browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Prognósticos para o Planeta Terra, por Willian (Bill) Deagle (1)

Posted by on 11/03/2021

“Os maiores pecados são os pecados do silêncio diante do mal. A ação de um profeta não é profetizar um evento que não pode ser mudado. É para profetizar os caminhos e linhas do tempo que você pode decidir usar (com seu direito ao Livre Arbítrio) porque é o co-criador do seu próprio futuro. Escuridão não é o oposto da Luz, mas a ausência dela. E trazer essas coisas à Luz, ao conhecimento público, não é para aterrorizar as pessoas, mas para trazer conforto, consciência, trazer uma sensação de poder e auto controle a todos que ouvem os fatos ocultos“. (Bill Deagle)

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Prognósticos para o Planeta Terra – Dr. Bill Deagle – Parte 1

Fonte: http://projectcamelot.org/lang/en/bill_deagle

Poucos indivíduos interessados nos assuntos OVNI / Conspiração / Divulgação são tão polêmicos quanto o Dr. Bill Deagle. Sincero, sem rodeios, brilhante e apaixonado, ele gerou tantos críticos tanto quanto fez amigos comprometidos. Estamos bem conscientes desta controvérsia. Este vídeo de três horas é uma visualização essencial – sugerimos – para qualquer pessoa que tenha criticado esse homem. Estamos por trás de seu testemunho, na medida em que não há nada que sabemos que contradiz alguma coisa que ele nos tenha dito. Por outro lado, quanto mais aprendemos, mais descobrimos que podemos validar o testemunho do denunciante e insider que Bill Deagle relata.

Ele é um “profeta dos tempos modernos”: mas muitos não entendem esse termo. Um “profeta” não é um vidente ou uma cartomante. Um Profeta – no sentido original da palavra, e do modo como Bill Deagle a usa – é alguém que diz: “É provável que isso aconteça se não acordarmos ou nos adaptarmos”. Nessa missão, nós do Project Camelot compartilhamos e apoiamos seus pontos de vista.


Dr. Bill Deagle – Prognósticos para o Planeta Terra, Vista, Califórnia, setembro de 2008  – Parte 1

Início da transcrição da entrevista Bill Ryan (BR): Sabe de uma coisa? Eu só gostaria de dizer que estou muito feliz por tê-lo conhecido pessoalmente.

Bill Deagle (BD): Sim. Bem, mesmo aqui. [risos]

BR: Este é o Projeto Camelot, e meu nome é Bill Ryan (BR) com minha parceira Kerry Cassidy (KC). E nós estamos começando a conversa aqui entre nós. Nós temos o Dr. Bill Deagle, e é um tremendo privilégio estar com você.

BD: Muito obrigado.

BR: Eu acabei de brincar com o Dr. Bill agora que estou alegando o recorde do Guinness por ter escutado sua Palestra do Fórum de Granada [de dezembro de 2006] todo ele sete vezes, o que eu tive que fazer porque há muitos dados lá. E não só isso, em um telefonema há poucos dias, o Dr. Bill nos disse que ele provavelmente só apresentava cerca de 10% das informações que ele tinha para oferecer. E uma das coisas que esperamos fazer nas próximas duas horas é ver se conseguimos registrar o máximo possível dos 90% restantes.

BD: [risos]

Bill Ryan (BR) com Kerry Cassidy (KC)

BR: E, em particular, muitas das pessoas que assistiram a este vídeo agora, e nós dois, Kerry, e eu em particular, estamos realmente interessados ​​e focados no que vai acontecer (na Terra) nas próximas semanas, meses e o resto de tempo à frente. E eu acho que uma das frases que Bill usou foi  a que “estamos na calmaria antes da tempestade”.  Qual é a tempestade?

BD: Bem, a melhor maneira de pensar é no Emory War College. E se você conversar com pessoas que trabalham na Escola de Guerra do Exército dos Fuzileiros Navais e em outros lugares, o que eles fazem é fazer um jogo de guerra. Eles têm pessoas que se sentam em torno de grandes mesas de diretoria, e o que elas fazem é colocá-las em  simulação de computadores (Uso da Inteligência Artificial). Eles usam o programa Simula PL/1 e outras linguagens que foram realmente desenvolvidas para as forças armadas, e então elas as colocam em seus próprios super computadores e então executam uma série de simulações. Assim, toda guerra, todo conflito, toda emergência nacional já foi planejada.

As pessoas não percebem o quanto de poder de computação foi colocado nessas coisas – de tudo, desde invasões de ETs na Terra até um tsunami que atinge a costa oeste, até a erupção do Cumbre Vieja [Ed. Nota: uma ilha com um Vulcão nas Canárias que poderia entrar em colapso numa grande erupção e causar um tsunami na costa norte do Brasil e leste dos EUA] , a uma ruptura civil por causa de um terremoto na falha de New Madrid no Centro-Oeste dos EUA. Então basicamente tudo já foi simulado. Há vários itens.

