Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Protestos de Agricultores europeus se espalhou da Holanda para a Polônia e Itália em reação contra ‘Agenda da Fome’ e Despovoamento dos Globalistas

Protesting farmers blocked the access roads with tractors and hay bales across the Netherlands

Enquanto os agricultores na Holanda continuam seus protestos contra as iniciativas “verdes” do governo que ameaçam destruir a agricultura e o suprimento de alimentos em geral no pais, eles agora estão se juntando a outros agricultores na Polônia e na Itália que enfrentam uma situação semelhante sob a pesada bota da tirania do governo e seus políticos lacaios e corruptos.

O protesto de agricultores europeus se espalhou da Holanda para a Polônia e a Itália em uma enorme reação contra os esquemas de despovoamento e fome dos globalistas

Fontes: TheGatewayPundit.comNaturalNews.com

Relatos indicam que protestos surgiram em ambos os países nesta semana para desafiar de maneira semelhante as regulamentações governamentais na Itália e Polônia que tornam quase impossível cultivar alimentos e ganhar a vida honestamente no campo, produzindo alimentos, muito menos manter uma fazenda solvente sob o peso de tantas restrições intransponíveis.

Os globalistas que excluem a Europa de Bruxelas querem que os agricultores fiquem de barriga para baixo, aparentemente. Eles disfarçam sua tirania sob o véu da “sustentabilidade” e se tornam “verdes”, mas a realidade é que suas políticas e agendas são para acabar com o rebanho humano, que eles veem como pouco mais que gado e “comedores inúteis”.

“Não somos escravos, somos agricultores!” cantavam agricultores na Itália enquanto andavam em seus tratores com faixas destinadas a aumentar a conscientização sobre os problemas em questão. “Não podemos fazer face ao aumento das despesas!”

Na Itália, os agricultores planejam viajar até Roma para protestar contra a inflação desenfreada, falhas na cadeia de suprimentos e iniciativas [agenda Green New Deal] “verdes” estritas que estão forçando a indústria agrícola a se ajoelhar. (Relacionado: Saiba mais sobre como a crise alimentar global foi projetada anos atrás como parte de uma iniciativa globalista Reset the Table.)

Agora que milhões acordaram para a verdade, muitos estão finalmente agindo

Milhões e milhões de pessoas de todo o mundo parecem concordar que há sérios problemas com o totalitarismo governamental através de políticos marionetes e corruptos, que não governam pelos interesses de seus povos, mas só agora muitas pessoas estão finalmente começando a tomar medidas formidáveis ??contra esses lacaios dos globalistas.

RELACIONADO: ‘Documento do Juízo Final’ da Fundação Rockefeller “previu” Escassez de alimentos há dois anos

Vimos isso com os protestos dos caminhoneiros no Canadá que assustou o marionete idiota e covarde Justin Trudeau, o primeiro ministro garoto do WEF de Klaus Schwab, e agora um fenômeno semelhante está ocorrendo na Europa, apenas com agricultores e tratores desta vez.

“Não acho que as pessoas estejam acordando para o que os globalistas estão fazendo; Eu acho que eles estão finalmente recuando”, é como uma pessoa na seção de comentários de um artigo fonte colocou, junto com a seguinte citação famosa de Malcolm X:

“Estou doente e cansado de estar doente e cansado”.

As pessoas não estão mais comprando o mantra de que tudo o que a humanidade tem feito desde o início dos tempos, incluindo a criação de animais e o cultivo, está de alguma forma destruindo o clima e causando o aquecimento global.

Seasonal workers harvest turnip cabbage at a farm in Nuremburg, Germany
Uma proposta da UE apelou a uma política agrícola mais “sustentável”, mas quem dela se beneficiará mais?

Essas são apenas desculpas esfarrapadas de uma estrutura de poder globalista tirânica que busca desmantelar as mesmas coisas que mantêm as pessoas alimentadas e funcionais, bem como as coisas que mantêm as economias globais funcionando, emprego pleno, liberdades e a civilização funcionando.

“Peidos de vaca e porco dificilmente constituem uma crise de emissões de emergência”, escreveu outro comentarista. “Apenas uma desculpa para as elites tirarem os agricultores do negócio e nos deixarem com fome. Os agricultores sabem disso e, como os caminhoneiros canadenses, estão revidando.  Precisamos seguir o exemplo.”

Outro destacou que o principal “gás de efeito estufa”, como eles o chamam, afetando a temperatura do planeta é o vapor d’água. “Como eles podem reduzir a evaporação do oceano que acaba em chuva útil?”

Essa mesma pessoa apontou que a fonte número um de metano CH4 são os arrozais e que a Agência de Proteção Ambiental dos EUA (EPA) é a grande responsável por bloquear a drenagem adequada de poças de lama.

“A maneira mais fácil de evitar que o oceano evapore é cobri-lo com plástico”, brincou outro. “China e Índia estão liderando o caminho ao despejar lixo em seus rios que correm para o mar.” As últimas notícias sobre a crise alimentar global, que se agrava e não mostra sinais de terminar tão cedo, podem ser encontradas em FoodCollapse.com .


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)” para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


“O indivíduo é [TÃO] deficiente mentalmente [os zumbis], por ficar cara a cara, com uma conspiração tão monstruosa, que nem acredita que ela exista. A mente americana [humana] simplesmente não se deu conta do mal que foi introduzido em seu meio. . . Ela rejeita até mesmo a suposição de que as [algumas] criaturas humanas possam adotar uma filosofia, que deve, em última instância, destruir tudo o que é bom, verdadeiro e decente”.  – Diretor do FBI J. Edgar Hoover, em 1956


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *