzes LED, que também podem ativar o mRNA [óxido de grafeno] dentro do corpo humano.

Estudos científicos que documentam e denunciam estes fatos abundam online. O que levanta a questão: é por isso que as autoridades insistem em injetar em toda a humanidade tecnologias de mRNA que podem ser ativadas através da luz LED [e microondas da telefonia 5G? Fonte

Onde será a próxima cidade 15 minutos?

Culdesac hoje, mas em breve chegará a uma cidade perto de você!

Outras cidades escolhidas como ‘cidades pioneiras’ incluem:

Apeldoorn, Holanda; Barcelona, ​​Espanha; Belfast, Reino Unido; Bengaluru, Índia; Bilbau, Espanha; Bogotá, Colômbia; Brasília, Brasil; Buenos Aires, Argentina; Córdoba, Argentina; Daegu, Coreia do Sul; Dubai, Emirados Árabes Unidos; eThekwini (Durban), África do Sul; Faridabad, Índia; Gaziantep, Turquia; Hamamatsu, Japão; Hyderabad, Índia; Indore, Índia; Istambul, Turquia; Kaga, Japão; Kakogawa, Japão; Campala, Uganda; Karlsruhe, Alemanha; Leeds, Reino Unido; Lisboa, Portugal; Londres, Reino Unido; Maebashi, Japão; Manila, Filipinas; Medellín, Colômbia; Melbourne, Austrália; Cidade do México, México; Milão, Itália; Moscou, Rússia; Newcastle, Austrália; e Toronto, Canadá……….

Quando chegar à sua cidade, lembre-se, assim como o Hotel Califórnia, “Você pode fazer o check-out quando quiser, mas nunca pode sair”. A hora de resistir é agora.

Fontes:


3 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *