browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

“Socialismo em escala global”: Apresentador do Sky News demole os oligarcas, as elites de Davos e agenda ‘Great Reset”

Posted by on 01/03/2021

“Socialismo em escala global”: Apresentador do Sky News demole os oligarcas, as elites de Davos e o esquema da ‘Grande Reinicialização’:   O apresentador do Sky News Australia Cory Bernardi acaba de lançar um lança-chamas à elite global, dizendo que precisamos estar atentos “a qualquer organização com o termo mundo em seu nome” em um monólogo que nunca veria a luz do dia para aparecer na maioria dos veículos de mídia [pre$$tituteS] mainstream das Nações ocidentais.

Tradução, edição e imagens:   Thoth3126@protonmail.ch

“Socialismo em escala global”: Apresentador do Sky News demole os oligarcas, as elites de Davos e o esquema de ‘Grande Reinicialização’

Fonte:  Zero Edge

Depois de esfolar a Organização Mundial da Saúde (OMS) por “dar à China um passe livre contra a gripe de Wuhan” , enquanto investia US$ 500 milhões em títulos pandêmicos, Bernardi destrói o Programa Mundial de Alimentos, a Organização Meteorológica Mundial, a Organização Mundial de Turismo e o Organização do Comércio – pelas mentiras, desinformação e lógica “pretzel” relacionada ao clima para justificar a agenda política.

Todas essas [pseudo] autoridades estão promovendo uma agenda – é a mesma agenda, descarbonizar, desindustrializar e enfraquecer o mundo ocidental . Elas são parte de um plano combinado para redesenhar o capitalismo em uma nova imagem”, disse Bernardi, acrescentando: “Essa imagem esta claro é o socialismo“.

Liderando esse esforço está o Fórum Econômico Mundial (WEF), que se reúne anualmente em Davos, na Suíça.

“O WEF é o arquiteto da Grande Restauração e da quarta revolução industrial. Eles cunharam a hashtag “reconstruir melhor”, que está se mostrando tão popular entre [os marionetes] as grandes elites governamentais em todo o mundo”, diz Bernardi. ” De acordo com a visão do WEF, os participantes de Davos possuirão o que você estará alugando. E acredite em mim, não será um empreendimento filantrópico“.

“Ao reduzir você a um mero usuário ao invés de dono, o mundo realmente se torna mais igual, porque vai concentrar poder, autoridade e dinheiro nas mãos de poucos, enquanto o resto de nós se torna meros vassalos econômicos desses oligarcas”. 

Cory Bernardi, da Sky News, Austrália, acaba de lançar um lança-chamas sobre a elite global:

Transcrição completa abaixo (ênfase nossa):

Existem certos sinais de aviso aos quais todos devemos estar atentos. Sabe, é como quando alguém aparece na sua vida e diz ‘Eu sou do governo e estou aqui para ajudá-lo’. Bem, outro sinal de alerta é qualquer organização com o termo “mundo” em seu nome. Então, vamos começar com alguns. Talvez a Organização Mundial da Saúde para dar o pontapé inicial. Esse é o órgão que deu à China um passe livre contra a gripe de Wuhan, ao mesmo tempo que bancou US$ 500 milhões por meio da emissão de títulos pandêmicos. Isso mesmo, a Organização Mundial da Saúde estava programada para reembolsar os investidores em torno de US$ 500 milhões no início de 2020, a menos, é claro, que uma pandemia fosse declarada. Os investidores perderam todo o seu dinheiro que se tornou um ganho da Organização Mundial da Saúde.

Então, é claro, há o Programa Mundial de Alimentos. Ele também faz parte das Nações Unidas e realmente ganhou o Prêmio Nobel da Paz em 2020. Agora, tudo isso parece bastante impressionante, até você lembrar que Barack Obama ganhou [o Nobel] em 2008 apenas por ter a cor de pele certa. E apesar de gastar US$ 8 bilhões todos os anos com a fome e fortalecendo a resiliência contra as mudanças climáticas, ainda existem 850 milhões de pessoas subnutridas no mundo e cerca de 780 milhões de pessoas obesas. Claramente, precisamos de mais socialismo alimentar.

Depois, temos também a Organização Meteorológica Mundial. Tem uma tripulação de 200 e publica o status anual do relatório climático mundial, lançando cenários de terror sobre gases de efeito estufa, mudanças climáticas, aumento do nível do mar e gelo marinho. O relatório de 2019 é uma beleza – essencialmente diz que os incêndios florestais australianos daquele ano foram devido à mudança climática, e não faz nenhuma menção aos incendiários ou aos políticos verdes insistentes em políticas de gestão terrestre terríveis. Aliás, de acordo com a OMM, as mudanças climáticas também são responsáveis ​​por secas, inundações, tempestades e danos relacionados ao clima. Isso me fez pensar, o que os causou antes da Revolução Industrial, ou antes da humanidade.