Agora, o que muitas vezes tento fazer no meu programa de rádio, que é o Relatório Nutrimedical; está na Rede Genesis. E os dois sites, se você quiser dar uma olhada, são nutrimedical.com , onde eu tenho um monte de anti-envelhecimento, extensão de vida, defesa civil e outras informações. E o outro site é clayandiron.com. A rede é a Rede Genesis. Está em St. Paul, Minnesota. E o site deles para obter podcasts, streaming e on-demand, que reproduz os programas, é gcnlive.com .

O que eu tento fazer no meu programa é … Eu percebo que uma das coisas sobre ter um programa de rádio regular é que você pode trazer todos esses especialistas e convidados, mas existem várias maneiras de abordá-los. Minha abordagem tem sido tentar … se eles escutarem programas suficientes, que as pessoas começarão a ver uma montagem de imagens que mudarão seu paradigma. Porque você não pode mudar as pessoas, necessariamente batendo na cabeça delas com os fatos, se elas não estiverem preparadas emocionalmente e abertas para isso.

BR: sim.

BD: E você também tem que mudar seu paradigma pelo que eu chamo de “pequenas notas” que acontecem quando eles ouvem mais e mais pessoas, e eles estão dispostos a aceitar uma mensagem de um tipo de pessoa, ou uma maneira de fazer isso. ou um pouco de humor ou alguma música.

BR: sim.

BD: E, eventualmente, eles chegam ao ponto em que são capazes de aceitar as verdades intelectuais, as verdades espirituais e assim por diante. As duas principais coisas que tento ensinar no meu programa são: A primeira coisa é que as pessoas não sabem o que elas são. As pessoas realmente não sabem que tipo de ser elas são, e por causa disso – que em muitos casos esse fato é mantido afastado delas – elas são completamente manipuladas. Por exemplo, se você soubesse que não é um pássaro, obviamente não tentaria voar. Certo?

BR: Sim. Boa analogia.

BD: A outra coisa que eu tento ensinar a eles é que tudo que eles aprenderam no passado foi pré-fabricado e apresentado a eles como verdade absoluta (integralmente ACEITA sem questionamentos), então eles realmente não entendem a natureza do universo em que eles vivem. Eles nem sabem o que é a “Realidade”.

BR: Sim. E tudo isso é um dos parâmetros do modelo, presumivelmente, que as pessoas estão interagindo com esse “show de teatro” …

BD: certo.

BR: … com uma quantidade muito limitada de informações (reais) à sua disposição para reagir, para fazer julgamentos apropriados.

BD: certo. Então, o que tento fazer é tentar levá-los além disso (do sistema de controle mental). Uma das coisas que tento fazer é … Não existe uma “vaca sagrada”(solução mágica), seja uma visão política, uma visão religiosa, uma visão científica. Tem que ser, você sabe, “confie, mas verifique”. Você sabe, Ronald Reagan, antes que ele tivesse muitas geleias com aspartame. [risos]  Então a ideia é que eventualmente você terá provas suficientes e coisas lógicas suficientes para analise … Você tem o que eu chamo de “as duas testemunhas”. Não tem que atacar o seu intelecto (a informação), e também tem que tocar com o seu espírito.

BR: Bom. Mas, você sabe, muitas pessoas assistindo isso agora já fizeram o dever de casa …

BD: certo.

BR: … ou ouvindo seus shows ou ouvindo os nossos, porque estamos operando essencialmente da mesma maneira.

BD: certo. –  BR: Ou ambos. –  BD: certo.

BR: E também tem … Você concorda que não há muito tempo que resta agora?

BD: Não, não há mais muito tempo. E há vários fatos que chamo de “espasmos de eventos” que vão acontecer. E apenas para lhe dar a linha do tempo de para onde as coisas estão indo, em vez de lhe dar datas específicas … A primeira coisa é que as pessoas precisam entender, se elegermos McCain / Palin ou Obama / Biden, Clinton, ou o Partido Verde com McKinney, os eventos já estão em movimento para criar uma catástrofe econômica regional e mundial para, em seguida, criar bancos regionais e mundiais.

BR: Então eles já têm o roteiro do filme, mas ainda não receberam o elenco (os “marionetes”).

BD: certo. Eles foram para o elenco central, e quem quer que sejam os jogadores (os “marionetes”), eles vão ser como pilotos na crista da onda dessa agenda.

BR: OK. Então, qual é o roteiro? [risos]

BD: Bem, o roteiro é basicamente isso … E eu vou voltar um pouquinho, então …

BR: Sim. E também há alguns minutos você mencionou modelagem. Seria ótimo amarrar isso de volta ao cenário de programação futura que você mencionou.