Mas também temos a sorte de contar com a Organização Mundial do Turismo, que tem “uma visão de um planeta para o turismo responsável”. Isso inclui as palavras-chave vitais “inclusão social” e “ação climática”. Ele ainda tem algumas hashtags bem legais; #responsiblerecover e #buildbackbetter. E se gaba de que, ao fechar a economia mundial no ano passado, reduziu as emissões de dióxido de carbono em colossais 8%. Isso significa que faltam apenas 92% para voltarmos a viver em cavernas! Mas salvando o planeta enquanto fazemos isso.

E, claro, não devemos esquecer a Organização Mundial do Comércio, com metas elevadas que defendem o livre comércio. Sua verdadeira missão parece não ser sujeitar a China aos mesmos requisitos de integridade que o resto do mundo quando se trata de proteção à propriedade intelectual, tarifas comerciais e barreiras , etc. Graças a Deus, tem o objetivo de reduzir a desigualdade, que é palavra de ordem socialista “tirar do produtivo [e criativo] e dar ao improdutivo”. Alguém precisa contar a eles sobre a história. Mostra que nunca funciona.

Mas, para aqueles que não conseguem suportar o rigor do mundo real, há sempre um refúgio no World Vegetable Center . Isso mesmo, um centro vegetal mundial. Este estimado organismo dedicou 20 anos pesquisando a batata-doce antes de doá-la porque os custos de fazer essa pesquisa eram muito altos. Agora se concentra em “buscar os parentes selvagens das plantações domesticadas para salvar a dieta humana das mudanças climáticas”. Uau, se nunca tivéssemos cultivado, o mundo estaria melhor e o clima não estaria mudando!

Ei, mas, e aquelas pessoas com fome que mencionei antes ? Eles não estariam ainda mais famintos?

Bem, todas essas [pseudo] “autoridades” estão promovendo uma agenda – é a mesma agenda, para descarbonizar, desindustrializar e enfraquecer o mundo ocidental. Eles são parte de um plano combinado para redesenhar o capitalismo com uma nova imagem. Essa imagem, claro, é socialismo. E é liderado pela organização do avô de todos eles – o Fórum Econômico Mundial. O WEF é o arquiteto do “Great Reset” e da quarta revolução industrial. Eles cunharam a hashtag “reconstruir melhor”, que na verdade está se mostrando tão popular entre as grandes elites governamentais em todo o mundo. E eles até prevêem que em 2030 você não terá nada e será feliz. Eles chamam isso de ‘servitização’, que é um termo e uma agenda que se parece muito com servidão para mim. O WEF afirma que esta servidão – desculpe, quero dizer ‘servitização’ salvará o planeta e ajudará na recuperação pós-COVID-19.

No entanto, a servitização levanta a questão; se você não possui nada, quem será o proprietário do [TUDO] que você está alugando? Bem, a resposta está no fórum de estreia do WEF – em Davos.  Davos é a reunião de oligarcas da elites globais [a maioria psicopatas], incluindo CEOs de grandes empresas, chefes de indústria, ‘líderes’ governamentais, banqueiros internacionais, burocratas e oligarcas multimilionários com agendas políticas. Sob a visão do WEF, os participantes de Davos possuirão o que você alugará. E acredite em mim, não vai ser um empreendimento filantrópico . Todos eles vão querer ganhar mais dinheiro do que ganham atualmente e, na verdade, ter mais controle sobre sua vida sob o pretexto da igualdade. Ao reduzir você a um mero usuário ao invés de proprietário, o mundo realmente se torna mais igual, porque vai concentrar poder, autoridade e dinheiro nas mãos de uns poucos, enquanto o resto de nós se torna meros vassalos econômicos desses oligarcas.

Portanto, não se engane – a servitização é apenas um novo nome para a escravidão econômica. É socialismo em escala global .


Questione tudo, nunca aceite nada como verdade sem a sua própria análise, chegue às suas próprias conclusões.


“Parece duvidoso se, de fato, a política de “Botas no rosto” pode continuar indefinidamente.  Minha própria convicção é que a oligarquia governante encontrará maneiras menos árduas e perdulárias de governar e de satisfazer sua ânsia de poder, e essas formas serão semelhantes às que descrevi em Admirável Mundo Novo [uma verdadeira profecia publicada em 1932]

Na próxima geração, acredito que os governantes do mundo descobrirão que o condicionamento INFANTIL e a narco-hipnose são mais eficientes, como instrumentos de governo, do que e prisões e campos de concentração, e que o desejo de poder pode ser completamente satisfeito sugerindo às pessoas que amem sua servidão ao invés de açoita-los e chutando-os até à obediência. ”  Carta de Aldous Huxley  EM 1949 para George Orwell autor do livro “1984” 


Mais informações adicionais:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

2 Responses to “Socialismo em escala global”: Apresentador do Sky News demole os oligarcas, as elites de Davos e agenda ‘Great Reset”

  1. Silvio J B Maia

    Tempo de a realidade aflorar.

  2. Keanu Reeves

    Lendário Klaus Schawb!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.