BD: certo. Eles fizeram muita programação futura. Na verdade, eles têm um dos programas mais avançados da Universidade da Califórnia em San Francisco. E eles estão ligados diretamente ao National Reconnaissance Office (NRO). Isso, a propósito, eu faço regularmente no meu programa – libere informações classificadas. E lá eles têm todo esse acesso aos arrays de supercomputadores Cray 5s e Cray 4, e assim eles farão muitas simulações.

Kerry Cassidy (KC): E isso está localizado em Denver (Colorado), certo?

BD: Bem, é aí que o nó principal está. Na verdade, esta na Shriver Air Force Base no Colorado. Mas eles também têm seus sistemas em outro lugar. E as pessoas precisam saber que o mundo em que elas acreditam e aceitam como “realidade” é um conto de fadas que nunca existiu. Ok?

BR: Certo.

BD: De qualquer forma, isso é no nível universitário. Eles têm um programa de supercomputação de modelagem  social de programação futura. E o que eles fazem é testar modelos de diferentes tipos de perturbações. Eles vão tentar uma coisinha, colocar um balão, colocar um evento de mídia. E eles são capazes de modelar isso com base na obtenção de retorno de informações. Eles são capazes de fazer buscas específicas, que são chamadas de “buscas arquitetônicas”, não tão diferentes das do tipo “ovos” do Meio-Passado Humano ou da Universidade de Princeton.

Eles estão realmente explorando a Internet; eles estão escutando todas as conversas telefônicas. Eles estão explorando dados das caixas de todos os e-mail das pessoas, das mídias sociais que eles grampearam de duas maneiras para que eles possam saber o que estão assistindo. E eles têm o que é chamado de software de “arquitetura de dados” que pode realmente analisar todos os dados.

BR: Sim. – KC: [inaudível]

BD: . . .ah, isso é uma possibilidade, eles podem fazer isso. Mas o mais importante é que eles só sabem o que estão vendo. E, se eles souberem o que estão visualizando, o que a caixa está ligada, eles poderão colocar isso de volta em seus dados. E eles podem dizer, com base na distribuição do código de área, dados demográficos, etc …

BR: Sim.

BD: Porque as pessoas precisam saber que cada conversa telefônica sempre foi monitorada. Todo fax sempre foi monitorado. E eles sempre tiveram supercomputadores à serviço de sua agenda de controle. E em 2003 eles lançaram o chamado sistema IA (Inteligência Artificial), que é um supercomputador inteligente com a inteligência de um ser humano – em outras palavras, um ser humano inteligente, mas capaz de pensar 10 trilhões de vezes mais rápido, com acesso a todos as pessoas conhecidas. acesso ao conhecimento e história e um acesso completo à Internet e a todos os percursos de comunicação. Assim…

KC: Com isso em mente, a modelagem que eles estão fazendo … Seu plano, sua agenda, vai ser posto para fora como o que? A maior surpresa que eles poderiam causar?

BD: Bem, não. O que eles procuram é construir uma cópia cibernética da Terra.

KC: Certo.

BD: Eles podem realmente fazer modelos cibernéticos com isso e tentar fazer o que é chamado de “análise de caminho de linha temporal”.

BR: Sim.

KC: Certo. Mas como eles escolhem? Você conhece isso?

BD: Sim.

BR: Um mundo virtual inteiro, com pessoas virtuais.

BD: Em um mundo virtual na verdade, eu cuidei dos funcionários que trabalhavam no que é chamado de Projeto do Mundo Senciente, em Denver.

KC: Sim. Mas eu ainda não entendo, você sabe, como eles estão escolhendo o cenário deles. Em outras palavras, sabemos que o colapso financeiro …

BD: Bem, eles podem tentar um cenário e eles podem realmente experimentá-lo no mundo cibernético e então eles podem ver a resposta baseada em …

KC: Certo. Mas você recebeu feedback de projetos secretos negros (Black Ops), dizendo que eles escolheram esse cenário?

BD: Ah, algumas coisas. Algumas coisas. Sim.

BR: Nos dê algumas pistas, Bill.

BD: Bem, vou dar um exemplo. Uma das primeiras coisas é que, ao fazer essa modelagem, isso significa que elas não fazem isso apenas em uma espécie de … Em outras palavras, elas não estão apenas tentando isso em público. Eles tentam uma coisa diferente. Por exemplo, eles tiveram o colapso financeiro em todo o país no início da crise de 2008…( provocada intencionalmente) e, em seguida, tiveram o colapso do grupo Lehman Brothers. E eles tentam cada coisa. E eles tentam ver que tipo de resposta eles estarão recebendo do público. E eles alimentam isso de volta no modelo. Agora, quando cuidei das pessoas que estavam trabalhando no Projeto Mundo Senciente, eles criaram um modelo cibernético da Terra. É um modelo físico real no hiperespaço que está abaixo de uma tolerância de cerca de um centímetro e meio. Todas as estradas, edifícios, tudo, pessoas. Todos dentro desse modelo são considerados, chamados nós. Esse é o termo que eles usam para isso.

BR: Sim.

BD: Além de fazer a modelagem computacional do simulador, eles estão usando outras tecnologias. Algumas delas são bastante estranhas, se você quiser chamá-las assim.

BR: Eu posso acreditar.

BD: E eles estão usando essas tecnologias para poderem analisar os caminhos da linha temporal. Porque o que eles estão tentando fazer é …

KC: Então estamos falando de Looking-Glass, então?

BD: Sim. Exatamente. E, claro, muitas pessoas não entendem que a maioria delas é baseada no que é chamado de imagem de vórtice por torção , que é uma imagem hiperdimensional.

BR: Sim.

BD: E imagens de vórtices torcionais que tivemos desde a década de 1950, com engenharia reversa (obtida de tecnologia de extraterrestres).

BR: Sim.

BD: A imagem de vórtice por torção foi o principal projeto do HAARP. Não foi o projeto do fundo; foi o melhor projeto.

BR: OK.

BD: Então a imagem de vórtice torcional permite que eles olhem através da Terra para ver todos os recursos. Então, o principal era soltar um espelho térmico-magnético com sais de alumínio e bário.

BR: Que é o projeto chemtrail?

BD: Sim. Mas é muito alto, de 73 a 80 mil pés (22 a 24 mil metros) de altitude. Você não vai ver isso.

BR: OK.

BD: E quando as partículas são colocadas lá, elas duram de dois a três anos no espaço porque se espalham e ficam presas nessa camada na alta troposfera. ok?

BR: Sim.

BD: E funciona como um espelho para o que é chamado de imagem de vórtice por torção. Assim eles podem lançar um pulso magnético e ver um eco que volta e eles podem imaginar isto.

BR: Eu entendi. Sim.

BD: Então eles podem ver os recursos de petróleo, ouro, minerais, titânio, o que eles precisam, e eles também podem ver através do solo da Terra e ver bases subterrâneas, cidades, instalações. Então, por exemplo, quando Sichuan …

BR: Algumas dessas coisas nem são nossas (da Terra).

BD: certo. Sim. E eles também podem ver coisas que não são nossas. Exatamente. Eles veem cavernas gigantes e sistemas de cavernas que percorrem centenas de quilômetros pelo Meio-Oeste.

BR: Certo.

BD: Mas eles também podem ver coisas como bases militares, como a base de munições nuclear e militar chinesa que foi atingida por uma arma tectônica em Sichuan, no oeste da China. Esse foi um uso específico da tecnologia tectônica. Certo?

BR: Sim. Humm.

BD: Agora, temos nossa versão disso. E os russos têm um novo sistema chamado tecnologia de supercondensador, então eles conseguiram fabricar esses capacitores muito poderosos que podem gerar coisas semelhantes à nossa tecnologia HAARP. Certo?

KC: OK Mas onde eles estão indo com isso? Isso é realmente o que nós …

BD: Sim. Bem, onde eles estão indo com tudo isso … Só para lhe dar uma idéia: A primeira coisa é que você tem que olhar para o menu do que eles têm. E eles tentam vários itens, tentam perturbar a nova modelagem de computador.  E então eles decidem se vão continuar agora ou no futuro próximo. Tipo, muitas pessoas dizem: Bem, por que não houve outro 11 de setembro?

BR: Mm hm.

BD: certo? Outra coisa… como explodir cidades ou fazer outras coisas? Porque há anos eles estão fazendo simulações de um jogo de guerra usando bombas atômicas de 10 quilotons em várias cidades. Por exemplo, este ano foi em Portland Harbor, e no ano passado foi em Charleston Harbor, onde eles realmente fizeram uma simulação de … E não foram apenas os EUA. Foram os EUA, os britânicos e os canadenses, onde eles fizeram uma simulação conjunta dos jogos de guerra e tentaram ver a reação da defesa civil, deslocamento da pluma de radiação e o movimento do público e da guerra. Sabe, descobrir como lidar com os corpos e todo esse tipo de coisa.

Então eles estão fazendo tudo isso. Eles fazem isso em vários níveis e alimentam os dados de volta em seus supercomputadores para decidir o que funcionará melhor (para a sua agenda). Uma das coisas que fizemos … No final dos anos 90, eu era médico da Rocky Mountain Occupational Medicine, e conseguimos o contrato para as equipes de Hazmat no Colorado, para que o FBI e os Centros de Controle de Doenças fizessem uma simulação de jogo de guerra chamada Operação Top Off e Operação Dark Winter. Fizemos uma simulação no Centro de Artes Cênicas, em um “lançamento simulado”, não um lançamento real, de peste pneumônica. E nós queríamos olhar para o índice de mortes, em termos da rapidez com que o sistema poderia ser ativado – o sistema EMS – para conseguir pessoas e tratá-las e fazer uma triagem delas e de qualquer outra coisa.

E fizemos um show semelhante na 17th Avenue, no centro de Denver, em uma janela do segundo andar de um apartamento. E nós até montamos um pulverizador para pulverizar a janela, com um pouco de ar comprimido, um pouco de fluxo de vapor, que era supostamente antraz. Então, seria um fluxo de antraz armado que realmente pulverizaria a janela do segundo andar. E esse fluxo de antraz seria então … Nós então mandávamos pessoas … Nós tínhamos os oficiais de Hazmat e as Forças Especiais, e eles iriam para vários hospitais, como St. Joe, Presbiteriano, St. Lukes, etc. E nós tentamos ver, com a gravação de todas essas planilhas de dados, se aconteceria ou não: Número Um, os departamentos de emergência ativariam o CDC, pegariam os espécimes apropriados, receberiam as pessoas tratadas em tempo hábil para que não morressem. Nós matamos todo mundo.

BR: OK.

KC: Por que você matou todo mundo?

BD: Nós matamos todo mundo porque o sistema de resposta à catástrofe era muito inadequado. Os médicos do departamento de emergência, a doença infecciosa, a ativação do sistema … O rastreamento de volta para a fonte do spray teria sido muito longo. Então, se houvesse um antraz armado e letal – precisaria-se, digamos, de 80 esporos para causar uma infecção letal em vez de 80.000 a 100.000 – que descobrimos a partir da dispersão naquele nível da 17ª Avenida, por exemplo. Isso teria matado pelo menos 4 a 5 mil pessoas que foram, durante o meio do dia, expostas ao patógeno.

BR: Certo.

BD: Agora, a razão pela qual eu levanto esse modelo é que eles estão fazendo isso o tempo todo com seus modelos de cibernética, porque estão tentando conduzir a “sociedade” ao longo de certos cronogramas. E eles têm várias forças. Todas as pessoas envolvidas nisto – você ouve a palavra “Nova Ordem Mundial” – elas não estão de acordo. E existem vários níveis. E a maioria pensa que eles estão no topo do nível em que estão, e estão realmente no final de outro nível. ok?

Até as pessoas no topo que são humanas. Porque a Nova Ordem Mundial não está sendo administrada por SERES humanos.

Pessoas protestam contra o último encontro do Grupo Bilderberg e New World Order (Nova Ordem Mundial) no centro de Barcelona © Gustau Nacarino / Reuters

R: sim. – BD: OK? – BR: Exatamente.

BD: E você precisa entender isso. A analogia que eu uso no meu programa é … Em seu treinamento na Inglaterra, como parte de um jogo de poder, eles te traziam para seus jardins. E seu jardineiro faria um pequeno labirinto. E então você passaria pelo pequeno labirinto e pensaria que você era muito inteligente porque você sairia em questão de momentos. E então o que eles fariam é, eles te levariam para o grande labirinto, que foi feito por um jardineiro muito inteligente. E a única maneira que você poderia sair era se lhe FOSSE MOSTRADA A SAÍDA.

BR: OK.

BD: OK. Se você não recebesse a informação, não sairia do labirinto e ficaria preso lá a tarde toda e não tomaria chá nem nada. Certo?

BR: OK.

BD: Então a coisa foi humilhar você para perceber que não havia como sair do grande labirinto, a menos que você mudasse seu paradigma de como sair do labirinto. Certo?

BR: Muito bem. Certo.

BD: E o que eles estão fazendo basicamente é, eles são … De certo modo eles estão “mergulhando” as ovelhas da  sociedade inteira para comprar e aceitar as mentiras do que está acontecendo. As pessoas não sabem que tipo de … Você sabe, até mesmo a história moderna foi completamente reescrita. Tudo…

BR: Mas há alguns despertando acontecendo, o que você também precisa levar em consideração.

BD: Sim, existe.

BR: Também está sendo considerado.

BD: Claro que esta. E é por isso que houve um grande atraso (na agenda deles). De fato, se você olhar para os documentos publicados, como o Global 2000 , sobre a redução da população; se você olhar para a liberação planejada de coisas como a gripe aviária; se você olhar para o planejamento de explodir cidades com bombas sujas ou micro-bombas, ou fazer outras coisas, elas estão muito atrasadas.

BR: Isso também significa que eles também programaram no Relatório Nutrimedical e nas entrevistas do Projeto Camelot. E eles estão levando tudo isso em conta e depois recalculando tudo. Certo?

BD: Ah, bem eles estão. Mas o problema é que há um número de curingas que eles não controlam.

BR: Quais são? – BD: Bem, muitos cartões selvagens. – BR: OK.

BD: O primeiro é o humano. Os seres humanos são seres polidimensionais que transcendem em muito o que as pessoas geralmente pensam ser humano. Só para te dar um tipo de … Para apoiar em termos de um pouco de física: Nosso plano de existência, o plano energético, tem cinco dimensões, não quatro. ok?

BR: Sim.

BD: Então o plano espiritual tem sete dimensões. Algumas pessoas chamam isso de astral. E então há o 13, que é o eterno. ok? E tudo são harmônicos disso. É por isso que … A própria natureza da existência é literalmente a passagem do espírito através de planos energéticos que criam uma montagem.

BR: Nós vamos aceitar tudo isso. E o que estamos aqui, o que vejo no meu campo de visão, é a minúscula ponta de um imenso iceberg.

BD: certo.

BR: Sim. E o “iceberg” é uma coisa linda, fantástica, maravilhosa e eterna.

BD: certo. Exatamente. Em outras palavras, este momento que está existindo agora enquanto estamos gravando, sempre existiu.

BR: Sim. Eu vou aceitar isso.

KC: Absolutamente. O tempo é circular. Mas Bill, o que eu queria saber é o que você está dizendo que eles vão fazer com isso? Porque, obviamente, se eles estão atrasados ​​… E aqui estamos nós, no final de setembro, e temos a economia americana entrando no tanque.

BD: certo.

KC: E então qual é o próximo passo?

BD: Bem, aqui você tem que pensar sobre qual é o objetivo deles. É quase como um rato que atinge certas barreiras, um rato inteligente. Você coloca certas barreiras para baixo, mas um rato ainda pode sentir o cheiro do queijo. Ele contornará essa barreira e descobrirá como fazer isso. E se for um mouse muito intuitivo, ele pode ver além da barreira onde o caminho leva ao queijo. E se tiver muito acesso, vai fazer isso. Certo?

BR: Certo.

BD: Então o que eu vejo é isso. O objetivo é criar um banco mundial. Seu objetivo é ter zonas monetárias regionalizadas. Eles publicaram isso. De fato, uma das coisas que você tem que entender – o que é realmente bizarro, mas também verdadeiro – é que parte da “religião”, se você quer chamar isso, ou o dogma, dos globalistas é provar que eles são uma superclasse, ou a classe dos predadores, que têm o direito de tomar essas decisões. Porque eles têm que publicar, demonstrar e os profanos (os NÉSCIOS e IGNORANTES) não entendem. Mas é claramente publicado. Como por exemplo em setembro de 1973, o Conselho de Relações Exteriores (CFR)…

BR: Está tudo bem à vista.

BD: Está tudo bem à vista.

KC: Como o Iron Mountain Report , por exemplo.

BD: Sim. Ou o documento de 1974, que falava sobre o maior perigo para o mundo, é o crescimento populacional. Ou o Global 2001.. .

BR: O Georgia Guidestones (As Pedras Guias da Geórgia).

BD: Exatamente. Está tudo à vista de todos. E o problema é que as pessoas vão olhar para o fato e dizer: Bem, isso não pode ser verdade porque está à vista de todos .

É quase como se você quisesse dizer: é um navio de guerra. E eles dizem: Bem, é pintado de rosa. Não pode ser um navio de guerra. Tem plantas saindo de todas as torres de artilharia. [Bill ri] Mesmo que seja um navio de guerra e esteja no quintal da frente. [mais risadas]

 

KC: Os alienígenas, extraterrestres, no entanto, estão governando o show, na sua opinião?

BD: Bem, eu vou chegar a isso porque vou te dar um giro um pouco diferente. O que temos que fazer é usar muito discernimento. Há basicamente duas perspectivas no universo – e isso é se você é humano ou não humano. O que somos ou qualquer outro ser “senciente” no universo é um ser espiritual que transcende através de uma matriz energética, criando uma realidade. ok? Em outras palavras, somos co-criadores de nossa própria realidade dentro de uma linha do tempo e do futuro.

BR: Absolutamente.

BD: E se você olhar para pessoas como Michio Kaku e físicos avançados e assim por diante, eles falam sobre o universo em termos de energia. Você sabe, como uma cultura de Energia Zero, e a cultura de energia do Nível Um, uma cultura que é capaz de saltar através da galáxia e está limitada pelo tempo e pelo espaço. Mas você também pode usar esses princípios similares para, você sabe – tipos semelhantes de características – para lidar com o que chamo de espiritualidade de uma civilização senciente. Certo?

BR: Certo.

BD: Então você precisa usar tanto a coisa da energia e eles estão amarrados juntos.

BR: Sim.

BD: Porque há muita supressão da tecnologia que já temos, porque espiritualmente somos muito (limitados) … o que eu chamo de cultura (civilização) de Ordem Zero.

BR: Sim.

BD: Nós ainda estamos no cercadinho ou no berço da civilização e estamos na verdade em quarentena por 3 shars (10,800 anos terrestres), que são as “passagens pelo plano galáctico do fogo” de Zecharia Sitchen. As duas perspectivas se ligam ao contato com o Eu Superior, que é o “EU SOU”, aquele que diz: “ Haja luz , o espírito que está em nós.

E todos os grandes líderes espirituais que falaram a verdade que eles conheciam em seus corações – seja Buda ou Zoroastro ou qualquer outro – todos esses grandes líderes falaram alguma coisa. E muitas vezes (ou sempre) foi convertido, pervertido ou distorcido. Ou eles mesmos não tinham toda a verdade, eles apenas tinham partes dela, então se tornou uma “religião”. Agora, a religião é um substituto para o relacionamento (e um instrumento de controle).

BR: Sim.

BD: E eu chamo isso de “mentiras reais acontecendo”. E não importa se você está falando sobre Budismo, Cristianismo, Judaísmo, Zoroastrismo, Ateísmo. Todos os “ismos” no mundo se dividem em duas categorias: Ou você ouve a Voz do espírito que criou você e criou tudo o que existe, o continuum – porque sem uma única voz não há universo – uma voz “eu” Eu chamo isso. Não há ninguém “eu” voz.

Assim, portanto, é sua vontade – a vontade de, em outras palavras, decidir por si mesmo o que é bom ou mau – ou ouvir a sua Voz INTERIOR. Em outras palavras, você não precisa dizer às pessoas o que é certo ou errado. Se eles estão em contato com seu eu superior e com o Criador que os criou, eles sabem o que é certo ou errado.

BR: OK. Agora, basta trazer isso de volta para onde você estava quando você estava falando sobre os fatores wild card de quem as pessoas realmente são – esta é minha paráfrase do que você estava dizendo – e como há certas coisas que não podem ser programadas em seu super-computador, porque, na verdade, você está falando sobre seres humanos reais que são eternos e mágicos.

BD: Exatamente. E você vê que o ponto se relaciona com as facções, se você quiser chamá-las assim. Você sabe, você pode ir procurar em todos os tipos de livros religiosos diferentes, sejam os índios Hopi ou a Bíblia cristã ou muitos outros livros, e eles dirão que houve visitas de seres extraterrestres à Terra ao longo de todas as eras.

BR: OK. Agora…

BD: E a maneira como isso se liga é que alguns desses visitantes têm características específicas que são muito comuns. Por exemplo, Naga, na área da Oceania. Certo? Que são, você sabe, o povo da serpente ou o deus da serpente emplumada, ou seja o que for. O que você vai encontrar … Ou o Dagon, que é, você sabe, os seres anfíbios que vêm de um mundo. E, portanto, até mesmo o chapéu, por exemplo, que está no papa, é na verdade chamado de “o signo de Dagon”, que é um deus-peixe ou Oannes …

BR: sim. Sim.

KC: OK Certo. Mas . . .

BD: … que está sempre em segundo plano, em outras palavras.

BR: Agora haverá pessoas assistindo isso que dizem: Eu sei que sou eterno e mágico, e estou realmente interessado no que você está dizendo. Então o que eu posso fazer? Como posso ser? Que medidas posso tomar para aproveitar o meu curinga para que não possam prever o que vou fazer a seguir?

BD: Sim, o que eu estou tentando entender … Você sabe, eu ouço muitos relatórios diferentes, que as pessoas dizem: Eu estive em contato com os Pleiadianos ou Andromedanos, ou estou em contato com esse ou aquele grupo. Mas as pessoas precisam usar de extremo, extremo discernimento (algo que não se compra em supermercados ou farmácias. TEM QUE SER DESENVOLVIDO através da AMPLIAÇÃO da CONSCIÊNCIA).

BR: Sim.

BD: E o jeito que eu penso é isso. Diga, você sabe, se você foi para uma nova cidade. Digamos que você fosse da África do Sul e viesse para a cidade de Nova York e não soubesse para onde ir, mas foi para a parte errada da cidade. Você pode não voltar vivo. ok?

BR: Certo

BD: E uma coisa parecida … Você tem que pensar no universo dessa maneira também.

BR: Sim.

BD: Há lugares muito bons no universo e outros muito ruins.

BR: sim.

BD: OK? Apenas pense desta maneira. Qualquer ser que seja capaz de saltar através do espaço / tempo e chegar ao nosso mundo, você tem que assumir que sua inteligência é infinitamente maior que a nossa. E, portanto, qualquer coisa que eles nos comuniquem pode ser muito verdadeira ou muito, muito maliciosamente manipulada para nos controlar, quase como um bando de ratos.

BR: Exatamente.

BD: Em outras palavras, seríamos tratados como uma formiga, barata ou como meus cachorros de estimação. Eles não teriam como entender o que estamos falando, então seria quase um esporte nos controlar. Certo?

BR: sim.

KC: Exceto que, se eles são tão inteligentes, eles também percebem que somos seres espirituais em nosso próprio direito e realidade existencial e, portanto, eles estão realmente lidando com algo que é muito mais “complexo” do que apenas a nossa forma tridimensional física (a grande ilusão).

BD: Exatamente, exatamente. Aqui está o ponto, no entanto. Você tem duas perspectivas lá fora. Você tem um grupo – vamos chamá-los, apenas por causa disso, você sabe, como David Icke. Ele estava falando na Conferência UFO em São Francisco. Ele os chama de reptilianos. ok? Ou você pode chamá-los de serpentes, como se fala na Bíblia. ok?

E, de fato, você tem que entender isso quando você olha para a Bíblia em coisas que são uma descrição para pessoas que eram pastores e artesãos de 2 a 3 mil anos atrás. Certo? Ou você olha para outros livros antigos … E o que eles estão realmente tentando descrever aqui é algo que é bem similar ao que está acontecendo hoje. Então, digamos que temos um grupo que diz: Somos uma super-nação predatória de super-cientistas que não têm nenhum espírito, mas nós invadimos e dominamos mundos.

BR: Hum.

BD:  Podemos invadir a dimensão mente-espaço. Nós podemos atacar no nível físico. Podemos estabelecer políticas para cortar a conexão entre seu corpo físico e seu corpo espiritual – através de coisas como fluoretação da água, envenenamento do ar, e alimentos geneticamente modificados ou poluição eletromagnética.

KC: Então você está sugerindo que são os reptilianos que estão envolvidos com os atuais Illuminati?

BD: Bem … sim, sim, sim.

KC: E com esse tipo de agenda?

BD: Claro. Sim. Não é diferente do que a Bíblia tem dito o tempo todo – o povo serpentino.

KC: Certo. Então eu quero meio que me situar no aqui-e-agora um pouco para que possamos entender o que você está falando.

BD: certo. Muitas vezes, porém, eles julgam mal. Porque, por exemplo, quando … o David fez muito bom trabalho. Mas uma das vezes … Se você não sabe o que está vendo porque nunca viu nada como isso antes … O que ele fez foi pegar uma coisa chamada ayahuasca, que é um análogo da dimetiltriptamina. E a ayahuasca e a dimetiltriptamina abrem o que se chama, você sabe, o olho do espírito. As pessoas chamam o terceiro olho, o olho astral ou o que quer que seja.

Mas basicamente é, todos nós nascemos como crianças com essa habilidade de ver no mundo espiritual. E é por isso que as crianças vêem seus amiguinhos, vêem outras coisas e vêem o bem e o mal. E eles têm uma coisa chamada  pavor nocturnus, ou terror noturno, porque eles podem ver no reino espiritual coisas que não são agradáveis. Eles são muito desagradáveis. Certo?

BR: sim.

BD: Eles não estão apenas inventando em suas pequenas mentes porque eles têm surtos de hormônios. Eles estão realmente tendo um problema. Então a razão pela qual eu pareço ser um pouco indireto aqui é que as pessoas interpretam mal os sinais. Por exemplo, depois que David tomou a ayahuasca quando foi na América do Sul, e ele entrou nesse estado alterado, ele começou a ver o que ele interpretou como mudança de forma. A mudança de forma não ocorre.

BR: Bem, ele não tinha visto tanto a si mesmo, como ele estava tomando relatórios do Arizona Wilder e outros.

BD: Sim.

BR: E outros, e levando isso a um valor literal. Esse é o meu entendimento. E eu não tenho críticas sobre ele.

BD: Não, não. Eu não estou criticando.

BR: Estou muito interessado em sua opinião sobre isso.

BD: Bem, tudo bem. Aqui está a parte importante disso. Não é para criticá-lo porque eu acho que ele está fazendo, ele está vendo no mundo espiritual o que está sempre lá.

BR: Certo.

BD: E quando há uma intensidade dessa realidade, ela rompe, para as pessoas que não têm nenhuma sensibilidade normal. Então, por exemplo, você falou com pessoas que estiveram na presença de Hillary Rodham Clinton.

BR: Certo. (continua…)


Questione tudo, nunca aceite nada como verdade sem a sua própria análise, chegue às suas próprias conclusões


“Parece duvidoso se, de fato, a política de “Botas no rosto” pode continuar indefinidamente.  Minha própria convicção é que a oligarquia governante encontrará maneiras menos árduas e perdulárias de governar e de satisfazer sua ânsia de poder, e essas formas serão semelhantes às que descrevi em Admirável Mundo Novo [uma verdadeira profecia publicada em 1932]Na próxima geração, acredito que os governantes do mundo descobrirão que o condicionamento INFANTIL e a narco-hipnose são mais eficientes, como instrumentos de governo, do que e prisões e campos de concentração, e que o desejo de poder pode ser completamente satisfeito sugerindo às pessoas que amem sua servidão ao invés de açoita-los e chutando-os até à obediência. ”  Carta de Aldous Huxley  EM 1949 para George Orwell autor do livro “1984” 


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.